secretaria da cultura do estado de são paulo

Férias

MCB promove Bazar da Cidade apostando na diversidade de 100 expositores

O Museu da Casa Brasileira (MCB), instituição da Secretaria da Cultura do Estado, gerido pela Sociedade Civil através da A Casa Museu de Artes e Artefatos Brasileiros, realiza a 9ª edição do Bazar da Cidade nos dias 17 e 18 de agosto, sexta e sábado, das 10h às 21h, com programação cultural especial e gratuita.

O evento, que ocupa pela primeira vez o jardim e o terraço do MCB, reunirá cerca de 100 expositores para celebrar a diversidade. Desde sua primeira edição, em 2015, Bel Pereira, curadora do Bazar, preocupa-se com a valorização dos contrastes entre os participantes, sejam de moda, joalheria, casa e decoração, arte e artesanato ou gastronomia​. ​

“Acreditamos muito na diversidade que abraça e respeita o diferente”, afirma Bel Pereira. “Encurtar distâncias e promover o encontro de culturas, ideias e fazeres é o propósito do nosso evento”, complementa a curadora.

“O Museu da Casa Brasileira realiza feiras como o Bazar da Cidade que buscam a diversificação, com o intuito de propiciar o contato direto entre o pequeno produtor ou artesão e o consumidor final, na tentativa de garantir a sustentabilidade desta cadeia produtiva”, acrescenta Miriam Lerner, diretora geral do museu.

Haverá também uma vasta programação cultural e de entretenimento, como oficinas gratuitas para adultos e crianças, apresentação de mímico e acrobatas e espaço kids. Um grupo de massoterapeutas atenderá durante os dois dias do Bazar da Cidade em uma tenda especial montada para sessões de massagem thai, com sessões de vinte minutos cobradas à parte.

Na área gastronômica, a diversidade estará presente em mais de vinte expositores participantes, que vão da comida mineira, italiana e portuguesa, até a cozinha de Taiwan.

 

Expositores:
Acessórios: Dafna Edery,​ Estúdio ​Cynthia Nigro, Hayô, Madá Faccio, Myriam Aguiar​​, Rosaly Rezende, Sacola Tropical,​ ​​​Suzana Izuno, Tina Bolsas,​ Vicky Mardegan. Vestuário, Joias e Bijouterias: Acolá, Adedo,​ ​Ateliê​ Alaine Colucci, Aline Vito,​​ ​Ana Maia e Rosa Piatti​, ​Ana Roma Atelier D’Art, Bluni, Clara Tchernobilsky, Claudia Mesquita​,​ Dani Terracini​,​ Paula Curiacos, Estampa​cessórios​, Estúdio Monteferro, FA’s Collection, Fabiana Zerbinatto, Feira Moderna​,​ Edith Pittier, Gerson Aisthesis, Hulda Bretones, Hype ​P​icks, Inês Prado, Juliana Gevaerd, Klatsch, Krixina​,​ Leveza do Ser – Comfortwear​​, Lina Prades, Lucia Higuchi, Mitsuen, Moema Prado, Monika Krexa, Nat Joias, Paula Fabbri Joias, Roxanne Ducchini,​​ ​Schwe, ​Studio Dalzotto, Studio Lica Soares, Susu Bijoux, Tatiana ​​D​e Francisco, Thamy Tsutsui, Vivi Pelo Mundo, Zona de Conforto. Saúde e Bem-Estar:​​ ​Eterea Cosmética Natural,​​ ​Le Diable Sex Joy, Núcleo DesperThai​​/Conexão Tailândia. Casa, Arte e Decoração: Acaia​ (Artesãs da Linha Nove)​, Alê Feola​ Handmade​,​ ​Artezanza,​ ​​Ateliê Tauba​,​ ​Baka Studio, Barini Design, ​BeS​titchy,​ Botanik​os​​ ​Brasil,​ ​​Cobre Caramelo, Collab ​L​2, CR Lacerda, Elen Bruiz Floral Art & Design, Estúdio Aidacass, Estúdio Manitas,​​ ​Flor do Brumado, Ivone Rigobello,​ ​​Atelier ​Panaceia, Popoke, Renata Levi,​​​ ​Studio Garagem​,​ Florinda​&​Matildo, Sandra Rosa Lareiras, Table4Many​, Tati Cerâmicas​. ​Arte Indígena: Cerâmicas Wauja​​ da Aldeia Piyuga, Alto Xingu. Infantil: Andrea Milan Estamparia, Cheeky Boys. Gastronomia: Azeite extravirgem OLIQ, Cantinho de Minas, Empório Dona Mita, Grão Vizir, La Conserveria, Mestiço Chocolates, Pain Vert, Pimentas & Pitadas, ​​Vitamina da Terra. Praça Gastronômica: Aguzzo Cucina, Capucine Cu​i​sine, Cervejaria Los Compadres, Cheers, Delic​i​ss, Espada de Jorge, Farfalla Gelato, Mapu, Mineirices de Colher, Pão d​i​ Queijo da Mineira, Petiscleta, Pracinha de Portugal.

Programação Cultural:

MÍMICO E DUPLA DE ACROBATAS

O Bazar da Cidade estará com artistas circenses animando o evento e interagindo com o público. Os artistas convidados são:
•    Kersons Formis, mímico e palhaço. Fará quatro apresentações de mímica por dia, cada uma com duração de quarenta minutos. Na sexta (17), das 14h às 21h, e no sábado (18), das 11h às 21h.
•    Joy Domingos e Jorge Ribeiro, acrobatas. Eles farão incríveis acrobacias nos dois dias do Bazar. Na sexta (17), às 11h, 13h, 15h e 17h​. No sábado (18), às 12h, 14h, 16h e 18h​.

OFICINAS GRATUITAS PARA ADULTOS​

​Ervas, Especiarias e Masalas: Pitadas afetivas de aromas e sabores
Por Marcelo Nastari, Grão Vizir Masalas & Especiarias
Encontro regado a aromas, sabores e atividades sensoriais. A partir do uso dos sentidos serão abordados:
•    Conceitos de ervas, especiarias e masalas
•    Noções gerais de uso culinário de cinco temperos (ervas, especiaria e masala)
•    Armazenamento e qualidade
​Inclui degustação e material de apoio (temperos e material impresso)
Dia: 17/08​
Horário: ​13h30 às 15h
Inscrição: no local, trinta minutos antes do início
​​Vagas limitadas: 15 pessoas​

​Pães chatos e especiarias: metendo a mão na massa
Por Marcelo Nastari, Grão Vizir Masalas & Especiarias
Inspirada nos milenares pães chatos (chapati, naam, pão folha, pão árabe, tortilla), na oficina serão preparadas rápidas receitas de pães com especiarias que podem servir como acompanhamento ou para serem degustados sozinhos.
A oficina terá:​
•    História e diferença entre os mais conhecidos pães chatos
•    Preparo de pães com especiarias​
​D​ia: 18/08
Horário: 13h30 às 15h​
Inscrição: ​no local, trinta minutos antes do início
Vagas limitadas: 15 pessoas.

Grafismos e Cubismos – Estamparia Manual com Carimbos
Por Ivone Rigobelo, arquiteta e designer de estamparia
O aluno aprende ludicamente a criar seus próprios carimbos. Ao final da oficina, cada aluno leva seu carimbo e tecido estampado por ele.
​​Dias: 17/08, sexta-feira; 18/07, sábado
Horário: 16h às 17h, nos dois dias
Inscrição: no local, trinta minutos antes do início
Vagas limitadas: 10 pessoas.

OFICINAS GRATUITAS PARA CRIANÇAS​

Fábrica de Máscaras​
Pelo grupo “O Que Cabe Aqui?”
Criação de máscaras inspiradas na poética do artista Saul Steinberg.
Dia: 17/08, sexta-feira
Horários: 11h30 às 12h30; e 15h30 às 16h30
Inscrição: no próprio local, trinta minutos antes do início
Vagas: 24 crianças simultâneas
Faixa etária: 5 a 12 anos

Estamparia
Pelo grupo “O Que Cabe Aqui?”
Impressão de estampas em tecidos a partir de diferentes matrizes.
Dia: 18/08, sábado
Horários: 11h30 às 12h30; e 15h30 às 16h30
Inscrição: no próprio local, trinta minutos antes do início
Vagas:​ 24 crianças simultâneas​
Faixa etária:​ 5 a 12 anos​

​Espaço Kids​
Com​​ monitores do grupo “O que cabe aqui?”
​​Dias: 17/08, sexta-feira; 18/07, sábado
Horários: 11h às 11h30; 12h30 às 15h30; 16h30 às 19h
Tempo máximo de permanência: 45 minutos
Vagas: 15 crianças simultaneamente​
Faixa etária: 5 a 12 anos

Sobre o Bazar da Cidade:​
Compacto, organizado e criativo, o Bazar da Cidade teve sua primeira edição em agosto de 2015, na Rua Texas, no Brooklin. Desde então, foram sete outras edições de sucesso no Espaço Obra de Arte, em Moema. Juntar coisas cheias de bossa e gente descolada em uma espécie de bazar teve início na década de 80, quando Bel Pereira promovia o In Loco 57, nos porões do lendário Bar Bartolo’s, no coração da Vila Madalena.
Sobre o MCB

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país, realizado desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

SERVIÇO
Bazar da Cidade
Dias 17 e 18 de agosto
Sexta e sábado, das 10h às 21h
Entrada Gratuita

Museu da Casa Brasileira
Av. Faria Lima, 2705,
tel: (11) 3032-3727

VISITAÇÃO
De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos | Pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada

Gratuito aos finais de semana e feriados

Acessibilidade no local

Bicicletário com 40 vagas | Estacionamento pago no local

Visitas orientadas: (11) 3026.3913 | agendamento@mcb.org.br

www.mcb.org.br

Informações para a imprensa – Museu da Casa Brasileira

Suzana Gnipper – (11) 3026-3910 | comunicacao@mcb.org.br

Jaqueline Caires – (11) 3026-3900 | analistacomunicacao@mcb.org.br

Diane Nascimento – (11) 3026-3900 | estcomunicacao@mcb.org.br

Informações para a imprensa – Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Stephanie Gomes – (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Elisabete Alina – (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

Informações para a imprensa – Bazar da Cidade
Gabinete de Comunicação
jornalista Arlene Colucci – (11) 98785-8625 | arlene.colucci@gabinete.com.br

Infantil: Oficina Cultural Juan Serrano oferece aulas de teatro inspiradas nas obras de Monteiro Lobato

Há 70 anos, um grande escritor e também tradutor brasileiro de obras infantis partia, deixando para trás seu legado: Monteiro Lobato, muito conhecido por seu livro O Picapau Amarelo (1939), até hoje é um dos maiores nomes da literatura infantil. Por isso, a Oficina Cultural Juan Serrano, da Secretaria da Cultura do Estado, convida crianças maiores de 7 anos para a oficina de teatro infantil A Magia de Monteiro Lobato, que vai de 8 de agosto a 3 de outubro, às quartas-feiras, das 8h30 às 10h30. São oferecidas 12 vagas para as aulas gratuitas. As inscrições, que vão até o dia 1º de agosto, devem ser feitas na recepção da unidade.

