@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

Projeto Um caso de cinema traz sessões de filmes seguidas por debate no MIS

Publicado em 27 de novembro de 2017

Com entrada gratuita, evento acontece sábado (9), às 16h00. Serão exibidos dois longas que abordam os relacionamentos familiares, seguidos por debate

O MIS – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – recebe a primeira edição do projeto Um Caso de Cinema – Filmes que valem uma conversa, um ciclo de filmes e debates que traz produções inéditas e premiadas. O evento, que é gratuito, acontece no dia 9 de dezembro, sábado, a partir das 16h00, no Auditório MIS (172 lugares).

O público assistirá a dois filmes sobre temas relacionados, apresentando diferentes pontos de vista, seguidos de um debate com profissionais da área. Nesta primeira edição, serão exibidos dois filmes que abordam os relacionamentos familiares: “Olhe para nós agora, mãe!” e “Quem vai me amar agora?”, seguidos de debate com a psicanalista Vera Iaconelli, diretora do Instituto Gerar, e de André Fischer, produtor cultural, escritor, diretor e criador do  MIX Brasil. A  mediação será de Daniela Wasserstein, diretora artística do Festival de Cinema Judaico de São Paulo.

Programação completa

 16h00 – OLHE PARA NÓS AGORA, MÃE! (Look at Us Now Mother!) de Gayle Kirschenbaum (2016, USA, 86 min)  – Filme inédito – Prêmio do Público no Rhode Island 2015, Prêmio do Público em Woodshole 2015, Award of Excellence do Impact Docs – exibido no festival de Toronto e no  Docaviv,entre outros.

Documentário que acompanha a história pessoal da cineasta enfrentando seus traumas frente à relação tumultuada com sua mãe. Mildred, a mãe, fala o que bem entende e não segue a linha politicamente correta. Gayle, a filha, faz do documentário uma forma de “análise pública”. Um filme sobre perdoar.

17h30 – QUEM VAI ME AMAR AGORA? (Who’s Gonna Love Me Now?) de Tommer e Barak Heymann (2016, Israel, 84 min) – Prêmio do Público na Berlinale 2016, Prêmio do Público no Festival de Cracóvia 2016 , destaque em diversos festivais.

Saar, um jovem judeu criado numa família religiosa, teve que deixar sua comunidade por conta de sua orientação homossexual. Quando descobriu que era HIV positivo, teve que encarar essa nova situação. Junto à família, ele tenta identificar o problema que os divide, a fim de se tornar parte da comunidade novamente, sem deixar de ser ele mesmo.

 19h00 – Debate com a presença de Vera Iaconelli (psicanalista, colunista da Folha de S.Paulo e diretora do Instituto Gerar) e de André Fischer (produtor cultural, escritor, diretor e criador do  MIX Brasil). Mediação de Daniela Wasserstein, diretora artística do Festival de Cinema Judaico de São Paulo. 

Serviço: Um Caso de Cinema

DATA: 09/12

HORÁRIO: 16h00 às 20h00

LOCAL: Auditório LABMIS

INGRESSO: Gratuito – retirada de ingressos com uma hora de antecedência na bilheteria

CLASSIFICAÇÃO: 16 anos

Museu da Imagem e do Som – MIS

Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo| (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

Estacionamento conveniado: R$ 18. Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

Compartilhe!