secretaria da cultura do estado de são paulo

Projeto Guri

Jovens do Projeto Guri retornam de intercâmbio cultural na Noruega, Malawi e Moçambique

Após participarem do programa do intercâmbio MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange), criado pela JM Norway e promovido no Brasil pela organização não governamental Amigos do Guri, jovens músicos do Projeto Guri retornam ao Brasil com histórias sobre o período de dez meses que passaram na Noruega, Malawi e Moçambique.

Maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri promove esse intercâmbio uma vez ao ano. Inicialmente, todos os jovens passam por um período de imersão na Noruega nos 15 primeiros dias, onde conhecem os demais intercambistas e entendem detalhadamente os objetivos e responsabilidades durante a experiência. Na sequência, são distribuídos em dupla para países distintos. Toda a viagem e despesas são totalmente gratuitas para os selecionados.

Marcelo Brito, de 21 anos, ex-aluno de violão do Polo Cerquilho e Renan Dias, de 25 anos, percussionista e ex-aluno do Polo Birigui, ficaram em Moçambique, onde lecionavam no abrigo S.O.S. para moradores de aldeias. Pessoas de qualquer idade podiam participar. Sem estrutura para todos, os músicos revezavam os instrumentos para que todos pudessem tocar.

Marcelo trabalhou como voluntário no projeto Massana, mantido por três americanas, no centro da cidade, para crianças a partir de 5 anos que viviam nas ruas. Para lidar com esse público, o jovem adaptou sua linguagem e metodologia. Foi assim que criou o Tás A Ver, projeto de metodologia prática do ensino de música. “Estava me prendendo muito à parte técnica que aprendi no conservatório e com o tempo percebi que não funcionaria com eles. Cada dia tinha um rosto diferente na sala e tive que mudar a minha abordagem, deixá-la prática”, disse o violonista.

Os jovens foram responsáveis por estruturar uma Move Band com outros intercambistas noruegueses e malauianos. Tocaram bossa nova e funk para representar o Brasil e diversificaram o repertório com rock, música pop da Noruega e música infantil do Malawi. “Fizemos shows em lugares privilegiados, como a embaixada do Brasil e na Fundação Fernando Leite Couto”, contou Renan.

Confira o vídeo feito pelos intercambistas em Moçambique: https://www.youtube.com/watch?v=IQRbQAMIARA&feature=youtu.be

Parceiros locais: Prefeitura Municipal Cerquilho.

 

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria de Cultura que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Jovens do Projeto Guri retornam de intercâmbio cultural na Noruega, Malawi e Moçambique

Karoline Ribas com as crianças do abrigo Adziwa. Foto: divulgação Karoline Ribas

Após participarem do programa do intercâmbio MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange), criado pela JM Norway e promovido no Brasil pela organização não governamental Amigos do Guri, jovens músicos do Projeto Guri retornam ao Brasil com histórias sobre o período de dez meses que passaram na Noruega, Malawi e Moçambique.

Maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri promove esse intercâmbio uma vez ao ano. Inicialmente, todos os jovens passam por um período de imersão na Noruega nos 15 primeiros dias, onde conhecem os demais intercambistas e entendem detalhadamente os objetivos e responsabilidades durante a experiência. Na sequência, são distribuídos em dupla para países distintos. Toda a viagem e despesas são totalmente gratuitas para os selecionados.

Karoline Ribas, de 23 anos, que atua como percussionista e é ex-aluna do Polo Regional Presidente Prudente, conviveu em Lilongwe, no Malawi, com o ex-aluno do Grupo de Referência de São Carlos e pianista, Gabriel dos Santos, de 19 anos.

Lá, tiveram aula do idioma africano chichewa. Durante duas semanas, os jovens planejaram atividades com os alunos da escola Music Crossroads. Karoline desenvolveu um workshop de percussão brasileira e Gabriel lecionava aulas de teoria musical.

Aos fins de semana, os músicos participavam de um trabalho voluntário na cidade de Dedza, em uma comunidade católica, onde Gabriel conduzia aulas de arranjo coral e Karoline de percussão brasileira para jovens de 15 a 25 anos. “Por uma questão cultural, no Malawi não é comum as meninas tocarem tambor. Por isso, sempre incentivava muito todas para que continuassem indo às aulas”, contou a percussionista.

Juntos, os jovens trabalharam no abrigo Adziwa, mantido com a ajuda dos atores Bruno Gagliasso e sua esposa Giovanna Ewbank. Lá, deram aula de musicalização para as crianças de 2 a 4 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Parceiros locais: Prefeitura Municipal de Presidente Prudente.

 

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria de Cultura que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Jovens do Projeto Guri retornam de intercâmbio cultural na Noruega, Malawi e Moçambique

Após participarem do programa do intercâmbio MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange), criado pela JM Norway e promovido no Brasil pela organização não governamental Amigos do Guri, jovens músicos do Projeto Guri retornam ao Brasil com histórias sobre o período de dez meses que passaram na Noruega, Malawi e Moçambique.

Maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri promove esse intercâmbio uma vez ao ano. Toda a viagem e despesas são totalmente gratuitas para os selecionados.

Igor Crecci, de 24 anos, educador de percussão no Polo Pedreira, se estabeleceu na cidade norueguesa de Trondheim com sua companheira de intercâmbio, Cintia Galan. Mesmo sem falar inglês, o jovem deu aulas de percussão, se comunicando apenas com a linguagem musical. “Apesar do desespero por não falar inglês e nem norueguês, a música foi a forma que encontrei para interagir com as pessoas”, contou o jovem.

Juntos, os jovens conseguiram reproduzir um Carnaval na Noruega, na escola Trøndertun Folkehogskole. Lá, compartilharam informações sobre a cultura brasileira, em inglês, e promoveram um show com ritmos como frevo, marchinhas de Carnaval e bateria de escola de samba.

Ambos participam de um curso de produção musical e puderam colocar em prática os aprendizados em um Festival chamado FARK – Festival og arrangementskontoret Trondheim.

 

Parceiros locais: Prefeitura Municipal Jaguariúna.

 

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria de Cultura que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Jovens do Projeto Guri retornam de intercâmbio cultural na Noruega, Malawi e Moçambique

Após participarem do programa do intercâmbio MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange), criado pela JM Norway e promovido no Brasil pela organização não governamental Amigos do Guri, jovens músicos do Projeto Guri retornam ao Brasil com histórias sobre o período de dez meses que passaram na Noruega, Malawi e Moçambique.

Maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri promove esse intercâmbio uma vez ao ano. Inicialmente,  os jovens passam por um período de imersão na Noruega nos 15 primeiros dias, onde conhecem os demais intercambistas e entendem detalhadamente os objetivos e responsabilidades durante a experiência. Na sequência, são distribuídos em dupla para países distintos. Toda a viagem e despesas são totalmente gratuitas para os selecionados.

Ex-aluno do Grupo de Referência de São Carlos e pianista, Gabriel dos Santos, de 19 anos, teve a vivência juntamente com Karoline Ribas, de 23 anos, que atua como percussionista e é ex-aluna do Polo Regional Presidente Prudente. Ambos viveram em Lilongwe, no Malawi.

Lá, tiveram aula do idioma africano chichewa. Durante duas semanas, os jovens planejaram atividades com os alunos da escola Music Crossroads. Karoline desenvolveu um workshop de percussão brasileira e Gabriel lecionava aulas de teoria musical.

Aos fins de semana, os músicos participavam de um trabalho voluntário na cidade de Dedza, em uma comunidade católica, onde Gabriel conduzia aulas de arranjo coral e Karoline de percussão brasileira para jovens de 15 a 25 anos. “Por uma questão cultural, no Malawi não é comum as meninas tocarem tambor. Por isso, sempre incentivava muito todas para que continuassem indo às aulas”, contou a percussionista.

Juntos, os jovens trabalharam no abrigo Adziwa, mantido com a ajuda dos atores Bruno Gagliasso e sua esposa Giovanna Ewbank. Lá, deram aula de musicalização para as crianças de 2 a 4 anos.

 

 

Parceiros locais: Prefeitura Municipal de São Carlos.

 

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

 

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria de Cultura que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Jovens do Projeto Guri retornam de intercâmbio cultural na Noruega, Malawi e Moçambique

Após participarem do programa do intercâmbio MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange), criado pela JM Norway e promovido no Brasil pela organização não governamental Amigos do Guri, jovens músicos do Projeto Guri retornam ao Brasil com histórias sobre o período de dez meses que passaram na Noruega.

Maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri promove esse intercâmbio uma vez ao ano. Toda a viagem e despesas são totalmente gratuitas para os selecionados.

Diretamente de Ribeirão Preto, Cintia Galan, de 21 anos, que foi violonista do Polo Cravinhos do Projeto Guri, conseguiu reproduzir um Carnaval na Noruega, na escola Trøndertun Folkehogskole, com seu companheiro de intercâmbio, Igor Crecci. Lá, compartilharam informações sobre a cultura brasileira, em inglês, e promoveram um show com ritmos como frevo, marchinhas de Carnaval e bateria de escola de samba.

Ambos participam de um curso de produção musical e puderam colocar em prática os aprendizados em um Festival chamado FARK – Festival og arrangementskontoret Trondheim.

 

Parceiros locais: Prefeitura Municipal Cravinhos.

 

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria de Cultura que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Jovens do Projeto Guri retornam de intercâmbio cultural na Noruega, Malawi e Moçambique

Após participarem do programa do intercâmbio MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange), criado pela JM Norway e promovido no Brasil pela organização não governamental Amigos do Guri, jovens músicos do Projeto Guri retornam ao Brasil com histórias sobre o período de dez meses que passaram na Noruega, Malawi e Moçambique.

Maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri promove esse intercâmbio uma vez ao ano. Inicialmente, todos os jovens passam por um período de imersão na Noruega nos 15 primeiros dias, onde conhecem os demais intercambistas e entendem detalhadamente os objetivos e responsabilidades durante a experiência. Na sequência, são distribuídos em dupla para países distintos. Toda a viagem e despesas são totalmente gratuitas para os selecionados.

Renan Dias, de 25 anos, percussionista e ex-aluno do Polo Birigui, e Marcelo Brito, de 21 anos, ex-aluno de violão do Polo Cerquilho, ficaram em Moçambique, onde lecionavam no abrigo S.O.S. para moradores de aldeias. Pessoas de qualquer idade podiam participar. Sem estrutura para todos, os músicos revezavam os instrumentos para que todos pudessem tocar.

Os jovens foram responsáveis por estruturar uma Move Band com outros intercambistas noruegueses e malauianos. Tocaram bossa nova e funk para representar o Brasil e diversificaram o repertório com rock, música pop da Noruega e música infantil do Malawi. “Fizemos shows em lugares privilegiados, como a embaixada do Brasil e na Fundação Fernando Leite Couto”, contou Renan.

Parceiros locais: Prefeitura Municipal de Birigui.

 

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria de Cultura que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Jovens do Projeto Guri retornam de intercâmbio cultural na Noruega, Malawi e Moçambique

Após dez meses, músicos voltam falando inglês, com habilidades musicais desenvolvidas e compartilham as experiências vividas

(mais…)

Camerata de Violões do Projeto Guri se apresenta na 7ª edição do Santos Jazz Festival

Os alunos do Grupo de Referência de Santos – Camerata de Violões se apresentarão na 7ª edição do Santos Jazz Festival, no dia 28 de julho às 15h30, no Centro Histórico de Santos – Arcos do Valongo.

O show dos alunos do Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo –, será composto pelas músicas Oremos/Abertura do Circo Místico, A Bela e A Fera, Meu Namorado, Circo Místico, Valsa dos Clowns, Opereta do Casamento e O Tatuador.

A 7ª edição do Santos Jazz Festival tem como objetivo homenagear os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos e traz como tema a liberdade. O evento acontece de 26 a 29 de julho.

SERVIÇO

Quando: 28 de julho

Horário: 15h30

Local: Centro Histórico de Santos – Arcos do Valongo

Endereço: R. Comendador Neto, 3 – Centro, Santos

Gratuito e aberto ao público.

Parceiros locais: Prefeitura Municipal Santos.

