secretaria da cultura do estado de são paulo

SISEM-SP

SISEM-SP abre inscrições para eleição de representantes regionais

Ao todo, estão abertas 70 vagas; pleito ocorre dia 18 de julho, durante o 10EPM

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria da Cultura do Estado (SEC), abre nesta sexta-feira, 15/06, as inscrições para concorrer à eleição das Representações Regionais do SISEM-SP para o biênio 2018-2020. Os interessados podem se inscrever até o dia 15 de julho.

Ao todo, serão eleitos 35 representantes titulares e outros 35 representantes suplentes. A novidade para esta eleição é a mudança na configuração das Regiões Administrativas e Metropolitanas. Algumas Representações Regionais ganharam subdivisões e número de representantes proporcionais à quantidade de instituições museológicas em cada uma delas.

A proposta de reestruturação, feita pelo Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP (GTC SISEM-SP) durante o 15º Encontro de Representantes Regionais (15ERR), realizado nos dias 28 e 29 de maio, foi discutida e aceita por consenso, sendo aprovada pelo Conselho de Orientação do SISEM-SP (COSISEM-SP), em reunião realizada no dia 7 de junho.

Criada em 2012, esta instância contava até então com 16 Representações Regionais. Agora, com a nova divisão, serão 23. Na época, a divisão administrativa do Estado contava com 15 Regiões Administrativas e apenas duas Regiões Metropolitanas. Hoje, temos 16 Regiões Administrativas e cinco Regiões Metropolitanas.

“Além disso, adotamos o critério de proporcionalidade, de modo que foi possível equilibrar a representatividade entre as regiões e otimizar a articulação nas regiões que concentram maior número de museus, como é o caso da Região Metropolitana de São Paulo, que sedia cerca de 110 museus, e agora, além da Capital, passa a contar com as Representações do Alto Tietê, ABCD e Sudoeste SP”, explica o diretor do Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP (GTC SISEM-SP), Davidson Kaseker.

O pleito está marcado para o dia 18 de julho, das 16h00 às 18h30, durante o primeiro dia de programação do 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM), no Memorial da América Latina.

A apuração dos votos será feita em 19 de julho, com a divulgação dos eleitos no dia seguinte, durante sessão plenária de encerramento do 10EPM, das 10h00 às 12h30. Todo pleito será acompanhado por uma Comissão Eleitoral composta por representantes da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM), do GTC SISEM-SP e do Conselho de Orientação do SISEM-SP (COSISEM-SP).

A posse dos eleitos acontece após publicação da designação dos representantes regionais por meio de resolução do secretário da Cultura do Estado, Romildo Campello, no Diário Oficial do Estado.

Eleitos a cada dois anos, sempre durante o Encontro Paulista de Museus, os representantes regionais atuam, juntamente com o GTC SISEM-SP, no planejamento das ações e definição de prioridades para os museus em suas respectivas regiões. As funções de representante regional são consideradas como serviço público relevante.

“Os representantes regionais exercem um trabalho de via dupla: informam o GTC SISEM-SP sobre as demandas de suas regiões – e as articulam com as nossas resoluções e iniciativas. Por isso, são fundamentais para o arranjo organizacional do Sistema e para que consigamos chegar, de fato, a todo Estado”, conclui Kaseker.

Veja aqui a nova divisão de regiões do estado , o edital de convocação para eleições e demais documentos para a candidatura.  

Captação de recursos e sustentabilidade são assuntos de mesa de debates no 10EPM

Encontro reúne diretores do Museu da Pessoa e do Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos (MUQUIFU)

“Fazendo juntos: captação de recursos e sustentabilidade”. Esse é o nome da primeira mesa de debates do 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM), marcada para o dia 19 de julho, às 9h00, no segundo dia do evento. Realizado pelo Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria da Cultura do Estado, e ACAM Portinari, o 10EPM acontece de 18 a 20 de julho, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Com mediação da produtora cultural Roseli Biage, a mesa reúne o curador do Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos (MUQUIFU), de Belo Horizonte (MG), Padre Mauro Luiz da Silva; e a diretora-presidente do Museu da Pessoa, de São Paulo, Karen Worcman.

