@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

São Paulo Companhia de Dança participa do 22° Festival de Dança do Recife

Publicado em 24 de outubro de 2017

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD), companhia da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança sob direção de Inês Bogéa, retorna à capital pernambucana para participar do 22º Festival de Dança do Recife, que acontece até 29 de outubro na capital pernambucana. O evento é realizado pela Prefeitura do Recife por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura da Cidade do Recife.

A SPCD se apresenta no dia 27 de outubro, às 20h00, no Teatro Luís Mendonça (Av. Boa Viagem, s/n – Boa Viagem) durante a Mostra de Coreografias Clássicos da Noite. Durante o espetáculo, a Companhia apresenta a variação feminina do Grand Pas de Deux de Dom Quixote (2012), da SPCD, a partir do original de 1869 de Marius Petipa (1818-1910), a variação masculina de Grand Pas de Deux de O Corsário (2015), da SPCD a partir do original de 1858 de Marius Petipa, e Grand Pas de Deux de O Quebra-Nozes (2017), de Yoshi Suzuki, no Programa de Desenvolvimento das Habilidades Futuras do Artista da Dança, a partir do original de 1892 de Marius Petipa e Lev Ivanov (1834-1901).

Essa é a quarta vez que a SPCD vai ao Recife. Para nós é uma alegria estar presente neste importante festival e trocar experiências com a dança que se faz na cidade”, diz Inês Bogéa.

MAIS SOBRE AS OBRAS

VARIAÇÃO MASCULINA DE GRAND PAS DE DEUX DE O CORSÁRIO (2015)

Coreografia: SPCD a partir do original de 1858 de Marius Petipa (1818-1910), baseado em O Corsário, de Lord Byron

Música: Adolphe Adam (1803-1856)

Figurinos: Tânia Agra

Iluminação: Wagner Freire

Duração: 1 minuto com 1 bailarino

Elenco: Yoshi Suzuki

O pas de deux de O Corsário dançado pela SPCD está presente no segundo ato da obra e revela a cumplicidade entre Medora e Ali. Essa coreografia apresenta o virtuosismo técnico dos intérpretes aliado a uma dramaticidade lírica que deixa ver os sentimentos de pessoas que partilham de uma visão de mundo em busca da liberdade.

VARIAÇÃO FEMININA DE GRAND PAS DE DEUX DE DOM QUIXOTE (2012)
Coreografia: SPCD a partir do original de 1869 de Marius Petipa (1818-1910)
Música: Léon Minkus (1826-1917)
Figurinos: Tânia Agra
Iluminação: Wagner Freire
Estreia da obra de Marius Petipa: 1869, ImperialBallet, Moscou, Rússia
Estreia pela SPCD: 2012, Centro Cultural Oscar Niemeyer, Goiânia, Brasil
Duração: 1 minuto e 25 segundos com 1 bailarina

Elenco: Thamiris Prata

O grand pas de deux de Dom Quixote é o momento do casamento de Kitri e Basílio, personagens principais desta obra. Coreografado por Petipa, o balé Dom Quixote é baseado em um capítulo da famosa obra de Miguel de Cervantes, que narra as aventuras do barbeiro Basílio e seu amor por Kitri, filha do taberneiro.

GRAND PAS DE DEUX DE O QUEBRA-NOZES (2017)
Coreografia: de Yoshi Suzuki* dentro do programa PDH a partir de 1892 Marius Petipa (1818-1910) e Lev Ivanov (1834-1901)
Música: Piotr Ilitch Tchaikovsky (1840-1893)
Figurinos: Marilda Fontes
Iluminação: Wagner Freire
Estreia mundial: 1892, Imperial Ballet, Moscou, Rússia
Estreia pela SPCD: 2012, Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba, Indaiatuba, Brasil
Duração: 10 minutos com 2 bailarinos

Elenco: Thamiris Prata e Yoshi Suzuki

* Programa de Desenvolvimento das Habilidades Futuras do Artista da Dança

grand pas de deux de O Quebra-Nozes é o ponto alto deste balé inspirado no conto O Quebra-Nozes e o Rei dos Ratos (1816), de E.T.A. Hoffmann. Nele, a Fada Açucarada dança com o príncipe Quebra-Nozes no Reino dos Doces.

SERVIÇO

SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA | 22º FESTIVAL DE DANÇA DO RECIFE

Grand Pas de Deux de O Quebra-Nozes (2017), de Yoshi Suzuki no Programa de Desenvolvimento das Habilidades Futuras do Artista da Dança, variação masculina de Grand Pas de Deux de O Corsário (2015), da SPCD a partir do original de 1858 de Marius Petipa (1818-1910), e variação feminina de Grand Pas de Deux de Dom Quixote (2012), da SPCD a partir do original de 1869 de Marius Petipa.

Dia 27 de outubro | sexta-feira, às 20h00

Local: Teatro Luís Mendonça

Endereço: Av. Boa Viagem, S/N – Boa Viagem

Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada)

Duração do espetáculo: 12 min

Indicação Classificativa: Livre

Compartilhe!