@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

Futebol

Museu do Futebol oferece experiência sensorial inédita no Pacaembu

No mês em que o estádio completa 78 anos, visitantes do museu poderão explorar o túnel do antigo vestiário

No mês em que o Pacaembu completa 78 anos de fundação, o Museu do Futebol, instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, apresenta a seus visitantes um ambiente que estava escondido nas estruturas do estádio. Trata-se de um túnel que parte da primeira sala do museu, onde funcionava um dos vestiários originais, e vai até o gramado. O local ficará aberto a visitação entre os dias 6 e 29 de abril.

Crédito: Museu do Futebol

No percurso, um som ambiente reproduz o que jogadores vivenciam antes de partidas – os áudios contêm momentos como preleção, concentração e reação da torcida à entrada em campo.

A sala que dá acesso ao túnel fica no piso térreo, espaço que foi adaptado para a instalação do Museu do Futebol. Desde a inauguração, em 2008, o túnel de acesso ao gramado nunca havia sido aberto ao público.

“O museu valorizou a arquitetura e engenharia de construção do estádio, que é um patrimônio da cidade. Abrir o túnel é um complemento à proposta original, um modo de unir, sensorialmente, a história do edifício e a emoção do futebol”, comenta Daniela Alfonsi, Diretora de Conteúdo do Museu do Futebol.

Nos fins de semana, durante o período em que o túnel ficar aberto, as visitas guiadas promovidas pelos educadores no Museu do Futebol incluirão também passagens por esse ambiente. Além disso, haverá tours especiais nos dias 28 e 29 de abril, às 11h00 e às 14h00, quando o historiador Sérgio Paz vai se caracterizar como Charles Miller e acompanhar o público em uma viagem especial pelo túnel e pela história.

No dia 27 de abril, o condutor da visita será Roberto Sambi Colotto, arquiteto e guia de turismo com experiência em tours sobre história e arquitetura de São Paulo. A passagem dele pelo túnel será focada na estrutura arquitetônica do próprio estádio.

Visitação ao túnel de acesso ao gramado do Pacaembu

De 06 a 29 de abril de 2018

De terça a domingo, das 9h às 18h

A visitação é gratuita mediante pagamento do ingresso do Museu do Futebol

* Em dias de chuva forte, o acesso poderá ser interrompido por motivos de segurança

 Sobre o Museu do Futebol

Inaugurado em setembro de 2008, o Museu do Futebol está instalado em uma área de 6,9 mil metros quadrados que fica embaixo das arquibancadas do Estádio Paulo Machado de Carvalho, conhecido como Pacaembu. Trata-se de um espaço interativo, lúdico e multimídia, no qual a história do esporte mais popular do Brasil acaba se confundindo com a própria história do país.

A exposição de longa duração do equipamento está espalhada por 15 salas, com 1.500 imagens e cinco horas de vídeos. O passeio está alicerçado em três eixos (emoção, história e diversão).

MUSEU DO FUTEBOL

Praça Charles Miller, S/N São Paulo, SP

Funcionamento: Terça a domingo, 09h00 às 18h00

Ingressos: R$ 12 | Meia-entrada: R$ 6 | Entrada gratuita às terças-feiras.

* O Museu não abre às segundas-feiras. * Horários diferenciados de funcionamento em dias de jogos no Estádio do Pacaembu, consulte o site museudofutebol.org.br.

* Estacionamento na Praça Charles Miller, sendo necessário o uso de Zona Azul Digital, que pode ser adquirido por meio de aplicativos para celulares ou em postos oficiais. Mais informações no site da Companhia de Engenharia de Tráfego – CET cetsp.com.br.

Museu do Futebol promove Encontro de Colecionadores de Figurinhas

A Copa do Mundo de 2018 está chegando e com ela um momento igualmente aguardado por muitos torcedores: o lançamento do álbum de figurinhas oficial do evento! E foi pensando nesse público que o Museu do Futebol, instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, realizará, nos dias 31 de março e 1º de abril, seu primeiro Encontro de Colecionadores de Figurinhas.

 

Foto: Álbum de figurinhas / Divulgação

O evento será realizado na área externa do museu, na fachada do Estádio do Pacaembu, entre 10h00 e 17h00, e terá entrada gratuita. A comercialização de itens no local é proibida, já que o objetivo do encontro é promover a troca de itens e a aproximação de pessoas que compartilham dessa paixão.

 

“Nas Copas passadas, abrimos nosso espaço para a troca de figurinhas ligadas ao Mundial. O evento agora será mais amplo, unindo coleções de todos os tempos”

Daniela Alfonsi, Diretora de Conteúdo do Museu do Futebol. 

 

Grupos que já se encontram no Estádio do Pacaembu foram convidados a integrarem o evento. Além das trocas, um totem digital trará reproduções de álbuns de figurinhas históricos presentes no acervo do Museu do Futebol, oriundos da coleção de Moacir Peres, maior colecionador de álbuns do país. O evento pretende, portanto, reavivar a paixão pelas figurinhas, presente no Brasil desde os anos 1930.