 

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

 

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn e CCR SPVias; CTG Brasil; VISA; VALGROUP; Supermercados Tauste; AES Tietê; Microsoft; WestRock; Novelis; Usina Colorado; Banco Votorantim; Capuani do Brasil; Caterpillar; Grupo Maringá; Pinheiro Neto; EMS; Sky; Magazine Luiza; Mercedes-Benz; ASTA; Catho; CODESP; Raízen; Arteris; Supermercados Rondon; Castelo Alimentos; Hasbro.

 

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria de Cultura que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Guri da capital e Grande São Paulo abre inscrições para os cursos de música no 2º semestre

A partir da próxima semana, crianças e adolescentes podem ser matriculados nas dezenas de cursos oferecidos por um dos principais programas de formação de SP

(mais…)

Guri da capital e Grande São Paulo abre inscrições para os cursos de música no 2º semestre

A partir da próxima semana, crianças e adolescentes podem ser matriculados nas dezenas de cursos oferecidos por um dos principais programas de formação de SP

(mais…)

Grupos Infantis e Juvenis do Guri se apresentam em diversos espaços culturais da capital paulista durante as férias de julho

Serão dez concertos até o fim do mês, da música clássica a popular, com convidados brasileiros e internacionais de importantes instituições como a Juilliard School (EUA) e o projeto El Sistema (Venezuela), integrando crianças e adolescentes do Guri com a EMESP Tom Jobim, outro programa de formação musical gerido pela Santa Marcelina Cultura. Todos com entrada gratuita

(mais…)

Projeto Guri faz apresentação no Festival de Música e Literatura de Taubaté

Projeto Guri estará presente em evento que receberá outros 1500 artistas

(mais…)

MASP recebe shows gratuitos do Projeto Guri

Nos dias 25 e 26/6, o Projeto Guri e a organização não governamental Jeunesses Musicales International (JMI) promovem shows gratuitos e abertos ao público no MASP – Museu de Arte de São Paulo.

No dia 25, às 20h30, o baixista e produtor internacional Janek Gwizdala, o pianista Salomão Soares e o baterista Edu Ribeiro farão um concerto no auditório do MASP. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência na bilheteria.

Já no dia 26, às 18h, integrantes do Festival Ethno Brazil farão um show no vão livre do museu. O espetáculo resultará da imersão cultural vivenciada por músicos de dez nacionalidades, em Bragança Paulista/SP.

As apresentações integram o seminário FOR ALL: JUVENTUDE E CONEXÕES MUSICAIS, realizado entre os dias 25 e 27/6, com a missão de discutir a música como instrumento de transformação e integração social. O evento, que inclui oito painéis com renomados especialistas nacionais e internacionais, será realizado no Auditório do Masp.

 

Onde

Projeto Guri oferece novos cursos de música para crianças e adolescentes

O Projeto Guri, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, se prepara para receber matriculas em mais de 30 novas turmas de cursos gratuitos de música para crianças e adolescentes de 6 a 18 anos. De 18 a 29/6, o público poderá se inscrever em mais de 9 mil vagas para cursos gratuitos em mais de 280 polos de ensino no interior e litoral do Estado.

Há cursos de educação musical nas modalidades de: canto coral, iniciação musical, lutheria, instrumentos de cordas dedilhadas e friccionadas, sopros, teclados e percussão. Além das aulas, os estudantes participam de apresentações e outras atividades socioeducativas e culturais. Não é preciso conhecimento prévio para se matricular, apenas se interessar por música.

Hoje, o Projeto Guri atende cerca de 35 mil estudantes em 336 polos situados em 279 municípios do Estado. Entre eles, há 58 polos em unidades da Fundação Casa, nos quais os internos podem se inscrever até os 21 anos. Os cursos oferecidos em cada unidade podem ser encontrados no site: www.projetoguri.org.br

“A educação musical tem objetivo não somente de promover a aquisição de habilidades e conhecimentos necessários à formação de músicos profissionais, mas de contribuir para o desenvolvimento integral do ser humano, em sua dimensão física, psicológica e social.”
Claudia Freixedas
Diretora educacional do Projeto Guri
Foto: Projeto Guri / Divulgação

“É importante que os alunos adquiram consciência e percebam o processo de construção dos conhecimentos adquiridos, de sua atuação em sala de aula, em relação aos seus colegas e em relação a sua própria vida, desenvolvendo a autonomia, o respeito e a cidadania”, enfatiza a diretora.

Não se tratam apenas de aulas de formação. O Guri promove também concursos, como o de composição musical, que teve inscrições abertas recentemente. Deborah Lobo, assessora de projetos especiais do Guri e responsável pela gestão da atividade, contou que a iniciativa quer, acima de tudo, instigar a elaboração e a autonomia dos alunos. “O objetivo é estimular a criação individual e coletiva dos Guris. A ideia é potencializar a ousadia e o exercício criativo”, ela explica.

Periodicamente, os alunos também participam de apresentações públicas e festivais de música. No Guri, as aulas acontecem no contra turno escolar. O único requisito para a inscrição é a comprovação de frequência regular na escola.

“Os repertórios dos grupos infantis e juvenis são desenvolvidos especificamente para cada grupo, respeitando-se sempre o nível técnico dos alunos e alunas que passaram na seleção para a temporada. Além de obras e arranjos do repertório tradicional e contemporâneo, são encomendadas peças e arranjos inéditos para todas as formações vocais e instrumentais. É uma maneira de fomentar a produção musical para os públicos infantil e juvenil, dando oportunidade para os alunos realizarem estreias de obras e trabalharem em parceria com os compositores e arranjadores.”
Giuliana Frozoni
Gestora pedagógica dos polos do Projeto Guri na capital

O ex-aluno de trombone, Vinícius Ioti Rossi, de 17 anos, é integrante do Grupo de Referência de Jundiaí e contou um pouco de sua experiência junto ao projeto. “O Guri me proporciona crescimento pessoal e musical, e o que eu mais gosto é de participar das apresentações musicais, interagir com os alunos. Gosto também dos encontros de bandas, entre outras coisas. No momento minha maior motivação é participar do GR, que nos dá essa experiência de tocar com uma orquestra. Futuramente, meus planos são fazer aula na Emesp e entrar para uma faculdade de música”.

 

Intercambistas do projeto Move se apresentam em Ilhabela e Paraibuna!

Nesta sexta-feira, 4 de maio, jovens do Malawi, Moçambique e Noruega, participantes do programa de intercâmbio Move (Musicians and Organizers Volunteer Exchange) irão se apresentar na cidade de Paraibuna, no Mercadão Municipal de Paraibuna, às 16h. No sábado, 5, será a vez de Ilhabela receber o projeto na Praça Coronel Julião de Moura Negrão, às 19h.

Quem promove os eventos, que são gratuitos e abertos ao público, é o Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Os artistas internacionais que irão se apresentar estão há quase 10 meses vivenciando o intercâmbio musical em São Carlos e São José dos Campos.

São eles: Valentino Salimo, mais conhecido por Valé Valentão (Moçambique), Waliko Gondwe (Malawi), Kristoffer Dokka (Noruega), Calisto Ricardo (Moçambique), John Mchiswe (Malawi) e Hannah Larsen (Noruega).

Os instrumentos que fazem parte da banda Move são bateria, percussão, trompete, saxofone, guitarra e baixo. Serão apresentados sucessos dos países de cada intercambista, além de faixas autorais.

Para a Alessandra Costa, diretora executiva da Amigos do Guri, o programa MOVE consiste no desenvolvimento e troca de experiências dos alunos, educadores e o local de vivência durante o intercâmbio: “É uma oportunidade única para o desenvolvimento da prática musical. Além de ajudar aos alunos e educadores do Projeto Guri a adquirir novas habilidades musicais, trata-se também de um momento para trocas culturais e de experiências, já que o MOVE proporciona uma intensa e rica vivência dos lugares para onde esses jovens são designados. Todos ganham com isso”, afirma Alessandra.

 

Confira a programação

Quando: dia 4/5

Horário: às 16h

Local: Praça do Mercadão Municipal de Paraibuna

Endereço: Praça Manoel Antonio de Carvalho, 69 – Paraibuna/SP

Entrada gratuita e aberto ao público

Quando: dia 5/5

Horário: às 19h

Local: Praça Cel. Julião de Moura Negrão

Endereço: Praça Cel. Julião de Moura Negrão, Vila (Centro Histórico) – Ilhabela/SP

Entrada gratuita e aberto ao público

Músicos paulistas brilham no exterior e exaltam projeto social

A música não é feita apenas para nos relaxar, dançar e inspirar. Para muita gente, a arte das melodias e canções é sinônimo de oportunidade. Jovens talentosos de nosso país veem a música como a mais apaixonantes das carreiras, uma arte sinônimo de sustento e futuro. O Projeto Guri, maior programa sociocultural do Brasil, mantido pela Secretaria de Cultura do Estado, aponta que 36% de seus ex-alunos estudam para ser músicos profissionais ou já estão no setor.

Um dos exemplos disso vem de Memphis, nos Estados Unidos, mas poderia muito bem ser de Bauru, interior de São Paulo, cidade de origem de Marcos Santos. Aos 29 anos, o ex-integrante do Projeto Guri hoje trabalha como violinista da Iris Orchestras e Memphis Symphony Orchestra, na cidade norte-americana.

O bauruense conta que quando começou a atuar como educador no Projeto Guri, aos 18 anos, não imaginava que a música poderia levá-lo ao exterior. “Posso dizer que sou extremamente feliz na minha carreira.  Viajei e ainda viajo, conheci e conheço pessoas e lugares incríveis. Não há preço que pague essa realização profissional: ser reconhecido pelo que faço.”

Ele ressalta o apoio da família na em toda a carreira, incluindo os vários concursos que enfrentou para ganhar bolsas de estudos. Durante a vitoriosa trajetória, já fez grandes apresentações, como “Concerto para dois Violinos em Ré Menor”, de Bach com a IRIS Orchestra e Joshua Bell.

Embora seja um orgulho ver um paulista brilhar nos Estados Unidos, no Brasil, as possibilidades de emprego formal na área são limitadas. Contudo, de acordo com o Sindicato dos Músicos, dentre os filiados do Estado de São Paulo apenas 650 têm carteira assinada. O Projeto Guri é um dos principais participantes neste cenário, no papel de grande empregador que é. Seus quadros atuais possuem 870 educadores musicais registrados conforme a CLT, trabalhando nos mais de 380 polos de ensino.

Aos 13 anos, Guilherme Pelaes começou a frequentar aulas no Polo Guapiaçu do Projeto Guri. Depois de alguns anos de aprendizado, ele se tornou bacharel em contrabaixo pela Unesp, e também ultrapassou as fronteiras do Brasil ao conquistar o Diplôme National Supérieur de Musicien Professionnel e o Diplôme d’Etat de professor de música, ambos na França.

Hoje aos 29 anos, 16 depois de ingressar no Projeto Guri, ele é músico e professor no Conservatório de Saint-Omer, no Projet Démos de la Métropole Lilloise e no projet Orchestre à l’école à Noeux-les-Mines, no país europeu, e relembra que, como seus pais não tinham condições financeiras para ajudá-lo, conciliou o trabalho como bolsista na Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo (EMESP) com uma vaga de garçom.

“Acredito que o ponto alto de um profissional é quando se sente reconhecido pela sua capacidade. Se for porque conseguiu ganhar um concurso e fazer parte de uma orquestra, ótimo. Mas pode ser também porque dá aulas, cria, compõe”, afirma o contrabaixista.

"Há uma frase do filósofo Confúcio que diz: ‘Escolha um trabalho que você ama e você nunca terá que trabalhar um dia sequer na vida’. Considero que o mais importante é a pessoa ser feliz no que escolher.”
Guilherme Pelaes

Além da França, o ex-aluno do Guri já se apresentou em Portugal e Bélgica e já dividiu o palco com artistas consagrados como o maestro Jean Claude Casadesus, além dos pianistas Jean Michel Dayez e Thomas Enhco.

Os paulistas Marcos e Guilherme destacam que, além de perseverança e foco para seguir na carreira, a realização de projetos é essencial para continuidade em um talento. Interessados em seguir carreira musical no Projeto Guri podem consultar as oportunidades abertas em http://www.projetoguri.org.br/trabalhe-conosco/.