A proposta da atividade, ministrada pela atriz Clau Siqueira, é, a partir de pesquisas sobre as obras do autor, incentivar os pequenos a desenvolverem cenas inspiradas nesses trabalhos. É só levar a curiosidade e a disposição para aprender e brincar. Clau integra a Dona Mirna Cia de Arte e o Grupo Passione Corale. Além de diretora, ela possui experiência em diversas linguagens teatrais, como Expressionismo, Teatro Documentário e Performativo.

SOBRE A OFICINA CULTURAL MAESTRO JUAN SERRANO

A Oficina Cultural Juan Serrano realiza atividades voltadas para a formação e difusão cultural em diferentes linguagens artísticas. As atividades são gratuitas e abrangem diversas áreas como tecnologia, artes plásticas, teatro, literatura, música, fotografia, dança e circo, entre outros. Oficinas Culturais é um programa da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo que atua desde 1986 na formação e na vivência da população no campo de cultura. O Programa é administrado pela organização social Poiesis.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

SERVIÇO:

A Magia de Monteiro Lobato

Quartas-feiras, de 8/8 a 3/10 – das 8h30 às 10h30

Faixa etária: a partir dos 7 anos

Vagas:12

Oficina Cultural Maestro Juan Serrano

Rua Joaquim Pimentel, 200 – Cohab Taipas – São Paulo

Telefone: (11) 3994-3362 | 3971-3640

Funcionamento: de segunda a sexta-feira das 8h às 18h, e aos sábados das 8h às 13h

www.oficinasculturais.org.br

Poiesis – Assessoria de Imprensa

Carla Regina – Coordenação | (11) 4096-9827 | carlaregina@poiesis.org.br

Marcela Reis | (11) 4096-9857 | marcelareis@poiesis.org.br

Victória Durães | (11) 4096-9810 | victoriaoliveira@poiesis.org.br

Secretaria da Cultura do Estado – Assessoria de Imprensa

Stephanie Gomes | (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Bete Alina | (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

 

MIS exibe filme Um corpo que cai, de Hitchcock, sonorizado ao vivo

Evento, em agosto, integra a programação paralela da exposição Hitchcock – Bastidores do suspense; ingressos podem ser adquiridos a partir de 31 de julho

(mais…)

Filme Tão forte e tão perto ganha exibição e debate no #CineCiência de Julho

Após a sessão do longa, estrelado  por Tom Hanks e Sandra Bullock, o professor João Paulo Vani analisa as questões apresentadas no filme, que trata do atentado de 11 de setembro

(mais…)

Oficina Cultural Oswald de Andrade estreia seis espetáculos gratuitos

Entre os destaques está a peça O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu, que propõe reflexões sobre opressão e intolerância sofridas por travestis e grupos marginalizados

Que tal curtir vários espetáculos com a família e os amigos? Nos meses de agosto e setembro, a Oficina Cultural Oswald de Andrade estreia seis peças de teatro que tratam de temas diversos: marginalização social, religiosidade, o homem contemporâneo, humor e horror, democracia e capitalismo e romance. Os ingressos são gratuitos, e devem ser retirados uma hora antes de cada espetáculo.

E se Jesus vivesse nos tempos de hoje e fosse travesti? A peça O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu é uma mistura de monólogo e contação de histórias, em um ritual que traz Jesus ao tempo presente, na pele de uma travesti. Narrativas bíblicas conhecidas são recontadas em uma perspectiva contemporânea, propondo uma reflexão sobre a opressão e intolerância sofridas por transgêneros e grupos marginalizados. O espetáculo provoca reflexão ao expor esses problemas sociais, e também emite uma mensagem de amor, perdão e aceitação. As apresentações, indicadas para maiores de 18 anos, acontecem nos dias 16 e 17 de agosto, às 20h, e no dia 18, às 18h.

Escandinavos é uma peça repleta de subjetividades, que discute os paralelos entre a arte e a vida. Encenado de 2 a 11 de agosto, o espetáculo narra o esforço de uma atriz que tenta superar o fim de um denso relacionamento amoroso por meio da criação ficcional. Ela inventa uma nova história que se confunde com a sua: o fim de um romance entre um diretor sueco e uma atriz norueguesa. O texto não apenas revela aos poucos a confusa narrativa da protagonista, mas também adentra o domínio metalinguístico ao esmiuçar o processo cênico do espetáculo. Escandinavos é comandado pelas idas e vindas da mente da personagem, que cria ambientes e figuras apropriando-se das únicas três cadeiras que compõem a cenografia. A peça, que é indicada para maiores de 14 anos, será às 20h às quintas e sextas-feiras, e às 18h aos sábados.

O Coletivo Concreto apresenta, de 17 a 25 de agosto, a peça Fio de Terra, que mistura teatro, música e performance. Vozes ecoam ao longe e, aos poucos, se enredam em cantos; elas se materializam em diferentes camadas de histórias e jornadas que atravessam os séculos. Sem texto, e por meio de um encontro vivo entre atores, espaço e público, o espetáculo se coloca diante de perguntas sobre o homem contemporâneo e suas origens. O sagrado e o profano são questões abordadas, deixando transparecer um presente e um passado que se espelham. Indicada para maiores de 16 anos, a peça se inicia às 20h às sextas-feiras, e às 18h aos sábados.

Já no dia 21 de agosto, terça-feira, às 20h, o Teatro Kaus Cia. Experimental apresenta a Leitura dramática: Contra o processo, indicada para maiores de 18 anos. O espetáculo mistura humor e horror e morte e comédia, ridicularizando – como um espelho que distorce a realidade – e traçando uma crítica ao progresso humano. A peça reúne cenas surrealistas, e faz parte da Trilogia da Indignação, que inclui também as peças Contra o Amor e Contra a Democracia, que também será encenada na Oficina.

SOBRE A OFICINA CULTURAL OSWALD DE ANDRADE

A Oficina Cultural Oswald de Andrade realiza atividades na formação e difusão cultural em diferentes linguagens artísticas. As atividades são gratuitas e no formato de oficinas, workshops, núcleos de estudos, seminários, residências artísticas, intercâmbios, apresentações cênicas, exposições, entre outros. Oficinas Culturais é um programa da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo que atua desde 1986 na formação e na vivência da população no campo de cultura. O Programa é administrado pela organização social POIESIS.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

SERVIÇO:

Escandinavos

2 a 11/8 – quintas e sextas-feiras às 20h, e sábados às 18h

Faixa etária: a partir de 14 anos

Matheus, 10

Terças e quartas-feiras – de 14/8 a 12/9

Faixa etária: a partir de 16 anos

Fio de Terra

17 a 25/8 – sextas-feiras às 20h, e sábados às 18h

Faixa etária: a partir de 16 anos

O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu

16, 17 e 18/8 – quinta e sexta-feira às 20h, e sábado às 18h

Faixa etária: a partir de 18 anos

Leitura dramática: Contra o Processo

Terça-feira, 21/8 – às 20h

Faixa etária: a partir de 18 anos

Leitura dramática: Contra a Democracia

Terça-feira, 4/9 – às 20h

Faixa etária: a partir de 14 anos

Oficina Cultural Oswald de Andrade

Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo

Telefone: (11) 3221-4704

Funcionamento: Segunda a sexta das 9h às 22h e aos sábados das 10h às 18h.

oswalddeandrade@oficinasculturais.org.br

www.oficinasculturais.org.br

Poiesis – Assessoria de Imprensa

Carla Regina – Coordenação | (11) 4096-9827 | carlaregina@poiesis.org.br

Marcela Reis | (11) 4096-9857 | marcelareis@poiesis.org.br

Victória Durães | (11) 4096-9810 | victoriaoliveira@poiesis.org.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa

Stephanie Gomes | (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Bete Alina | (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

Museu da Casa Brasileira apresenta edição especial de aniversário do Vinho na Vila

O evento acontecerá nos dias 4 e 5 de agosto, sábado e domingo, das 10h às 20h, e unirá expositores da economia criativa, gastronomia, vinho e entretenimento

(mais…)

26 de julho é o Dia dos Avós e os Museus da Secretaria da Cultura do Estado oferecem atividades especiais para vovôs, vovós e netos!

A campanha “É Dia de Museu com os Avós” estimula os netos e avós a comemorarem a data de um jeito diferente, com programação especial nos museus 
(mais…)

Casa Mário de Andrade oferece diversas atividades para a criançada

Nos meses de agosto e setembro, o museu continua com diversas atividades para as crianças a partir dos seis anos. Participe!

(mais…)

Museu Índia Vanuíre apresenta exposição autonarrativa Kaingang durante o Encontro Paulista de Museus

A 10º edição do evento será de 18 a 20 de julho, no Memorial da América Latina, e recebe representantes de instituições culturais do Brasil e do mundo

  (mais…)

Em julho, Museu do Futebol tem programação de férias voltada a outras formas de vivenciar o esporte

Equipe de educadores oferece atividades com diferentes maneiras de se relacionar com essa modalidade esportiva

(mais…)

Mostra LABMIS traz resultados de residência artística em exposição no MIS

Quatro artistas expõem seus trabalhos a partir de 25 de julho; entrada gratuita

 

(mais…)

MCB promove show ‘Retalhos do Brasil – Um piano e onze vozes’ de Christianne Neves

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado, gerido pela Sociedade Civil através da A Casa Museu de Artes e Artefatos Brasileiros, apresenta o show “Retalhos do Brasil – Um piano e onze vozes” com a pianista Christianne Neves, no dia 22 de julho, domingo, às 11h, e entrada gratuita.