Na entrevista abaixo, ambos resumem o que será apresentado na mesa, como as instituições que comandam captam recursos e trabalham a sustentabilidade e qual a importância de eventos como o 10EPM. Confira.

SISEM-SP: O que será apresentado na mesa “Fazendo juntos: captação de recursos e sustentabilidade”?

Karen Worcman: Apresentarei o que é o Museu da Pessoa, suas atividades museológicas e sua proposta-conceito. Em seguida, explicarei as estratégias de sustentabilidade da instituição e seus resultados ao longo dos anos.

Padre Mauro Silva: O título da minha apresentação será “Habemus MUQUIFU”. Farei um breve relato abordando a história da criação do museu e uma análise da formação das suas coleções, ou seja: um brevíssimo resumo da minha dissertação de mestrado em Ciências Sociais, defendida em fevereiro deste ano: “HABEMUS MUQUIFU: análise da criação e das coleções do Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos”. Ao analisar a história do MUQUIFU, em particular, darei destaque às questões administrativas e burocráticas no que se refere à sustentabilidade do museu, tais como: identificação de um espaço físico para abrigar o museu (primeira sede no Beco Santa Inês, Barragem Santa Lúcia); o conflito com a Turma dos Ratos e a transferência para a sede atual (Vila Estrela); manutenção destes espaços físicos; contratação de funcionários e trabalho voluntário.

SISEM-SP: Como se dá a captação de recursos no museu?

Karen Worcman: A captação é realizada por meio de projetos (incentivados e de recursos diretos) nas áreas de projetos culturais temáticos; projetos educativos (com escolas públicas e territórios em todo o País) e projetos de memória e desenvolvimento institucional.

Padre Mauro Silva: Inicialmente, o MUQUIFU teve o apoio da paróquia local, do Aglomerado Santa Lúcia: Paróquia Nossa Senhora do Morro, por meio das Obras Sociais Nossa Senhora do Morro. Com a minha transferência de paróquia, esse apoio se extinguiu e, então, buscamos outras formas para nos manter, entre elas cito: recurso fixo de uma construtora; loja do MUQUIFU; doações espontâneas; bazar; jantar; e a campanha de arrecadação recorrente no site www.padrim.com

SISEM-SP: De que forma a sustentabilidade é trabalhada?

Padre Mauro Silva: Mesmo antes da minha transferência de paróquia, que ocorreu em dezembro de 2016, já nos perguntávamos: o que fazer para que o MUQUIFU se torne um empreendimento culturalmente sustentável? A parceria com a Paróquia Nossa Senhora do Morro é fundamental, mas até quando podemos contar com ela? Quem são os atores que deverão levar adiante este projeto? Estamos cientes de que um empreendimento, para ser sustentável, deve ser: socialmente justo, economicamente viável e ambientalmente aceitável. Sendo assim, o MUQUIFU é “socialmente justo?”, é “economicamente viável?”, é “ambientalmente aceitável?”. Respostas: sim, não e sim. Nos deparamos com a situação da sustentabilidade financeira do museu e isso nos mobilizou.

SISEM-SP: Qual a importância de um encontro como o 10EPM para o setor museológico no país?

Karen Worcman: Um encontro como este é de fundamental importância, na medida em que promove a relação entre museus e a o aprofundamento de reflexões relativas aos desafios da área de museus como um todo.

Padre Mauro Silva: Os encontros estaduais e regionais de museus são sempre de grande importância para todo País, obviamente. Porém, dada a magnitude que, a cada ano, o EPM foi incorporando, e ao grande número de participantes, bem como o alto nível dos palestrantes, este encontro passou a ser uma oportunidade de revisão de paradigmas, no qual pensamentos novos podem surgir, visões equivocadas podem desaparecer, contribuindo muito para o setor museológico em todo o País.