Dia da Voz: conheça iniciativas da #CulturaSP relacionadas ao canto!

A voz é um importante recurso de comunicação. Mas além dessa finalidade, o som produzido pelas cordas vocais também é amplamente utilizado por artistas tanto no canto quanto no teatro. 

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo possui programas, projetos e atividades gratuitos cujo objetivo é fazer a preparação vocal para desenvolver essa habilidade nas pessoas. 

"O acompanhamento vocal com bons profissionais é muito importante para qualquer pessoa que faça um uso mais constante da sua voz. As cordas vocais são delicadas e o abuso vocal pode causar danos mais difíceis de tratar. Por isso a importância de alguns pontos básicos e simples, mas que nos trazem grandes benefícios."
Marilia Vargas
Professora de canto barroco na EMESP

Marilia Vargas é professora na Escola de Música do Estado de São Paulo nas modalidades lírico e barroco – este último, um dos únicos no Brasil. “Nosso trabalho foca no repertório do século XVII e primeira metade do século XVIII, período da história da música em que nasceu a ópera e os primeiros estudos de técnica vocal. Além do estudo técnico, trabalhamos muito na estética e conhecimento teórico, imprescindíveis para a boa interpretação desta música, que cada vez mais ganha espaço nos maiores teatros do mundo”, comenta. São alunos dela os componentes do Coral Jovem do Estado que, além dos ensaios, têm aulas de técnica vocal individualmente e em grupo. Acompanhar os colegas é importante para perceber as diferenças que a técnica vai trazendo, comentando, discutindo e entendendo.

Na OSESP, a avaliação vocal é feita no momento das audições. “Na seleção dos cantores para o Coro busca-se beleza de timbre, capacidade de cantar em toda a extensão do naipe e a capacidade de execução das dinâmicas exigidas na música. Tratando-se de um coro de alta performance o conhecimento musical deve ser checado com muito rigor”, explica Marcos Thadeu, Maestro dos Coros Juvenil e Acadêmico da Orquestra.

Além de um bom acompanhamento técnico, a correta preparação para cantar é essencial. “Me preparo da mesma forma que um atleta. Comer corretamente, muito exercício físico, trabalhos corporais com intuito de ampliar a auto consciência, muitas horas de técnica e estudo profundo das peças a serem cantadas. Isso feito, o palco deve ser a extensão desse trabalho diário e não um momento especial e exclusivo para a performance”, afirma Natalia Aurea, soprano do Coro da OSESP.

Desde 2015, o Projeto Guri também comemora o Dia Mundial da Voz para a promoção dos cuidados com as cordas vocais no dia a dia. Para isso, os polos organizam atividades com profissionais da voz (fonoaudiólogo, radialista, cantor ou educador), que falam sobre o tema. “Em minhas visitas de monitoramento, observava os alunos nos intervalos entre as aulas cantando muito forte, cantando com postura corporal inadequada, fazendo competição sonora e infelizmente não dando importância ao que lhes era dito pelos educadores”, explica Etiene Consolaro, Supervisora Educacional, sobre o período anterior ao Dia Mundial da Voz. “Foi uma maneira que encontramos de estimular, valorizar, divulgar e manter alunos do curso de Canto Coral da Regional Araçatuba. Hoje, vejo melhoras significativas”, complementa.

De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais de Arte (1998, p.79), “a maioria dos jovens brasileiros não toca um instrumento musical, mas gostaria de fazê-lo, diz que não tem voz, mas gostaria muito de saber cantar direito”. Pensando nisso, o Conservatório de Tatuí realizará o curso “Introdução ao canto coral nas Escolas”. As inscrições ficam abertas entre os dias 16 e 20/4 (mais informações aqui). O objetivo é orientar e preparar professores, pais e voluntários que desejam montar um coral infantil em unidades de ensino. Serão abordados temas como: o que é um coro; qual a formação adequada; que repertório utilizar com os alunos; como organizar e conduzir os ensaios; como preparar e coordenar uma apresentação.

Quem canta, seus males espanta! Para além do estudo e da profissão, o canto representa um estilo de vida para muitas pessoas. “O canto é algo que me leva além, me completa e me aproxima da felicidade”, afirma Rafael Oliveira, tenor do Coro Acadêmico da OSESP.

"O canto é a possibilidade constante de desenvolver a alma, o ser, o espírito, a mente. É o instrumento cujo invólucro sagrado é o corpo, e o som é sempre mediado pelo coração."
Natalia Aurea
Soprano do Coro da OSESP

DICAS

É necessário reaprender a respirar bem, de forma mais baixa, expandindo o abdômen, para total aproveitamento do ar. "Digo reaprender, pois quando somos crianças pequenas, respiramos exatamente assim e vamos perdendo isso com o surgimento do stress e pouca consciência corporal", explica Marilia Vargas.

É preciso entender os sinais de stress vocal dados pelo corpo. "Pode ser uma tosse ou mesmo um grito, para perceber o “apoio” que involuntariamente já sabemos fazer. E a partir daí, precisamos treinar esta consciência e capacitar-nos para o bom uso do corpo durante o exercício da voz", comenta.

É essencial descobrir as boas ressonâncias e harmônicos da nossa voz, para exaltar suas qualidades e volume. "Tudo isso, um bom profissional da voz poderá ajudar a encontrar. Seja para quem usa a voz cantando a música popular ou a erudita, ou para quem usa a voz falada. Temos também que nos lembrar que o corpo todo é nosso instrumento, e por isso cuidados de bem estar e consciência corporal, também nos ajudam diretamente no trato vocal", finaliza a professora da EMESP.

Saiba mais

EMESP – Escola de Música de São Paulo

Largo General Osório, 147, Santa Ifigênia, São Paulo – SP | Tel: +55 11 3585-9888

www.emesp.org.br

 

Fundação OSESP – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

Praça Júlio Prestes, 16, Santa Ifigênia, São Paulo – SP | Tel: +55 11 3367 9500

www.osesp.art.br

 

Conservatório de Tatuí

Rua São Bento, 415, Centro, Tatuí – SP | Tel: +55 15 3205 8444

www.conservatoriodetatui.org.br

 

Projeto Guri

Polos da capital e região metropolitana – clique aqui

Polos do interior e litoral – clique aqui

 

 

Concurso de Composição Musical do Projeto Guri está chegando!

Atenção, gurizada! Entre os dias 16/4 e 11/5, alunos e alunas do Projeto Guri matriculados em polos do interior e do litoral poderão se inscrever no 3º Concurso de Composição Musical!

“O objetivo do Concurso é estimular a criação individual e coletiva dos Guris. A ideia é potencializar a ousadia e o exercício criativo.”
Deborah Lobo
Assessora de Projetos Especiais do Guri

Como participar?

Cada candidato ou grupo precisam entregar uma composição autoral e inédita, de qualquer estilo musical, com até 3 minutos de duração. A inscrição pode ser feita em duas categorias:

  • Infantil, para crianças de 6 a 11 anos
  • Infantojuvenil, para jovens de 12 a 21 anos

“No caso da faixa etária mista, a categoria será definida por dois critérios: se a composição for coletiva, será definida pela faixa etária predominante no grupo (acima de 50% dos integrantes). Se a composição for de um dos alunos, executada coletivamente, determinará a categoria a idade do compositor”, explica a gestora.

A música a ser inscrita deve ser registrada em áudio ou vídeo, com boa qualidade sonora, e disponibilizada por meio de um link no formulário de inscrição, seja do Youtube, Soundcloud, Vimeo ou outros sites similares de divulgação de música. Cada aluno pode participar com apenas uma composição. O material será avaliado por um Comitê de Avaliação e Seleção multidisciplinar, composto por profissionais da Amigos do Guri, que seguirão os seguintes critérios:

  • Materiais Sonoros:Exploração e manipulação com riqueza dos elementos sonoros;
  • Forma:Conexão entre as partes: desenvolvimento da forma da música;
  • Fluência:Domínio do discurso com desprendimento e propriedade;
  • Originalidade:Inovação dentro do estilo musical proposto.

 Entende-se por composição a combinação de silêncios e sons em diferentes dinâmicas e timbres dentro de um espaço de tempo, seja instrumental ou com letra.

E a premiação?

Ambas as faixas etárias serão premiadas:

1º lugar: gravação da composição em estúdio profissional, com finalização e masterização, qualificado para difusão eletrônica. 

2º lugar: workshop voltado à carreira artística com duração de até 6 horas e crédito de R$ 70 para cada compositor utilizar na loja virtual do Guri.

3º lugar: workshop voltado à carreira artística com duração de até 6 horas.

Foto: Projeto Guri / Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Mais sobre o Projeto Guri

Criado em 1995 pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é um programa de formação cultural e inclusão social que disponibiliza cursos gratuitos de iniciação musical a crianças e adolescentes de 6 a 18 anos de todo o Estado que possuam frequência regular na escola. As aulas, de teoria musical, coral e instrumentos de cordas, madeiras, sopro e percussão, acontecem no contraturno escolar. Os materiais didáticos e instrumentos musicais, oferecidos gratuitamente, garantem uma melhor instrução e preparação dos alunos, que periodicamente, também participam de apresentações públicas e festivais de música.

“O guri me proporciona crescimento pessoal e musical, e o que eu mais gosto – no projeto – é de participar das apresentações musicais, interagir com os alunos… gosto também dos encontros de bandas, entre outras coisas. No momento minha maior motivação é participar do GR, que nos dá essa experiência de tocar com uma orquestra. Futuramente, meus planos é fazer aula na Emesp e entrar para uma faculdade de música”afirma Vinícius Ioti Rossi, de 17 anos, ex-aluno de trombone do Polo Vinhedo e atual integrante do Grupo de Referência de Jundiaí.

“Os repertórios dos grupos infantis e juvenis são desenvolvidos especificamente para cada grupo, respeitando-se sempre o nível técnico dos alunos e alunas que passaram na seleção para a temporada. Além de obras e arranjos do repertório tradicional e contemporâneo, são encomendadas peças e arranjos inéditos para todas as formações vocais e instrumentais."
Giuliana Frozoni
Gestora Pedagógica dos polos do Projeto Guri na capital
"A prática coletiva de música, da forma que acontece no Projeto Guri, ajuda a potencializar diversas outras características positivas do aluno. Há relatos dos pais dos alunos e dos professores, dizendo que a concentração e atitude na escola também melhoram após a frequência ao Guri. Também, percebemos um impacto nas relações familiares: os pais sentem imenso orgulho das apresentações dos filhos, o que ajuda a fortalecer os vínculos.”
Marisa Gianetti
Assessora de planejamento do Projeto Guri

Areias e São José dos Campos recebem apresentações do Projeto Guri em abril

Em abril, o Projeto Guri participa de dois eventos na região de São José dos Campos.

Projeto Guri (crédito: JC Curtis Fundacc)

Areias comemora o Dia do Índio no dia 18, às 14h30, com os alunos do Coro Infantil apresentando “Pindorama”, do Palavra Cantada, na EMEF Profº Júlio César da C. S Filho (Av. Siqueira Campos).

Já em São José dos Campos, durante o III Festival Pixinguinha no Vale, no dia 27, às 18h00, a música ficará por conta do Grupo de Choro do Polo, no Teatro Municipal São José dos Campos (Shopping Centro – R. Rubião Júnior, 84).

Projeto Guri beneficia jovens de todo Estado com formação musical!

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Criado em 1995 pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é um programa de formação cultural e inclusão social que disponibiliza cursos gratuitos de iniciação musical a crianças e adolescentes de 6 a 18 anos de todo o Estado que possuam frequência regular na escola. As aulas, de teoria musical, coral e instrumentos de cordas, madeiras, sopro e percussão, acontecem no contraturno escolar. Os materiais didáticos e instrumentos musicais, oferecidos gratuitamente, garantem uma melhor instrução e preparação dos alunos, que periodicamente, também participam de apresentações públicas e festivais de música.

