@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

ProAC

Projetos de Capoeira receberão apoio do ProAC

A Secretaria da Cultura do Estado anunciou a decisão de apoiar, difundir, fomentar, preservar e valorizar a cultura da Capoeira em todo o estado. De acordo com a resolução, não só devido à característica de patrimônio cultural imaterial, mas também pela transversalidade na música, dança e acrobacia, projetos que envolvam a Capoeira poderão agora ser contemplados por meio do programa ProAC – Programa de Ação Cultural, nas modalidades Editais e ICMS.

“A Capoeira ou Capoeiragem é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música, distinguindo-se da maioria das outras artes marciais pelos seus instrumentos musicais típicos e canções patrimonializadas.”
Romildo Campello
Secretário da Cultura do Estado de São Paulo

A Capoeira foi registrada em 2008 como bem cultural nacional pelo Ministério da Cultura por meio do IPHAN e, em 2014, devido à sua expressão cultural, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco.

Para o ProAC Editais, os projetos poderão ser inscritos nos segmentos de Dança, Culturas Negras ou Culturas Populares e Tradicionais. E no ProAC ICMS, nos segmentos de Cultura Popular ou Projetos Especiais.

 

Sobre o ProAC

Desde a sua criação, em 2006, o Programa de Ação Cultural (ProAC) já contemplou mais de 5.400 projetos, em 394 editais, nos mais diversos segmentos, como teatro, dança, artes cênicas, música, circo, festivais, artes visuais, museus e arquivos, cultura e cidadania, literatura, audiovisual e projetos multidisciplinares. O objetivo do ProAC Editais é fomentar e difundir a produção artística em todas as regiões do estado, apoiando financeiramente projetos artísticos. No ProAC ICMS, o Governo do Estado de São Paulo abre mão de arrecadar parte do ICMS para que empresas apliquem o valor correspondente em projetos culturais, inclusive restauro de patrimônios históricos. Para mais informações, acesse www.proac.sp.gov.br.

PROAC Editais em Preservação de Acervos Museológicos: projetos premiados serão apresentados no 10EPM

10º Encontro Paulista de Museus acontece de 18 a 20 de julho no Memorial da América Latina

A mesa de apresentação de projetos premiados nos editais do ProAC em Preservação de Acervos Museológicos será realizada no dia 19 de julho, às 17h00, no 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM), realização do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com a ACAM Portinari. A ação faz parte do segundo dia de programação do evento, que acontece de 18 a 20 de julho, no Memorial da América Latina.

Participam Fabiana da Rocha, coordenadora geral do Projeto de Preservação e Informatização do Acervo Museológico do Museu Ferroviário Regional de Bauru; Maurício Rafael, supervisor de Museologia e Acervos do Museu da Cidade São Paulo/Departamento dos Museus Municipais; João de Pontes Júnior, bibliotecário do Departamento dos Museus Municipais; e João Ornellas, representante do Museu de Paleontologia Pedro Candolo de Uchoa.

Na entrevista abaixo, os participantes da mesa falam sobre os projetos premiados, a importância dos editais do ProAC para os museus e comentam sobre como a realização do EPM é importante para o setor.

SISEM-SP: Qual é a importância dos museus se inscreverem para editais do ProAC?

Fabiana da Rocha: Os editais do ProAC possibilitam ações que, muitas vezes, seriam de difícil realização com as verbas municipais. A participação dos municípios, através da inscrição de projetos, apresenta as demandas de diferentes cidades do Estado de São Paulo, bem como os projetos já contemplados apresentam soluções para os mais diferentes problemas e obstáculos do setor museológico. Todos os municípios deveriam participar desse processo, pois é um aprendizado importante e uma análise fundamental de nossas instituições. Pensarmos nas principais demandas e criarmos possibilidades de atendê-las é o ponto de partida para desenvolvermos ótimos projetos, e os editais ProAC abrem portas fundamentais para a realização dessas ações.

João Ornellas: A participação dos museus nos editais do ProAC é de fundamental importância, pois a maioria absoluta dos museus do interior, em especial os pequenos museus de cidades menores, tem dificuldades ímpares, inclusive para a aquisição de insumos básicos para o funcionamento, e precisam, assim, estar engajados, buscarem parceiros, bem como projetos para se estruturarem e se desenvolverem, já que a cultura continua não sendo levada em conta em muitos lugares.

Maurício Rafael e João de Pontes Júnior: Vivemos em um momento em que equipamentos culturais, a cultura e, principalmente, os museus passam por muita dificuldade financeira. A inscrição e participação dos museus, além de trazer um “alento” financeiro, traz também várias possibilidades do tratamento, conservação e preservação dos acervos museológicos, possibilitando sua extroversão e visibilidade pelo cidadão, seja pela disponibilização por meios digitais como exposições e catálogos.

SISEM-SP: Qual a importância de um evento como o 10EPM para o setor museológico no Brasil?

Fabiana da Rocha: O encontro é fundamental para que as principais ações no setor museológico possam ser difundidas, bem como para que os problemas enfrentados por muitas dessas instituições sejam debatidos coletivamente em busca de soluções criativas. O município de Bauru sempre participa dos encontros e todo ano os participantes trazem ideias e novas possibilidades.

João Ornellas: A troca de experiências, de conhecimentos, as possibilidades de respostas aos questionamentos do dia a dia, o acesso direto a informações pertinente, além da possibilidade de vivenciar tudo aquilo relacionado a museu são algumas das possibilidades proporcionadas por um encontro como esse, que é de suma importância para nós que vivenciamos o cotidiano totalmente voltado para o tema museu.

Maurício Rafael e João de Pontes Júnior: O Encontro Paulista de Museus em sua décima edição deixa claro que, cada vez mais, se faz necessária a criação de momentos para pararmos e refletirmos, por meio de discussões, qual caminho queremos seguir, como estamos andando e onde queremos chegar com os espaços museais e seus acervos, além de possibilitar discussões transversais e interdisciplinares entre os participantes do evento.