Bate-papo sobre a exposição “As Donas da Bola” acontece na Casa da Cultura, em Ribeirão Preto

Mostra revela visão de 11 fotógrafas sobre mulheres que jogam futebol em várias regiões do País

A Casa da Cultura Juscelino Kubitschek, em Ribeirão Preto, recebe nesta quinta-feira (8), às 19h00, uma roda de conversa com as fotógrafas participantes da exposição “As Donas da Bola”, que fica em cartaz no mesmo local até 21 de junho. A realização é da ACAM Portinari e do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria da Cultura do Estado. A entrada é gratuita.

A mostra é resultado da iniciativa de 11 fotógrafas, pioneiras no fotojornalismo brasileiro, que percorreram o País em busca de mulheres que jogam bola. Ela foi apresentada pela primeira vez no Centro Cultural São Paulo, em 2014, como um dos eventos paralelos do campeonato mundial de futebol – já foi exposta no Museu do Futebol e agora roda o Estado, já passando por cidades como São Pedro, Piracicaba, Paulínia e Santa Bárbara do Oeste.

“Será uma conversa informal com o público presente. É o olhar de nós, fotógrafas, sobre a mulher no futebol – território até muito pouco tempo, e hoje em dia ainda para muitos, exclusivamente masculino”, explica Márcia Zoet, coordenadora e uma das profissionais participantes da mostra.

Além dela, “As Donas da Bola” traz trabalhos de Ana Araújo, Ana Carolina Fernandes, Bel Pedrosa, Eliária Andrade, Evelyn Ruman, Luciana Whitaker, Luludi Melo, Marlene Bergamo, Mônica Zarattini e Nair Benedicto. A expectativa é que todas estejam presentes no bate-papo.

Cada uma delas retratou a prática de diversas esportistas: freiras que jogam futebol; futlama no Amapá; futebol em comunidades de São Paulo e Rio de Janeiro; campeonato indígena no Mato Grosso do Sul; jovens que jogam bola na praia de Ipanema; entre outros temas.

“A exposição é resultado do trabalho de pioneiras do fotojornalismo brasileiro, que ao longo de suas jornadas profissionais enfrentaram uma série de preconceitos ao retratar o futebol. É o olhar feminino sobre um universo que hoje também, cada vez mais, vem sendo ocupado pelas mulheres”, observa o diretor do Grupo Técnico de Coordenação (GTC) do SISEM-SP, Davidson Kaseker.

SERVIÇO

Roda de conversa sobre exposição “As Donas da Bola”

Onde: Casa da Cultura Juscelino Kubitschek

Endereço: Praça Alto do São Bento, s/nº – Ribeirão Preto/SP

Quando: 8 de junho, às 19h00

Gratuito

Inscrições para candidatos a membro do Conselho de Orientação do Sistema Estadual de Museus estão abertas

Duas vagas estão disponíveis; eleições serão nos dias 18 e 19 de julho, durante o 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM)

Estão abertas as inscrições para interessados em se candidatar a membro do Conselho de Orientação do Sistema Estadual de Museus (COSISEM-SP) para o biênio 2018-2020. Duas vagas estão disponíveis, ambas para profissionais pertencentes a instituições museológicas. O prazo se encerra em 21 de junho.

A eleição será nos dias 18 e 19 de julho, durante o 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM), no Memorial da América Latina, em São Paulo. Somente os inscritos presentes no evento poderão votar – de maneira secreta, em dois candidatos. A apuração ocorre às 15h00 do dia 19, com divulgação dos eleitos no dia seguinte, às 10h00, no painel “SISEM-SP: Balanços e Perspectivas”.

Para participar do pleito, os candidatos devem apresentar uma carta de intenção explicando porque desejam integrar o COSISEM-SP. Além disso, é preciso um currículo resumido, carta de anuência do dirigente máximo da instituição à qual o interessado está vinculado, comprovante deste vínculo e foto (indicando crédito do fotógrafo) para divulgação. Importante: o candidato deve oficializar sua candidatura no momento de sua inscrição no 10EPM, feita no site do SISEM-SP (www.sisemsp.org.br).

