HomeAssessoria ReleasesOficina Cultural Oswald de Andrade promove as exposições virtuais “Ecos do Efêmero” e “Toque”; Multiartista Yago Goya apresenta “Híbrida” pela Oficina Cultural Alfredo Volpi

Oficina Cultural Oswald de Andrade promove as exposições virtuais “Ecos do Efêmero” e “Toque”; Multiartista Yago Goya apresenta “Híbrida” pela Oficina Cultural Alfredo Volpi

Toda a programação é gratuita e as oficinas para pessoas interessadas em participar da instalação colaborativa Toque oferecem materiais de apoio para a produção artística

Além das atividades formativas e apresentações artísticas em ambiente on-line, a partir de outubro os diversos públicos da Oficina Cultural Oswald de Andrade e da Oficina Cultural Alfredo Volpi podem aproveitar as exposições virtuais abertas no site de Oficinas Culturais, programa da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciado pela Poiesis. 

Aspectos passageiros do cotidiano, relações individuais e coletivas, território, diversidade e acessibilidade são alguns dos temas encontrados nas exposições e em suas ações paralelas, como conversas, oficinas e performances. Confira:

Ecos do Efêmero

Em “Ecos do Efêmero”, a curadora Loly Demercian (CasaGaleria e Oficina de Arte) abre questionamentos voltados à força das experiências efêmeras no dia a dia contemporâneo, diálogos entre as práticas artísticas e os processos criativos para destacar a emergência de novas configurações imagéticas no espaço dos significados. A exposição virtual fica aberta até o dia 19 de dezembro na Oficina Cultural Oswald de Andrade pelo site https://oficinasculturais.org.br/efemero/. Não é necessária inscrição.

Com produção executiva de Vanessa Lopes, a mostra apresenta experiências estéticas reunidas nos últimos três anos e desenvolvidas por artistas do Grupo 7+, os quais oferecem visitas virtuais guiadas aos sábados, às 11h, pelo instagram do programa Oficinas Culturais (https://www.instagram.com/oficinasculturais/). São eles/elas: Marietta Toledo (03/10), Azeite de Leos e Rodrigo Gontijo (10/10), Maurity Damy (17/10), Raphaelle Faure-Vincent e Antonio Cavalcante (24/10), Lucas Gervilla (31/10), Milton Blaser (07/11), Loly Demercian e Sueli Rojas (14/11). 

As obras que formam Ecos do Efêmero misturam diversas linguagens, como pinturas, encáustica sobre madeira, instalação sonora interativa, instalação com fios de malha e filme-ensaio. São elas: 

“Abelhas Hospedeiras”, da artista plástica e arteterapeuta Ana Carmen Nogueira; 

“Cronógrafo – Máscara do Talvez, Inércia das Tardes e Orlas Infindas”, do artista visual e pesquisador Antonio Cavalcante; 

“Ecos Do Efêmero”, do artista plástico, ilustrador e educador Azeite de Leos; 

“Cinza e Amarelo”, do artista visual e cineasta Lucas Gervilla; 

“Soscidade”, da professora de Arte e artista Mariane Cavalheiro; 

“Doze Quilos de Fio de Malha” e “Quarenta e Oito Quilos de Fitilho Plástico”, trabalhos da artista plástica Marietta Toledo; 

“Falsa Dicotomia”, do artista Maurity Damy; 

“Isto não são Linhas?”, do artista plástico Milton Blaser; 

“Ectoplasma”, da artista plástica Raphaelle Faure-Vincent; 

“Silentium”, do artista e mestre em Multimeios, Rodrigo Gontijo; 

“Encaixotando Helena”, da ilustradora e artista plástica Sueli Rojas.