“Os repertórios dos grupos infantis e juvenis são desenvolvidos especificamente para cada grupo, respeitando-se sempre o nível técnico dos alunos e alunas que passaram na seleção para a temporada. Além de obras e arranjos do repertório tradicional e contemporâneo, são encomendadas peças e arranjos inéditos para todas as formações vocais e instrumentais. É uma maneira de fomentar a produção musical para este tipo de grupo, dando a oportunidade para os alunos realizarem estreias de obras, trabalhar em parceria com os compositores e arranjadores."
Giuliana Frozoni
Gestora Pedagógica dos polos do Projeto Guri na capital

Para possibilitar a continuidade da formação musical dos jovens, a Secretaria de Cultura investiu, em 2017, mais de R$92 milhões no Guri. Ao longo dos anos, o Projeto atendeu 324 mil crianças e adolescentes em seus 384 polos (46 na Capital e Grande São Paulo e 338 no interior, litoral e unidades da Fundação Casa). “O guri me proporciona crescimento pessoal e musical, e o que eu mais gosto – no projeto – é de participar das apresentações musicais, interagir com os alunos… gosto também dos encontros de bandas, entre outras coisas. No momento minha maior motivação é participar do GR, que nos dá essa experiência de tocar com uma orquestra. Futuramente, meus planos é fazer aula na Emesp e entrar para uma faculdade de música”, afirmou, o ex-aluno de trombone do Polo Vinhedo e atual integrante do Grupo de Referência de Jundiaí, Vinícius Ioti Rossi, de 17 anos.

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo
"Aprender a tocar um instrumento ou a cantar já é por si só um grande benefício: quem conhece música está dominando uma nova linguagem, ou seja, está expandindo suas possibilidades de comunicação. Além disso, a prática coletiva de música, da forma que acontece no Projeto Guri, ajuda a potencializar diversas outras características positivas do aluno. Quando o guri pratica em conjunto aprende a respeitar diferenças, percebe os distintos papéis que cada elemento de um grupo tem no todo, aprende a ser protagonista, além de apoiar o protagonismo do outro. Há relatos dos pais dos alunos e dos professores, dizendo que a concentração e atitude na escola também melhoram após a frequência ao Guri. Também, percebemos um impacto nas relações familiares: como a música é uma atividade muito associativa, os pais sentem imenso orgulho das apresentações dos filhos, o que ajuda a fortalecer os vínculos.”
Marisa Gianetti
Assessora de planejamento do Projeto Guri

Dia Mundial de Conscientização do Autismo: música auxilia no desenvolvimento

No dia 2 de abril é celebrado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, também conhecido como Transtornos do Espectro Autista (TEA). São transtornos que causam problemas no desenvolvimento da linguagem, nos processos de comunicação, na interação e comportamento social da criança.  Estima-se que 70 milhões de pessoas no mundo todo possuem algum tipo de autismo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, esse número passa para 2 milhões. Esse transtorno não possui cura e suas causas ainda são incertas, porém ele pode ser trabalhado, reabilitado, modificado e tratado para que, assim, o paciente possa se adequar ao convívio social e às atividades acadêmicas o melhor possível.

Entre as terapias, a música é uma das indicadas para auxiliar no desenvolvimento de pessoas com TEA. Segundo a terapeuta ocupacional, Dayane Sanches de Castro, do Grupo São Cristóvão Saúde, estudos mostram que a musicoterapia abre o canal de comunicação em diversos sentidos sensoriais, “além de auxiliar na atenção e autonomia, desenvolvendo suas habilidades de comunicação, cognitivas, motoras e sociais”, completa. E o Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, é um desses lugares procurados por pais e cuidadores de crianças e jovens com TEA. O programa recebe jovens de 6 a 18 anos independentemente de qualquer deficiência, síndrome ou transtorno. Segundo pesquisa de perfil dos alunos, do total de alunos que passaram pelo Guri, 857 possuíam alguma deficiência. Destes, 8,4% possuíam diagnóstico de TEA.

“O TEA apresenta uma multiplicidade de gradações. O que quer dizer que cada criança atingida pelo autismo tem características muito particulares que devem ser observadas pelos educadores para o seu melhor desempenho. É por esse motivo que contamos, na nossa equipe pedagógica, com alguns profissionais engajados com o tema.”
Valéria Zeidan
Gerente pedagógica da Amigos do Guri

A trajetória de Maria Clara Oliveira, 11 anos, mostra como a música pode auxiliar no processo de desenvolvimento. Filha única, Maria Clara só começou a falar com 9 anos. Após a investigação de vários profissionais de saúde, a mãe, Maria de Fátima Oliveira, recebeu o diagnóstico do Transtorno do Espectro do Autismo. Foi a própria filha que se interessou pela música ao tomar conhecimento do Guri, mas a mãe acreditava que a dificuldade motora seria um impeditivo. Há um ano no Projeto, a aluna de violoncelo do Polo São Roque se esforça cada vez mais para avançar nos níveis de aprendizado. “Faz pouco tempo que ela voltou a falar e ainda assim se comunica com todos no Guri, faz amizade. No começo, ela gritava na aula, era muito hiperativa e tímida. Agora, está centrada, disciplinada e se esforça cada vez mais por conta da dificuldade motora”, comemora Maria de Fátima.

O aluno João Vitor de Souza, 13 anos, foi diagnosticado com TEA aos 7 anos. Os pais encontraram na musicoterapia um apoio para o desenvolvimento do garoto, que sempre gostou de música, inclusive clássica, mas nunca suportou barulho. Mesmo com a resistência de João, os pais insistiram e incentivaram sua entrada no Projeto Guri. Ele hoje estuda percussão no Polo Itararé. “Sinto que a música mudou sua autoestima, ele sente que está fazendo algo especial e eu o recordo sempre de que esse desafio o torna corajoso para investir cada vez mais em seu potencial próprio”, conta a mãe, Márcia Jesus de Souza. 

João se desenvolveu tanto que já faz parte de uma turma avançada. Socializa com os colegas e até ajuda quem está com dificuldade. O educador do adolescente, Alan Lessa, conta que o menino também o ensina: “Aprendo com ele em cada aula e dou mais atenção para que ele esteja no ritmo dos outros alunos e não desanime. Parte de seu aprendizado é muito rápida. Só preciso dar uma atenção maior na parte teórica e tentar mantê-lo sempre focado”, pontua o educador

Aluna Maria Clara Oliveira
“É nas relações entre os diferentes que construímos nossa visão de mundo em sociedade. Ao longo de 22 anos de experiência, utilizando salas de ensino mistas, coletivas e inclusivas, percebemos o quanto é fundamental e saudável para o desenvolvimento humano equilibrado esta convivência.”
Fabiola Formicola
Gerente de Desenvolvimento Social da Amigos do Guri

Alunos do Projeto Guri participam do musical “Os Addams Vem Aí”

Alunos e alunas de coral dos polos São Carlos e Araraquara do Projeto Guri participarão do musical “Os Addams Vem Aí”, que acontece no dia 5/4, às 19h30, no Teatro Municipal de São Carlos. Os estudantes do maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, dividirão o palco com a Cia. Musicale. Logo na abertura, cantarão a música Pra Quem é Addams e, durante o espetáculo, apresentarão A Lua e Eu, Morte Ali na Esquina e Segue Atrás das Trevas.

 “A ideia é proporcionar aos Guris a vivência de palco, permitindo a interação entre artistas profissionais e aprendizes em um espetáculo completo onde todos cantam, dançam e atuam. Eles ajudarão os personagens principais a contar a história da Família Addams, que tem gosto muito peculiar por tudo o que é sombrio”, disse Aniela Rovani, diretora do musical e supervisora educacional do Projeto Guri.

 

Serviço: Os Addams Vem Aí

Quando: 05 de abril, quinta-feira

Horário: 19h30

Local: Teatro Municipal de São Carlos “Dr. Alderico Vieira Perdigão”

Endereço: R. Sete de Setembro, 1.735, Centro – São Carlos/SP

Entrada: R$ 10,00 (meia) / R$ 20,00 (inteira)

Pontos de vendas: Highstil (Shopping Iguatemi), Shoemix Calçados (R. Jesuíno de Arruda, 1.978) e no dia, na porta do Teatro.

Evento aberto ao público

Projeto Guri inaugura o Polo Lutheria Franca

O Projeto Guri  inaugura um segundo polo na cidade de Franca, agora com aulas de lutheria. O evento de abertura será no dia 22 de março, às 19h30, com apresentação dos alunos da Camerata de Cordas Dedilhadas do Grupo de Referência da cidade.

No curso de lutheria, os estudantes aprenderão a construir e manter instrumentos musicais, com foco naqueles feitos de cordas, de modo artesanal. As aulas serão ministradas coletivamente em turmas compostas por seis alunos, que desenvolverão habilidades e conhecimentos iniciais, como processos de colagem, lixa, verniz, corte em madeira, construção de modelos e plantas, princípios geométricos etc. A prática proporcionará o suporte inicial para o desenvolvimento na carreira de luthier.

O polo oferecerá 18 vagas, para jovens de 14 a 21 anos, às segundas e quartas-feiras das 9h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00 (os cursos têm duração de duas horas por semana). Interessados podem efetuar a matrícula entre 2 e 20 de abril. “É sempre uma alegria contarmos com a ampliação do ensino musical, principalmente quando se trata de um curso tão raro como é o de lutheria”, comemora Valeria Zeidan, gerente pedagógica do Projeto Guri.

 

 Imagem ilustrativa do curso de lutheria. Foto: Divulgação Projeto Guri / Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

 

Com fomento à criatividade e ao protagonismo dos aprendizes, o curso permitirá a criação de pequenos objetos em madeira, reparos e manutenção de instrumentos como violão, cavaco e violino, culminando com a construção integral de um instrumento em conjunto com o educador. Os procedimentos que envolvem cortes com máquinas serão realizados apenas pelo educador em um dia separado da aula, visando garantir a segurança dos alunos.

Grupo de Referência de Franca – Camerata de Cordas Dedilhadas

O grupo foi criado em 2012 com a proposta de unir violão, cavaco e viola caipira. Partindo de um conceito ecologicamente sustentável, em 2013, a camerata foi escolhida para constituir a “Orquestra Verde” do Guri, com instrumentos da Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA), com madeira maciça certificada pela Forest Stewardship Council (FSC), organização criada para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo. A camerata já tocou ao lado de Ivan Vilela e Alessandro Penezzi. Em 2014 foi escolhida para integrar o espetáculo Lendas Amazônicas, apresentado em vários espaços e gravado em DVD

Alunos do Projeto Guri celebram o aniversário da cidade onde estudam

São José do Rio Pardo, Barra Bonita, Estrela do Norte e Ibiúna estão na rota de municípios aniversariantes do mês de março (mais…)

Projeto Guri prorroga inscrições para o MOVE, intercâmbio musical na Noruega, Malawi e Moçambique

Foto:Jovens brasileiros e estrangeiros se encontram no intercâmbio musical da JM Norway

 

Em agosto de 2018, seis jovens músicos selecionados entre 18 e 25 anos de idade irão para a Noruega, Malawi e Moçambique (sendo dois para cada país) como participantes de um intercâmbio internacional promovido pela Amigos do Guri . Nos três países, os jovens selecionados permanecerão por 10 meses e terão a oportunidade de atuar como voluntários em projetos musicais, sociais e culturais – como festivais, competições e capacitações. Os interessados devem realizar a inscrição até 11 de março pelo site www.projetoguri.com.br.

O Musicians and Organizers Volunteer Exchange (MOVE) é um programa de intercâmbio e voluntariado entre as organizações musicais JM Norway, Music Crossroads Malawi, Music Crossroads Moçambique e Amigos do Guri, membros da Jeunesses Musicales International (associação sediada na Bélgica que reúne diversas organizações musicais em cerca de 70 países). Desde 2015, esta iniciativa já beneficiou 14 jovens brasileiros.

O programa, custeado pelas forças de paz da Noruega (Fredskorpset – FK Norway), envia jovens dos países participantes para intercâmbios com o intuito de desenvolver novas habilidades individuais, interpessoais e culturais, ampliando e enriquecendo também as referências das comunidades onde eles desenvolvem projetos e atividades transformadoras.

 

Para concorrer é necessário:

Os candidatos passarão por uma pré-seleção, seguida de uma entrevista e testes, nos quais serão avaliados segundo os seguintes critérios: responsabilidade, habilidade musical, comunicação e atributos pessoais.

