@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

Oficina Cultural Oswald de Andrade realiza diversos espetáculos gratuitos em março

Publicado em 6 de março de 2018

Dos onze trabalhos encenados no mês, seis trazem ao palco importantes discussões sobre equidade de gênero e empoderamento da mulher

Reconhecida por seu importante papel na cena de teatro e de dança independente de São Paulo, a Oficina Cultural Oswald de Andrade, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciada pela Poiesis, oferece diversos espetáculos gratuitos em sua programação durante todo o ano. Em março o espaço recebe onze peças, com destaque para os trabalhos ligados a questões de gênero:

Quarto 19, peça inspirada no conto homônimo da escritora britânica Doris Lessing que fala sobre a liberdade das mulheres na sociedade patriarcal, continua na Oficina até 10 de março, com sessões sexta-feira, 20h000 e sábado, 18h00. O espetáculo foi indicado ao Prêmio Shell 2017 de Melhor Atriz para Amanda Lyra.

Crédito da imagem: Cris Lyra | divulgação

Denominada “um grito de afirmação”, a performance 6 gritos para o infinito surge do desejo de expressão, catarse e transformação, intrínsecos ao gênero feminino. A coreografia é composta por seis histórias, contadas por seis mulheres, e tem como objetivo extrapolar os discursos e experiências de repressão ao experimentar um corpo cheio de potência e resistência. As apresentações acontecem de 28 a 31 de março, quarta a sexta-feira, 20h00 e sábado, 18h00.

6 gritos para o infinito / Divulgação

Encenado dias 30 e 31 de março, sexta-feira e sábado às 17h00, o espetáculo Latinas apresenta personagens múltiplas que questionam o modelo do papel social da mulher latino-americana em São Paulo.

Com provocação cênica de Georgette Fadel e direção e atuação de Mariana Senne, V.U.L.V.A investiga o lugar simbólico que a vulva ocupa em nossa sociedade. Questionamentos como “Por que os nomes usados para denominá-la geralmente são infantis e quase sempre colocados no diminutivo?” ou “Por que sempre esse movimento de diminuição?” são alguns que o monólogo traz ao palco. O trabalho é apresentado dia 28 de março, quarta-feira, às 20h00.

Todas as peças são gratuitas e possuem 30 lugares por sessão. É necessário retirar o ingresso com uma hora de antecedência. Saiba mais no site da Oficina: http://www.oficinasculturais.org.br/oswald-de-andrade

Compartilhe!