Reflexões sobre a arte contemporânea do século XXI e seus processos significativos, bem como as mudanças provocadas no olhar, no que diz respeito a novas temporalidades e às formas de ocupação do espaço, estão presentes em “Ecos do Efêmero”. Durante o mês de outubro e 4 de novembro, quartas-feiras e em períodos variados entre 14h e 17h, o público também pode participar do projeto por meio de workshops on-line gratuitos sobre as linguagens artísticas que integram a exposição. Todos com certificados:

Descobrindo a Pintura Encáustica com Ana Carmen Nogueira, no dia 7/10. Inscrição disponível – clique aqui: https://poiesis.education1.com.br/publico/inscricao/2750dc2828e8f769ede73fd216f19b62. Introdução à técnica, breve histórico, uso da pistola de ar quente como ferramenta de fusão, mistura de cores, camadas básicas e ainda a experimentação de diferentes maneiras de aplicar a pintura, como conseguir uma superfície lisa e explorar algumas texturas. Classificação indicativa: 18 anos | 30 vagas.

Práticas criativas para Pintura – Módulo 1 com Marietta Toledo, dia 14/10. Inscrição disponível até 12/10 – clique aqui: https://poiesis.education1.com.br/publico/inscricao/b30aaacaa1c07542cee83f65004cfba6. Trabalhos e práticas desenvolvidas pela artista e referências de artistas do “expressionismo abstrato”, como Jackson Pollock e Mark Rothko, servirão de base para a produção de experimentações por métodos com pigmentos e tintas comuns. O objetivo é proporcionar aos participantes novas possibilidades de construção de imagens e incentivar a criatividade.  

Classificação indicativa: 15 anos | 30 vagas.

Práticas criativas para Desenho e Pintura – Módulo 2  com Antonio Cavalcante, em 14/10. Inscrição aberta até 12/10 – clique aqui: https://poiesis.education1.com.br/publico/inscricao/07be74f1a1b5e0a89a5f78ce1725a7eb. Inspirados no universo do Surrealismo, a busca será por técnicas que transitam do figurativo no desenho, ilustração e pintura, até o processo criativo de concepção de cena e seus elementos visuais. A espontaneidade imaginativa e a estratégias de composição que misturam teoria, história e experiência prática, serão campos explorados pela atividade.

Classificação indicativa: 15 anos | 50 vagas.

Iniciação a Fotogravura – Método Xerox com Raphaelle Faure-Vincent, dia 21/10. Inscrição aberta até 14/10 – clique aqui: https://poiesis.education1.com.br/publico/inscricao/94bdf49dcb9b7357c377c7310c411343. A fotogravura é uma imagem fotográfica obtida através do processo de corrosão química de um metal. Essa oficina pretende divulgar uma alternativa fácil para produção de fotogravura com o método xerox, apresentando um resumo de diversos processos e exemplos de obras. Os participantes poderão aprender e preparar placa de cobre, transfert do negativo para a placa, gravação química da imagem e, por fim, impressão em papel. Classificação indicativa: 18 anos | 30 vagas.

“Documentários Domésticos” com Lucas Gervilla, em 28/10. Inscrição disponível até 26/10 – clique aqui: https://poiesis.education1.com.br/publico/inscricao/0563cad67522fc198dee8690630e475a. Oficina teórico-prática com métodos de produção audiovisual voltadas para o cinema documentário, captação por meio de dispositivos de vídeo digital (celulares, câmeras semiprofissionais, DSLR’s etc.), com foco em técnicas de filmagem e produção sem sair de casa. Também serão abordados princípios básicos da edição e montagem, a fim de compartilhar ferramentas para que a turma possa contar as próprias histórias.

Classificação indicativa: 16 anos | 30 vagas.

Práticas de Entrelaçamento de Fios com Marietta Toledo, no dia 4/11. Inscrição aberta até 2/11 – clique aqui: https://poiesis.education1.com.br/publico/inscricao/c746ed54345cbcf402dfe35fa8d9b010

A partir dos trabalhos desenvolvidos pela artista, utilizando entrelaçamento de fios e referências de artistas que utilizam a construção de tecidos em suas obras, essa oficina irá proporcionar o aprendizado das técnicas de crochê e tricô voltadas para a construção de objetos e esculturas artísticas. Classificação indicativa: 15 anos | 30 vagas. 