 

SERVIÇO

Mesa 5: Apresentação de projetos premiados no edital ProAC Preservação de Acervos Museológicos

Onde:  Memorial da América Latina, durante 10EPM

Endereço:  Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda, São Paulo – SP

Quando:  19 de julho, às 17h

Informações:  (11) 3339-8111

 

 

Informações para a imprensa

SISEM-SP | Outras Palavras Comunicação Empresarial

Ana Cândida Tofeti: (16) 9 9128-9419 / anacandida@outras.com.br

Lucas Lourenço: (16) 9 9209-9004 / lucas@outras.com.br

Telefone: (16) 3610-2554

Site: www.outras.com.br

Facebook: facebook.com/opalavras

 

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Stephanie Gomes – (11) 3339-8243 – stgomes@sp.gov.br

Bete Alina Skwara – (11) 3339-8164 – betealina.culturasp@gmail.com

 

 

Encontro sobre Economia Criativa reuniu governador e prefeitos

O governador Márcio França participou hoje, na Secretaria da Cultura do Estado, de um encontro com prefeitos sobre economia criativa e inovação, juntamente com o secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Romildo Campello, e a secretária-adjunta da Cultura, Patrícia Penna. Estiveram presentes prefeitos de municípios da região metropolitana de São Paulo e também das regiões de Sorocaba, Itapeva, Bauru e Jundiaí. O governador também encontrou prefeitos de 21 municípios contemplados pelo programa ProAC Municípios, da Secretaria da Cultura.

“A cultura e a economia criativa têm a força de enraizar conceitos e ainda gera renda e atividade econômica”, afirmou o governador Márcio França. “A cultura tem a sua dimensão artística e a dimensão da criatividade como forma de gerar riqueza a partir do nosso patrimônio cultural e das nossas tradições”, disse o secretário Romildo Campello.

A secretária-adjunta da Cultura Patrícia Penna falou sobre o evento que organiza, Futuro na Cultura, nos dias 10 e 11 de agosto, no Memorial da América Latina, e convidou as prefeituras presentes. “A economia criativa trabalha com novos paradigmas e com a transversalidade, unindo áreas como cultura, educação, trabalho e turismo”, exemplificou.

 

ProAC Municípios

Foto: Joca Duarte

Na ocasião, ocorreu a assinatura de convênios com 21 municípios contemplados pelo programa ProAC Municípios, da Secretaria da Cultura do Estado.

Para Benedito Rocha,  do município de Pardinho, a iniciativa “vai ser de grande valia para os municípios pequenos, com projetos que podem tirar a juventude das ruas. É assim que a gente inicia um Brasil maior”. Para Henrique Magalhães Teixeira, vice-prefeito e prefeito interino de Campinas,  o ProAC Municípios “é uma iniciativa louvável do Governo do Estado”.

O prefeito do município de Caieras, Gersinho Romero, classificou o modelo do ProAC Municípios como “espetacular”.  Segundo ele, “é uma forma de fortalecer a tradição de cada cidade e de cada região poder identificar os seus artistas”.

Projetos premiados no edital de Difusão de Acervos Museológicos do PROAC serão apresentados no 10EPM

Ação faz parte da programação do segundo dia do 10º Encontro Paulista de Museus

 

Em 19 de julho, segundo dia de programação do 10º Encontro Paulista de Museus (10EPM), será realizada, às 16h00, a mesa de apresentação de projetos premiados no edital do PROAC de Difusão de Acervos Museológicos. O 10EPM ocorre de 18 a 20 de julho, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Participam Leonice Parajara, diretora de arte-educação da Casa do Olhar Luiz Sacilotto, de Santo André; Renata Gava, diretora do Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes, em Piracicaba; Rodrigo Santos, museólogo do Museu Arquidiocesano de Arte Sacra de Campinas; e a museóloga independente Susana Costa. A mediação será feita por Higor Advenssude, representante regional do SISEM-SP na região de Araçatuba.

Na entrevista a seguir, os participantes da mesa falam sobre a importância dos editais do PROAC para os museus e comentam sobre como a realização do EPM é relevante para o setor.

SISEM-SP: Qual é a importância de editais do PROAC para o setor museológico?

Leonice Parajara: Os PROAC voltados a museus (Preservação e Difusão de Acervos) são uma ferramenta de extrema importância para auxiliar na melhoria e na profissionalização das atividades das instituições, uma vez que a Cultura vem recebendo cada vez menos suporte financeiro e as instituições museológicas são as primeiras a sofrer este corte. Além de proporcionar o intercâmbio entre instituições e a excelência nas atividades prestadas aos visitantes.

Renata Gava e Rodrigo Santos: O PROAC-Museus representa uma importante ferramenta de incentivo ao financiamento e fomento para o desenvolvimento dos projetos dos museus, estimulando-os a se desenvolverem. Analisamos também a importância desses editais como um exercício interno de grande valia para os museus, na medida em que, ao incentivar a produção de projetos, os estimula também a estarem estruturados internamente. 

Susana Costa: Com a sistemática dificuldade de verbas e perante as necessidades que o setor enfrenta, da salvaguarda à comunicação, os editais possibilitam, com alguma criatividade, melhorias e promoção de museus e equipes. Possibilita a realização de alguns projetos muito válidos que sem essa verba jamais sairiam do papel, tendo em conta necessidades correntes estruturais e de falta de pessoal que atravessam.

SISEM-SP: Qual a importância de um encontro como o 10EPM para o setor museológico?

Leonice Parajara: O Encontro Paulista de Museus é um espaço em que podemos encontrar nossos pares, trocar experiências e conhecimentos adquiridos, bem como aprender cada vez mais por meio de ações realizadas por outras instituições museológicas no Estado de São Paulo, no Brasil e no exterior. Além de proporcionar o fortalecimento do setor museológico paulista e apresentar ao Brasil um evento que há dez anos acontece e que cada vez mais aproxima as instituições correlatas.

Renata Gava e Rodrigo Santos: O 10EPM representa um marco no setor mesológico nacional. O evento abriu caminho e se consolidou nesse cenário como um extraordinário palco para discussão de temas importantes da área museológica.