Inspirada no álbum “Pure Ella” (1994), da cantora Ella Fitzgerald ao lado do pianista Ellis Larkins, Christianne propôs a realização de um CD autoral, também em piano e voz, porém brasileiro. O resultado se concretizou no projeto “Retalhos do Brasil”, que contou com investimento próprio e na valorização de novos compositores.

Para a apresentação no MCB, Christianne Neves, que além de pianista é compositora, arranjadora, diretora musical e mestre em Música pela Unicamp, será acompanhada pelos cantores Adriana Godoy, Bia Mendes, Carmina Juarez, Cecilia Rezende, Claudio Curi, Daisy Cordeiro, Fernando Janson, Fernanda Porto (artista convidada), Sonia Polonca, Sueli Vargas e Tania Velloso. No repertório estão inclusas músicas autorais do projeto e também canções do sambista Noel Rosa (1910- 1937) e de Johnny Alf (1929-2010), um dos pioneiros da bossa nova.

Em sua trajetória musical, Christianne participou de festivais como o “Nomos Jazz Festival” e “Festival Treterre”, ambos na Itália, e no “Festival de Lapataia”, no Uruguai. A pianista também já se apresentou em países como Escócia, Portugal, Inglaterra e Finlândia.

 

Sobre o projeto Música no MCB
Com edições contínuas desde 1999, o projeto Música no MCB já beneficiou mais de 240 mil pessoas, que tiveram acesso gratuito a shows de grupos como Pau Brasil, Zimbo Trio, Projeto Coisa Fina, Orquestra Bachiana Jovem, Grupo Aum, Mawaca e Traditional Jazz Band, entre outros. As apresentações, que serão realizadas em palco montado no terraço do Museu da Casa Brasileira entre os meses de março e dezembro, reúnem atualmente cerca de 400 espectadores em média a cada domingo.

Sobre o MCB
O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país, realizado desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

SERVIÇO:

Música no MCB – 19ª temporada

 

JULHO

22/07 – Christianne Neves e Vozes – Retalhos do Brasil

29/07 – OABAND, Big Band da OAB-SP – Regência Maestro Antunes

 

 Dia e Horário: Domingos, sempre às 11h00

Entrada gratuita

Local: Museu da Casa Brasileira

Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano

Tel.: (11) 3032.3727

VISITAÇÃO
De terça a domingo, das 10h00 às 18h00
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos | Pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada
Gratuito aos finais de semana e feriados

Acessibilidade no local
Bicicletário com 40 vagas | Estacionamento pago no local

Visitas orientadas: (11) 3026.3913 | agendamento@mcb.org.br | www.mcb.org.br

Informações para a imprensa – Museu da Casa Brasileira

Suzana Gnipper – (11) 3026-3910 | comunicacao@mcb.org.br

Jaqueline Caires – (11) 3026-3900 | analistacomunicacao@mcb.org.br

Diane Nascimento – (11) 3026-3900 | estcomunicacao@mcb.org.br

Informações para a imprensa – Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Stephanie Gomes – (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Elisabete Alina – (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

Fábrica de Cultura Brasilândia realiza bate-papo sobre tatuagens e modificações corporais

A atividade conta a história dos piercings, tatuagens e outras modificações corporais em diferentes culturas e sociedades

(mais…)

Férias: Bibliotecas das Fábricas de Cultura têm programação especial

Atividades gratuitas oferecem brincadeiras tradicionais, contação de histórias, oficina de rádio e até fotografia

(mais…)

Museu Índia Vanuíre apresenta exposição autonarrativa Kaingang durante o Encontro Paulista de Museus

A 10º edição do evento será de 18 a 20 de julho, no Memorial da América Latina, e recebe representantes de instituições culturais do Brasil e do mundo

 

No dia 19 de julho (quinta-feira), às 8h00, o público do 10º Encontro Paulista de Museus (EPM) poderá conhecer mais sobre a primeira exposição autonarrativa Kaingang, feita pelo Museu Índia Vanuíre – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerida em parceria com a Organização Social de Cultura ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari) – e pelo grupo de moradores da etnia na terra indígena Vanuíre, localizada em Arco-Íris (SP).

A mostra “Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang – de Geração em Geração”, produzida em 2015, estará disponível em uma sessão ao vivo de aproximadamente sete minutos para apresentação e outros 30 minutos para interações do público, no Foyer do Auditório Simón Bolívar.

“Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang – de Geração em Geração”

 

A produção do material foi uma demanda do próprio grupo indígena, que buscava expor sua visão sobre a confecção da cerâmica tradicional de sua etnia e, dessa forma, de sua preservação para as futuras gerações. A curadoria foi do indígena José da Silva Campos. e permaneceu em cartaz na instituição de julho a outubro de 2015, retornando em maio de 2016 e permanecendo até junho de 2018.

Todos os textos da mostra “Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang – de Geração em Geração” são bilíngues (Kaingang e português). A exibição da filmagem de todo o processo de construção dos artesanatos, com a narração dos próprios indígenas, faz parte do material exposto. Nele, o público pode conferir desde as ferramentas utilizadas para a confecção das cerâmicas (pilão, cabaça e pinça) até a finalização das peças.

Os objetos e as imagens fotográficas compuseram a montagem e proporcionaram um panorama mais detalhado da especificidade da técnica usada pelos Kaingang e da importância da exposição para preservação e difusão dessa cultura.

 

 

Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre, Tupã (SP)

Localizado em Tupã (SP), o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre é uma instituição Governo do Estado administrada pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo em parceria com a ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari), Organização Social de Cultura, com sede em Brodowski (SP). Fundado em 1966 e instalado em um prédio construído especialmente para abrigá-lo, o museu possui acervo, com cerca de 38 mil peças, relacionado à história da região onde está localizado e com foco na cultura indígena, possuindo uma das mais importantes coleções etnográficas do país que representam diferentes comunidades indígenas brasileiras.

Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari – ACAM Portinari, Brodowski (SP)

Fundada em 27 de novembro de 1996, a ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari) administra, em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, três instituições museológicas no interior pertencentes ao Governo do Estado: Museu Casa de Portinari (Brodowski), Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre (Tupã) e Museu Felícia Leirner/Auditório Claudio Santoro (Campos do Jordão). A ACAM, que tem sua sede em Brodowski, tem como principal objetivo o desenvolvimento da área cultural, particularmente a museológica, por meio das colaborações técnico-operacional e financeira. A instituição também apoia as ações do SISEM-SP (Sistema Estadual de Museus), com quem realiza importantes iniciativas como oficinas de capacitação para museus, oficina de ensino à distância e, ainda, o Encontro Paulista de Museus, entre outras.

Serviço:

10º Encontro Paulista de Museus

Datas: 19/07/2018

Local: Memorial da América Latina – Portão 15 (Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 145 – Barra Funda – São Paulo/SP)

Horário: 08h00

Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre

Endereço: Rua Coroados, nº 521, Centro – Tupã (SP) – CEP: 17 600-010 Telefone: (14) 3491.2333

Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 17h

Entrada: ingresso voluntário

contato@museuindiavanuire.org.br

www.museuindiavanuire.org.br

FACEBOOK: http://www.facebook.com/museuindiavanuire

TWITTER: http://twitter.com/mhindiavanuire

MCB promove show ‘Retalhos do Brasil – Um piano e onze vozes’ de Christianne Neves

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado, gerido pela Sociedade Civil através da A Casa Museu de Artes e Artefatos Brasileiros, apresenta o show “Retalhos do Brasil – Um piano e onze vozes” com a pianista Christianne Neves, no dia 22 de julho, domingo, às 11h, e entrada gratuita.

Inspirada no álbum “Pure Ella” (1994), da cantora Ella Fitzgerald ao lado do pianista Ellis Larkins, Christianne propôs a realização de um CD autoral, também em piano e voz, porém brasileiro. O resultado se concretizou no projeto “Retalhos do Brasil”, que contou com investimento próprio e na valorização de novos compositores.

Para a apresentação no MCB, Christianne Neves, que além de pianista é compositora, arranjadora, diretora musical e mestre em Música pela Unicamp, será acompanhada pelos cantores Adriana Godoy, Bia Mendes, Carmina Juarez, Cecilia Rezende, Claudio Curi, Daisy Cordeiro, Fernando Janson, Fernanda Porto (artista convidada), Sonia Polonca, Sueli Vargas e Tania Velloso. No repertório estão inclusas músicas autorais do projeto e também canções do sambista Noel Rosa (1910- 1937) e de Johnny Alf (1929-2010), um dos pioneiros da bossa nova.

Em sua trajetória musical, Christianne participou de festivais como o “Nomos Jazz Festival” e “Festival Treterre”, ambos na Itália, e no “Festival de Lapataia”, no Uruguai. A pianista também já se apresentou em países como Escócia, Portugal, Inglaterra e Finlândia.

 

Sobre o projeto Música no MCB
Com edições contínuas desde 1999, o projeto Música no MCB já beneficiou mais de 240 mil pessoas, que tiveram acesso gratuito a shows de grupos como Pau Brasil, Zimbo Trio, Projeto Coisa Fina, Orquestra Bachiana Jovem, Grupo Aum, Mawaca e Traditional Jazz Band, entre outros. As apresentações, que serão realizadas em palco montado no terraço do Museu da Casa Brasileira entre os meses de março e dezembro, reúnem atualmente cerca de 400 espectadores em média a cada domingo.