Será instalada uma Seção Eleitoral no Memorial da América Latina para acompanhar o pleito. Haverá ainda uma Comissão Eleitoral especialmente designada para acompanhar os trâmites da votação. Ela é formada por um representante da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria da Cultura do Estado (UPPM); um representante do Grupo Técnico de Coordenação (GTC) SISEM-SP; e um representante do COSISEM-SP.

“Todo processo de votação e apuração prezará pela democracia, transparência e idoneidade. O Conselho de Orientação do SISEM-SP é fundamental aos nossos trabalhos, pois nos auxilia na tomada de decisões, na elaboração da programação do Encontro Paulista de Museus, na análise dos processos de adesão das instituições museológicas ao Cadastro Estadual de Museus, entre outras funções. Temos certeza que os novos membros terão comprometimento e competência para continuar tal serviço”, observa o diretor do GTC do SISEM-SP, Davidson Kaseker.

O processo eleitoral obedece a Resolução SC-95, de 11/11/2011, disponível na íntegra no endereço eletrônico do SISEM-SP.

SISEM-SP abre inscrições para o 10º Encontro Paulista de Museus

Abertura aconteceu no Dia Internacional dos Museus, em 18 de maio; interessados podem se inscrever online

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria da Cultura do Estado, abriu as inscrições para o 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM). O evento, principal reunião das instituições museológicas paulistas, será realizado de 18 a 20 de julho, em parceria com a ACAM Portinari, no Memorial da América Latina, com o tema “Gestão e Governança”.

A abertura das inscrições do 10EPM coincidiu com a comemoração do Dia Internacional de Museus, celebrado em 18 de maio. “Este ano, alcançamos a marca de dez edições ininterruptas do EPM. Nesta trajetória, conseguimos nos firmar como um dos principais eventos da museologia nacional, atraindo atenção de especialistas de fora do Estado e mesmo do País. Por isso, consideramos representativo dar início às inscrições no dia em que os museus são festejados em todo mundo”, argumenta o diretor do Grupo Técnico de Coordenação (GTC) do SISEM-SP, Davidson Kaseker.

Um dos destaques da programação deste ano é a honraria a ser concedida ao professor Ulpiano Toledo Bezerra de Meneses, o primeiro a receber a recém-criada medalha “Waldisa Rússio Camargo Guarnieri” – que homenageia um dos principais nomes da história da museologia brasileira.

O evento conta ainda com conferência internacional do diretor da Fondazione Brescia Musei, Luigi Di Coratto; o painel “Desafios éticos contemporâneos para museus”, com a procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Débora Duprat; uma série de Painéis Digitais com os temas “Democratização de processos museológicos” e “Ações de fomento à participação”; eleições de representantes regionais e de novos membros do Conselho de Orientação do SISEM-SP; e entrega de certificados a instituições que aderiram ao Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP).

Outro atrativo do 10EPM é a programação integrada – com as oficinas em parceria com o Centro de Pesquisa e Formação (CPF) do SESC São Paulo, além de palestras, seminário e painel no Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB/USP), que discutem o legado de Waldisa Rússio ao setor.

Interessados em participar do Encontro devem se inscrever no endereço www.sisemsp.org.br/epm. Lá também é possível consultar a programação completa, conhecer edições anteriores do EPM e informar-se sobre hospedagem, alimentação e estacionamento para os dias do evento.