Susana Costa: É um encontro de ideias e práticas, de articulação de possibilidades e dificuldades, que traz para os profissionais de museus do Estado a reflexão de temáticas internacionais que fazem parte da agenda museológica. O encontro e sistema de comunicação democrático que adota nas redes sociais permite acesso e divulgação de discussões que acabam por se destacar e propagar ao nível nacional.

Sta Bárbara sedia Tira-Dúvidas ProAC e palestra sobre economia criativa

O “Tira-Dúvidas ProAC” acontece nesta quarta-feira (20/6), das 13h às 17h, no Teatro Municipal “Manoel Lyra” de Santa Bárbara d’Oeste. A ação da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo traz explanações sobre os programas de incentivo à cultura: ProAC Editais, ProAC ICMS e Elaboração de projetos, Economia criativa e demais ações, com a presença da secretária-adjunta da Cultura do Estado de São Paulo, Patrícia Penna. Com entrada franca, não é necessário realizar inscrições.
 
Patrícia apresentará as ações de fomento e desenvolvimento da Economia criativa do Estado aos gestores e artistas. Também haverá palestras ministradas por Jenipher Queiroz (ProAC ICMS), Angélica Veiga (ProAC EDITAIS) e André Pomba (Elaboração de projetos) com o objetivo de abrir um canal de diálogo e esclarecendo a todos os interessados a respeito dos programas. Ao final será aberto um bate papo com os profissionais.
 
O ProAC Editais lança prêmios que financiam diretamente projetos culturais de diversas modalidades e linguagens de fomento, disseminação e circulação de obras culturais e artísticas, sendo espetáculos teatrais, apresentações musicais, festivais, lançamento de livros, entre outros.
 
Já o ProAC ICMS realiza credenciamento e aprovação de projetos dos mais variados segmentos e ações culturais para financiamento por meio de incentivo fiscal e direcionamento por parte da iniciativa privada de recursos do imposto ICMS.
 
O Teatro Municipal “Manoel Lyra” está localizado na Rua João XXIII, 61, no Centro. Mais informações podem ser obtidas no telefone (19) 3464.9424.

ProAC Editais: Secretaria prorroga prazo de inscrições para as áreas de arquivos, museus e culturas indígenas

Inscrições vão até 29 de junho e devem ser feitas pelo site www.proac.sp.gov.br;

prêmios variam entre R$ 20 mil e R$ 75 mil cada

 

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo prorrogou as inscrições para cinco editais do Programa de Ação Cultural (ProAC) de 2018. Pessoas Físicas podem inscrever projetos até 29 de junho para quatro concursos nas áreas de arquivos, museus e para culturas indígenas. Juntos, os concursos contemplarão 32 projetos, com prêmios que variam entre R$ 20 mil e R$ 75 mil cada. Além disso, no mínimo 50% dos selecionados serão de proponentes da Grande São Paulo, interior e litoral. As inscrições devem ser feitas pelo site www.proac.sp.gov.br. Os editais completos estão disponíveis no mesmo endereço.

Arquivos

Nos concursos de Difusão e Acesso em Arquivos Permanentes e Gestão e Preservação em Arquivos Permanentes, o prêmio será de R$ 50 mil para cada um dos dois contemplados por edital.

Museus

Para o concurso de Difusão de Acervos Museológicos, serão premiados oito projetos, com R$ 30 mil cada. Oito projetos receberão R$ 75 mil cada por meio do edital de Preservação de Acervos Museológicos. Nos concursos de Difusão e Acesso em Arquivos Permanentes e Gestão e Preservação em Arquivos Permanentes, o prêmio será de R$ 50 mil para cada um dos dois contemplados por edital.

Culturas Indígenas

Para o edital de Promoção das Culturas Indígenas, serão selecionados projetos que favoreçam as condições de reprodução, continuidade, promoção do conhecimento e do reconhecimento da importância dessas culturas no processo de construção da sociedade paulista. O edital premiará 12 projetos com prêmios de R$ 20 mil cada.

 

Confira o detalhamento de cada edital:

ARQUIVOS

Difusão e Acesso em Arquivos Permanentes

Pessoa Física

2 projetos, com prêmios de R$ 50 mil cada

Gestão e Preservação em Arquivos Permanentes

Pessoa Física

2 projetos, com prêmios de R$ 50 mil cada

MUSEUS

Difusão de Acervos Museológicos

Pessoa Física

8 projetos, com prêmios de R$ 30 mil cada

Preservação de Acervos Museológicos

Pessoa Física

8 projetos, com prêmios de R$ 75 mil cada

Difusão e Acesso em Arquivos Permanentes

Pessoa Física

2 projetos, com prêmios de R$ 50 mil cada

Gestão e Preservação em Arquivos Permanentes

Pessoa Física

2 projetos, com prêmios de R$ 50 mil cada

CULTURAS INDÍGENAS

Promoção das Culturas Indígenas

Pessoa Física

12 projetos com prêmios de R$ 20 mil cada.

 

Mais editais com inscrições abertas

Ainda estão abertas as inscrições para concursos nas áreas de Hip Hop, Literatura, Saraus Culturais, Economia Criativa, LGBT, Culturas Negras e Culturas Populares e Tradicionais. Mais informações no site www.proac.sp.gov.br.

 

Sobre o ProAC Editais

Desde a sua criação, em 2006, o Programa de Ação Cultural (ProAC) já contemplou mais de 5.400 projetos, em 394 editais, nos mais diversos segmentos, como teatro, dança, artes cênicas, música, circo, festivais, artes visuais, museus e arquivos, cultura e cidadania, literatura, audiovisual e projetos multidisciplinares. O objetivo do ProAC Editais é fomentar e difundir a produção artística em todas as regiões do estado, apoiando financeiramente projetos artísticos.

