HomeAssessoria ReleasesProjeto Guri celebra o Dia da Consciência Negra e a luta pela igualdade

Projeto Guri celebra o Dia da Consciência Negra e a luta pela igualdade

O Dia da Consciência Negra (20/11) reforça a importância da luta pela equidade racial na sociedade brasileira. No Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo –, entretanto, a cultura negra está inserida no dia a dia de alunos e alunas, seja no campo educacional ou de desenvolvimento social, independentemente de data. Com o intuito de fortalecer o tema, as equipes do Guri promoverão uma live no dia 23 de novembro, com o DJ Negralha (de O Rappa). 

A live “Questão racial no meio musical e cultural” será realizada no dia 23 de novembro, das 14h às 15h30, e transmitida pelo Facebook do Projeto Guri e da Sustenidos (gestora do programa). Presença de DJ Negralha (o Rappa), Alessandra Costa (coordenadora do Polo Nelson Mandela) e de Enzo Pires Delesposti dos Santos (aluno do Grupo de Referência de Piracicaba), sob a mediação de Nilza dos Santos (supervisora de desenvolvimento social). Alunos e alunas do curso de violão do Polo Cabreúva terão uma participação especial gravada.  

Destacamos a participação de alunos dos Polo CASA, que formularam questões para participarem ativamente deste diálogo e, assim, reforçarmos a importância da atuação do Projeto Guri na efetividade da medida socioeducativa, como espaço de produção artística e acesso ao direito à cultura e participação social.

DJ Negralha é músico, produtor cultural e comandou as pick-ups da banda O Rappa por mais de 20 anos. Ativista em diversos projetos sociais, Negralha abordará sua trajetória na música, preconceitos, desafios e sobre a profissão.   

 

Alessandra Costa é coordenadora do Polo Nelson Mandela da Regional Jundiaí, estuda artes e comunicação, faz produção cultural e é ativista de programas periféricos.

Nilza dos Santos é supervisora de desenvolvimento social do Projeto Guri em São José do Rio Preto, com formação em serviço social e pós-graduação em políticas públicas. 

Enzo Santos tem 19 anos é integrante do Grupo de Referência de Piracicaba – Coro e estuda percussão no Conservatório de Tatuí. O jovem será o porta-voz dos alunos e alunas e terá a missão de ouvir, compilar e organizar as questões levantadas previamente pelos Guris do Polo Nelson Mandela e de outros três polos da Fundação CASA na região da Campinas.

“O Dia da Consciência Negra é uma referência aos movimentos que lutam pela igualdade racial no País e uma homenagem à população negra que diariamente resiste e persiste em se manter viva, apesar das forças contrárias”, lembrou Francisco Cesar Rodrigues, Superintendente de Desenvolvimento da Sustenidos Organização Social de Cultura. 

Patrocinadores do Projeto Guri – Sustenidos: CTG Brasil; CCR AutoBAn; Instituto CCR; VISA; Bayer; WestRock; Microsoft; Supermercados Tauste; banco BV; Novelis; Arteris; EMS; Capuani do Brasil; Faber-Castell; Pinheiro Neto; Santander; VALGROUP; Raízen; BTP; Distribuidora Ikeda; Grupo Maringá; Instituto 3M; Supermercados Rondon; Frigol; Mercedes-Benz; Castelo Alimentos; ENEL; GRUPO GR; Cipatex; Grupo Herval, Pirelli.

Patrocinadores Sustenidos: CTG Brasil; Visa; SulAmérica e Microsoft.

Sobre o Projeto Guri: Mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 810 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização gestora do Festival Ethno Brazil, Som Na Estrada, Festival Imagine Brazil, MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange) e Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa de ensino musical no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: http://www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/

Compartilhe!