Sobre o MCB
O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país, realizado desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

SERVIÇO:

Música no MCB – 19ª temporada

 

JULHO

22/07 – Christianne Neves e Vozes – Retalhos do Brasil

29/07 – OABAND, Big Band da OAB-SP – Regência Maestro Antunes

 

 

 

 

Dia e Horário: Domingos, sempre às 11h00

Entrada gratuita

Local: Museu da Casa Brasileira

Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano

Tel.: (11) 3032.3727

VISITAÇÃO
De terça a domingo, das 10h00 às 18h00
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos | Pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada
Gratuito aos finais de semana e feriados

Acessibilidade no local
Bicicletário com 40 vagas | Estacionamento pago no local

Visitas orientadas: (11) 3026.3913 | agendamento@mcb.org.br | www.mcb.org.br

Informações para a imprensa – Museu da Casa Brasileira

Suzana Gnipper – (11) 3026-3910 | comunicacao@mcb.org.br

Jaqueline Caires – (11) 3026-3900 | analistacomunicacao@mcb.org.br

Diane Nascimento – (11) 3026-3900 | estcomunicacao@mcb.org.br

Informações para a imprensa – Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Stephanie Gomes – (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Elisabete Alina – (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

Em julho, Museu do Futebol tem programação de férias voltada a outras formas de vivenciar o esporte

Equipe de educadores oferece atividades com diferentes maneiras de se relacionar com essa modalidade esportiva

(mais…)

Comunicação e novas mídias: Oficina Cultural Juan Serrano oferece cursos gratuitos para jovens

Realidade virtual e criação e gerenciamento de canal no Youtube são os temas das oficinas que vão de julho a setembro

(mais…)

Museu do Futebol realiza festa julina em clima de final da Copa 2018

Arraial terá música ao vivo, comidas típicas, bingo e transmissão dos dois últimos jogos do Mundial da Rússia

(mais…)

Maratona Infantil do MIS entra em clima de suspense na edição de Julho

Evento integra a programação paralela da exposição Hitchcock – Bastidores do suspense, recém-inaugurada. Além das atividades dentro da temática, a Maratona traz música, fotografia, cinema e artes visuais para toda a família

(mais…)

Com música, circo e teatro, Secretaria da Cultura do Estado e Metrô realizam projeto SP Cultura no Metrô – confira a programação

Iniciativa leva apresentações artísticas para estações do Metrô, além do projeto “Músicos de Rua”

 

Desde o dia 28 de junho, quem passa por estações do Metrô da capital paulista se surpreende com uma programação cultural especial. O projeto SP Cultura no Metrô leva atrações para estações das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha do Metrô e agita o cotidiano da cidade mais populosa do Brasil.

Na próxima semana, as estações São Judas, Luz, Ana Rosa, Paraíso, Tatuapé, Brás, Sé, República e Marechal Deodoro receberão apresentações de música, circo e teatro. Confira a programação:

PROGRAMAÇÃO – 16 a 20 de julho

16 de julho, segunda-feira

 

Estação São Judas – Linha 1 Azul

17h00 – Yunei Rosa (MPB/Black) [música]

Estação Ana Rosa – Linha 2 Verde

12h00 – Paulo Neto canta Belchior [música]

Estação Tatuapé – Linha 3 Vermelha

17h00 – Suellen Luz (MPB) [música]

17 de julho, terça-feira

Estação Luz – Linha 1 Azul

17h00 – Nélio Henrique (Sertanejo) [música]

Estação Brás – Linha 3 Vermelha

12h00 – Trio Beijo de Moça (Forró) [música]

Estação República – Linha 3 Vermelha

17h00 – Paulo Neto canta Belchior [música]

18 de julho, quarta-feira

Estação Paraíso – Linha 2 Verde

12h00 – Fabiano Rodrigues (Sertanejo) [música]

Estação Sé – Linha 3 Vermelha

17h00 – Cia. Bubiô Ficô Lô apresenta “Tuingo e Bastião – Uma dupla de Baião” [circo]

Estação Marechal Deodoro – Linha 3 Vermelha

10h00 – Três cenas do espetáculo “Insones”, de Victor Nóvoa [teatro]

19 de julho, quinta-feira

Estação São Judas – Linha 1 Azul

17h00 – Trio Beijo de Moça (Forró) [música]

Estação Ana Rosa – Linha 2 Verde

12h00 – Suellen Luz (MPB) [música]

Estação Tatuapé – Linha 3 Vermelha

17h00 – Cia. Bubiô Ficô Lô apresenta “Tuingo e Bastião – Uma dupla de Baião” [circo]

20 de julho, sexta-feira

Estação Luz – Linha 1 Azul

12h00 – Trio Beijo de Moça (Forró) [música]

Estação Brás – Linha 3 Vermelha

12h00 – Suellen Luz (MPB) [música]

Estação Sé – Linha 3 Vermelha

17h00 – Banda Rarefeito 011 (Rock) [música]

As atividades vão até dezembro de 2018 e serão divididas em duas frentes:

Arte Cultura nas Estações – apresentações de teatro, música e dança em estações do Metrô. Até dezembro, serão realizadas 75 intervenções culturais.

Músicos de Rua – apresentações de músicos profissionais ou amadores nas estações do Metrô. Os interessados deverão se inscrever em chamamento disponível em breve no site da Secretaria da Cultura – www.cultura.sp.gov.br.

“Esta parceria permite o acesso de milhões de pessoas a múltiplas intervenções culturais. A produção cultural do estado multiplicada e compartilhada ao vivo e em cores. Atrações de qualidade e gratuitas para a população”, comemora Romildo Campello, secretário da Cultura do Estado de São Paulo.

“O Metrô é um sistema de transportes sempre aberto às manifestações culturais e artísticas. Já na década de 1970, obras de arte foram instaladas nas estações. Temos obras de renomados artistas, como Tomie Ohtake, Alex Flemming, Antonio Peticov, Claudio Tozzi e Francisco Brennand. Agora vamos abrir espaço para a música, dança e teatro, levando ainda mais opções para nossos usuários”, explica o secretário de Transportes Metropolitanos Clodoaldo Pelissioni.

O Metrô de São Paulo foi pioneiro em estimular os diferentes tipos de projetos na área cultural. A primeira é a escultura “Garatuja”, do artista Marcelo Nitsche, na estação Sé, desde 1978. Atualmente, o acervo do Metrô conta com 91 obras de arte dispostas em 37 estações do sistema. O programa Linha da Cultura, a partir de 1986, passou a disponibilizar gratuitamente espaços para manifestações artísticas das mais variadas formas – artes visuais, exposições fotográficas, performances, apresentações musicais e teatrais – nas estações.

O sistema metroviário paulista possui 89,7 quilômetros de extensão e 79 estações, transportando 4,5 milhões de usuários por dia. Pela quarta vez consecutiva, foi eleito como o melhor serviço de transporte da cidade de São Paulo em pesquisa realizada do Instituto Datafolha.

Mais informações à imprensa
Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa

Stephanie Gomes (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Bete Alina (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro promovem ações especiais para lançar a FLIMA 2018

O ‘esquenta’ realizado pelas instituições acontece dias 21 e 22 de julho, com três programações envolvendo literatura, poesia, música e teatro, com temas ligados à preservação ambiental

(mais…)

Oficina Cultural Oswald de Andrade realiza semana de atividades com Théâtre du Soleil

Desenvolvida para artistas e interessados em teatro, a programação do evento é gratuita e conta com oficinas, exibições de filmes e debates

(mais…)

Férias: Museus-Casas Literários têm programação especial para bebês e crianças

Brincadeiras com os sentidos, aventuras fotográficas e descobertas poéticas são algumas das atividades gratuitas oferecidas para toda a família

(mais…)

Cinema: Casa Guilherme de Almeida oferece cursos gratuitos

Cinema pelo celular, filmografia samurai e cinema italiano são algumas das oficinas dos meses de julho e agosto

(mais…)

Cinema: Guimarães Rosa é homenageado em exibições na Casa das Rosas

As sessões do Jardim Paradiso exibem adaptações cinematográficas de contos e novelas do autor

(mais…)

Paço das Artes abre novas exposições da Temporada de Projetos 2018

Artistas selecionados apostam na metalinguagem para abordar o futuro de instituições culturais e olhares para um espaço expositivo

(mais…)

Teatro: Durante as férias, Fábricas de Cultura têm diversos espetáculos gratuitos

Rapunzel, Pinóquio e muitos outros personagens prometem animar o dia da garotada e também dos adolescentes e adultos

As Fábricas de Cultura das zonas norte e sul prepararam uma programação especial para quem gosta de teatro! Durante todo o mês de julho, as unidades Jaçanã, Vila Nova Cachoeirinha e Jardim São Luís realizam seis espetáculos gratuitos para curtir com a família e amigos. Veja os principais destaques:

Quem nunca ouviu a história de Rapunzel? A Cia Burucutu apresenta no dia 26 de julho, quinta-feira, às 15h, na Vila Nova Cachoeirinha, a peça Rapunzel – uma história pra mais de metro, que reconta o clássico da literatura infantil com teatro de bonecos, música e técnicas circenses. Rapunzel vira Rosinha, o príncipe passa a ser Tiãozinho e a bruxa é Dona Esmeralda, uma feirante muito mal humorada.

O espetáculo infantil Pinóquio e a Gata Preta da Sorte conta as aventuras que o boneco de madeira vive com sua gatinha de estimação! Com humor, dança, canto e muita interação com o público, a peça fala sobre a importância do respeito aos animais. A sessão ocorre nos dias 6 e 12 de julho, sexta-feira às 15h e quinta-feira às 10h, no Jaçanã.

Dois brinquedos entediados com a ausência das crianças que foram viajar resolvem brincar sozinhos para passar o tempo. Após descobrirem a história e a cultura de lugares como Egito, China, França e México, descobrem que a imaginação pode derrubar fronteiras e que o conhecimento deve ser compartilhado. A contação de história Brincadeira de Brinquedo acontece no Jaçanã dia 21 de julho, sábado, às 10h e 15h.

 

Em um universo competitivo de incessante produção, é incabível sentir. Lethos e Aletheia, integrantes do Instituto, organização que doutrina e vigia seus integrantes, vivem em seus boxes individuais, trabalhando cada um em sua função e vivendo seus próprios dramas. Um esbarrão faz com que os personagens se percebam, e essa conexão é capaz de corromper suas rotinas, mostrando um revelador sistema. O drama Circuito Fechado é apresentado ao público do Jardim São Luis no dia 28 de julho, sábado, às 16h.

 

Acima de 16 anos

Três personagens em um quarto de bordel expõem suas vidas e relações, deixando à mostra diversos aspectos da condição humana. O espetáculo Navalha na carne, da Cia Soplinio, acontece dia 21 de julho, sábado às 16h no Jardim São Luis. A companhia foi criada na própria Fábrica de Cultura e trabalha com os textos do dramaturgo Plínio Marcos.

 

SOBRE AS FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Em cada unidade você encontrará: cursos e atividades, bibliotecas e estúdios de gravação.

