HomeAssessoria Assessoria ReleasesPalestra sobre processo de restauração do icônico filme “Limite”, de Mário Peixoto

Palestra sobre processo de restauração do icônico filme “Limite”, de Mário Peixoto

O restauro aconteceu em 2007; longa é considerado uma das obras primas do cinema brasileiro

Lançado em 1930, o filme “Limite”, de Mário Peixoto, é uma obra de vanguarda que apresenta ricas alternativas de narração, ritmo, fotografia e montagem. Considerado perdido até os anos 1960, o filme foi restaurado por uma equipe de profissionais, entre eles Patricia de Fillipe.

Na atividade, a restauradora falará do processo de tratamento das cópias bastante danificadas, o processamento das imagens para o digital e como a cópia final foi montada a partir de várias fontes. Limite (1930) foi o único filme de Mário Peixoto. O longa narra a história de duas mulheres e um homem em um pequeno barco à deriva, enquanto relembram seu passado recente: uma das mulheres escapou da prisão com a ajuda do carcereiro, mas acaba confrontada com a monotonia e a falta de perspectiva na vida que leva; a outra abandonou o marido bêbado e abusivo em busca de uma liberdade que não existe; e o homem, envolvido com uma mulher casada e leprosa, vê-se confrontado com as consequências de tal ato. Cansados, eles param de remar e se conformam com a morte, relembrando as situações de seu passado.

O trabalho é considerado uma das obras-primas do cinema brasileiro. Em 2007, foi exibido no festival de Cannes e fez parte dos filmes selecionados para a World Cinema Foundation, fundada por Martin Scorsese para preservar, restaurar e exibir produções históricas, principalmente da África, América Latina, Ásia e Europa central. No mesmo ano, David Bowie escolheu Limite como o único filme brasileiro entre seus dez favoritos da América Latina para a High Line Festival, mostra cinematográfica que tinha o artista como curador.

Patricia de Fillipe atua em preservação fotográfica e cinematográfica desde 1984. Especializou-se em conservação fotográfica no Arquivo Público da Cidade de Nova York, EUA, 1990/91, e em preservação cinematográfica na George Eastman House, em Rochester, EUA, em 2000/01. Coordenou o laboratório de restauração da Cinemateca Brasileira/MinC por 13 anos onde foi diretora adjunta de 2007 a 2013.

SERVIÇO

A restauração de Limite

22/2. Quinta-feira, das 19h00 às 21h00

Inscrição gratuita: http://bit.ly/2krqjjI

Casa Guilherme de Almeida

Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943

Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes – São Paulo

Telefone: (11) 3673-1883 | 3672-1391

De terça a domingo, das 10h às 18h

RelatedPost

Compartilhe!