Vale ressaltar que as inscrições para o seminário “O Legado de Waldisa Rússio: liderança, formação, ética profissional e pesquisa em museologia”, no IEB/USP, podem ser feitas juntamente com as do 10EPM. Já as oficinas no CPF do SESC São Paulo serão disponibilizadas a partir de junho no site oficial da instituição: http://centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br

SERVIÇO

10º Encontro Paulista de Museus (10EPM)

Onde: Memorial da América Latina

Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – São Paulo/SP

Quando: 18 a 20 de julho

Inscrições: www.sisemsp.org.br/epm

Informações: (11) 3339-8208 – www.sisemsp.org.br

Vem aí o 10º Encontro Paulista de Museus

A edição comemorativa de 10 anos do Encontro Paulista de Museus (10EPM) acontecerá entre os dias 18 a 20 de julho, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Com o tema Gestão e Governança, o 10EPM contará com presença anual de mais de mil participantes, convidados nacionais e internacionais de reconhecida importância no setor. A iniciativa é do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e em parceria com a organização social de cultura ACAM Portinari.

Em seu 10º ano, o encontro consolida-se como espaço de qualificação àqueles que trabalham, pesquisam e vivenciam o dia a dia dos museus. “O EPM configura-se como um verdadeiro disseminador de ideias e propostas e é hoje uma referência na área de museus que se estende além das fronteiras do Estado”, comenta Davidson Kaseker, diretor do Sistema Estadual de Museus de São Paulo.

Edição comemorativa e programação paralela

Além da simbólica marca de 10 anos, o 10EPM estabelece o retorno do evento à sua tradicional casa, agora plenamente restaurada: o Memorial da América Latina – que havia sediado todas as edições do encontro até o incêndio, em 2013. Outro marco é que o EPM volta a ser realizado em três dias, tempo considerado ideal para abranger as conferências e mesas de debates, bem como toda programação paralela do encontro.

Esta, aliás, já possui atividades confirmadas, tais como as eleições de novas representações regionais do SISEM-SP; oficinas ministradas em parceria com o Centro de Pesquisa e Formação do SESC; e o seminário, no auditório do Instituto de Estudos Brasileiros da USP (IEB-USP), sobre a contribuição da professora Waldisa Rússio Camargo Guarnieri à museologia brasileira.

Outra ação mais uma vez presente no EPM são os Painéis Digitais: apresentações em formato digital a serem exibidas em monitores de TV instalados no local do evento e que, este ano, concentram-se nos temas “democratização de processos museológicos” e “ações de fomento à participação”.

Mantenha-se informado sobre o assunto: site do SISEM-SP ou página do Encontro no Facebook

Banco de Exposições: museus do estado podem disponibilizar seus acervos online e solicitar itinerâncias

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria da Cultura do Estado, disponibiliza em seu site um Banco de Exposições, cujo objetivo é difundir acervos e ampliar o repertório cultural da população. Atualmente, estão disponíveis seis exposições, oferecidas por quatro museus.

O Banco de Exposições do SISEM-SP permite que instituições de qualquer região do Estado tenham acesso a mostras elaboradas por diferentes museus, solicitando-lhes sua itinerância por meio da formalização de parcerias. Qualquer instituição museológica ou mesmo pessoas físicas podem disponibilizar exposições para itinerância. A intermediação é feita por meio do site: sisemsp.org.br.

Para cadastrar uma exposição, é necessário preencher o formulário de inscrição de proponência disponível no portal – informando os dados de contato e descrevendo, brevemente, a temática, o tipo de acervo a ser exposto e as necessidades técnicas para a montagem, incluindo custos, se houver. A descrição do conteúdo da exposição é de total responsabilidade dos proponentes, sendo o site do SISEM-SP apenas um veículo de divulgação das mostras.

Os museus que ainda não possuem procedimentos institucionalizados para empréstimos de obras ou exposições podem também realizar o download de um modelo de termo de empréstimo – a ser preenchido diretamente entre as partes envolvidas, uma vez que o SISEM-SP atua apenas como articulador das parcerias, e não como responsável institucional.

Informações complementares podem ser obtidas pelo e-mail sisem@sp.gov.br ou pelo telefone (11) 3339-8111.