Em 2018, as unidades das zonas norte e sul (Brasilândia, Capão Redondo, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha) contam com o patrocínio da Via Varejo – Casas Bahia por meio da Lei Rouanet. O apoio contribui com atividades de formação, saídas pedagógicas, programação cultural e projetos de tradução em Libras.

 

SOBRE A POIESIS

A instituição, que tem por objetivo o desenvolvimento sociocultural e educacional, com ênfase na preservação e difusão da língua portuguesa, desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para o complemento da formação de estudantes e público em geral. A POIESIS trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

 

SERVIÇO: Teatro nas Fábricas de Cultura

 

Pinóquio e a Gata Preta da Sorte | 6 e 12/7. Sexta-feira, 15h às 16h30 e quinta-feira, 10h às 11h30

Local: Fábrica de Cultura Jaçanã

Ingressos gratuitos.

Recomendação etária: livre

Brincadeira de brinquedo | 21/7. Sábado, 10h e 15h.

Local: Fábrica de Cultura Jaçanã

Ingressos gratuitos.

Recomendação etária: livre.

 

Navalha na carne | 21/7. Sábado, 16h às 18h

Local: Fábrica de Cultura Jardim São Luis

Ingressos gratuitos.

Recomendação etária: 16 anos

 

Rapunzel – uma história pra mais de metro | 26/7. Quinta-feira, 15h às 17h

Local: Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha

Ingressos gratuitos.

Recomendação etária: livre

Circuito Fechado | 28/7. Sábado, 16h às 18h

Local: Fábrica de Cultura Jardim São Luis

Ingressos gratuitos.

Recomendação etária: livre

 

Fábrica de Cultura Jaçanã – Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 e Rua Albuquerque de Almeida, 360

Fábrica de Cultura Jardim São Luís – Rua Antônio Ramos Rosa, 651

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha – Rua Franklin do Amaral, 1575

www.fabricasdecultura.org.br | Acessibilidade no local.

Assessoria de Imprensa – POIESIS

Carla Regina – Coordenação | (11) 4096-9827 | carlaregina@poiesis.org.br

Marcela Reis | (11) 4096-9857 | marcelareis@poiesis.org.br

Victória Durães | (11) 4096-9810 | victoriaoliveira@poiesis.org.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa

Stephanie Gomes – stgomes@sp.gov.br  – (11) 3339-8243

Bete Alina Skwara – betealina.culturasp@gmail.com – (11) 3339-8164

Férias: Fábricas de Cultura têm programação especial para crianças e jovens

Jogos tradicionais, festa julina, workshop de fotografia, oficina de dança do passinho, criação de quadrinhos e campeonato de futebol são alguns dos destaques da programação.

Que tal brincar e aprender durante as férias? As Fábricas de Cultura das zonas Norte e Sul da cidade têm uma programação especial para as crianças e jovens no mês de julho. Jogos tradicionais, festa julina, workshop de fotografia, oficina de dança do passinho, criação de quadrinhos, campeonato de futebol e várias outras brincadeiras fazem parte das atividades que acontecem durante o mês de julho. Confira alguns dos principais destaques:

A Fábrica de Cultura Brasilândia preparou dias especiais para todos brincarem de corre cutia, canções de roda, amarelinha, esconde-esconde, bolinha de gude e pipa. A ideia da atividade Jogos e Brincadeiras Tradicionais, que acontecem nos dias 3, 5, 10 e 12 de julho, das 15h às 17h, é auxiliar as crianças na construção de valores e no conhecimento do coletivo. Outra proposta bacana é conhecer o Alfabantu, aplicativo para celular que busca trazer informações do Kimbundu, língua nacional de Angola. Por meio de jogos e ilustrações, a garotada irá aprender sobre a cultura africana, no dia 4 de julho, quarta-feira, das 15h às 17h.

Ainda na zona Norte, na Fábrica de Cultura Jaçanã, acontecerá o Workshop de Revelação de Fotogramas, no dia 10 de julho, terça-feira, das 10h às 15h. A ideia é proporcionar para os aprendizes um contato teórico e prático dos primórdios da fotografia, a partir da criação de fotos no próprio papel, sem uso de negativos. O fotograma é a forma mais simples de impressão fotográfica e seu resultado é uma espécie de “radiografia” dos objetos no papel. São oferecidas 20 vagas, que precisam de inscrição prévia.

Futebolistas, admiradores e técnicos de plantão! Essa atividade é para vocês: em clima da Copa do Mundo, a Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha realizará a Copinha da Fábrica, que terá até troféu como prêmio. Os times, compostos por crianças e jovens entre 10 e 16 anos, serão divididos com os nomes dos países participantes do campeonato. Os jogos serão nos dias 11 e 12 de julho, das 15h às 17h, e quem quiser participar precisa fazer inscrição.

A zona Sul será palco da Festa Julina da Fábrica de Cultura Capão Redondo, no dia 14 de julho, sábado, das 14h às 20h. Comidas típicas, barracas de jogos, touro mecânico e muito forró vão animar a festa. Espante o frio do inverno com essa programação calorosa!

E fechando o mês de julho, no dia 28, sábado, das 14h às 16h, a criançada de 10 a 12 anos está convidada para a Oficina de criação de personagens de quadrinhos, na Fábrica de Cultura Jardim São Luis. A proposta é apresentar as características básicas de um personagem, como sua personalidade, roupas e sua adaptação entre realidade e imaginação. Mas não podemos nos esquecer dos personagens secundários, dos super-heróis históricos e das figuras de humor, de terror e até as infantis.

Toda a programação é gratuita, e algumas atividades precisam de inscrições, que podem ser feitas na recepção de cada Fábrica – instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

SOBRE AS FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Em cada unidade você encontrará: cursos e atividades, bibliotecas e estúdios de gravação.

Em 2018, as unidades das zonas norte e sul (Brasilândia, Capão Redondo, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha) contam com o patrocínio da Via Varejo – Casas Bahia por meio da Lei Rouanet. O apoio contribui com atividades de formação, saídas pedagógicas, programação cultural e projetos de tradução em Libras.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Telefone: (11) 5822-5240

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoerinha

Rua Franklin do Amaral, 1575

Telefone: (11) 2233-9270

Fábrica de Cultura Jardim São Luís

Rua Antônio Ramos Rosa, 651

Telefone: (11) 5510-5530

Fábrica de Cultura Brasilândia

Avenida General Penha Brasil, 2508

Telefone: (11) 3859-2300

 

Fábrica de Cultura Jaçanã

Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138

Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360

Telefone: (11) 2249-8010

Funcionamento de todas as unidades: de terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e feriados das 12h às 17h

Site: www.fabricasdecultura.org.br

Poiesis – Assessoria de Imprensa

Carla Regina – Coordenação | (11) 4096-9827 | carlaregina@poiesis.org.br

Marcela Reis | (11) 4096-9857 | marcelareis@poiesis.org.br

Victória Durães | (11) 4096-9810 | victoriaoliveira@poiesis.org.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa

Stephanie Gomes – stgomes@sp.gov.br  – (11) 3339-8243

Bete Alina Skwara – betealina.culturasp@gmail.com – (11) 3339-8164

2º semestre: Fábricas de Cultura abrem inscrições para ateliês de diversas linguagens artísticas

Música, artes visuais, multimeios, criatividade e tecnologia, literatura, circo, dança e teatro fazem parte das aulas gratuitas, oferecidas para crianças e jovens. Faça sua inscrição!

Quer fazer aulas de circo, dança ou teatro? As Fábricas de Cultura das zonas Norte e Sul da cidade estão com inscrições abertas para ateliês de diversas linguagens artísticas, como música, artes visuais, multimeios, criatividade e tecnologia, literatura, circo, dança e teatro, para o segundo semestre. Todas as atividades das Fábricas – instituições da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela Poiesis – são gratuitas e são oferecidas para crianças e jovens até 21 anos. As inscrições devem ser feitas na recepção de cada unidade, e recomenda-se ligar antes para checar o número de vagas disponíveis. Confira os principais destaques:

A Fábrica de Cultura Capão Redondo oferece aulas de artes visuais, que propõem a vivência de técnicas artísticas para impressão de estampas em tecido, por meio do carimbo, estêncil, bordado, serigrafia, pintura e colagem. Os ateliês vão de 8 de agosto a 10 de outubro, às quartas-feiras, das 17h30 às 20h30. São oferecidas 15 vagas para maiores de 14 anos.

Ainda na zona Sul, a Fábrica de Cultura Jardim São Luis terá aulas de danças urbanas e de capoeira de Angola. As primeiras tratarão das variações da cultura hip hop, que foi importada; já as outras abordarão as origens da cultura brasileira com a capoeira, ao som de berimbaus, pandeiros e cantigas. Todas as aulas serão de 11 de agosto a 24 de novembro, aos sábados, das 14h às 17h. As danças urbanas são oferecidas para maiores de 14 anos e a capoeira para maiores de 12 anos.

A Fábrica de Cultura Brasilândia realiza ateliês de literatura e escrita criativa, de 7 de agosto a 29 de novembro, às terças e quintas-feiras, das 14h às 16h45. Por meio de jogos e brincadeiras, os aprendizes irão criar quadrinhos, contos, músicas ou histórias. São oferecidas 20 vagas para crianças de 8 a 12 anos.

Na Fábrica de Cultura Jaçanã, os aprendizes de 8 a 15 anos podem participar dos ateliês de iniciação de circo, de 7 de agosto a 27 de novembro, às terças e quintas-feiras, das 9h às 11h45. A proposta é promover a experimentação e o aprimoramento do controle motor e do desenvolvimento físico e psicossocial, por meio das técnicas circenses.

E, por fim, na Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha, acontecerão as aulas de teatro para crianças de 8 a 12 anos, de 8 de agosto a 30 de novembro, das 9h às 11h45. A partir de jogos teatrais e infantis, será estimulado o desenvolvimento da imaginação, autonomia, cidadania e coletividade. A iniciação da criação teatral também promove reflexões sobre o mundo, o país, a comunidade, a família e até sobre si mesmo.

SOBRE AS FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Em cada unidade você encontrará: cursos e atividades, bibliotecas e estúdios de gravação.