Um estímulo aos editais municipais de cultura

Criado no início de abril pela Secretaria da Cultura do Estado, o ProAC Municípios é uma modalidade do Programa de Ação Cultural que selecionará cidades interessadas em abrir seus próprios concursos para promoção da cultura local. Desta forma, daremos continuidade a um dos objetivos principais da pasta: descentralizar as políticas culturais no estado, em consonância com a gestão do governador Márcio França.

A Secretaria está com credenciamento aberto para prefeituras interessadas em participar e os municípios contemplados receberão repasses que variam de R$ 100 mil a R$ 300 mil, de acordo com o tamanho da cidade. Os projetos deverão, obrigatoriamente, estar previstos na legislação municipal, ter a forma de concursos/editais, oferecer contrapartidas mínimas e selecionar iniciativas de artistas ou agentes culturais locais que receberão premiações de até R$ 25 mil.

Consideramos de extrema importância esta iniciativa que vem somar-se ao mínimo de 50% dos selecionados no ProAC serem proponentes da Grande São Paulo, interior e litoral. Apesar de sua pujança, acreditamos que a capital não deve, sozinha, determinar o que se faz na área cultural. Por sermos uma Secretaria estadual, é fundamental estimularmos a participação do interior para que a diversidade paulista realmente apareça, com sua cultura tão importante, rica, diversificada e que pode se tornar referência em outros municípios, inclusive na capital. Prova disso é o projeto Revelando São Paulo que, em sua última edição, em novembro do ano passado, contou com 170 municípios que vieram até a capital mostrar suas produções culturais.

As inscrições ao ProAC Municípios vão até dia 20 de maio e devem ser realizadas no site www.proac.sp.gov.br. Estamos otimistas que teremos um grande número de prefeituras participantes. Então, fica aqui esse convite a todos os gestores municipais, pois é a participação de cada cidade paulista que tornará importante essa modalidade do ProAC, possibilitando o fomento e a difusão da cultura por todo o estado de São Paulo a partir do trabalho dos artistas e agentes de cada localidade.

Por Romildo Campello, Secretário de Estado da Cultura de São Paulo

Encontro tira-dúvidas do ProAC Municípios é realizado!

Foto: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Na última quinta-feira, dia 5/4, mais de 100 dirigentes de todo o estado de São Paulo estiveram presentes no auditório da Secretaria da Cultura do Estado, na capital. Vieram para conhecer as ações e programas desenvolvidos pela pasta em todo o estado e discutir novos caminhos e parcerias com o governo estadual na área da cultura.

Na abertura dos trabalhos, o  secretário da Cultura do Estado, José Luiz Penna, afirmou que “fazer cultura no Brasil é estar na vanguarda política para a recuperação da nossa economia. As melhores pessoas tem que estar nos equipamentos de cultura porque elas vão fazer a mudança política”.

Durante o encontro, Penna também anunciou o lançamento do ProAC Municípios, novo edital voltado aos municípios que receberá investimento de R$ 3 milhões da Secretaria da Cultura do Estado. Penna aproveitou para fazer um breve balanço sobre sua atuação na pasta, que acaba de completar um ano.

“Tenho a sensação de ter cumprido a missão de chegar mais perto de todos, principalmente compreendendo o momento político que vivemos. Deixo plantado um time de primeira qualidade para tocar esse projeto de popularização da cultura.”
José Luiz Penna
Secretário da Cultura do Estado de São Paulo

Quem participou?

Esse foi o primeiro Encontro de Dirigentes que a coordenadora de Cultura da cidade de Fartura, Julielli Garni, que assumiu a pasta no ano passado, participou. “Já tinha conhecimento de grande parte desses programas, mas não sabia como entrar em contato. Todos reclamam da falta de recursos, mas há meio para se ter boas atrações e proporcionar momentos culturais interessantes nos municípios”.

Há um mês e dez dias na pasta, a Secretária da Cultura de Botucatu, Maria Cristina Cury, participou do encontro pela primeira vez. “Estar presente nesse evento foi essencial para poder levar as informações para minha cidade, não apenas como secretária, mas também como artista. Foi muito esclarecedor”.

O diretor de Cultura e Turismo de Itapira, região de Campinas, Ricardo Pecego destaca a importância do encontro. “Este evento é muito importante porque a gente aprende até com a dúvida dos outros municípios”, diz. “A abertura que a Secretaria da Cultura do Estado dá é ótima porque todos os departamentos falam de forma independente e a gente acaba tendo uma visão do todo muito clara”.

“Com os encontros a gente pode conhecer os programas e tirar as dúvidas. Voltamos para os municípios com mais clareza das coisas”, diz Gilberto Fernandes dos Santos, diretor de Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Miracatu.

“O encontro foi altamente esclarecedor, tiramos muitas dúvidas com os coordenadores de cada área. E o lançamento do ProAC Municípios era um sonho. Nós já temos Projeto Guri, Circuito Cultural Paulista, e estamos com muita expectativa de fazermos ainda mais pela cultura do nosso município”, diz o Secretário de Cultura e Turismo de Pirassununga, Roberto Donizetti Bragagnollo.

“O Tira-Dúvidas é um evento muito importante porque sempre surge um debate, uma questão nova esclarecida, o que facilita o entendimento do trabalho da Secretaria, que tem uma gama de programas muito grande. É muito importante também a abertura para sugestões. Muitas questões que foram apontadas em outros momentos acabam virando programas e isso mostra o retorno da Secretaria para os municípios”, diz Luciano Dami,  diretor de Cultura de Batatais.

Editais municipais do ProAC recebem R$ 3 milhões!

O Secretário da Cultura do Estado, José Luiz Penna, anunciou o lançamento do ProAC Municípios, a mais nova iniciativa da pasta voltada ao fomento e difusão da cultura no estado de São Paulo.

Na nova modalidade, os municípios contemplados receberão repasses que variam de R$ 100 mil a R$ 300 mil, de acordo com o tamanho da cidade, para realizar seus próprios projetos culturais. Os projetos deverão, obrigatoriamente, estar previstos na legislação municipal, ter a forma de concursos/editais, oferecer contrapartidas mínimas e selecionar iniciativas de artistas ou agentes culturais locais que receberão premiações de até R$ 25 mil.