Circuito de Exposições Itinerantes mantém três mostras na região de Franca até o fim de abril

Iniciativa, com apoio do SISEM-SP e museus parceiros, leva exposições a Altinópolis, Batatais e Ipuã

 Três municípios da Região de Franca recebem, até o fim de abril, mostras ligadas ao Circuito de Exposições Itinerantes – iniciativa que conta com apoio do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), da Secretaria da Cultura do Estado, e Associação Paulo Duarte (APD).

Exposição “Bele Époque na Garoa: São Paulo entre a tradição e a modernidade”

A Casa de Cultura de Altinópolis sedia, até 27 de abril, a exposição “Bele Époque na Garoa: São Paulo entre a tradição e a modernidade”. Com base no acervo iconográfico da Fundação Energia e Saneamento, a mostra retrata os desdobramentos da Belle Époque na capital paulista, com destaque para as transformações urbanas, sociais, políticas e culturais ocorridas na cidade no início do século XX. A visitação está aberta de segunda à sexta-feira, das 8h00 às 16h00.

Em Batatais, a mostra “Imigrantes do Café” também fica em cartaz na Estação Cultura até 27 do mesmo mês. Fruto de parceria entre o Museu do Café e o Museu da Imigração, a exposição retrata o cotidiano dos imigrantes que vieram trabalhar nas fazendas de café paulistas, desde o desembarque, no Porto de Santos, passando pela Hospedaria de Imigrantes do Brás, até, por fim, a vida nas lavouras. São abordados o dia a dia dos imigrantes e os costumes trazidos para cá que tanto influenciaram a diversidade cultural brasileira. As visitas acontecem de segunda a sábado, das 8h00 às 11h00 e das 14h00 às 17h00.

O circuito itinerante completa-se na Secretaria de Educação e Cultura de Ipuã, que recebe, até 30 de abril, a exposição “Água: Energia do Planeta Terra”. São trabalhos de cartunistas de 26 países, que usaram a arte para mostrar a urgência de se utilizar a água de forma inteligente e eficiente. A visitação ocorre de segunda à sexta-feira, das 13h00 às 17h00.

“Fomentar a itinerância, a criação de espaços expositivos, a formação de público, incrementando os museus e casas de cultura da região é uma das lutas da Representação Regional da Região Administrativa de Franca SISEM-SP. Por meio destas mostras, é possível chegar a lugares e a um público que não teria possibilidade de contato com vários museus de São Paulo e suas curadorias expositivas”, observa a representante regional e agente sociocultural patrimonial, Ângela Maria Pimenta, idealizadora e organizadora do Circuito de Exposições Itinerantes.

SERVIÇO

Bele Époque na Garoa: São Paulo entre a tradição e a modernidade

Onde: Casa de Cultura de Altinópolis

Endereço: Rua Barão do Rio Branco, 238 – Centro

Período: até 27 de abril, de segunda à sexta, das 8h000 às 16h00

Informações: (16) 3665-9606

Imigrantes do Café

Onde: Estação Cultura

Endereço: Praça Dr. Antônio Teodoro de Lima, s/n – Castelo – Batatais/SP

Período: até 27 de abril, de segunda a sábado, das 8h00 às 11h00 e das 14h00 às 17h00

Informações: (16) 3761-7071

Água: Energia do Planeta Terra

Onde: Secretaria de Educação e Cultura de Ipuã

Endereço: Avenida Santana dos Olhos D’Água, 477 – Centro – Ipuã/SP

Período: até 30 de abril, de segunda à sexta, das 13h às 17h

Informações: (16) 3832-0128 / 3832-0142

Banco de Exposições do SISEM-SP: difusão da cultura por acervos itinerantes.

Instituições museológicas e pessoas físicas podem disponibilizar suas mostras para itinerância no site do Sistema

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria da Cultura do Estado, disponibiliza em seu site um Banco de Exposições, cujo objetivo é difundir acervos e ampliar o repertório cultural da população. Atualmente, estão disponíveis seis exposições, oferecidas por quatro museus.

