@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

SP Cultura no Metrô

Publicado em 14 de julho de 2018

SP CULTURA NO METRÔ:   música, dança, manifestações artísticas e visitas orientadas a obras de arte.   Tudo dentro das estações do Metrô. 

O programa SP Cultura no Metrô é uma parceria da Secretaria da Cultura e o Metrô de São Paulo que oferece arte e cultura da melhor qualidade aos usuários do Metrô.

Entre a segunda quinzena de agosto e a primeira semana de dezembro de 2018 músicos e artistas da melhor qualidade estarão se apresentando em estações pré-determinadas do Metrô, com destaque para o programa projeto Músicos de Rua, aberto a inscrições para profissionais ou amadores.

O programa se estende também às obras de arte que estão expostas nas instalações do Metrô e, agora, disponíveis à visitações orientadas nos finais de semana até o dia 16 de dezembro. São quatro roteiros que compõem o programa Museu Subterrâneo – Levando cultura, transportando emoções

Músicos de Rua

O projeto SP Cultura no Metrô está com inscrições abertas para músicos de rua, profissionais ou amadores, que desejam participar de apresentações que serão realizadas em estações das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha do Metrô até a primeira semana de dezembro de 2018.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O EDITAL

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

ÚLTIMO FINAL DE SEMANA!
Museu Subterrâneo - Levando cultura, transportando emoções

 

Que tal dedicar pouco mais de uma hora do seu final de semana a embarcar em uma viagem cultural pelas estações do Metrô?

Entre uma viagem e outra, você já deve ter observado obras de arte espalhadas pelas estações do Metrô de São Paulo e não conseguiu parar para contemplar. E é isso o que o projeto Museu Subterrâneo oferece nos finais de semana: visitas orientadas a esse acervo de obras de renomados artistas plásticos. São esculturas, painéis, pinturas e instalações que se integram à arquitetura das estações e, agora, convidam o usuário a uma visita, em seis roteiros a escolher, saindo das estações Ana Rosa, República e Sé, aos sábados e domingos.

Todas as obras de arte dos roteiros estão localizadas nas áreas pagas do Metrô. Assim, com apenas um bilhete, o visitante pode iniciar e terminar a sua viagem cultural.

CLIQUE AQUI E VEJA O REGULAMENTO

Escolha abaixo o roteiro de seu interesse e clique para preencher a ficha de inscrição.

A visita a cada obra de arte leva em média 10 minutos. Os educadores conversam sobre os contextos históricos, biográficos e artísticos e acolhem o repertório dos participantes do grupo.O

SÁBADO - DIA 15 DE DEZEMBRO

Tempo de visita: 1h12 | 6 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Ana Rosa, Nível B – Mezanino, próximo à Linha de Bloqueios

 Estação Ana Rosa
  • Glauco Pinto de Moraes (Engates Laterais) – painel – óleo sobre tela
  • Luiz Gonzaga Mello Gomes (A Sagração da Primavera) – painel escultórico – chapa de aço, resina sintética e pigmentos
Estação Brigadeiro
  • Cícero Dias (Cores e Formas) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver
  • Fernando Lemos (Des-aceleração) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver
Estação Clínicas
  • Geraldo de Barros (Jogo de Dados) – painel – laminado plástico sobre madeira
Estação Sumaré
  • Alex Flemming (Estação Sumaré) – instalação – fotografias ensolarizadas e textos impressos com tinta vinílica sobre vidro
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Tempo de visita: 1h22 | 5 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Sé, Nível B – Mezanino – após as escadas

 Estação Sé
  • Alfredo Ceschiatti (Sem Título) – escultura em bronze
  • Mário Gruber Correia (Como Sempre Esteve, o Amanhã está em Nossas Mãos) – mural – acrílica e vinílica sobre concreto
  • Waldemar Zaidler (Fiesta) – painel – acrílica sobre madeira
Estação Tatuapé
  • Cícero Dias (Cores e Formas) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver
  • Fernando Lemos (Des-aceleração) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver
Estação Anhangabaú
  • Mário Fraga (In Vitro) – instalação – pintura sobre polivinil butiral, vidro laminado e espelho
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Tempo de visita: 1h42 | 8 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Sé, Nível B – Mezanino, após as escadas

Estação Sé
  • Alfredo Ceschiatti (Sem Título) – escultura em bronze
  • Mário Gruber Correia (Como Sempre Esteve o Amanhã está em Nossas Mãos) – mural – acrílica e vinílica sobre concreto
  • Waldemar Zaidler (Fiesta) – painel – acrílica sobre madeira
Estação Paraíso
  • Renato Brunello (Equilíbrio) – escultura – mármore
  • Odiléa Toscano (Raios de Sol) – mural – acrílica sobre concreto
Estação Chácara Klabin
  • Marcos Lopes (Tótem Flora Fauna) – painel – chapas de alumínio pintadas
Estação Trianon-Masp
  • Francisco Brennand (Pássaro Rocca) – escultura
  • Wesley Duke Lee (Um Espelho Mágico da Pintura no Brasil) – E-print sobre lona vinílica
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Tempo de visita: 1h22 | 13 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação República, Nível B – Mezanino, em frente à Linha de Bloqueios