As prefeituras interessadas poderão inscrever seus projetos através do site http://www.proac.sp.gov.br, no período de 20 de abril a 20 de maio. O edital será disponibilizado em breve tanto no site do ProAC quanto no da Secretaria da Cultura – http://www.cultura.sp.gov.br.

"O ProAC Municípios vem para reforçar nosso compromisso com a descentralização da cultura, através da capilarização dos investimentos por todas as regiões administrativas do estado."
José Luiz Penna
Secretário da Cultura do Estado de São Paulo

Secretaria da Cultura lança editais nas áreas de teatro, dança, música, artes cênicas e festivais

144 projetos serão selecionados em 14 concursos, com prêmios entre R$ 25 mil e R$ 160 mil cada; inscrições devem ser feitas pelo site www.proac.sp.gov.br

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo abre inscrições para os primeiros editais do Programa de Ação Cultural (ProAC) de 2018. Serão contemplados 144 projetos de Pessoas Físicas e Jurídicas, em 14 concursos nas áreas de música, teatro, dança, artes cênicas e festivais. Os prêmios variam entre R$ 25 mil e R$ 160 mil cada. Além disso, no mínimo 50% dos selecionados serão de proponentes da Grande São Paulo, interior e litoral.  As inscrições começam nos dias 27, 28 ou 29 de março, de acordo com cada edital, e devem ser feitas pelo site www.proac.sp.gov.br. Os editais completos estão disponíveis no mesmo endereço.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Entre as novidades do calendário 2018, ndário 2018, destacam-se os editais de apoio a Festivais de Música para Novos Talentos, Gravação de Álbum Inédito com Apresentação de Espetáculos de Música Alternativa ou Eletrônica e Fomento e Difusão de Bandas Marciais e Fanfarras, destinados a Pessoas Físicas, que serão lançados já neste primeiro bloco. Além destes, outros cinco concursos nas áreas de música, dança e teatro também oferecem oportunidades para Pessoas Físicas.

Teatro

O edital de apoio à Produção de Espetáculo Inédito e Temporada de Teatro é destinado a Pessoas Jurídicas e premiará 20 projetos em dois módulos: o módulo 1 selecionará 14 projetos com prêmios de R$ 85 mil cada, enquanto o módulo 2 premiará seis projetos no valor de R$ 160 mil cada. Já o concurso voltado para Circulação de Espetáculo de Teatro, premiará 14 projetos de Pessoas Jurídicas, com prêmios de R$ 105 mil cada. Por fim, o concurso Jovens Artistas para Produção de Primeiras Obras de Espetáculo e Temporada de Teatro, destinado a Pessoas Físicas, selecionará 10 proponentes com idade entre 18 e 29 anos. Cada um receberá R$ 35 mil para a execução do projeto.

Dança

Na área da dança, serão 24 projetos selecionados. Destinados a Pessoas Jurídicas, os editais de apoio à Produção de Espetáculo Inédito e Temporada de Dança e  Circulação de Espetáculo de Dança irão contemplar oito projetos cada, com prêmios de 105 mil para cada um dos selecionados. Proponentes que sejam Pessoas Físicas poderão enviar seus projetos para o concurso de Jovens Artistas para Produção de Primeiras Obras de Espetáculos e Temporada de Dança. Os oito selecionados receberão R$ 35 mil cada.

Artes Cênicas

Voltados para Pessoas Jurídicas, os concursos de apoio à Produção de Espetáculo Inédito e Temporada de Artes Cênicas para o Público Infantil e/ou Juvenil e Circulação de Espetáculo de Artes Cênicas para o Público Infantil e/ou Juvenil irão contemplar 12 proponentes cada, com prêmios de R$ 85 mil.

Festivais

O edital de apoio a Festivais de Música para Novos Talentos visa a consolidação de artistas e/ou grupos musicais, que tenham no máximo cinco anos de carreira, nunca tenham lançado álbum físico (CD, LP, DVD) e que não possuam vínculos contratuais vigentes com gravadoras, selos ou agências que administram carreiras. Serão selecionados quatro projetos de Pessoas Físicas, que receberão R$ 150 mil cada para a realização dos festivais.

Música

Os editais da área de música serão todos voltados para Pessoas Físicas. O concurso de apoio à Gravação de Álbum Inédito com Apresentação de Espetáculos de Música Alternativa ou Eletrônica, selecionará 12 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada. Para este edital, podem participar artistas e/ou grupos que não possuam vínculos contratuais vigentes ou já tenham lançado álbum físico (CD, LP, DVD) com gravadoras, selos ou agências que administram carreiras. Os gêneros preferencialmente apoiados serão rock (incluindo indie, pop rock, heavy metal e punk rock), reggae, blues e música eletrônica (incluindo techno, house e dance music).

Fomento e Difusão de Bandas Marciais e Fanfarras irá premiar 10 projetos com R$ 40 mil cada. O concurso permite intercâmbio com outras bandas e fanfarras por meio de campeonatos ou eventos, além da atualização, preservação e manutenção dos instrumentos musicais, uniformes e demais aparatos utilizados.

Haverá outros três editais voltados à música: Gravação de Álbum Inédito e Apresentação de Espetáculos de Música Popular, que irá premiar 12 projetos com R$ 80 mil cada; Gravação de Álbum Inédito e Apresentação de Espetáculos de Música Popular Instrumental, que selecionará 10 projetos, com prêmios de R$ 80 mil cada; e, por fim, o edital de apoio à Gravação de Álbum Inédito e Apresentação de Espetáculos de Música Erudita, que premiará quatro proponentes com R$ 80 mil cada.

Confira o detalhamento e o período de inscrição de cada edital:

TEATRO

Produção de espetáculo inédito e temporada de teatro

Pessoa Jurídica

20 projetos, sendo 14 com prêmios de R$ 85 mil (módulo 1) e 06 com prêmios de R$ 160 mil (módulo 2)

Inscrições: de 27 de março a 10 de maio

Circulação de espetáculo de teatro

Pessoa Jurídica

14 projetos com prêmios de R$ 105 mil cada.