Em 2018, as unidades das zonas norte e sul (Brasilândia, Capão Redondo, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha) contam com o patrocínio da Via Varejo – Casas Bahia por meio da Lei Rouanet. O apoio contribui com atividades de formação, saídas pedagógicas, programação cultural e projetos de tradução em Libras.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Telefone: (11) 5822-5240

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoerinha

Rua Franklin do Amaral, 1575

Telefone: (11) 2233-9270

Fábrica de Cultura Jardim São Luís

Rua Antônio Ramos Rosa, 651

Telefone: (11) 5510-5530

Fábrica de Cultura Brasilândia

Avenida General Penha Brasil, 2508

Telefone: (11) 3859-2300

 

Fábrica de Cultura Jaçanã

Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138

Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360

Telefone: (11) 2249-8010

Funcionamento de todas as unidades: de terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e feriados das 12h às 17h

Site: www.fabricasdecultura.org.br

Poiesis – Assessoria de Imprensa

Carla Regina – Coordenação | (11) 4096-9827 | carlaregina@poiesis.org.br

Marcela Reis | (11) 4096-9857 | marcelareis@poiesis.org.br

Victória Durães | (11) 4096-9810 | victoriaoliveira@poiesis.org.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa

Stephanie Gomes – stgomes@sp.gov.br  – (11) 3339-8243

Bete Alina Skwara – betealina.culturasp@gmail.com – (11) 3339-8164

Fábricas de Cultura realizam programação especial para o Dia Internacional da Mulher Negra Latina e Caribenha

Para abordar questões sobre racismo e machismo, programação conta com conversas sobre artistas negras e exibição de websérie sobre empoderamento feminino

(mais…)

Oficina Cultural Alfredo Volpi promove espetáculos teatrais que unem arte e ativismo

A programação é gratuita e os trabalhos abordam temas como intolerância religiosa e consumismo

  (mais…)

Programação de sexta-feira (6) do Festival Santos Café sofre alteração

Em função do jogo da seleção brasileira na próxima sexta-feira, dia 6, a programação do Museu do Café para o Festival Santos Café será alterada. Dentre as atividades planejadas para a data, permanecerá na agenda apenas a visitação noturna, que acontece das 18h00 às 21h00. O show musical de Tite Franco e Denis Carvalho, que também ocorreria no dia, será transferido para sábado, às 13h00. Logo após a apresentação, às 14h00, o público poderá conhecer diferentes métodos de preparo de café com harmonização.

O restante das atividades do dia 7, bem como as ações idealizadas para o domingo e segunda-feira (8 e 9), continuam as mesmas. As atrações infantis, que integram a programação do Festival este ano, também não sofrem alterações no período. No sábado, a agenda ainda inclui degustações de café gourmet no Centro de Preparação de Café, que ocorrem às 10h30, 12h00, 15h00 e 17h00, ao valor de R$10,00, e a apresentação do Coro Cênico Céu da Boca, que trará o espetáculo “Raça”, às 17h00.

Já no domingo, no mesmo horário, o barista do Museu do Café dará dicas na Cafeteria do Museu de como se extrair o melhor da bebida em casa. A ação “Dica do Barista” acontece novamente no dia seguinte (9), ocasião em que o Museu abrirá excepcionalmente em uma segunda-feira. Completando a agenda estão as degustações de café, que ocorrem, mais uma vez, na data.

Durante o festival, o valor do ingresso será diferenciado. Na sexta-feira, o público poderá participar da visitação noturna gratuitamente. Como de costume, a isenção é completa no sábado, em horário integral. Nos últimos dois dias, domingo e segunda-feira, será cobrado o valor de meia-entrada para todos os visitantes.

 

 

Serviço:

 

Festival Santos Café

Data: 6 a 9 de julho (sexta a segunda)

Local: Museu do Café

Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos/SP

Telefone: (13) 3213-1750

 

Agenda

 

Café com Música | Tite Tite Franco e Denis Carvalho

Grátis

7/07 | SÁB | 13h00

 

Apresentação de métodos de preparo de café com harmonização

Grátis

7/07 | SÁB | 14h00

 

Visitação noturna

Sexta-feira e sábado: grátis

Domingo: meia-entrada

6, 7 e 8/07 | SEX, SÁB e DOM | 18h00 às 21h00

 

Degustação de café

Ingresso: R$ 10,00

7 e 8/07 | SÁB e DOM | 10h30, 12h00, 15h00 e 17h00

 

Apresentação do Coro Cênico Céu da Boca – Espetáculo “Raça”

Grátis

7/07 | SÁB | 17h00

 

Dica do Barista

Grátis

8 e 9/07 | DOM e SEG | 17h00

 

Atividades infantis

As inscrições para todas as atividades são gratuitas e as vagas limitadas. Serão distribuídas senhas na bilheteria do Museu do Café uma hora antes do início da ação.

 

Mediação de Leitura

7/07 | SÁB | 15h00

Roteiro Lúdico “Viva o Café”

7 e 9/07 | SÁB e SEG | 16h00

Cine Café com Leite

8/07 | DOM | 15h00

 

Informações Imprensa

Museu do Café

Assessoria de Comunicação Institucional

(13) 3213-1751 / 98153-1666

Caroline Nóbrega / Karina Frey / Barbara Perez

comunicacao@museudocafe.org.br / museudocafe@museudocafe.org.br / barbara@museudocafe.org.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – Assessoria de Imprensa

Stephanie Gomes (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Bete Alina Skwara | (11) 3339-8064 | betealina.culturasp@gmail.com

Dança no MIS de julho traz performance Outro, de Mirella Brandi e Muep Etmo

Performance faz parte do Dança no MIS, projeto realizado mensalmente pelo museu, com curadoria de Natalia Mallo. A apresentação inclui programação site-specific, em que coreógrafos são convidados a escolher uma área do MIS para compor um trabalho em dança, bem como a ocupação do auditório com espetáculos de repertório e novas criações

 

No sábado, dia 7 de julho, às 20h, o MIS – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – recebe a performance Outro, de Mirella Brandi e Muep Etmo. O projeto conta com a participação do performer convidado Pedro Galiza.  O espetáculo tem início às 20h e será realizado no Auditório MIS, com entrada gratuita.

A narrativa de Outro leva o público a experimentar os aspectos emocionais e contraditórios vivenciados em grandes cidades, onde o “outro” assume o espaço do invisível ou do indefinido sobre o que realmente pertence a um coletivo e ao que somos individualmente responsáveis. Usando narrativas de luz, projeção de imagens, música e a presença de um performer convidado, dá-se início a este primeiro exercício coreográfico que aprofunda uma pesquisa realizada em parceria entre dois países, Brasil e Alemanha – mais especificamente São Paulo e Berlim.

A primeira etapa desta parceria acontece no MIS em uma apresentação não passiva, que transgride os limites da tela de cinema e do próprio corpo, incluindo o público como parte central desta trama.

Mirella Brandi é artista multimedia e designer de luz, trabalha desde 2006 com o músico, compositor e engenheiro de som Muep Etmo criando projetos sobre narrativas imersivas com luz, som e multilinguagens. Nesse projeto, juntam-se à cineasta e artista visual Tuca Paoli que desde 2010 vive e trabalha em Berlim. O projeto surge desta parceria entre São Paulo e Berlim, onde os artistas se encontram anualmente e aprofundam sua pesquisa sobre projetos imersivos ligados ao cinema expandido a partir da colaboração entre diversas áreas.

S e r v i ç o


DANÇA NO MIS | OUTRO, de Mirella Brandi x Muep Etmo
DATA
7 de julho
HORÁRIO
20h
LOCAL
Auditório MIS (172 lugares)
INGRESSO Gratuito – retirada de ingresso com uma hora de antecedência
DURAÇÃO 40 minutos
CLASSIFICAÇÃO
16 anos

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$ 18,00
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

Informações para a imprensa – MIS:
Clarissa Janini | clarissa.janini@mis-sp.org.br | (11) 2117 4777, r 312
Marina Castro Alves | marina.castroalves@mis-sp.org.br  | (11) 2117 4777, r 363

Informações para a imprensa – Secretaria de Estado da Cultura
Stephanie Gomes – (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br
Elisabete Alina – (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

Grupo Noneto de Casa lança o álbum ‘Rebuscando’ no Museu da Casa Brasileira

No repertório da apresentação, que acontece no dia 08 de julho, estão músicas do novo CD e canções de Hermeto Pascoal

(mais…)

Férias no Museu Catavento tem programação para todas as idades

Espetáculos teatrais, apresentações de mágica, oficinas, jogos, experiências com realidade aumentada, exposições e muito mais!

(mais…)

Férias: Casa Mário de Andrade oferece cursos e oficinas gratuitas

A programação inclui atividades de música, cultura popular, dança, literatura e fotografia

(mais…)

Casa das Rosas realiza cursos e oficinas especiais em julho

Destaque para oficina de Cartonera e palestra sobre Antiliteratura

(mais…)

Sexta-feira 13 com maratona de filmes de Hitchcock no MIS!

O Museu da Imagem e do Som – MIS SP, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, realiza mais uma tradicional Maratona de Filmes de Terror durante a madrugada de Sexta-Feira 13. Esta edição, porém, é especial: acontece juntamente com a inauguração da nova megaexposição do Museu, Hitchcock – Bastidores do suspense, no próximo dia 13 de julho.  

Para mergulhar no clima do diretor britânico, além da exibição de três de seus icônicos filmes durante a madrugada (Os Pássaros, Trama Macabra e O Homem que sabia demais), quem comprar ingresso para a Maratona de filmes poderá visitar a exposição entre as 22h de sexta (13) e 10h de sábado (14).

Os ingressos para a Sexta-Feira 13 – Maratona Hitchcock (R$ 30, que dão direito às três sessões mais entrada na exposição) começam a ser vendidos no dia 6 de julho, sexta-feira, a partir das 12h – no site da Ingresso Rápido e recepção do Museu.

 

PROGRAMAÇÃO

23h – Os Pássaros (1963)

Melanie Daniels (Tippi Hedren) é uma bela e rica socialite que sempre vai atrás do que quer. Um dia ela conhece o advogado Mitch Brenner (Rod Taylor) em um pet shop e fica interessada nele. Após o encontro ela decide procurá-lo em sua cidade. Ela dirige por uma hora até a pacata cidade de Bodega Bay, na Califórnia, onde Mitch costuma passar os finais de semana. Entretanto, Melaine só não sabia que iria vivenciar algo assustador: milhares de pássaros se instalaram na localidade e começam a atacar as pessoas.