Inscrição

 os interessados devem preencher o formulário, disponível no site do Projeto Guri durante o período de inscrição, e enviar os documentos e materiais solicitados pela instituição. Mais informações e regulamento em breve, no site www.projetoguri.org.br

Projeto Guri reconhece Coro de Piracicaba como Grupo de Referência

O Coro de Piracicaba, com dez anos de existência, passa a se chamar Grupo de Referência de Piracicaba – Coro e abre 30 vagas (mais…)

Inscrições prorrogadas! mais de 300 vagas em Araçatuba e região

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – prorrogou as inscrições e oferece 399 vagas para os cursos de instrumentos musicais, canto coral e iniciação musical, na região de Araçatuba. Novos alunos e alunas podem se inscrever até 23 de fevereiro.

Para realizar a matrícula é necessário ter entre 6 e 18 anos incompletos e comparecer diretamente ao polo em que deseja estudar, acompanhado pelo responsável, com os documentos: certidão de Nascimento ou RG do aluno (original e cópia), comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar, RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço para consulta. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumento ou realizar testes seletivos. O início das aulas ocorre de acordo com a data de matrícula de cada aluno.

Para mais informações, acesse www.projetoguri.org.br/matriculas.

 

Confira a lista completa dos polos com vagas abertas na região:

 

Polo Alto Alegre

Vagas: 14

O polo oferece os cursos: coral juvenil, iniciação musical, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão, iniciação musical

Telefone: (18) 3657-1421

Funcionamento do polo: terças e sextas-feiras, das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Quintino Bocaiuva, 170, Centro – CEP: 16310-000

 

Polo Andradina

Vagas: 21

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete, tuba, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: flauta transversal, trombone, trompete, viola, clarinete, tuba, violino, violoncelo, contrabaixo, percussão

Telefone: (18) 3722-4775

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 9h00 às 11h00 e das 13h30 às 19h00

Endereço do polo: Praça Eduardo Ramalho, s/nº, Centro – CEP: 16901-008

 

Polo Avanhandava

Vagas: 30

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: violoncelo, viola, violino, percussão, violão, coral juvenil

Telefone: (18) 3651-1797

Funcionamento do polo: terças e sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: Rua Tibiriçá, 492, Centro – CEP: 16360-000

 

Polo Bento de Abreu

Vagas: 18

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão e violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, percussão e violão

Telefone: (18) 3601-1241

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 14h30 às 18h30

Endereço do polo: Rua Vereador, 54, Centro – CEP: 16790-000

 

Polo Bilac

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: viola e violino

Telefone: (18) 3659-1198

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Dr. Raul de Melo Senra Filho, 607, Distr. Com. Ovídeo Martinelli – CEP: 16210-000

 

Polo Clementina

Vagas: 19

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, violoncelo, viola, violino, coral infantil

Telefone: (18) 3658-1106

Funcionamento do polo: segundas as quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Travessa Sergipe, 32, Centro – CEP: 16250-000

 

Polo General Salgado

Vagas: 15

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, coral juvenil

Telefone: (17) 9746-0085

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Irmãos Bonetto, 500, Centro – CEP: 15300-000

 

Polo Guaraçaí

Vagas: 23

O polo oferece os cursos: baixo elétrico, clarinete, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, guitarra elétrica, percussão, saxofone, trombone, trompete, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, flauta transversal, guitarra elétrica, violão, coral infantil, percussão

Telefone: (18) 3705-7244

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: Praça da Matriz, s/nº, Centro – CEP: 16980-000

 

Polo Guzolândia

Vagas: 15

O polo oferece os cursos: percussão e violão  

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão e violão

Telefone: (18) 99633-6407

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua José Candido de Moraes, s/nº, Três Marias – CEP: 15355-000

 

Polo Jales

Vagas: 13

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, trombone, eufônio, saxofone, violoncelo, viola

Telefone: (17) 3632-1435

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Treze, 2422, Centro – CEP: 15700-034

 

Polo Luiziânia

Vagas: 20

O polo oferece os cursos: coral juvenil, iniciação musical, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: iniciação musical, percussão e violão

Telefone: (18) 3603-1358

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Avenida Antônio Duarte Azadinho, 29, Centro – CEP: 16340-000

 

Polo Nova Canaã Paulista

Vagas: 15

O polo oferece os cursos: viola caipira e violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: viola caipira e violão

Telefone: (17) 3681-1227

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 14h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua 06, 272, Centro – CEP: 15773-000

 

Polo Piacatu

Vagas: 13

O polo oferece os cursos: percussão e violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão e violão

Telefone: (18) 3693-1146

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Ângelo Fulini, 260, Centro – CEP: 16230-000

 

Polo Regional Araçatuba

Vagas: 64

O polo oferece os cursos: baixo elétrico, bateria, clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, guitarra elétrica, iniciação musical, percussão, saxofone, teclado/piano, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: saxofone, tuba, eufônio, trombone, flauta transversal, coral juvenil

Telefone: (18) 3621-2052

Funcionamento do polo: segundas as sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: Rua Anita Garibaldi, 75, Centro –  CEP: 16010-280

 

Polo Santa Fé do Sul

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: contrabaixo, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos:  viola, violão, violino

Telefone: (17) 3631-5089

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Um, 931, Centro – CEP: 15775-000

 

Polo Sud Mennucci

Vagas: 27

O polo oferece os cursos: clarinete, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, eufônio, saxofone, coral juvenil

Telefone: (18) 3786-1214

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Augustinho Alegre Chich, 633, Centro – CEP:15360-000

 

Polo Valparaíso

Vagas: 32

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: flauta transversal, trombone, trompete, violão, contrabaixo, tuba, violoncelo, violino, percussão, coral juvenil, viola

Telefone: (18) 3401-4764

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Padre Mauro Eduardo, 410, Centro – CEP: 16880-000

 

Inscrições prorrogadas! mais de 600 vagas em São José do Rio Preto e região

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – prorrogou as inscrições e oferece 618 vagas para os cursos de instrumentos musicais, canto coral e iniciação musical, na região de São José do Rio Preto. Novos alunos e alunas podem se inscrever até 23 de fevereiro.

Para realizar a matrícula é necessário ter entre 6 e 18 anos incompletos e comparecer diretamente ao polo em que deseja estudar, acompanhado pelo responsável, com os documentos: certidão de Nascimento ou RG do aluno (original e cópia), comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar, RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço para consulta. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumento ou realizar testes seletivos. O início das aulas ocorre de acordo com a data de matrícula de cada aluno.

Para mais informações, acesse www.projetoguri.org.br/matriculas.

 

Confira a lista completa dos polos com vagas abertas na região:

 

Polo Altair

Vagas: 27

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, percussão, violão

Telefone: (17) 3353-3876

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30            

Endereço do polo: Rua Antônio Pompeu, s/nº, Rural – CEP:15430-000

 

Polo Barretos

Vagas: 66                                  

O polo oferece os cursos: acordeon, clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, viola caipira, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: acordeon, clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola caipira, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (17) 3325-4641

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua 06, 963, Antigo Centro – CEP:14780-736

 

Polo Cosmorama                             

Vagas: 21                                  

O polo oferece os cursos: percussão, violão                                                                                         

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão                       

Telefone: (17) 99644-0301                                

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30    

Endereço do polo: Avenida Fernando Felício, s/nº, Centro – CEP: 15530-000

 

Polo Ibirá

Vagas: 19

O polo oferece os cursos: coral juvenil, iniciação musical, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, iniciação musical, violão

Telefone: (17) 3551-1757                               

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h às 11h e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Dr. Hugo Beolchi Júnior, 635, Termas de Ibirá – CEP: 15860-000

 

Polo Ipiguá

Vagas: 46

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

Telefone: (17) 3269-9000

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua João Antônio, s/nº, Centro – CEP: 15108-000

 

Polo José Bonifácio

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: clarinete, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, coral juvenil, flauta transversal

Telefone: (17) 3265-1355

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 16h30

Endereço do polo: Avenida Rui Barbosa, 951, Santa Terezinha – CEP: 15200-000

 

Polo Mirassol

Vagas: 27                                  

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo                       

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (17) 3253-2274                                

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30                        

Endereço do polo: Rua Frei Justino Giorgi, 2351, São Francisco – CEP: 15140-000

 

Polo Nova Granada                           

Vagas: 70

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (17) 3262-1504                                

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30             

Endereço do polo: Rua Martim Afonso, 954, Santa Regina – CEP: 15440-000

 

Polo Novo Horizonte                            

Vagas: 22                                   

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, eufônio, flauta transversal, percussão, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

Telefone: (17) 3353-3876                                

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30            

Endereço do polo: Rua Carvalho Leme, 534, Centro – CEP: 14960-000

 

Polo Onda Verde                          

Vagas: 11                                  

O polo oferece os cursos: baixo elétrico, coral infantil, coral juvenil, guitarra elétrica, percussão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: baixo elétrico, coral infantil, guitarra elétrica

Telefone: (17) 3353-3876                                

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30            

Endereço do polo: Rua Augusto Borin, 2130, Jardim Alvorada – CEP: 15450-000

 

Polo Ouroeste

Vagas: 13

O polo oferece os cursos: percussão, violão                                

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão               

Telefone: (17) 99726-7928                                

Funcionamento do polo: terças e sextas-feiras,  das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30               

Endereço do polo: Rua Borba Gato, 1181, Centro – CEP:15685-000

 

Polo Palestina

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: percussão, violão                                

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão               

Telefone: (17) 3293-3191                                

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30               

Endereço do polo: Rua Antônio Prado, 1195, Centro – CEP: 15470-000

 

Polo Palmares Paulista                        

Vagas: 14

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão          

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão, violão

Telefone: (17) 3587-1213                               

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua XV de Novembro, s/nº, Centro – CEP: 15828-000

 

Polo Paulo de Faria

Vagas: 18

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão, violão

Telefone: (17) 3292-1706                               

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Zenha Ribeiro, 1190, Centro – CEP: 15490-000

 

Polo Regional São José do Rio Preto

Vagas: 51

O polo oferece os cursos: cavaco, clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, viola caipira, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, clarinete, coral juvenil, eufônio, trombone, viola

Telefone: (17) 3203-2500                               

Funcionamento do polo: segundas as sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 18h00            

Endereço do polo: Escola Municipal de Ensino Supletivo “Prof. Ademir Dib” – Rua São Sebastião, s/nº – CEP: 15025-025

 

Polo Riolândia

Vagas: 19                                  

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, violão           

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, violão                     

Telefone: (17) 3353-3876                               

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30                        

Endereço do polo: Avenida Onze, 1300, Centro – CEP: 15495-000

 

Polo Severínia

Vagas: 30

O polo oferece os cursos: acordeon, cavaco, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: acordeon, cavaco, coral juvenil, percussão, violão

Telefone: (17) 3353-3876                                 

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30                       

Endereço do polo: Rua José Chiapezan, 168, Centro – CEP: 14735-000

 

Polo Tanabi

Vagas: 14                                   

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, percussão, violão

Telefone: (17) 3272-4050

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30                       

Endereço do polo: Rua José Serafim, s/nº, Centro – CEP:15170-000

 

Polo Ubarana

Vagas: 40                                  

O polo oferece os cursos: baixo elétrico, coral juvenil, guitarra elétrica, iniciação musical, percussão, teclado/piano

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: baixo elétrico, coral juvenil, guitarra elétrica, iniciação musical, percussão

Telefone: (17) 3807-1155                                

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30                       

Endereço do polo: Avenida São Pedro, 766, Centro – CEP:15225-000

 

Polo Urupês

Vagas: 32

O polo oferece os cursos: baixo elétrico, coral juvenil, guitarra elétrica, iniciação musical, percussão, teclado/piano

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, guitarra elétrica, iniciação musical, percussão, teclado/piano

Telefone: (17)3552-1956                                

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30                       

Endereço do polo: Rua Francisco Moreira da Silva, 246, Jardim Itália – CEP: 15850-000

 

Polo Votuporanga

Vagas: 30

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral juvenil, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, viola, violino, violoncelo

Telefone: (17) 3422-8895                                        

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Aparecido Felício de Castro, 227, Bairro Sonho Meu – CEP:15500-010

 

Inscrições prorrogadas! mais de 800 vagas em Presidente Prudente e região

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – prorrogou as inscrições e oferece 854 vagas para os cursos de instrumentos musicais, canto coral e iniciação musical, na região de Presidente Prudente. Novos alunos e alunas podem se inscrever até 23 de fevereiro.