Inscrições: de 27 de março a 10 de maio

Jovens artistas para produção de primeiras obras de espetáculo e temporada de teatro

Pessoa Física

10 projetos com prêmios de R$ 35 mil cada.

Destinado a jovens artistas com idade entre 18 e 29 anos.

Inscrições: de 27 de março a 10 de maio

DANÇA

Produção de espetáculo inédito e temporada de dança

Pessoa Jurídica

08 projetos com prêmios de R$ 105 mil cada.

Inscrições: de 28 de março a 11 de maio

Circulação de espetáculo de dança

Pessoa Jurídica

08 projetos com prêmios de R$ 105 mil cada.

Inscrições: de 28 de março a 11 de maio

Jovens artistas para produção de primeiras obras de espetáculo e temporada de dança

Pessoa Física

08 projetos com prêmios de R$ 35 mil cada.

Inscrições: de 28 de março a 11 de maio

ARTES CÊNICAS

Produção de espetáculo inédito e temporada de artes cênicas para o público infantil e/ou juvenil

Pessoa Jurídica

12 projetos com prêmios de R$ 85 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 15 de maio

Circulação de espetáculo de artes cênicas para o público infantil e/ou juvenil

Pessoa Jurídica

12 projetos com prêmios de R$ 85 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 15 de maio

FESTIVAIS

Festivais de música para novos talentos

Pessoa Física

04 projetos com prêmios de R$ 150 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 14 de maio

MÚSICA

Gravação de álbum inédito com apresentação de espetáculos de música alternativa ou eletrônica no Estado de São Paulo

Pessoa Física

12 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 14 de maio

Apoio a projetos de fomento e difusão de bandas marciais e fanfarras

Pessoa Física

10 projetos com prêmios de R$ 40 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 14 de maio

Gravação de álbum inédito e apresentação de espetáculos de música popular

Pessoa Física

12 projetos com prêmios de R$ 80 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 15 de maio

Gravação de álbum inédito e apresentação de espetáculos de música popular instrumental

Pessoa Física

10 projetos com prêmios de R$ 80 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 15 de maio

Gravação de álbum inédito e apresentação de espetáculos de música erudita

Pessoa Física

04 projetos com prêmios de R$ 80 mil cada.

Inscrições: de 29 de março a 14 de maio

Sobre o ProAC Editais

Desde a sua criação, em 2006, o Programa de Ação Cultural (ProAC) já contemplou mais de 5.400 projetos, em 394 editais, nos mais diversos segmentos, como teatro, dança, artes cênicas, música, circo, festivais, artes visuais, museus e arquivos, cultura e cidadania, literatura, audiovisual e projetos multidisciplinares. O objetivo do ProAC Editais é fomentar e difundir a produção artística em todas as regiões do estado, apoiando financeiramente projetos artísticos.

Para conhecer a programação cultural de todo o estado, acesse o site da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo: www.cultura.sp.gov.br. Acompanhe também nas mídias sociais:

Facebook: /culturasp

Twitter: @culturasp

Instagram: /culturasp  

Instituto Vedacit abre inscrições para projetos culturais via ProAC

O Instituto Vedacit oferece uma linha de incentivo para projetos culturais via ProAC ICMS, da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. O objetivo é selecionar iniciativas que tenham sinergia com a missão do Instituto, contribuindo com o desenvolvimento das cidades do futuro, estimulando a harmonia entre pessoas, moradias e espaços urbanos.

A chamada de projetos faz parte da política de patrocínio da Vedacit, criada em 2018 para garantir a transparência nos critérios estabelecidos e no processo seletivo perante a sociedade. A política prevê o uso de leis de incentivo estaduais e federais, que serão destinadas especialmente para áreas cultural, esportiva e projetos via fundos da infância e adolescência.

Para o Instituto é importante identificar projetos que tenham a capacidade de integrar uma rede cultural, ou seja, que possam ser flexíveis e complementares uns aos outros, interagindo entre si e ampliando o leque de atuação de todos para que a política promova maior impacto social nas localidades escolhidas. Para o patrocínio via ProAC foram selecionadas cinco mesorregiões no interior do Estado: Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Bauru e Piracicaba (incluindo os municípios vizinhos).

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail institutovedacit@vedacit.com.br, porém é importante consultar a Política e baixar o Formulário para envio pelo site www.institutovedacit.org.br. Todos os projetos recebidos passam pela curadoria da equipe do Instituto, responsável pela seleção, que analisa critérios como área de atuação, região, orçamento solicitado e objetivos a serem alcançados. Os selecionados seguem com a recomendação dada pela curadoria para um comitê interno para avaliação final e validação. “Nos preocupamos em fazer uma seleção justa e transparente, garantindo a seleção dos que estiverem em sinergia com as linhas de atuação do Instituto”, afirma Luis Fernando Guggenberger, gerente de Sustentabilidade da Vedacit.

O Instituto Vedacit tem como tema central as Cidades do Futuro, incentivando soluções que permitam às pessoas se conectar com suas comunidades e transformá-las num lugar melhor para se viver. Suas linhas de atuação estão divididas em: Cidades Criativas – com projetos culturais proporcionando maior ocupação e interação com os espaços públicos, estimulando a reflexão e o protagonismo da população na solução dos problemas locais; Cidades Inteligentes – contribuindo na formação de jovens com alternativas de trabalho e empreendedorismo; e Cidades Sustentáveis – com investimentos em negócios sociais e projetos esportivos que promovam a melhoria da qualidade de vida e do bem-estar.