O Banco de Exposições do SISEM-SP permite que instituições de qualquer região do Estado tenham acesso a mostras elaboradas por diferentes museus, solicitando-lhes sua itinerância por meio da formalização de parcerias. Qualquer instituição museológica ou mesmo pessoas físicas podem disponibilizar exposições para itinerância. A intermediação é feita por meio do site: sisemsp.org.br.

Para cadastrar uma exposição, é necessário preencher o formulário de inscrição de proponência disponível no portal – informando os dados de contato e descrevendo, brevemente, a temática, o tipo de acervo a ser exposto e as necessidades técnicas para a montagem, incluindo custos, se houver. A descrição do conteúdo da exposição é de total responsabilidade dos proponentes, sendo o site do SISEM-SP apenas um veículo de divulgação das mostras.

Os museus que ainda não possuem procedimentos institucionalizados para empréstimos de obras ou exposições podem também realizar o download de um modelo de termo de empréstimo – a ser preenchido diretamente entre as partes envolvidas, uma vez que o SISEM-SP atua apenas como articulador das parcerias, e não como responsável institucional.

O SISEM-SP tem participado ativamente da programação de curta duração de instituições museológicas em todas as regiões do Estado de São Paulo. “A realização de itinerâncias de exposições é uma importante ação do SISEM-SP. O Banco de Exposições é mais uma iniciativa que fortalece a articulação entre as instituições museológicas paulistas por meio do intercâmbio de conhecimentos, experiências e materiais relacionados à Museologia”, afirma o diretor do Grupo Técnico de Coordenação (GTC) do SISEM-SP, Davidson Kaseker.

Informações complementares podem ser obtidas pelo e-mail sisem@sp.gov.br ou pelo telefone (11) 3339-8111.

Exposições disponíveis em abril de 2018

Museu da Casa Brasileira

Museu do Futebol

Museu Republicano Convenção de Itu

Centro de Divulgação Científica e Cultural da Universidade de São Paulo (CCDC-USP)

Municipalização do Museu Histórico e Pedagógico Presidente João Teodoro Xavier é debatida em Mogi Mirim

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, por meio da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM) e do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), realiza, dia 19 de abril (quinta-feira), uma Audiência Pública para apresentar e debater a proposta de doação do acervo museológico e bens móveis de propriedade do Estado de São Paulo, instalados no Museu Histórico e Pedagógico Presidente João Teodoro Xavier, em Mogi Mirim (SP).

A Audiência atende às exigências legais para a realização do processo de municipalização da instituição. A sessão é de grande importância e é bastante esperada a participação da população de Mogi Mirim, assim como de profissionais ligados a entidades científicas e culturais da cidade e da região. O evento será às 18h30, no Centro Cultural “Profº Lauro Monteiro de Carvalho e Silva”, na Avenida Santo Antônio, 430.

SERVIÇO

Data: 19 de abril de 2018 (quinta-feira)
Local: Centro Cultural “Profº Lauro Monteiro de Carvalho e Silva” (Avenida Santo Antônio, 430)
Horário: 18h30
Mais informações: sisem@sp.gov.br

Garça recebeu encontro do SISEM-SP sobre o Cadastro Estadual de Museus

No último dia 21 de fevereiro, a Biblioteca Municipal de Garça sediou o Encontro Regional de Museus, do SISEM-SP. O diretor do Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP, Davidson Kaseker, esclareceu pontos sobre o Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP), principal assunto da reunião. Além de Garça, estiveram presentes representantes de Tupã e Marília. Confira mais detalhes sobre os próximos encontros do SISEM-SP: www.sisemsp.org.br

Presidente Prudente recebeu Encontro sobre o Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP)

No último dia 20 de fevereiro, o Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente, sediou o Encontro Regional de Museus, do SISEM-SP. O diretor do Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP, Davidson Kaseker, esclareceu pontos sobre o Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP), principal assunto da reunião. Participaram representantes de Adamantina, Álvares Machado, Iepê, Junqueirópolis, Martinópolis, Parapuã, Pirapozinho, Presidente Epitácio, Regente Feijó e Rosana.

