@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

Bibliotecas

Conheça os programas da #CulturaSP voltados para a literatura!

Foto: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Celebramos no mês de abril datas importantes para a literatura: no dia 2/4 comemora-se o Dia Internacional do Livro Infantil; no dia 23/4, o Dia Mundial do Livro; e, entre essas datas, o aniversário de Monteiro Lobato, famoso escritor de ensaios infantis, é marcado pelo Dia Nacional do Livro Infantil.

Pensando nisso, listamos aqui algumas das iniciativas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo que estimulam o hábito da leitura e a criação literária.

Estímulo à Leitura

A Biblioteca de São Paulo e a Biblioteca do Parque Villa-Lobos trabalham com o conceito de "biblioteca-viva" - um espaço voltado à literatura mas que vai além do empréstimo de livros, promovendo a convivência entre o público e o cotidiano dos equipamentos. Ambas são projetos modelo do Governo do Estado e contam com acervo diversificado e acessível para contribuir para que todos tenham acesso à leitura e à cultura. Em suas programações há palestras, contação de histórias, cursos, oficinas, discussões sobre temas literários, intervenções teatrais, apresentações musicais, além de cursos e oficinas gratuitos.

Além do acervo "físico", a Secretaria da Cultura do Estado também dispõe do programa Viagem Literária, que conecta contadores de histórias e autores consagrados a municípios do interior de São Paulo. Na sua 10ª edição, em 2017, o Viagem Literária percorreu 90 cidades e teve 340 atividades.

Foto: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Estimulo à Criação Literária

Através de editais públicos, o Programa de Ação Cultural - ProAC apoia financeiramente projetos para estimular produção e circulação de obras em cidades do interior e litoral do Estado. Anualmente, os projetos inscritos são avaliados por uma comissão composta por especialistas do segmento escolhido.

Cursos e Oficinas

Com o intuito de promover o estudo e a propagação da poesia e da literatura, a Casa das Rosas, a Casa Mário de Andrade e a Casa Guilherme de Almeida realizam gratuitamente oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, exposições, apresentações literárias e musicais, saraus, lançamentos de livros, performances e apresentações teatrais.

Foto: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Premiações

Desde 2008, o Prêmio São Paulo de Literatura reconhece as melhores produções literárias do ano. Voltado para o gênero Romance, seu intuito é valorizar a criação literária em língua portuguesa e estimular novos autores. Possui apenas 3 categorias: "Melhor Livro do Ano: -40", destinada a escritores novatos com livros já publicados; "Melhor Livro do Ano: +40", que contempla escritores mais experientes; e "Melhor Livro do Ano", onde concorrem as melhores obras do período, segundo júri especializado.

Foto: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Biblioteca de São Paulo é finalista de prêmio internacional!

Biblioteca de São Paulo - Foto: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Que boa notícia! A Biblioteca de São Paulo é finalista do The London Book Fair International Excellence Awards 2018, na categoria Melhor Biblioteca do Ano. Na mesma categoria, concorrem bibliotecas de Oslo (Noruega), Aarhus (Dinamarca) e Riga (Letônia). O resultado será anunciado no dia 10/4, em Londres, durante a London Book Fair, uma das mais importantes feiras de livros do mundo, ao lado da de Frankfurt e Guadalajara.

O prêmio celebra as melhores iniciativas internacionais na área do livro em 17 categorias: audiolivro, livraria, inovação editorial, iniciativa educacional, festival literário, publicação acadêmica, publicação infantil, tradução literária, inovação digital, entre outras. Para cada uma delas, há um júri composto por especialistas na área.

“Além do trabalho de excelência que realiza, a Biblioteca de São Paulo acolhe o cidadão, seja ele um leitor assíduo, seja alguém que nunca pisou nesse tipo de ambiente e pode ter despertada a prática da leitura. A biblioteca é importantíssima para ambos. Essa indicação é um grande estímulo para todos nós e mostra que estamos trilhando o caminho certo.”
MESSAGE-ICON
José Luiz Penna
Secretário da Cultura do Estado de São Paulo
“Nossa missão, como biblioteca contemporânea, é de servir como uma praça cultural destinada ao encontro das pessoas e comunidades, à discussão e à criação de conteúdos. Essa indicação é o reconhecimento internacional do trabalho feito ao longo desses anos para oferecer à população uma biblioteca cidadã.”
MESSAGE-ICON
Pierre André Ruprecht
Diretor Executivo da Organização Social SP Leituras

O material de candidatura da BSP destacou os diferenciais do projeto e das atividades diárias, que transformaram a área onde anteriormente existia a Casa de Detenção do Carandiru em uma praça cultural, local de acolhimento e descobertas. Criada a partir do conceito de biblioteca viva, a BSP visa a valorização das pessoas e de seus saberes, além da troca de experiências.

"A diferença do modelo de biblioteca viva é que ela vai além do empréstimo de livros. Ela se torna um espaço de cidadania, serviços, programação para todos os públicos. As pessoas podem se sentir como se estivessem em casa."
MESSAGE-ICON
Silvia Antibas
Coordenadora da Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo
"O que eu mais gosto daqui é que ela não é só um espaço de leitura. Até curso de culinária já fiz aqui!"
MESSAGE-ICON
Gisele Turteltaub
Visitante

Visite a BSP!

A Biblioteca de São Paulo fica no Parque da Juventude (Av. Cruzeiro do Sul, 2.630, Santana), ao lado da Estação Carandiru do Metrô. O horário de funcionamento é de terça a domingo e feriados, das 9h30 às 18h30.

Viagem Literária é finalista do Prêmio IPL – Retratos da Leitura

Programa que já levou atividades de contação de histórias e escritores consagrados para bibliotecas de todo o estado e já atendeu mais de 320 mil pessoas (mais…)

Biblioteca Viva – José Luiz Penna

Muitas vezes somos defrontados com a questão: no novo mundo ‘digital’, bibliotecas públicas ainda seriam necessárias? (mais…)

Bibliotecas do interior, litoral e Grande São Paulo marcam presença; confira cases

O 10º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias contará com a presença de participantes de várias cidades, que irão apresentar painéis com histórias de projetos que deram certo em bibliotecas municipais integrantes do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB). Confira abaixo alguns cases que irão compor o evento:

“Pequena biblioteca viva para crianças na universidade: uma escuta do território”

Centro Universitário Fundação Santo André

23 de outubro, 11h45

Projeto de longa duração (2011-2016) voltado para a instalação de uma biblioteca infantil no interior da universidade.

“Encontro com música e literatura na Casa Pia” – Sertãozinho

Biblioteca General Álvaro Tavares Carmo e a Casa Pia São Vicente de Paulo

23 de outubro, 16h45

Projeto que tem como objetivo levar lazer, entretenimento e cultura para os moradores do asilo, utilizando músicas e leitura de poesias, ditados populares, cantigas, adivinhas e contos infantis.

(mais…)

10ª Edição do Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias

Programação trará palestrantes de diferentes países em sua programação.
(mais…)

10º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias

O Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias – Seminário Biblioteca Viva – chega a sua 10ª edição com programação especial. Entre os palestrantes, estão o escritor André Vianco, que participa de bate-papo no dia 23, segunda-feira, e a cartunista Laerte Coutinho, que estará no Seminário no dia 25, quarta-feira. Realizado pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, por meio do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (SisEB), o Seminário é organizado pela SP Leituras, com apoio institucional do Goethe-Institut. (mais…)