@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

MÚSICA

Projeto Guri oferece curso de luteria em Franca, Piraju e Ouro Verde

Publicado em 20 de fevereiro de 2019

Curso gratuito ensina a construir e manter instrumentos musicais feitos em madeira

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo – oferece oficina de luteria nas cidades de Franca, Piraju e Ouro Verde. Jovens de 14 a 21 anos podem se inscrever. A atividade é gratuita, assim como todos os outros 30 cursos promovidos pela instituição. Matrículas abertas até o dia 22 de fevereiro, ou enquanto houver vaga disponível.

No curso de luteria, os estudantes aprendem a construir e manter instrumentos musicais, com foco naqueles feitos de cordas, de modo artesanal. As aulas são ministradas coletivamente em turmas compostas por seis alunos cada, desenvolvendo as habilidades e os conhecimentos iniciais da profissão, como processos de colagem, lixa, verniz, corte em madeira, construção de modelos e plantas, princípios geométricos, etc. A prática também dá suporte inicial ao ingresso na carreira de lutier.

Na cidade de Piraju há 12 vagas

(7 disponíveis no momento), em duas turmas, às quartas e  às sextas, das 13h30 às 15h30; e das 15h30 às 17h30.

“O curso estimula o desenvolvimento das habilidades manuais, amplia o conhecimento sobre os instrumentos musicias e cria condições favoráveis para que o jovem seja iniciado no campo profissional”, disse Isabelle Gonçalves, gerente regional do Projeto Guri.

Em Franca há 18 vagas no total (4 vagas disponíveis), às segundas e quartas-feiras, das 9h às 11h e das 13h às 15h e das 15h às 17h.

O curso de luteria em Ouro Verde possui 24 vagas e a procura é grande. Restam apenas 3 vagas (todas no período da manhã, das 9h às 11h). O curso é realizado segundas e quartas.

Com fomento à criatividade e ao protagonismo dos aprendizes, o curso permitirá a criação de pequenos objetos em madeira, reparos e manutenção de instrumentos como violão, cavaco e violino, culminando com a construção integral de um instrumento em conjunto com o educador. Os procedimentos que envolvem cortes com máquinas são realizados apenas pelo educador em dia separado da aula, visando garantir a segurança dos alunos.

Polo Luteria Franca
Endereço:
R: Voluntários da Franca, 939 – Centro – Franca/SP

Telefone: (16) 3713-1042

Quando: às segundas e quartas-feiras

Horário: das 9h às 11h e das 13h às 15h e das 15h às 17h.

Grátis

Polo Luteria Piraju
Endereço:
R: Vicente Laino, 416, Piraju/SP

Telefone: (14) 3351-1361

Quando: quarta-feira e sexta-feira

Horário: das 13h30 às 15h30; e das 15h30 às 17h30

Grátis

 

Polo Luteria Ouro Verde
Endereço:
R. Paraíba, 986, Centro – Ouro Verde/SP

Telefone: (18) 3872-1138

Quando: segunda e quarta-feira

Horário: das 9h às 11h; das 13h às 15h; e das 15h às 17h.

Grátis

 

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: CTG Brasil; VISA; WestRock; Bayer; Microsoft; VALGROUP; Novelis; Caterpillar; EMS; Capuani do Brasil; Pinheiro Neto; Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn; Grupo Maringá; AES Tietê; Faber Castell; ASTA; Mercedez-Benz; Supermercados Rondon; Castelo Alimentos; Raízen; Arteris; GRUPO GR; Tereos.

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 770 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Amigos do Guri

Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Amigos do Guri administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.

Compartilhe!