Para realizar a matrícula é necessário ter entre 6 e 18 anos incompletos e comparecer diretamente ao polo em que deseja estudar, acompanhado pelo responsável, com os documentos: certidão de Nascimento ou RG do aluno (original e cópia), comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar, RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço para consulta. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumento ou realizar testes seletivos. O início das aulas ocorre de acordo com a data de matrícula de cada aluno.

Para mais informações, acesse www.projetoguri.org.br/matriculas.

 

Confira a lista completa dos polos com vagas abertas na região:

 

Polo Álvares Machado

Vagas: 48

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo.

Telefone: (18) 3273-4284

Funcionamento do polo: segundas e quintas-feiras, das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Vicente Dias Garcia, 185, Centro – CEP: 19160-000

 

Polo Caiabu

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: acordeon, viola caipira

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: acordeon, viola caipira

Telefone: (18) 3223-1733

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Moacir Maragoni, s/nº, Centro – CEP: 19530-000

 

Polo Emilianópolis

Vagas: 18

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: violão e percussão

Telefone: (18) 3994-1160

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h00 às 16h00

Endereço do polo: Rua Idalina Maria Fiorese, 899, Centro – CEP: 19350-000

 

Polo Irapuru

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão

Telefone: (18) 3861-0302

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Adelino Parro Júnior, 281, Centro – CEP: 17880-000

 

Polo Junqueirópolis

Vagas: 37

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, viola caipira, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola caipira, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3842-2221

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h30 às 10h30 e das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Quinzinho da Cunha, s/nº, Centro – CEP: 17890-000

 

Polo Lar Francisco Franco – Rancharia

Vagas: 53

O polo oferece os cursos: cavaco, clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, clarinete, contrabaixo, coral infantil, percussão, saxofone, trombone, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3265-1200

Funcionamento do polo: segundas e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Mário César de Camargo, 1345, Centro – CEP: 19600-000

 

Polo Martinópolis

Vagas: 69

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufonizo, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, viola caipira, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, coral infantil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola caipira, violão, violoncelo

Telefone: (18) 3275-2014

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua José Teodoro, 1, Centro – CEP: 19500-000

 

Polo Mirante do Paranapanema

Vagas: 41

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3991-2835

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Zil Brasil, 1112, Centro – CEP: 19260-000

 

Polo Nantes

Vagas: 36

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão, violão

Telefone: (18) 3268-6211

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Silveira Martins, 253, Centro – CEP: 19645-000

 

Polo Osvaldo Cruz

Vagas: 40

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral infantil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3528-0990

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 14h00 às 18h00

Endereço do polo: Rua Rodolfo Zaros, 122, Centro – CEP: 17700-000

 

Polo Ouro Verde

Vagas: 47

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, luthieria, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral infantil, flauta transversal, luthieria, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3872-1138

Funcionamento do polo: terças e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: Rua Paraíba, 986, Centro – CEP: 17920-000

 

Polo Piquerobi

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: clarinete, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, eufônio, flauta transversal, trombone, trompete, tuba

Telefone: (18) 3276-1070

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00

Endereço do polo: Rua Treze De Maio, 29 – CEP: 19410-000

 

Polo Pirapozinho

Vagas: 14

O polo oferece os cursos: cavaco, coral infantil, coral juvenil, iniciação musical, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, iniciação musical

Telefone: (18) 3269-2287

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 9h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Diogo Gimenez, 136, Jardim Morada do Sol – CEP: 19200-000

 

Polo Presidente Bernardes

Vagas: 17

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, flauta transversal, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3262-1512

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Pátio da Fepasa, s/nº, Centro – CEP: 19300-000

 

Polo Presidente Venceslau

Vagas: 35

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo(3)

Telefone: (18) 3271-8809

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Carlos Platzeck, 597, Jardim Coroados – CEP: 19400-000

 

Polo Regente Feijó

Vagas: 19

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão, trombone, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3279-4933

Funcionamento do polo: terças e sextas-feiras, das 13h30 às 18h

Endereço do polo: Avenida Clemente Pereira, 71, Centro – CEP: 19570-000

 

Polo Regional Presidente Prudente

Vagas: 46

O polo oferece os cursos: acordeon, clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, oficina cajón, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: acordeon, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, oficina cajón, percussão, trombone, trompa, tuba, violoncelo

Telefone: (18) 3222-5558

Funcionamento do polo: segundas as sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Quintino Bocaiúva, 749, Vila Marcondes – CEP: 19030-000

 

Polo Rosana

Vagas: 89

O polo oferece os cursos: cavaco, clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, clarinete, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3284-4177

Funcionamento do polo: terças e sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Paraná, s/nº, Centro – CEP: 19274-000

 

Polo Sagres

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão

Telefone: (18) 3558-1260

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 14h00 às 18h00

Endereço do polo: Rua Armando Batista, 121, Centro – CEP: 17710-000

 

Polo Sandovalina

Vagas: 30

O polo oferece os cursos: clarinete, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, violão

Telefone: (18) 3277-1196

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Rafael Flores Cruz, 637, Vila Nova – CEP: 19250-000

 

Polo Santo Expedito

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão

Telefone: (18) 3267-1224

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h às 17h

Endereço do polo: Avenida Barão do Rio Branco, 321, Centro – CEP: 19190-000

 

Polo Tarabai

Vagas: 25

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral infantil, viola, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3223-1733

Funcionamento do polo: terças e sextas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Marechal Castelo Branco, 2811, Centro – CEP: 19210-000

 

Polo Teodoro Sampaio/Pontal do Paranapanema

Vagas: 40

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3282-2000

Funcionamento do polo: quartas-feiras das 13h30 às 17h30 e sábados, das 8h00 às 12h00

Endereço do polo: Passeio Tulipa, 1, Vila Minas Gerais – CEP: 19280-000

 

Polo Tupi Paulista

Vagas: 4O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (18) 3851-1187

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: Rua México, 63, Centro – CEP: 17930-000

 

Bloco do Guri passará por São Miguel Arcanjo

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – convida a população de São Miguel Arcanjo para conferir a folia do Bloco do Guri, que acontece no dia 11 de fevereiro, às 16h00, no Clube Recreativo Bernardes Júnior (Rua Siqueira Campos, 718 – Centro). Alunos de percussão, coral, violão e sopro do Polo Jaú apresentarão sambas enredos ao público.

Inscrições prorrogadas! mais de 700 vagas em Sorocaba e região

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – prorrogou as inscrições e oferece 732 vagas para os cursos de instrumentos musicais, canto coral e iniciação musical, na região de Sorocaba. Novos alunos e alunas podem se inscrever até 23 de fevereiro.

Para realizar a matrícula é necessário ter entre 6 e 18 anos incompletos e comparecer diretamente ao polo em que deseja estudar, acompanhado pelo responsável, com os documentos: certidão de Nascimento ou RG do aluno (original e cópia), comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar, RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço para consulta. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumento ou realizar testes seletivos. O início das aulas ocorre de acordo com a data de matrícula de cada aluno.

Para mais informações, acesse www.projetoguri.org.br/matriculas.

 

Confira a lista completa dos polos com vagas abertas na região:

 

Polo Araçoiaba da Serra

Vagas: 67

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, trompete, viola, violoncelo

Telefone: (15) 3281-2366                                      

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Pedro Nolasco Vieira, 120, Centro – CEP: 18190-000

 

Polo Avaré

Vagas: 52                                  

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete, tuba, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete, viola, violino, violoncelo

Telefone: (14) 3733-5420                                      

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Ceará, 1507, Centro – CEP: 18703-000

 

Polo Botucatu

Vagas: 22

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral juvenil, iniciação musical, teclado/piano, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, iniciação musical, viola, violino, violoncelo

Telefone: (14) 3815-4887                                      

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Benjamin Constant, 161, Vila Jahu – CEP: 18611-030

 

Polo Capela do Alto

Vagas: 33                                  

O polo oferece os cursos: clarinete, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, percussão, saxofone, trombone, trompete

Telefone: (15) 3358-1410                                      

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Antônio Guilherme, 441, Centro – CEP: 18195-000

 

Polo Guareí

Vagas: 42                                  

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (15) 3258-1762                                      

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Antônio de Oliveira e Silva, 150, Centro – CEP: 18250-000

 

Polo Ibiúna

Vagas: 16                                 

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, coral juvenil

Telefone: (15) 3248-1743                                     

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Wilson do Carmo Falci, s/nº, Vila Falchi – CEP: 09350-270

 

Polo Itatinga

Vagas: 18

O polo oferece os cursos: percussão e violão                         

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão e violão

Telefone: (14) 3848-2022                                     

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 13h15 às 17h15

Endereço do polo: Rua Dr. José Tieghi, 92, Centro – CEP: 18690-000

 

Polo Itú

Vagas: 25

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral infantil, viola, violino, violoncelo

Telefone: (11) 4025-0019                                    

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Praça Padre Miguel, 56, Centro – CEP:13300-169

 

Polo Mairinque

Vagas: 55

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, violino, violoncelo

Telefone: (11) 4718-4326                                     

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: Av. José Maria Whitaker, 471, Jardim Cruzeiro – CEP: 18120-000

 

Polo Piedade

Vagas: 62

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

Telefone: (15) 3244-4579                                    

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h00 às 17h30

Endereço do polo: R. Lupércio da Silveira Baldy, 187, Vila S. João – CEP: 18170-000

 

Polo Pilar do Sul

Vagas: 52

O polo oferece os cursos: cavaco, coral infantil, coral juvenil, iniciação musical, percussão, violão                   As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, coral juvenil, iniciação musical, percussão, violão

Telefone: (15) 3278-3676                                    

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Major Euzébio de Moraes Cunha, 297, Centro – CEP: 18185-000

 

Polo Regional Sorocaba

Vagas: 71

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, trombone, trompa, trompete, tuba, violoncelo

Telefone: (15) 3202-5003                                    

Funcionamento do polo: terças as sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua João Francisco das Neves, 11, Vila Assis – CEP: 18025-430

 

Polo Salto

Vagas: 61

O polo oferece os cursos: cavaco, coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, coral juvenil, percussão, violão

Telefone: (11) 4021-5299                                                          

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Praça Antônio Vieira Tavares, 36, Centro – CEP: 13320-000

 

Polo São Manuel

Vagas: 38

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral juvenil, iniciaçao musical, percussao, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, viola, violino, violoncelo

Telefone: (14) 3841-4800                                                  

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Epitácio Pessoa, 1100, Centro – CEP: 18650-000

 

Polo São Miguel Arcanjo

Vagas: 27

O polo oferece os cursos: cavaco, coral juvenil, iniciação musical, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, iniciação musical, percussão

Telefone: (15) 3279-4436                                                 

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Marechal Castelo Branco, 650, Centro – CEP: 18230-000

 

Polo São Roque

Vagas: 20

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompa, trompete, tuba, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: eufônio, trombone, trompa, trompete, tuba, viola, violino, violoncelo

Telefone: (11) 4784-3076                                                 

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30                         

Endereço do polo: Rua Araçaí, 250, Centro – CEP:18130-000

 

Polo Tietê

Vagas: 53

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (15) 3285-2937                                                  

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00

Endereço do polo: Rua Padre Francisco Costa Araújo Mello, s/nº, Centro – CEP: 18530-000

Inscrições prorrogadas! mais de 600 vagas em Ribeirão Preto e região

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – prorrogou as inscrições e oferece 643 vagas para os cursos de instrumentos musicais, canto coral e iniciação musical, na região de Ribeirão Preto. Novos alunos e alunas podem se inscrever até 23 de fevereiro.

Para realizar a matrícula é necessário ter entre 6 e 18 anos incompletos e comparecer diretamente ao polo em que deseja estudar, acompanhado pelo responsável, com os documentos: certidão de Nascimento ou RG do aluno (original e cópia), comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar, RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço para consulta. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumento ou realizar testes seletivos. O início das aulas ocorre de acordo com a data de matrícula de cada aluno.

Para mais informações, acesse www.projetoguri.org.br/matriculas.

