secretaria da cultura do estado de são paulo

‘VIVA! Leste Europeu’ celebra tradições de nove países no Museu da Imigração

Publicado em 11 de outubro de 2017

Edição do projeto comemora os 90 anos da Vila Zelina com gastronomia, dança, música, artesanato, entre outras atrações

A cidade de São Paulo possui muitos bairros com concentração de imigrantes e descendentes, entre eles Liberdade, Bixiga, Bom Retiro, Santo Amaro e Mooca. Na Zona Leste paulistana, a Vila Zelina é a região que agrupou, desde o século XIX, povos do Leste Europeu, como búlgaros, croatas, eslovenos, estonianos, letões, húngaros, lituanos, poloneses, russos, tchecos e ucranianos. Para celebrar os 90 anos de fundação do bairro histórico, o Museu da Imigração – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – em parceria com a Associação de Moradores e Comerciantes do Bairro da Vila Zelina (Amoviza) vai promover, no dia 29 de outubro, o “VIVA! Leste Europeu”. A edição do projeto reunirá das 10h00 às 18h00, atrações de grupos folclóricos, gastronomia, exibição de filmes, artesanato e oficinas. Os ingressos custam R$10 e R$5 (meia-entrada).

Serão atrações de nove países, além de representações da cultura Viking com grupos artísticos, gastronomia e artesanato. O público poderá conhecer as tradições da Romênia, Rússia, Ucrânia, Croácia, Lituânia, Bulgária, Hungria, Polônia e República Tcheca. Entre os destaques do evento, o palco celebra as origens desses povos por meio de grupos folclóricos que levam ao público danças, músicas e performances. Já as tendas de alimentação comercializam vários quitutes tradicionais do Leste Europeu, como Chachkik (churrasco da Rússia), Kugelis (torta de batata, da Lituânia), Zapiekanka (sanduíche aberto da Polônia) e Vepro, knedlo, zelo (lombo suíno assado na cerveja com molho, da República Tcheca).  

O público poderá ainda interagir com as comunidades em oficinas. As aulas de culinária ensinam, às 11h00, a receita russa do Strogonoff, às 14h00, o Kugelis lituano e, às 16h00, curiosidades sobre produção e consumo de cervejas artesanais. Os curiosos poderão também aprender noções básicas da língua russa, às 12h00, e da romena, às 15h00. Para participar, basta retirar as senhas 20 minutos antes das atividades.

Para completar o dia, sessões de cinema irão exibir, entre 11h00 e 18h00, longas da República Tcheca e da União Soviética (da década de 1970). As crianças também terão um espaço especial com contação de histórias da cultura do Leste Europeu, com Patrícia Giuffrida, às 15h30. O Museu da Imigração fica na Rua Visconde de Parnaíba, 1.316, no bairro da Mooca, em São Paulo. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente até 27/10 no site da bilheteria.com. Outras informações estão disponíveis em  www.museudaimigracao.org.br

Compartilhe!