Confira mais detalhes sobre os próximos encontros do SISEM-SP: www.sisemsp.org.br

Museus de todo o estado podem realizar cadastro para receber auxílio técnico

Museus do estado de São Paulo que quiserem receber auxílio técnico podem se inscrever no Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP), ação que está sendo implantada pela Secretaria da Cultura do Estado em parceria com a organização social ACAM Portinari.

Instituições públicas e privadas que aderirem ao CEM-SP receberão visita técnica e, ao final do processo, será entregue um relatório técnico e um diagnóstico situacional com orientações para adequação às diretrizes museológicas previstas na legislação.

Podem se cadastrar os equipamentos culturais caracterizados como instituições permanentes, sem fins lucrativos, que preservem e divulguem acervos culturais materiais ou imateriais em espaços abertos ao público para finalidade de estudo, pesquisa, educação e fruição, contando com quadro de pessoal para seu funcionamento.

Para realizar o cadastro, as instituições devem preencher o formulário de inscrição disponível no site do SISEM-SP. Para mais informações, acesse: https://cem.sisemsp.org.br/.

Três novos membros eleitos para o Conselho Regional de Museologia da 4ª Região são do SISEM-SP

Cerimônia de posse será em janeiro de 2018 (mais…)

SISEM-SP E MIS oferecem oficina de conservação de discos de vinil em Jaboticabal

Encontro acontece dia 18 de dezembro, no Museu Histórico; inscrições estão abertas no site do SISEM-SP

(mais…)

Museu Municipal de Barueri recebe oficina de Contação de Histórias

Evento, que ocorre dias 14 e 15 de dezembro, está com inscrições abertas no site do SISEM-SP (mais…)

SISEM-SP leva exposição “Origem dos Nomes dos Municípios Paulistas” a Santo André

Abertura ocorre dia 01 de dezembro, às 19h00, no Museu de Santo André

(mais…)

SISEM-SP leva workshop sobre acondicionamento de acervo à Pina_Luz

A Pina_Luz sedia em 8 de novembro, das 10h00 às 17h00, o workshop gratuito “Acondicionamento de Acervo”. As inscrições estão abertas até as 10h00 do dia 1º de novembro e devem ser feitas no site do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP): www.sisemsp.org.br. A realização é parceria entre Secretaria da Cultura do Estado, SISEM-SP e Pinacoteca do Estado de São Paulo.

O encontro, realizado pelo Núcleo de Conservação e Restauro da Pinacoteca do Estado, será dividido em duas partes. Pela manhã, concentra-se a parte teórica, com a apresentação do museu, das salas de exposição da Pinacoteca, do laboratório de restauro e das reservas técnicas – passeio conduzido pela Coordenadora do Núcleo de Conservação e Restauro, Teodora Carneiro.

Ainda pela manhã serão apresentadas as metodologias adotadas na coleção para a armazenagem das obras nas reservas técnicas em diferentes tipos de mobiliário e possibilidades de materiais de acondicionamentos. Comandam essa parte do encontro a restauradora Priscila Alegre e o auxiliar de Conservação e Restauro, Henrique Costa. À tarde, os dois especialistas vão à prática e aplicam oficina de confecção de três modelos de acondicionamento utilizados na Pinacoteca: em caixa, álbum e pasta.

SERVIÇO

“Acondicionamento de Acervo”

Data: 08 de novembro de 2017

Horário: Teoria: 10h00 às 12h00 (auditório) / Prática: 14h00 às 17h00 (laboratório de restauro)

Local: Pinacoteca Luz – Praça da Luz, n°2

Quantidade de vagas: 15 pessoas

Inscrições: www.sisemsp.org.br, até as 10h00 de 1º de novembro

Público-alvo: pessoas que atuam em coleções, bibliotecas, arquivos, etc.