 

Foto: Alan Morici

Curiosidades sobre álbuns de figurinhas no Brasil

  • O primeiro álbum sobre Copa do Mundo lançado no Brasil foi em 1950, editado na coleção “Balas Futebol”.
  • Antes desse período, a fábrica lançava figurinhas avulsas com rostos de jogadores nas “Balas Sportman”, cujo primeiro exemplar saiu em 1921.
  • A primeira figurinha que se tem notícia no Brasil data de 1919, com o rosto de Amílcar Barbuy, um dos primeiros craques da história do Corinthians, publicado pela “Grechi Comp.”, fábrica de doces.
  • Pelé aparece em figurinha pela primeira vez em 1957, em álbum das “Balas Futebol”
  • O primeiro álbum oficial de Copa do Mundo, lançado pela Panini, foi em 1970. Desde então, a empresa italiana tem a exclusividade dos álbuns do evento.
  • Já o primeiro álbum oficial da Copa do Mundo de futebol feminino ocorreu somente em 2011.
  • As figurinhas autocolantes foram lançadas em 1971, no álbum da Panini sobre o campeonato italiano.
  • Por dia, são impressas 25 milhões de pacotinhos de figurinhas pela Panini.

Museu do Futebol recebe Taça do Campeonato Paulista

O Museu do Futebol e a Federação Paulista de Futebol (FPF) se unem para levar para perto dos torcedores a taça do Campeonato Paulista de 2018, que estará em exposição na sede do Museu, no Estádio do Pacaembu, de 6 a 22 de março, quando todos os visitantes poderão registrar sua foto junto ao troféu.

O Paulistão acontece desde 1902, sem interrupção, e é a competição de futebol profissional mais antiga e tradicional do Brasil. Seu primeiro campeão foi o São Paulo Athletic e quem recebeu a primeira taça foi Charles Miller, capitão do time e um dos pais do futebol no Brasil.

“Os troféus são desejados pelos times e também pelo público apaixonado por futebol. Exibir a taça do Paulistão é o começo de uma série de ações que pretendemos realizar junto a clubes e federações, trazendo aos nossos visitantes objetos representativos para somar à experiência do Museu”, afirma Eric Klug, Diretor Executivo da Organização Social de Cultura IDBrasil, gestora do Museu do Futebol.

 

Foto: Taça do Paulistão 2017

 

Dentre os clubes que já disputaram o torneio, o Corinthians é seu maior campeão, com 28 títulos, e também o recordista em participações, com 103 no total. Palmeiras e Santos têm 22 conquistas e o São Paulo soma 21. O Guarani tem 65 participações e é o time do interior que mais disputou o campeonato, seguido da Ponte Preta (54) e Botafogo de Ribeirão Preto (52).

“O troféu do Paulistão é objeto de desejo de jogadores, treinadores e profissionais do futebol. E colocá-lo em contato com o público do Museu do Futebol será uma grande experiência para que as pessoas sintam a vibração de uma taça moderna e, ao mesmo tempo, tradicional, o campeonato regional mais importante do país”  Reinaldo Carneiro Bastos, Presidente da FPF.

No dia da abertura da exposição, 6 de março, a entrada para conferir a Taça e visitar o Museu será gratuita, assim como em todas as terças-feiras do ano. Nos demais dias, exceto às segundas quando o Museu é fechado, o ingresso tem o valor de R$ 12 e R$ 6 a meia-entrada. A partir da data, o Museu ampliará seu horário de visitação ao público em 1 hora por dia, funcionado, portanto, de terça a domingo, das 09h00 às 17h00, com visitação até às 18h00.

 

CONFIRA A AGENDA DE ATIVIDADES EDUCATIVAS E CULTURAIS DO MUSEU:

museudofutebol.org.br/visite/agenda/

Museu do Futebol discute ao registro e divulgação do futebol de várzea

Seminário Atletas pelo Brasil e 93º Reunião do MEMOFUT completam a programação cultural do Museu em novembro

O Museu do Futebol, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, promove três eventos culturais em novembro, no seu auditório, com entrada gratuita.

O primeiro deles é Seminário “Atletas pelo Brasil”, no qual a organização de mesmo nome, em parceria com o Museu, apresenta 3 painéis com convidados. A Atletas pelo Brasil é uma organização sem fins lucrativos que reúne, em uma iniciativa inédita no mundo, atletas e ex-atletas de diferentes gerações e modalidades pela melhoria do esporte e, por meio do esporte, pelos avanços sociais do país. O evento acontece no dia 07/11, às 13h30.

No dia 11/11, das 9h às 13h, acontece a tradicional reunião do “Memofut – Grupo de Literatura e Memória do Futebol”, que abre as suas reuniões para o público interessado em ampliar seus conhecimentos sobre o futebol, em um sábado por mês, sempre no Museu. Nesses encontros com especialistas da bola, os participantes podem trazer livros ou objetos ligados ao esporte.

Por fim, ocorre no dia 25/11 o “Ciclo Histórias da Várzea: registros Varzeanos: a imprensa, o museu e a universidade”. Além da abordagem sobre a atuação da imprensa, instituições de memória e da universidade no registro e divulgação do futebol de várzea, o evento trará o pesquisador Raphael Rajão, que compartilhará sua experiência do inventário de campos de futebol amador desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte, Minas Gerais. O encontro ocorre das 9h às 13h. As inscrições deverão ser feitas pelo site www.sympla.com.br. Os dois primeiros encontros do Ciclo já estão disponíveis no canal do Museu do Futebol no Youtube. (mais…)