 

Confira a lista completa dos polos com vagas abertas na região:

 

Polo ACIF – Franca

Vagas: 13                     

O polo oferece os cursos: cavaco, clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, oficina musicalização, percussão, saxofone, teclado/piano, trombone, trompete, tuba, viola, viola caipira, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: oficina musicalização, percussão, tuba, viola caipira, violão, violoncelo

Telefone: (16) 3720-2633                               

Funcionamento do polo: de segunda as sextas-feiras, das 8h00 às 11h30 e das 13h30 às 18h30

Endereço do polo: Rua Adolfo de Assis, 1243, Centro – CEP: 14400-300

 

Polo Batatais

Vagas: 12                    

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, eufônio, flauta transversal, trombone, trompete, viola, violoncelo

Telefone: (16) 3761-3220                               

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Praça Barão do Rio Branco, s/nº, Centro – CEP: 14300-000

 

Polo Bebedouro

Vagas: 37                     

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, viola, violino, violoncelo

Telefone: (17) 3343-9402                             

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Júlio Briscese, 964, Residencial Pedro Maia – CEP:14711-584

 

Polo Cajuru

Vagas: 45                    

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, viola caipira, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, coral juvenil, viola caipira, violão      

Telefone: (16) 3667-9960                              

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Sampaio Moreira, 420, Centro – CEP: 14240-000

 

Polo Cravinhos

Vagas: 17                     

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão

Telefone: (16) 3951-7533                               

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Cesário Motta, 907, Jardim Paulista – CEP: 14140-000

 

Polo Guará

Vagas: 88                                                                                                                                             

O polo oferece os cursos: cavaco, coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

Telefone: (16) 3831-9879                               

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Deputado João de Faria, 150, Centro – CEP: 14580-000

 

Polo IORM – Ipuã

Vagas: 15                     

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, coral juvenil, violão

Telefone: (16) 3832-0137

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Castro Alves, 120, Centro – CEP: 14610-000

 

Polo IORM – Orlândia

Vagas: 27

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, flauta transversal, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

Telefone: (16) 3726-5236                              

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 14h00 às 18h00

Endereço do polo: Rua 4, 605, Centro – CEP: 14620-000

 

Polo Jaborandi

Vagas: 19

O polo oferece os cursos: percussão e violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão e violão

Telefone: (17) 3347-1574                               

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Inácio Máximo Diniz Junqueira, 527, Centro – CEP: 14775-000

 

Polo Jaboticabal

Vagas: 68

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral infantil, coral juvenil, flauta transversal, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (16) 3202-9161                              

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Mizael de Campos, 202, Centro – CEP: 14870-110

 

Polo Miguelópolis

Vagas: 25

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão

Telefone: (16) 3835-1058                               

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua João Felisberto de Freitas, 322, Dom José de Matos – CEP: 14530-000

 

Polo Monte Alto

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão

Telefone: (16) 3244-4069                              

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Quinze de Maio, s/nº, Centro – CEP: 15910-000

 

Polo Monte Azul Paulista

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: contrabaixo, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, viola, violão, violino, violoncelo

Telefone: (17) 3361-9500                               

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Praça Newton Prado, 90, Centro – CEP: 14730-000

 

Polo Regional Ribeirão Preto

Vagas: 34

O polo oferece os cursos: baixo elétrico, bateria, clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, guitarra elétrica, iniciação musical, percussão, saxofone, teclado/piano, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: baixo elétrico, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, guitarra elétrica, percussão, saxofone, trombone, tuba, violino

Telefone: (16) 3625-4361                               

Funcionamento do polo: terças as sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Inácio Salomão, 424, Parque Industrial Tanquinho – CEP: 14075-730

 

Polo São Joaquim da Barra

Vagas: 52                     

O polo oferece os cursos: cavaco, coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, coral infantil, percussão, violão

Telefone: (16) 3818-2067                               

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Rio de Janeiro, 930, Alto da Bela Vista – CEP: 14600-000

 

Polo São Simão

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: percussão, teclado/piano, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, teclado/piano, violão

Telefone: (16) 3984-9063                               

Funcionamento do polo: terças e quintas, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Mário Meirelles dos Santos, 220, Jardim Brasil – CEP: 14200-000

 

Polo Sertãozinho

Vagas: 34                     

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino

Telefone: (16) 3942-1598                               

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 18h00

Endereço do polo: Rua Voluntário Oto Gomes Martins, 1013, Soljumar – CEP: 14170-610

 

Polo Taquaritinga

Vagas: 46                     

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, percussão e violão Telefone: (16) 3253-4595                               

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Domingos Morano, 261, Vila São Sebastião – CEP: 15900-000

 

Polo Viradouro

Vagas: 19                     

O polo oferece os cursos: percussão e violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão e violão

Telefone: (17) 3392-2626                              

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 14h00 às 17h00

Endereço do polo: Praça Francisco Braga, 74, Centro – CEP: 14740-000

Bloco do Guri passará por Espírito Santo do Pinhal

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – convida a população de Espírito Santo do Pinhal para conferir a folia do Bloco do Guri, que acontece no dia 7 de fevereiro, às 15h00, na Praça da Independência. Alunos de percussão, coral, violão e sopro do Polo Espírito Santo do Pinhal apresentarão “Samba do Guri” e marchinhas de Carnaval.

Inscrições prorrogadas! mais de 300 vagas em São José dos Campos e região

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – prorrogou as inscrições e oferece 393 vagas para os cursos de instrumentos musicais, canto coral e iniciação musical, na região de São José dos Campos. Novos alunos e alunas podem se inscrever até 23 de fevereiro.

Para realizar a matrícula é necessário ter entre 6 e 18 anos incompletos e comparecer diretamente ao polo em que deseja estudar, acompanhado pelo responsável, com os documentos: certidão de Nascimento ou RG do aluno (original e cópia), comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar, RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço para consulta. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumento ou realizar testes seletivos. O início das aulas ocorre de acordo com a data de matrícula de cada aluno.

 

Para mais informações, acesse www.projetoguri.org.br/matriculas.

 

Confira a lista completa dos polos com vagas abertas na região:

 

Polo Aparecida

Vagas: 27

O polo oferece os cursos: contrabaixo, teclado/piano, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, teclado/piano, viola, violino, violoncelo

Telefone: (12) 3108-2106

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Itabaiana, 100, Itaguaçu – CEP: 12570-000

 

Polo Areias

Vagas: 22

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, percussão, violão

Telefone: (12) 3107-1441

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Pref. Benedito de Oliveira Ramos, 246, Centro – CEP:12820-000

 

Polo Caçapava

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, violão

Telefone: (12) 3652-9222

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Dr. José de Moura Resende, 475, Vera Cruz – CEP: 12287-460

 

Polo Cachoeira Paulista

Vagas: 15

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, violão, violoncelo

Telefone: (12) 3101-4319

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Benedito Oliveira, s/nº, Vila Cacarro – CEP: 12630-000

 

Polo Campos do Jordão

Vagas: 16

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: eufônio, percussão, saxofone, trombone, viola, violino

Telefone: (12) 3664-5441

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 9h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: José Benedito Bicudo, 75, Vila Paulista – CEP: 12460-000

 

Polo Distrito de Moreira César

Vagas: 18

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, flauta transversal, percussão, saxofone, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, contrabaixo, flauta transversal, percussão, saxofone, viola, violino, violoncelo

Telefone: (12) 3637-4476

Funcionamento do polo: segunda e quartas-feiras, das 14h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Doutor Gonzaga, s/nº, Moreira César – CEP: 12445-120

 

Polo FUNDACC – Caraguatatuba

Vagas: 34

O polo oferece os cursos: clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, viola, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, percussão, trompete, viola, violino, violoncelo

Telefone: (12) 3887-2712

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Av. José da Costa Pinheiro Jr., 2161, Perequê Mirim – CEP: 11661-400

 

Polo Guaratinguetá

Vagas: 67

O polo oferece os cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, tecnologia musical, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: contrabaixo, coral juvenil, percussão, tecnologia musical, viola, violino, violoncelo

Telefone: (12) 3132-7828

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Neir Ortiz Pereira, 1021, São Benedito – CEP:12502-070

 

Polo Ilha Bela

Vagas: 46

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, percussão, violão

Telefone: (12) 3895-8215

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 14h00 às 18h00

Endereço do polo: Rua Ernesto de Oliveira, 996, Barra Velha – CEP:11630-000

 

Polo Paraibuna

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: percussão, violão

Telefone: (12) 3974-0139

Funcionamento do polo: segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Praça Monsenhor Ernesto Almírio Arantes, 64, Centro – CEP: 12260-000

 

Polo Regional São José dos Campos

Vagas: 10

O polo oferece os cursos: clarinete, coral infantil, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, percussão, saxofone, teclado/piano, trombone, trompete, tuba, viola, violão, violino, violoncelo

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, flauta transversal, saxofone, teclado/piano, trompete, violão

Telefone: (12) 3941-6129

Funcionamento do polo: terças as sextas-feiras, das 8h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Avenida Olivo Gomes, 100, Santana – CEP: 12211-115

 

Polo Roseira

Vagas: 12

O polo oferece os cursos: coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral juvenil, percussão

Telefone: (12) 3646-2351

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 8h00 às 11h00

Endereço do polo: R. Dom Epaminondas, 95, Centro – CEP: 12580-000

 

Polo São José dos Campos

Vagas: 20

O polo oferece os cursos: cavaco, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: cavaco, coral juvenil, violão

Telefone: (12) 3966-3882

Funcionamento do polo: quartas e sextas-feiras, das 9h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Av. Adilson José da Cruz, 7581, Dom Pedro I – CEP: 12232-750

 

Polo São Luiz do Paraitinga

Vagas: 16

O polo oferece os cursos: clarinete, eufônio, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: clarinete, eufônio, percussão, tuba, violão

Telefone: (12) 99197-4404

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Rua Coronel Domingues de Castro, 33, Centro – CEP:12140-000

 

Polo Ubatuba-Prefeitura

Vagas: 31

O polo oferece os cursos: coral infantil, coral juvenil, percussão, violão

As vagas disponíveis estão distribuídas nos cursos: coral infantil, coral juvenil, violão

Telefone: (12) 3833-7237

Funcionamento do polo: terças e quintas-feiras, das 13h30 às 17h30

Endereço do polo: Praça Anchieta, 38, Centro – CEP: 11680-000

Educadora do Projeto Guri fica em 1° lugar no Festival de Marchinhas Carnavalescas de Guaratinguetá

Dupla ainda levou os prêmios de melhor intérprete e melhor figurino (mais…)

Projeto Guri abre inscrições para os Grupos de Referência e amplia investimento em bolsa-auxílio

Interessados têm até o dia 13 de fevereiro para fazer matrículas; todos os selecionados terão direito a bolsa auxílio (mais…)

Projeto Guri abre inscrições para o processo seletivo dos Grupos de Referência

O Projeto Guri está com inscrições abertas para os Grupos de Referência do interior e litoral do estado. Crianças e jovens de 8 a 21 anos podem se inscrever, de 18 de janeiro a 13 de fevereiro, pelo site www.projetoguri.org.br. A seleção é feita anualmente por meio de testes práticos e entrevistas coordenadas pelos profissionais da Amigos do Guri.

 

Os Guris em estágio mais avançado têm a oportunidade de integrar um dos 12 Grupos de Referência distribuídos pelo Estado. São orquestras, cameratas, bandas, coros, grupo de percussão, entre outras formações musicais que servem de modelo e incentivo para todos os alunos do Projeto Guri.

 

Presentes nas cidades de Araçatuba, Bauru, Franca, Itaberá, Jundiaí, Lorena, Ourinhos, Presidente Prudente, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto e Sorocaba, os Grupos de Referência ensaiam nos polos do Projeto Guri duas vezes por semana e são formados por alunos e alunas da região em que estão estabelecidos. O repertório abrange diferentes estilos musicais e épocas, do erudito ao popular.

Projeto Guri abre mais de 9 mil vagas gratuitas no interior e litoral no Estado

Inscrições abertas entre os dias 4 e 15 de dezembro

(mais…)

Arthur Endo é o vencedor do Imagine Brazil 2017

Realizado no Teatro Arthur Azevedo em São Paulo, concurso premiou ainda a banda Free Birds e o grupo Embatucadores

(mais…)

Alunos do Projeto Guri se apresentam no SBT do Bem em prol da AACD

Alunos e alunas do Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – foram convidados para fazer uma apresentação no SBT do Bem, programa especial em prol da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), que acontecerá no dia 24 de novembro, às 11h, no Teatro Paulo Moura, em São José do Rio Preto.

