@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

MÚSICA

Projeto Guri reúne artistas internacionais para último show no Brasil

Publicado em 17 de maio de 2018

Intercambistas de diferentes nacionalidades voltam para seus países
após dez meses no Projeto Guri 

Grupo de Referência de São Carlos – Big Band e intercambistas do Move (Foto: Divulgação Projeto Guri)

Há dez meses no Brasil como intercambistas do MOVE – Musicians and Organizers Volunteer Exchange, os jovens Valentino Salimo (Moçambique), Waliko Gondwe (Malawi) e Kristoffer Dokka (Noruega) farão sua última apresentação no país acompanhados pelo Grupo de Referência de São Carlos – Big Band, no dia 22 de maio, às 19h30, no Teatro Municipal de São Carlos.

Promovido pelo Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo –, o evento reunirá a riqueza cultural e musical da Noruega, Malawi, Moçambique e Brasil.

No repertório, ‘Medley’, ‘Sir Duke’, ‘Sei Lá’, ‘Chega de Saudade’ e ‘Coisa nº 6’. Os três integrantes do Move apresentarão também composições de seus países. No encerramento do concerto, Flor do Abacate e um pot-pourri de Tim Maia.

SERVIÇO 

Quando: dia 22 de maio

Horário: às 19h30

Local: Teatro Municipal de São Carlos

Endereço: R. Sete de Setembro, 1.735, Centro – São Carlos/SP
Entrada gratuita e aberta ao público

Sobre o MOVE

O MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchage) é um programa de intercâmbio e voluntariado criado pela JM Norway, membro da JMI – Jeunesses Musicales International (associação sediada na Bélgica que reúne diversas organizações musicais em cerca de 70 países), em parceria com a instituição musical Music Crossroads, do Malawi e de Moçambique. O programa visa o desenvolvimento da prática musical internacional e troca de experiências.

Membro da JMI desde 2012, a Amigos do Guri também recebe os intercambistas: em 2016, estiveram aqui os noruegueses Ellen-Martine e Nikolai Gmachl-Pammer; e os moçambicanos Lalah Mahigo e Vando Infante. Em 2017 foi a vez dos moçambicanos Engristia Irina e Tiger Massuco, além dos noruegueses Sandra Skroedal e Ole Berget.

Nesta temporada, os estrangeiros estão locados em duas regionais: São Carlos recebe Valentino Salimo (Moçambique), Waliko Gondwe (Malawi) e Kristoffer Dokka (Noruega); São José dos Campos hospeda Calisto Ricardo (Moçambique), John Mchiswe (Malawi), e Hannah Larsen (Noruega). Os jovens chegaram no mês de setembro e participarão das atividades do Projeto Guri por dez meses.

Quatorze brasileiros já foram beneficiados pelo intercâmbio entre essas instituições: Jassá Aquino e Aydan Schmidt visitaram a Noruega no primeiro semestre de 2016, período em que os colegas Eduardo Scaramuzza e Ananda Miranda estiveram no Malawi. Em 2017, a Noruega recebeu Guilherme dos Santos e Thales Simões Martins; no Malawi ficou Elias Matarazzo e Vitor Lyra Biagioni. Atualmente, temos três intercambistas no exterior: Gabriel dos Santos e Karoline Ribas, no Malawi; Renan Dias e Marcelo Brito, em Moçambique; e Cintia Galan e Igor Crecci, na Noruega.

Parceiros locais: Prefeitura Municipal de São Carlos.

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn e CCR SPVias; CTG Brasil; VISA; VALGROUP; Supermercados Tauste; AES Tietê; Microsoft; WestRock; Novelis; Usina Colorado; Banco Votorantim; Capuani do Brasil; Caterpillar; Grupo Maringá; Pinheiro Neto; EMS; Sky; Magazine Luiza; Mercedes-Benz; ASTA; Catho; CODESP; Raízen; Arteris; Supermercados Rondon; Castelo Alimentos; Hasbro.

 Patrocinadores e apoiadores do Grupo de Referência: VALGROUP, Supermercados Tauste, Caterpillar; Catho

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 710 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Amigos do Guri

A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto –, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.

Compartilhe!