1h – Trama macabra (1976)

O último filme de Alfred Hitchcock teve o roteiro baseado no livro The Rainbird Pattern, de Victor Canning. Na trama, a falsa médium Madame Blanche (Barbara Harris) e seu namorado, o taxista George Lumley (Bruce Dern), tentam arrancar algum dinheiro de Julia Rainbird (Cathleen Nesbitt) dizendo que conseguem se comunicar com seu sobrinho desaparecido. Enquanto isso, Arthur Adamson (William Devane) e sua parceira, Fran (Karen Black), enriquecem sequestrando magnatas. Brevemente os caminhos dos quatro trambiqueiros se cruzarão.

3h – O homem que sabia demais (1956)

O filme é uma refilmagem do filme homônimo de 1934, também dirigido por Hitchcock. Durante suas férias no Marrocos, Ben McKenna (James Stewart), um médico, e sua família se envolvem acidentalmente em uma trama internacional de assassinato, quando um moribundo fala ao ouvido de Ben algumas palavras. Para impedi-lo de denunciar a trama à polícia, os conspiradores resolvem então sequestrar seu filho.

Onde

Programação de férias nas Fábricas de Cultura da zona leste

As Fábricas de Cultura, unidades do programa da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, oferecem, no mês de julho, programação gratuita para as férias. As atividades serão divididas entre oficinas e cursos destinados a crianças e jovens de 8 a 21 anos nas atividades diurnas e para adultos nas atividades noturnas. A programação acontece nas unidades Itaim Paulista, Sapopemba, Cidade Tiradentes, Vila Curuçá e Parque Belém.

Nas oficinas de férias, crianças e jovens podem participar de atividades diárias sem a necessidade de realizar inscrição prévia. Basta verificar o que a Fábrica está oferecendo no dia, entre as linguagens de circo, artes plásticas, teatro, música, multimeios, teatro e xadrez.  

Serão ofertados também três cursos de férias por Fábrica, com cerca de 60 vagas, com duração de dois a quatro dias cada. Estes cursos objetivam oferecer um conteúdo mais específico e aprofundado e, para participar, é necessário comparecer à unidade desejada com documento de identificação com foto e comprovante de residência. Alunos menores de 14 anos precisam estar acompanhados de um responsável.

Todos os materiais necessários para as atividades são oferecidos gratuitamente pelas Fábricas. Para saber mais, acesse o site www.fabricadecultura.com.br ou a página do Facebook /fabricasdeculturazl.

 

Programação

Endereço: Rua Estudantes da China, 500

Telefone: (11) 2025-1991

 

Cursos:

Papelão arte – Autorretrato

Dias 03, 05, 10 e 12/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 10 anos

 

Karatê estilo Shotokan

Dias 04, 06, 11 e 13/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 08 anos

 

“Território do Brincar” – Brincadeiras do Itaim Paulista

Dias 17 e 19/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 08 anos

Endereço: Rua Augustin Luberti, 300

Telefone: (11) 2012-5803

 

Cursos:

Violão – A importância da mão direita e esquerda

Dias 17, 24 e 31/07 – das 18h00 às 21h00 – acima de 16 anos

 

Circo – Na Corda Bamba

Dias 18,20 e 25/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 08 anos

 

Apreciação musical e percepções: rítmica e melódica

Dias 18,20 e 25/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 10 anos

Endereço: Rua Henriqueta Noguez Brieba, 281

Telefone: (11) 2556-3624

 

Cursos:

Balé – Giros e piruetas

Dias 11 e 13/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 12 anos

 

Violão/A Música Pop dos Anos 80

Dias 17 e 19/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 08 anos

 

Papelão arte – Autorretrato

Dias 18, 20, 25 e 27/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 12 anos

Endereço: Rua Pedra Dourada, 65

Telefone: (11) 2016-3316

 

Cursos:

Dança “BREAKING” Fundamentos, métodos de criação e consciência corporal

Dias 05,10 e 12/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 14 anos

 

DANÇA DE SALÃO – “A dança a partir de músicas com influência afro brasileira”

Dias 10,17 e 24/07 – das 18h00 às 21h00 – acima de 17 anos

 

Exercícios Criativos – Fragmentos Afetivos

Dias 13, 18 e 20/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 08 anos

Endereço: Av. Celso Garcia, nº 2.231 (Complexo do Parque Belém)

Telefone: (11) 2618-3447

 

Cursos:

Curso de percepção rítmica e melódica

Dias 03, 05, 10 e 12/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 12 anos

 

Mercado Musical

Dias 04, 06, 11 e 13/07 – das 14h00 às 17h00 – acima de 16 anos

Programação de férias agita o Museu Índia Vanuíre

Atividades acontecem de 10 a 27 de julho com entrada gratuita; programação conta com oficinas de artesanato e pintura, cinema, contação de histórias, gincana e passeio ao Museu dos Tropeiros e à Fazenda Orgânica

As férias de julho estão repletas de atrações no Museu Índia Vanuíre (Tupã), instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari. De 10 a 27 de julho, de terça a sexta-feira, das 9h00 às 11h00, acontece o projeto Férias no Museu. Os visitantes que não puderem participar das ações pela manhã podem solicitar aos educadores que elas sejam desenvolvidas no período da tarde. A participação é gratuita.

Um planejamento especial para as crianças que estão em recesso escolar foi desenvolvido com o objetivo de mostrar a riqueza cultural do Brasil. Farão parte das atividades oficinas de artesanato e pintura, cinema, contação de histórias, gincana e passeios ao Museu dos Tropeiros e à Fazenda Orgânica.

“Toda a programação tem como objetivo a socialização das crianças durante as férias. Diversão, criatividade, educação e lazer fazem parte da pauta. Nossa ideia é promover o conhecimento de forma dinâmica”, explica Tamimi Borsatto, gerente do Museu Índia Vanuíre.

No dia 10 de julho, terça-feira, a garotada terá a oportunidade de conhecer a Oficina de Adorno Indígena e Confecção de Bandeirinhas do Brasil e da Rússia. Na ocasião, um indígena Krenak da Terra Indígena Vanuíre mediará uma roda de conversa sobre os hábitos e costumes da tribo. Durante o encontro serão produzidos colares e bandeirinhas.

Na quarta-feira, 11 de julho, será feito um cofre com lata de leite em pó e papel E.V.A na Oficina de Confecção de Artesanato. Na sequência, uma Gincana das Bandeirinhas unirá ainda mais os presentes.

Em 12 de julho, quinta-feira, a Oficina de Artesanato Indígena – Chaveiro em Sementes será ministrada por um indígena Krenak da Terra Indígena Vanuíre em um bate-papo sobre os costumes da tribo. A programação também terá Confecção de Artesanato em Argila em 13 de julho, sexta-feira, ministrada por uma artesã Tupãense. A cultura oriental será trabalhada na Oficina de Kirigami e Origami, em 17 de julho, terça-feira. Os participantes conhecerão um pouco mais das técnicas em papel de seda.

A quarta-feira, 18 de julho, será agitada com a Oficina de Pintura Corporal Indígena. Uma índia Kaingang da Terra Indígena Vanuíre destacará seus hábitos e costumes, além de fornecer informações sobre pintura corporal e o material usado no processo. Na sequência, a Gincana do Ovo na Colher movimentará as crianças.

Com o intuito de promover os valores morais, acontece no dia 19 de julho, quinta-feira, o Cine Museu, com a exibição de um filme com a temática da vida social seguida por uma roda de conversa. A sexta-feira, 20 de julho, terá passeio ao Museu dos Tropeiros, em Tupã.

No dia 24 de julho começa a última semana do projeto Férias no Museu com a Oficina de Adorno Corporal Indígena Kaingang. Haverá a confecção de uma Matrioska para ser inserida em um chaveiro em homenagem ao campeonato mundial de futebol 2018.

Uma Oficina de Grafite em 25 de julho, quarta-feira, acontece no Solar Luiz de Souza Leão (Rua Caingangs, 600). O curso será ministrado por André Prado, coordenador de oficinas culturais e grafiteiro ligado ao movimento Hip Hop. Ele ensinará as técnicas básicas do grafite.

 

No penúltimo dia da ação, 26 de julho, quinta-feira, ocorre a Contação de Histórias e Confecção de Fantoches. Fábulas e lendas sobre a cultura negra farão parte do encontro, em que serão produzidos fantoches para encenação.

Para fechar com chave de ouro, haverá um Passeio à Fazenda Orgânica no dia 27 de julho, sexta-feira. No local, o grupo terá a oportunidade de conhecer melhor a vida no campo e como tudo funciona.

Confira a programação:

Oficina de Adorno Indígena e Confecção de Bandeirinhas do Brasil e da Rússia

Data: 10/07/2018

As crianças terão a oportunidade de participar de uma roda de conversa com um indígena Krenak da Terra Indígena Vanuíre e conhecer os seus hábitos e costumes. Após a conversa, será proposta a confecção de um colar indígena. Depois da atividade, o setor educativo ajudará os participantes na confecção de bandeirinhas do Brasil e da Rússia em papel de seda e varinhas de bambu para a gincana do dia 11/07.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Oficina de Confecção de Artesanato e Gincana das Bandeirinhas (Parte Recreativa)

Data: 11/07/2018

Na ocasião, as crianças terão a oportunidade de aprender como se faz um cofre com apenas dois objetos: uma lata de leite em pó e papel E.V.A. Depois de pronto, o cofre poderá ser levado para casa como lembrança. No término acontecerá a Gincana das Bandeirinhas entre Brasil e Rússia.  As crianças serão divididas em dois grupos e farão uma corrida que vai decidir qual o país vencedor.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Oficina de Artesanato Indígena – Chaveiro em Sementes

Data: 12/07/2018

As crianças terão a oportunidade de participar de uma roda de conversa com um indígena Krenak, da Terra Indígena Vanuíre e conhecer seus hábitos e costumes. Após o bate-papo, será confeccionado um chaveiro indígena que poderá ser levado como lembrança.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Confecção de Artesanato em Argila

Data: 13/07/2018

Ministrada por uma artesã da cidade, a atividade vai ensinar as crianças a produzirem peças em argila como porta trecos e canetas.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Oficina de Kirigami e Origami