O Guri apoia projetos que visem o bem-estar e atendimento a crianças e adolescentes, além de acreditar na importância do trabalho realizado pela AACD. No dia, cerca de 60 alunos e alunas de coral e percussão do Polo Ibirá e do Polo Regional São José do Rio Preto farão a abertura do evento ao vivo, com a apresentação das músicas Depende de Nós, Carinha de Anjo (tema da novela infantil) e Sobre o Tempo. Os alunos também participarão do segundo bloco do programa.

Com isso, o Projeto Guri contribui com a causa e leva alegria às crianças e jovens com necessidades especiais. Interessados em doar basta ligar para (17) 3201-1510.

Sobre a AACD

Em 1950, nascia a AACD, fundada pelo médico especialista em Ortopedia Dr. Renato da Costa Bomfim, que, inspirado na evolução tecnológica dos centros de reabilitação no exterior, criou uma estrutura semelhante no Brasil.

Hoje, a AACD está entre os melhores hospitais da área de Ortopedia e é referência em qualidade no tratamento de pessoas com deficiência física, além de ser um dos complexos hospitalares mais admirados do País, de acordo com pesquisas realizadas com profissionais da área de Medicina.

Para preservar o compromisso de qualidade e excelência, manifestado em cada atendimento na AACD, foram criados diversos canais de captação de recursos, entre eles o Teleton, que objetivam garantir à Instituição autonomia e proposta de sustentabilidade.

Além da reabilitação física, a AACD também desenvolve diversas outras atividades, como a inserção no esporte paraolímpico e o empenho em assegurar a plena integração social aos pacientes, promovendo melhorias por meio da superação diária e da orientação de uma equipe multidisciplinar especializada.

Para viabilizar todos esses projetos e continuar oferecendo excelência em nossos serviços, contamos com o apoio de parceiros e pessoas que acreditam em nossa causa.

Serviço: SBT do Bem
Quando: dia 24 de novembro

Horário: às 11h

Local: Teatro Paulo Moura

Endereço: Av. Duque de Caxias, 3900 Jardim dos Seixas, São José do Rio Preto – SP
Evento fechado.

Parceiro local: Prefeitura Municipal de Ibirá e São José do Rio Preto

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

Músico francês Jacques Figueras realiza workshop no Polo Regional São José dos Campos

Como ensinar jovens músicos a profissionalizar suas carreiras? Esse é o objetivo do workshop. (mais…)

Alunos do Projeto Guri se apresentam em Birigui e Clementina

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – convida a população de Birigui e Clementina para prestigiar os eventos (mais…)

Projeto Guri promove oficina de construção de instrumentos a partir de materiais recicláveis

Todos os dias são descartadas toneladas de garrafas pet, latas, pneus chaves, madeiras, caixas e conduítes. Materiais que vão para o lixo, mas poderiam se transformar em música (mais…)

Projeto Guri abrirá vagas para cursos de música em dezembro

O Projeto Guri abrirá inscrições para cursos de música gratuitos de 4 a 15 de dezembro*. Crianças e adolescentes, de 6 a 18 anos incompletos, podem se inscrever nos polos de ensino do interior e litoral de São Paulo.

(mais…)

Guri Convida: Carlinhos Antunes e o Grupo de Referência de Franca

Apresentação faz parte de programa de 12 concertos que acontecem com diversos músicos convidados pelo Projeto Guri

Com o objetivo de promover a convivência entre músicos consagrados e jovens aprendizes, o Guri Convida estruturou uma sequência de concertos que reúne 11 artistas brasileiros. No dia 25 de outubro, o Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – realiza uma apresentação inédita que reúne o cantor Carlinhos Antunes e o Grupo de Referência (GR) de Franca – Camerata de Cordas Dedilhadas. O concerto gratuito e aberto ao público, ocorrerá às 19h, no Teatro Sesi, em Franca.

Especialmente para essa apresentação, Carlinhos Antunes, que além de cantor é também compositor, produtor, arranjador e multi-instrumentista, elaborou um programa que contempla a música brasileira, valorizando ritmos e sonoridades. “Incluí no repertório composições de minha autoria com melodias e ritmos diferentes extraídos de várias partes do mundo”, disse o artista. Com músicas imagéticas, Carlinhos evoca em seus trabalhos referências de filmes, livros e tudo o que aprendeu em suas viagens por mais de 40 países. Para a apresentação, ele preparou um repertório com músicas que serão executadas com diferentes instrumentos, como cuatro venezolano, charango, ronroco, arpa africana, violão e viola caipira. “Com isso, consigo levar para os músicos do Guri um pouco do universo no qual trafego”, concluiu.

Com o objetivo de promover a convivência entre músicos consagrados e jovens aprendizes, o Guri Convida estruturou uma sequência de concertos que reúne 11 artistas brasileiros. No dia 25 de outubro, o Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – realiza uma apresentação inédita que reúne o cantor Carlinhos Antunes e o Grupo de Referência (GR) de Franca – Camerata de Cordas Dedilhadas. O concerto gratuito e aberto ao público, ocorrerá às 19h, no Teatro Sesi, em Franca.

Especialmente para essa apresentação, Carlinhos Antunes, que além de cantor é também compositor, produtor, arranjador e multi-instrumentista, elaborou um programa que contempla a música brasileira, valorizando ritmos e sonoridades. “Incluí no repertório composições de minha autoria com melodias e ritmos diferentes extraídos de várias partes do mundo”, disse o artista. Com músicas imagéticas, Carlinhos evoca em seus trabalhos referências de filmes, livros e tudo o que aprendeu em suas viagens por mais de 40 países. Para a apresentação, ele preparou um repertório com músicas que serão executadas com diferentes instrumentos, como cuatro venezolano, charango, ronroco, arpa africana, violão e viola caipira. “Com isso, consigo levar para os músicos do Guri um pouco do universo no qual trafego”, concluiu.

Carlinhos Antunes irá se reunir com um grupo muito especial do Projeto Guri, que tem como foco não apenas a música, mas um conceito ecologicamente sustentável. Em 2013, o Grupo de Referência de Franca foi escolhido para constituir a nossa “Orquestra Verde”. Nesse conjunto, todos os instrumentos são produzidos pela Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA), com madeira maciça certificada pela Forest Stewardship Council (FSC), criada para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo.

Para o programa Guri Convida, foram selecionados artistas com carreiras consolidadas nacional e internacionalmente, com papel de difusores de conhecimento e que possam contribuir com o aprendizado desses jovens músicos em formação. Por isso, além dos concertos, cada convidado também fará uma masterclass de oito horas com educadores da região para expandir as referências técnicas e estéticas. “Nesse workshop, vou falar das minhas composições e das vivências que tive nas viagens. Quero mostrar que a experiência musical vai além da música. Engloba também um olhar atento para outras culturas. No meu caso, componho e faço meus arranjos inspirado em diversas referências”, antecipou o músico.

Os encontros com os artistas convidados devem contribuir para a formação dos alunos e alunas do Grupo de Referência, promovendo o seu aprimoramento técnico, a criatividade, a improvisação, a amplitude de referencial musical. Também serão trabalhadas as técnicas instrumentais estendidas, o uso da voz e o movimento no processo de trabalho, além da presença cênica. Contudo, o Guri Convida mantém a essência de cada GR. Assim como cada artista leva para os guris seu estilo próprio, há um repertório escolhido especialmente para cada grupo, estruturado de acordo com as peculiaridades dos jovens, com o objetivo de ampliar e aprofundar os conhecimentos e experiências musicais de todos. “A música é fundamental e o Guri cumpre uma função muito importante. Trabalho com muita emoção por saber que esses jovens vão ser o futuro desse país e, se crescerem com arte, serão pessoas melhores”, ressaltou Carlinhos Antunes.

Confira abaixo o repertório da apresentação:


1 – HOJE É DIA DE EL REY
Composição: Milton Nascimento

2 – PABLO
Composição: Milton Nascimento

3 – ESCRAVOS DE JÓ
Composição: Milton Nascimento

4 – SACI PERERÊ
Composição: Carlinhos Antunes

5 – MARIA ROSA
Composição: Carlinhos Antunes

6 – AFRICANITA
Composição: Carlinhos Antunes

7 – BARQUEIROS DO RIO
Composição: Carlinhos Antunes

8 – BAIÃO DE 5
Composição: Gabriel Levy

9 – AYACUCHO
Composição: Carlinhos Antunes

 

Todos os 12 Grupos de Referência (GR) serão contemplados com convidados especiais. Os GRs são compostos por orquestras, cameratas e bandas, espalhados por diversas cidades e formados por jovens guris – de 12 a 21 anos – em estágio mais avançado de aprendizado. Para esse projeto, os próximos musicistas convidados são Sidney Molina (violonista e educador), Luiz Guello (percussionista) e Letieres Leite (saxofonista, flautista e compositor).

Serviço: Guri Convida com Carlinhos Antunes
Quando:
 25 de outubro (sexta-feira)
Horário: às 19h
Local: Teatro Sesi
Endereço: Av. Santa Cruz, 2.870, Franca/SP
Entrada: Gratuita – Evento aberto ao público

Perfil do convidado

Carlinhos Antunes é músico formado pela Fundação das Artes e historiador pela PUC-SP. Toca violão, viola, tiple, charango, ronroco, cuatro, kora n’goni, saz, entre outros. Com 35 anos de carreira, já tocou com grandes nomes do Brasil e do exterior, como Tom Zé, Adoniram Barbosa, Jair Rodrigues, Vânia Bastos, Susana Baca (Peru), Carlos Nuñes e Canisares (Espanha), Paul Winter (EUA), Carácas Son Siete (Venezuela), Samir e Wissan Jubran (Palestina), Antonio Chainho (Portugal), Siwan Perver (Kurdistão), Grupo 4SHURE (Holanda), Pascal Lefeuvre (França), Petros  Tabourius (Grécia), Xabi Lozano (Espanha), Tenores de Bitti (Itália), Bilja Bistri (Sérvia), Djiguiya (Burkina Faso), Chris Stout (Escócia), dentre muitos outros artistas. Conhece mais de 40 países e já atuou como solista ou em grupo, no Marrocos, onde viveu, Peru, Nicarágua, Holanda, Escócia, Cuba, França, Inglaterra, Grécia, País de Gales, Itália, Espanha (onde viveu cinco anos), Turquia, Suíça, Croácia, Burkina Faso e Suriname, participando dos grandes festivais desses países. Tem 17 trabalhos entre CDs, DVDs e documentários gravados no Brasil e exterior, além de colaboração em centenas de outros.

Grupo de Referência (GR) de Franca – Camerata de Cordas Dedilhadas
A Camerata de Cordas Dedilhadas de Franca, ou “Orquestra Verde”, é formada por 24 alunos dos naipes de violão, cavaco e viola caipira. O grupo foi formado em 2012 com uma proposta de unir estes três instrumentos de cordas dedilhadas de diferentes vertentes culturais, de técnicas e afinações distintas. Partindo de um conceito ecologicamente sustentável, em 2013 o grupo foi escolhido para constituir a “Orquestra Verde” do Guri, composta por instrumentos de cordas dedilhadas produzidos pela Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA), com madeira maciça certificada pela Forest Stewardship Council (FSC), criada para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo. A Camerata de Cordas Dedilhadas de Franca já se apresentou ao lado de Ivan Vilela (2013) e de Alessandro Penezzi (2014). Em 2014, o grupo integrou o espetáculo Cênico-Musical “Lendas Amazônicas”, apresentando-se em Campinas, no Teatro Sesi Amoreiras, e no Teatro São Pedro, em São Paulo, onde foi feita a gravação do DVD. Em 2015, o grupo se apresentou no Festival Gente da Terra, com Rolando Boldrim como apresentador. Em 2016, destacam-se apresentações na USP Ribeirão Preto, Teatro Municipal de Franca e Senac. Em 2017, o grupo começou um projeto envolto na obra “O Milagre dos Peixes”, de Milton Nascimento, que culminará em uma releitura da obra.