Entre os primeiros projetos patrocinados via ProAC em 2017, ano de criação do Instituto Vedacit, estão:

  • Histórias em Jogo, realizado pelo Museu da Pessoa – jovens produzem e compartilham histórias dos moradores e de seus bairros. Conhecer mais sobre o local onde vivem amplia o vínculo com a comunidade, incentivando o cuidado dos espaços públicos, mobilizando cidadãos para proteger a cidade e construir juntos um futuro melhor.
  • Caravana Fotográfica, desenvolvido pela ONG ImageMagica – por meio de oficinas de fotografia os alunos da rede pública foram estimulados a refletir, desenvolver diferentes olhares, novas ideias e a produzir imagens que expõem de maneira construtiva o tema escolhido, discutindo assuntos relevantes como o empoderamento feminino e o papel da mulher na construção da cidade.
  • Perspective Hub, produzido pela Unibes Cultural – incentiva a cultura e promove iniciativas educacionais oferecendo cursos gratuitos de cinema de animação, desenvolvimento de videogame, trilha sonora de cinema e TV, técnicas de escrita literária, e fomentando a criação de startups por jovens empreendedores.

Confira o calendário do ProAC Editais 2018!

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo divulgou calendário 2018 do Programa de Ação Cultural (ProAC), na modalidade Editais. Neste ano, serão lançados 47 editais, que irão contemplar 467 projetos. O investimento em premiação será de R$ 29 milhões.

Além dos 43 editais já publicados em anos anteriores, serão lançados cinco novos editais. A linguagem música ganhará dois concursos de estímulo: Bandas Marciais e Fanfarras (10 projetos com prêmio de R$ 40 mil cada) e Música Eletrônica e Alternativa: Rock, Reggae e Outros (12 projetos com prêmio de R$ 25 mil cada). Em festivais, o edital Festival de Música para Novos Talentos contemplará os escolhidos com quatro prêmios no valor de R$ 150 mil cada. Já a linguagem multidisciplinar premiará 15 projetos nos concursos Ações de Internacionalização das Produções Artísticas, no valor de R$ 38 mil cada, e Projetos Culturais para Artistas Residentes em Pequenos Municípios no Estado de São Paulo, com 16 prêmios no valor de R$ 20 mil cada.

Para o secretário da Cultura do Estado José Luiz Penna, a ampliação do número de editais reflete a importância do programa: “O ProAC Editais é um grande estímulo para os artistas de todo o Estado, tanto da capital quanto dos pequenos municípios que, agora, serão especialmente contemplados.” Penna reforça que serão destinados mais recursos para o programa com foco direto em municípios e ressalta a diversidade do público a ser alcançado: “Apontamos para o futuro, com o edital de música eletrônica, mas não esquecemos da tradição, com as bandas e fanfarras”, observa.

Os primeiros editais devem ser lançados já no mês de março, nos seguintes segmentos: teatro (quatro editais); dança (três editais); artes cênicas (dois editais) e música (seis editais). O calendário completo com o nome dos editais, valores e mês de publicação previsto está disponível aqui.

Todos os editais são publicados no Diário Oficial do Estado (www.imprensaoficial.com.br) e também são disponibilizados no site www.proac.sp.gov.br.

Comunidade japonesa de Birigui é assunto de livro sobre a imigração japonesa no Brasil

Foto: Escola nipo-brasileira em Birigui (crédito: Acervo MHIJB)

 

Contemplado pelo Programa de Ação Cultural – ProAC de Difusão de Acervos Museológicos no Estado de São Paulo, o projeto “Retratos da Infância na Imigração Japonesa ao Brasil” resultou em um livro ilustrado dos autores Monica Musatti Cytrynowicz e Roney Cytrynowicz, que será lançado no próximo dia 3 de março, em São Paulo, no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil (Rua São Joaquim, 381 – 9º andar). A obra abrange todo o estado, incluindo imagens e informações sobre municípios que receberam imigrantes japoneses e comunidades nipo-brasileiras, como Bastos, Cotia, Lins, Avaré, Mogi das Cruzes, Paraguaçu Paulista, Birigui e Santos.

Com seleção de fotografias e imagens de objetos, livros e outros itens, o livro é uma amostra do extenso acervo do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil – que contém, além dos itens expostos de forma permanente em seus três andares, um extenso arquivo histórico, uma biblioteca e uma reserva técnica.

Foram selecionadas 250 fotografias e imagens de brinquedos, kimonos, livros escolares e de ficção, quadros e outros itens que contam a história do cotidiano das crianças imigrantes desde 1908 até a celebração dos 50 anos da imigração japonesa, em 1958. Com base na pesquisa, foram definidos capítulos sobre a emigração e a viagem no navio, o trabalho nas fazendas e colônias agrícolas, a escola, os livros, brinquedos e brincadeiras, festas e celebrações, esportes, passeios, lazer, o cotidiano da casa e os anos do pós-guerra. Ao lado das imagens, uma pesquisa e seleção de textos de memória, de literatura e de história compõem uma narrativa que complementa e procura uma aproximação com o universo da infância imigrante.

 

Comunidade japonesa de Santos é assunto de livro sobre a imigração japonesa no Brasil

Foto: Crianças no navio Santos Maru (livro: Retratos da Infância na Imigração Japonesa ao Brasil)

 

Contemplado pelo Programa de Ação Cultural – ProAC de Difusão de Acervos Museológicos no Estado de São Paulo, o projeto “Retratos da Infância na Imigração Japonesa ao Brasil” resultou em um livro ilustrado dos autores Monica Musatti Cytrynowicz e Roney Cytrynowicz, que será lançado no próximo dia 3 de março, em São Paulo, no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil (Rua São Joaquim, 381 – 9º andar). A obra abrange todo o estado, incluindo imagens e informações sobre municípios que receberam imigrantes japoneses e comunidades nipo-brasileiras, como Bastos, Cotia, Lins, Avaré, Mogi das Cruzes, Paraguaçu Paulista, Birigui e Santos.

 

Com seleção de fotografias e imagens de objetos, livros e outros itens, o livro é uma amostra do extenso acervo do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil – que contém, além dos itens expostos de forma permanente em seus três andares, um extenso arquivo histórico, uma biblioteca e uma reserva técnica.