Data: 17/07/2018

Durante a atividade, as crianças terão a oportunidade de entender o que é Origami e Kirigami. O origami é uma técnica milenar dos japoneses que consiste em dobrar papéis formando lindos enfeites. O Kirigami é a arte de recortar em papel de seda ou dobradura, mostrando em recortes a beleza da arte.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Oficina de Pintura Corporal Indígena e Gincana do Ovo na Colher

Data: 18/07/2018

As crianças terão a oportunidade de participar de uma roda de conversa com uma índia Kaingang da Terra Indígena Vanuíre. Na ocasião, saberão sobre seus hábitos e costumes, além de informações sobre pintura corporal e o material usado no processo. Após o bate-papo, será mostrada a pintura corporal. No término será realizada a parte recreativa com a Gincana do Ovo na Colher.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Cine Museu                

Data: 19/07/2018

Para que as crianças tenham contato com importantes valores morais, será apresentado no auditório do Museu Índia Vanuíre um filme com assuntos relevantes à vida social. A garotada ganhará pipoca e paçoca. No término da exibição uma roda de conversa discutirá o filme.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Passeio ao Museu dos Tropeiros

Data: 20/07/2018

Neste dia, será realizada uma visita ao Museu dos Tropeiros, em Tupã/SP. As crianças terão a oportunidade de conhecer a história do tropeirismo na região.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Oficina de Adorno Corporal Indígena Kaingang e Confecção  de uma Matrioska em Chaveiro

Data: 24/07/2018

As crianças terão a oportunidade de participar de uma roda de conversa com uma indígena Kaingang, da Terra Indígena Vanuíre e conhecer seus hábitos e costumes. Após o bate-papo, será realizada a confecção de um adorno corporal indígena. Em seguida, será feita, em E.V.A., a figura de uma Matrioska para ser inserida em um chaveiro em homenagem ao campeonato mundial de futebol.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Oficina de Grafite

Data: 25/07/2018

André Prado é coordenador de oficinas culturais e grafiteiro ligado ao movimento Hip Hop há mais de dez anos. Na ocasião, apresentará e ensinará técnicas básicas de grafite, como traços, contornos e degrades utilizando tintas látex e sprays.

Local: Solar Luiz de Souza Leão

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Contação de Histórias e Confecção de Fantoches

Data: 26/07/2018

Toda história, por mais simples que pareça, transmite algo para o desenvolvimento da criança de forma criativa e reflexiva.

Com os objetivos de promover a reflexão e o conhecimento de uma forma dinâmica, será realizada uma oficina de Contação de Histórias. A confecção de fantoches fará parte da ação. Por meio dos materiais, serão apresentadas para as crianças histórias, fábulas e lendas sobre a cultura negra.

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

Passeio à Fazenda Orgânica

Data: 27/07/2018

Um passeio à fazenda será realizado com o objetivo de mostrar a natureza às crianças. No local, elas terão oportunidade de conhecer melhor a vida no campo e como tudo funciona.

Local de saída: Museu H.P. Índia Vanuíre (Rua Coroados, nº 521, Centro – Tupã/SP)

Horário: das 9h00 às 11h00

Entrada: gratuita

 

SERVIÇO

Projeto Férias no Museu

Período: de 10 a 27/07/2018

Horário: de terça a sexta-feira, das 9h00 às 11h00

Informações: (14) 3491-2333

Entrada: gratuita

Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre

Rua Coroados, nº 521

Centro – Tupã/SP

Telefone: (14) 3491-2333

contato@museuindiavanuire.org.br

www.museuindiavanuire.org.br

Seja nosso parceiro: www.museuindiavanuire.org.br/apoie

Férias: Casa Mário de Andrade oferece cursos e oficinas gratuitas  

A programação inclui atividades de música, cultura popular, dança, literatura e fotografia

Já tem programação para o mês de julho? A Casa Mário de Andrade preparou diversos cursos e oficinas para quem gosta de música, cultura popular, dança, literatura e fotografia. As aulas são livres, gratuitas e acontecem a partir do dia 5 de julho. As inscrições para as atividades podem ser feitas pelo site do museu, que integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

Abrindo a programação, na quinta-feira, dia 5, começa o curso sobre a dança Cavalo Marinho pernambucano, ministrado pelo Grupo Boi da Garoa, que há oito anos estuda essa variante do Bumba-Meu-Boi nordestino – classificado por Mário de Andrade como uma dança dramática. Os encontros são abertos ao público e acontecem às quintas-feiras, entre 5 de julho e 27 de setembro, das 19h00 às 21h00. Os participantes poderão vivenciar os elementos da brincadeira, que inclui música, poesia, dança e teatro.

Ainda no território da cultura popular, será oferecido o curso Ritmos Brasileiros – A prática e a teoria das músicas recolhidas na Missão de Pesquisas Folclóricas, que acontecerá às quartas-feiras, entre 25 de julho e 26 de setembro, das 14h00 às 18h00. A proposta das aulas é revisitar os ritmos musicais recolhidos pela Missão que percorreu o Norte e Nordeste a cargo do escritor Mário de Andrade, que na época dirigia a Departamento de Cultura do município de São Paulo. Os participantes serão estimulados a realizar práticas musicais e pesquisas a partir do acervo resultante da expedição, que aconteceu em 1938. O curso será ministrado por Haran Rodrigues, bacharel em música, com pesquisa em música brasileira.

Além do interesse pela escrita e pela cultura popular, Mário de Andrade também se aventurou na fotografia. E para resgatar seu apreço especial pela revelação de filmes, o museu oferece a oficina Fotografia, entre 24 e 27 de julho, das 15h00 às 18h00. Durante as aulas, ministradas pelo fotógrafo Claudinei Nakasone, o público analisará algumas imagens feitas pelo escritor e irá desenvolver certas técnicas relacionadas a elas. A atividade está associada à exposição Mário Fotógrafo, em cartaz no porão do museu.

Confira a programação completa de cursos e oficinas do mês de julho na Casa Mário de Andrade:

Grupo Boi da Garoa
Quintas-feiras, entre 5 de julho a 27 de setembro – das 19h00 às 21h00

Danças brasileiras
Terça a sexta-feira, de 10 a 13 de julho – das 15h00 às 18h00

Canto e técnica vocal
Terça a sexta-feira, de 17 a 20 de julho – das 13h00 às 16h00

Escrita de cartas pessoais
Sexta-feira, 20 de julho – das 14h00 às 15h30

Fotografia
Terça a sexta-feira, de 24 a 27 de julho – das 15h00 às 18h00

Ritmos Brasileiros – A prática e a teoria das músicas recolhidas na Missão de Pesquisas Folclóricas
Quartas-feiras, entre 25 de julho e 26 de setembro – das 14h00 às 18h00

 

SOBRE A CASA MÁRIO DE ANDRADE

A Casa Mário de Andrade funciona no endereço da antiga casa do escritor Mário de Andrade, um dos principais mentores do modernismo brasileiro e da Semana de Arte Moderna de 1922. O museu abriga uma exposição permanente, que é aberta a visitação, com objetos pessoais do modernista, além de documentos de imagem e áudio relacionados à sua trajetória. O museu também realiza uma intensa programação de atividades culturais e educativas. A Casa integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Casa Mário de Andrade
Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda – São Paulo
Telefone: (11) 3666-5803 | 3826-4085
Funcionamento: de terça-feira a sábado, das 10h00 às 18h00
www.casamariodeandrade.org.br

Museu Casa de Portinari recebe grupo Canto Kids em 28 de janeiro

Apresentação reúne cantigas de rodas e canções infantis consagradas, além de produções autorais; entrada é gratuita (mais…)

Oficinas gratuitas do MCB trazem clima de praia sem sair da capital paulista

Casa na Praia trás atividades para crianças e adultos e faz parte da programação especial de férias (mais…)

Explorum chega ao Museu Catavento para as férias

Exposição interativa aproxima crianças e adolescentes do pensamento tecnológico (mais…)

Curso de contação de histórias acontece na Casa das Rosas

A atividade é gratuita e ministrada pelo grupo Arte Despertar (mais…)

Férias de janeiro é no Museu Afro Brasil

Programação especial traz brincadeiras tradicionais congolesas, visitas temáticas e encontro literário

(mais…)

Férias no Museu Índia Vanuíre: atividades culturais para jovens e crianças

Ações serão de 9 a 26 de janeiro, com oficinas variadas e passeios culturais; a entrada é gratuita (mais…)

Museu da Imigração tem programação especial de férias

Atividades são gratuitas e voltadas para famílias e crianças de diferentes faixas etárias (mais…)

As férias mais divertidas da região são as do Museu Casa Portinari!

Brincadeiras, oficinas artísticas e de brinquedos e um ateliê a céu aberto são algumas das atrações em Brodowski

(mais…)

Casa Mário de Andrade tem atividades gratuitas para jovens e adultos durante as férias

Dança, ilustração para jogos, criação literária e canto fazem parte da programação de janeiro e fevereiro (mais…)

Programação de férias: museus e bibliotecas da SEC oferecem atrações para as crianças

Oficinas de robótica, apresentação de filmes, brincadeiras e espetáculos fazem parte das atividades

(mais…)

Museu do Café promove brincadeiras e atividades para as crianças nas férias

No Museu do Café, em Santos, de 3 a 28 de janeiro, as crianças poderão se divertir com a piscina de bolinhas, o pula-pula, as fantasias e os jogos educativos do “Espaço Café com Leite”, além de aprender sobre o dia a dia de uma fazenda de forma lúdica com o “Cafezalzinho”. Nos dias 6 e 13, às 15h00, crianças de cinco a dez anos poderão participar da oficina “Minibarista”. No dia 7, às 15h30, o público poderá assistir ao teatro de fantoches e participar do “Atelier Calixto”, às 10h30. Por fim, no dia 21, crianças a partir de cinco anos poderão participar do “Musicando com Café”.

Museu do Futebol entra em ritmo de férias

Programa Férias no Museu será de 26 de dezembro a 28 de janeiro com atrações gratuitas para toda a família (mais…)

Espaço Café com Leite: brincadeiras e descobertas em janeiro no Museu do Café

Atividades para a criançada, de 3 a 28, animam as férias e promovem aprendizados (mais…)