Estação República
  • Bené Fonteles (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Vitrine / Cápsulas) – instalação – vitrine com elementos naturais, artesanais, tais como seixos rolados, corais marinhos, cocho de madeira, hastes de madeira e cerâmica
  • Luiz Hermano (Século XXI – Resíduos e Vestígios) – duas obras – instalação – estrutura em ferro soldado, vergalhões e tela de ferro
  • Roberto Mícoli (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Grande Cocar) – instalação – alumínio, fibra de vidro, madeira, tinta e resina acrílica
  • Xico Chaves (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Luz da Matéria) – mural – pintura e aplicação de materiais diversos sobre fibra de vidro e sobre concreto
Estação Marechal Deodoro
  • Gontran Guanaes Netto (Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão) – painel 4 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Traços das Populações Brasileiras – painel 5 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Marianne) – painel 6 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Marianne) – painel 7 – óleo sobre compensado naval
Estação Palmeiras-Barra Funda
  • Cláudio Tozzi (Movimento) – painel – acrílica sobre tela
  • Emanoel Araújo (A Roda) – escultura – aço carbono
  • José Roberto Aguilar (Senhores do Movimento) – painel – acrílica sobre tela
  • Valdir Sarubbi (Meditação Labiríntica) – painel – acrílica sobre tela e madeira
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

DOMINGO - DIA 16 DE DEZEMBRO

Tempo de visita: 1h12 | 6 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Ana Rosa, Nível B – Mezanino, próximo à Linha de Bloqueios

 Estação Ana Rosa
  • Glauco Pinto de Moraes (Engates Laterais) – painel – óleo sobre tela
  • Luiz Gonzaga Mello Gomes (A Sagração da Primavera) – painel escultórico – chapa de aço, resina sintética e pigmentos
Estação Brigadeiro
  • Cícero Dias (Cores e Formas) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver
  • Fernando Lemos (Des-aceleração) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver
Estação Clínicas
  • Geraldo de Barros (Jogo de Dados) – painel – laminado plástico sobre madeira
Estação Sumaré
  • Alex Flemming (Estação Sumaré) – instalação – fotografias ensolarizadas e textos impressos com tinta vinílica sobre vidro
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Tempo de visita: 1h42 | 8 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Sé, Nível B – Mezanino, após as escadas

Estação Sé
  • Alfredo Ceschiatti (Sem Título) – escultura em bronze
  • Mário Gruber Correia (Como Sempre Esteve o Amanhã está em Nossas Mãos) – mural – acrílica e vinílica sobre concreto
  • Waldemar Zaidler (Fiesta) – painel – acrílica sobre madeira
Estação Paraíso
  • Renato Brunello (Equilíbrio) – escultura – mármore
  • Odiléa Toscano (Raios de Sol) – mural – acrílica sobre concreto
Estação Chácara Klabin
  • Marcos Lopes (Tótem Flora Fauna) – painel – chapas de alumínio pintadas
Estação Trianon-Masp
  • Francisco Brennand (Pássaro Rocca) – escultura
  • Wesley Duke Lee (Um Espelho Mágico da Pintura no Brasil) – E-print sobre lona vinílica
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Tempo de visita: 1h22 | 13 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação República, Nível B – Mezanino, em frente à Linha de Bloqueios

Estação República
  • Bené Fonteles (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Vitrine / Cápsulas) – instalação – vitrine com elementos naturais, artesanais, tais como seixos rolados, corais marinhos, cocho de madeira, hastes de madeira e cerâmica
  • Luiz Hermano (Século XXI – Resíduos e Vestígios) – duas obras – instalação – estrutura em ferro soldado, vergalhões e tela de ferro
  • Roberto Mícoli (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Grande Cocar) – instalação – alumínio, fibra de vidro, madeira, tinta e resina acrílica
  • Xico Chaves (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Luz da Matéria) – mural – pintura e aplicação de materiais diversos sobre fibra de vidro e sobre concreto
Estação Marechal Deodoro
  • Gontran Guanaes Netto (Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão) – painel 4 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Traços das Populações Brasileiras – painel 5 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Marianne) – painel 6 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Marianne) – painel 7 – óleo sobre compensado naval
Estação Palmeiras-Barra Funda
  • Cláudio Tozzi (Movimento) – painel – acrílica sobre tela
  • Emanoel Araújo (A Roda) – escultura – aço carbono
  • José Roberto Aguilar (Senhores do Movimento) – painel – acrílica sobre tela
  • Valdir Sarubbi (Meditação Labiríntica) – painel – acrílica sobre tela e madeira
CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

“Essa parceria permitirá o acesso de milhões de pessoas a múltiplas intervenções culturais. A produção cultural do estado multiplicada e compartilhada ao vivo e em cores. Atrações de qualidade e gratuitas para a população”, comemora Romildo Campello, Secretário da Cultura do Estado de São Paulo.

“O Metrô é um sistema de transportes sempre aberto às manifestações culturais e artísticas. Já na década de 1970, obras de arte foram instaladas nas estações. Temos obras de renomados artistas, como Tomie Ohtake, Alex Flemming, Antonio Peticov, Claudio Tozzi e Francisco Brennand. Agora vamos abrir espaço para a música, dança e teatro, levando ainda mais opções para nossos usuários”, explica o secretário de Transportes Metropolitanos Clodoaldo Pelissioni.

O Metrô de São Paulo foi pioneiro em estimular os diferentes tipos de projetos na área cultural. Tudo começou com a escultura “Garatuja”, do artista Marcelo Nitsche, exposta na estação Sé, desde 1978. Atualmente, o acervo do Metrô conta com 91 obras de arte dispostas em 37 estações do sistema. O programa Linha da Cultura, a partir de 1986, passou a disponibilizar gratuitamente nas estações espaços para manifestações artísticas das mais variadas formas – artes visuais, exposições fotográficas, performances, apresentações musicais e teatrais.

Compartilhe!