 

Foram selecionadas 250 fotografias e imagens de brinquedos, kimonos, livros escolares e de ficção, quadros e outros itens que contam a história do cotidiano das crianças imigrantes desde 1908 até a celebração dos 50 anos da imigração japonesa, em 1958. Com base na pesquisa, foram definidos capítulos sobre a emigração e a viagem no navio, o trabalho nas fazendas e colônias agrícolas, a escola, os livros, brinquedos e brincadeiras, festas e celebrações, esportes, passeios, lazer, o cotidiano da casa e os anos do pós-guerra. Ao lado das imagens, uma pesquisa e seleção de textos de memória, de literatura e de história compõem uma narrativa que complementa e procura uma aproximação com o universo da infância imigrante.

 

Campinas recebe espetáculo apoiado pelo ProAC em fevereiro

Contempladas pelo edital de Circulação de Espetáculo do ProAC, As Inigualáveis Irmãs Cola apresentam o espetáculo “As Inigualáveis Descendo do Salto” em Campinas no dia 21 de fevereiro, às 16h00, no CIS Guanabara (Rua Mário Siqueira, 820 – Botafogo), com entrada gratuita.

Na apresentação, as duas irmãs contam sua jornada como malabaristas abordando o universo feminino a partir de suas histórias, destruindo padrões estéticos e sociais – inclusive os do circo -, de forma poética, cômica e ácida.

 

Inscrições abertas para processo de seleção das comissões julgadoras do ProAC

Entidades, movimentos e fóruns artístico-culturais podem fazer seu cadastro e indicar profissionais até as 23:59 horas do dia 03/02/2018. (mais…)

Secretaria da Cultura do Estado celebra balanço positivo do ProAC Editais em 2017

2017 : Foi um ano importante para o ProAC Editais, programa da Secretaria da Cultura do Estado que tem o objetivo de fomentar e difundir a produção artística em diferentes linguagens. (mais…)

Aprimoramento dos editais do programa de ação cultural para 2018

O Coordenador da UFC convida a dar suas sugestões para aprimoramento dos editais do Programa de Ação Cultural

Por demanda do Secretário José Luiz Penna, o Coordenador da Unidade de Fomento à Cultura convida você a dar suas sugestões para aprimoramento dos editais do Programa de Ação Cultural para 2018.

Basta acessar a página com o formulário no site do ProACinserindo seu nome, e-mail, faixa etária, cidade e segmento de atuação e fazendo suas sugestões em até 500 caracteres.

Essa consulta online estará aberta até o dia 15 de novembro de 2017.

O segmento Multidisciplinar refere-se aos editais de Festivais, Artes integradas, Publicações, Aprimoramento, Territórios das Artes e Economia criativa.

Caso queira saber mais sobre os editais e resultados de 2017, acesse a página de Editais e Resultados no site do ProAC

Clique aqui para deixar sua sugestão.

Aprimoramento dos editais do programa de ação cultural para 2018

O Coordenador da UFC convida a dar suas sugestões para aprimoramento dos editais do Programa de Ação Cultural (mais…)

Governo do Estado vai apoiar nove projetos da Grande São Paulo por meio do ProAC Editais

Em Guarulhos, foram contemplados dois projetos. O primeiro é “Mulher, Yabas Bailam em Ti – 2ª Edição” no edital de Proteção e Promoção das Culturas Negras, que receberá R$ 40 mil para a realização de 12 encontros com oficinas, rodas de conversa, coreografias e outras atividades. O projeto é  baseado na educação, cultura e arte negra e busca inspiração na força das Yabás (divindades femininas africanas) para mostrar a força de luta da mulher brasileira. O segundo é “Organicidade”, que foi aprovado no edital de Economia Criativa e oferecerá formações teóricas e práticas que abordam a temática da alimentação e gastronomia, além da relação rural e urbana. O grupo receberá R$ 30 mil para a promoção de cinco encontros que serão transformados em um documentário e uma exposição fotográfica. (mais…)

ProAC Editais contempla projetos de Pindamonhangaba, São José dos Campos e Piquete

O Governo do Estado de São Paulo vai apoiar três projetos culturais de grupos da região do Vale do Paraíba por meio do Programa de Ação Cultural (ProAC). No edital de Artes Visuais – Obras e Exposições, o projeto “Interioranidades”, de Pindamonhangaba, receberá R$ 50 mil para produzir e expor obras inéditas de arte contemporânea nas linguagens de cerâmica, pintura e gravura, além de realizar oficinas e encontros na cidade e região. (mais…)

ProAC Editais contempla projetos de Ribeirão Preto e Sertãozinho

O Governo do Estado de São Paulo vai apoiar três projetos culturais de grupos da região de Ribeirão Preto por meio do Programa de Ação Cultural (ProAC). “Minha Melhor Memória”, de Sertãozinho, foi contemplado no edital de Difusão de Acervos Museológicos e receberá R$ 75 mil. O projeto é uma ação voltada à divulgação e ampliação do Programa de História Oral, mantido pelo Museu da Cidade de Sertãozinho em parceria com o Centro Municipal de Memória. (mais…)

ProAC Editais contempla projetos de Santos e Itanhaém

O Governo do Estado de São Paulo vai apoiar dois projetos culturais de grupos da região da Baixada Santista por meio do Programa de Ação Cultural (ProAC). O edital de Difusão de Acervos Museológicos aprovou o projeto “Reformulação do folder Orla Cultural Museus”, de Santos, que receberá R$ 75 mil.  O objetivo é atualizar o conteúdo informativo e a parte visual do folder, que teve sua primeira edição publicada em 2012, além de incluir dez novas instituições por meio de fotografias, textos e coleções museológicas. (mais…)

ProAC Editais apoiará projeto cultural de Bariri

“Gastronomia da Estrada de Terra”, foi contemplado no edital de economia criativa e receberá prêmio de R$ 30 mil. O projeto que propõe o mapeamento de negócios gastronômicos que ficam localizados em estradas de terra do interior paulista, com o objetivo de inventariar, organizar, catalogar e promover gratuitamente os locais pelas redes sociais, a fim de gerar um mapa para que o público consiga encontrá-los.