Todas as pessoas inscritas nas oficinas receberão informações sobre a plataforma onde as aulas virtuais serão realizadas.

Como um projeto, Ecos do Efêmero foi contemplado pelo Edital ProAC 10/2019 – “Produção de Exposições de Artes Visuais”, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, e adaptado para atender o público com segurança no atual contexto de pandemia da Covid-19.

******************************************************************

Toque – Instalação em Processo | Autoria compartilhada

A Oficina Cultural Oswald de Andrade também recebe a exposição virtual “Toque – Instalação em Processo | Autoria compartilhada” a partir do dia 10 de outubro, sábado, às 11h. Nesse dia e horário, ocorre uma live de abertura pelo YouTube do programa Oficinas Culturais, com a presença da pesquisadora, artista e curadora Lilian Amaral, do pesquisador Ivan David e do artista plástico Hélio Schonmann. O link de acesso para a exposição será divulgado no site https://oficinasculturais.org.br/

Pela visita virtual, aberta até 25 de janeiro de 2021, o público pode conhecer a instalação colaborativa modular, composta por 277 autorretratos em relevo criados por diferentes autores, pessoas com e sem formação artística, com deficiência visual, pacientes psiquiátricos, entre outros. Embaralhando categorias, Toque investiga temas contemporâneos como a identidade, subjetividade, território, alteridade, diversidade, acessibilidade, integração, esfera pública, relação individual e coletiva.

Com curadoria de Lilian Amaral e idealizada pelo artista plástico Hélio Schonmann, “Toque – Instalação em Processo | Autoria compartilhada” faz parte do projeto TOQUE, iniciado em 2016 no Museu de Saúde Pública Emílio Ribas, em São Paulo, e com trabalhos em papel machê, concebidos em rede e ao longo de quatro anos de itinerâncias realizadas junto a museus e espaços culturais no estado paulista. 

Paralelamente à exposição, ocorrem oficinas gratuitas em outubro, coordenadas por Schonmann e Amaral. Via Google Meet, as turmas poderão conhecer e produzir, na prática, trabalhos pela Oficina Toque on-line: produção de autorretratos em relevo. O objetivo é que os participantes tenham as obras incluídas na instalação colaborativa Toque, tornando-se coautores. A inscrição está aberta até o dia 20 de outubro – https://poiesis.education1.com.br/publico/inscricao/406c841592c4176af37a6fc376bef0b6 – e oferece 60 vagas no total, sendo 15 vagas por turma.

A oficina é realizada entre os dias 27 e 30/10, no período da tarde (14h às 17h) e noite (18h às 21h). Para mais informações sobre a retirada dos materiais na Oficina Cultural Oswald de Andrade, acesse http://poiesis.org.br/maiscultura/oficinas_culturais/toque-on-line-producao-de-autorretratos-em-relevo/ ou confira em serviço (final do release). Não há necessidade de qualquer conhecimento prévio de modelagem para participar da atividade. A prática artística inicia-se por uma vivência, centrada em memórias identitárias, sensibilização corporal e processo dos relevos. Os orientadores esclarecem parâmetros técnicos do trabalho e estimulam a espontaneidade de criação. A técnica empregada é uma derivação de papel machê, utilizando papel e/ou papelão como forma de aproveitar a simplicidade e versatilidade desses materiais.

As ações paralelas à exposição “Toque – Instalação em Processo | Autoria compartilhada” continuam pelo ciclo de lives chamado “Poéticas do Contato” com a curadora e artista Lilian Amaral. As relações entre arte contemporânea, território, acessibilidade, prática colaborativa, experiências digitais imersivas, entre outros temas do campo cultural na atualidade, serão debatidas. A transmissão ocorre pelo Google Meet, nos dias 5, 12 e 19 de novembro, quintas-feiras, das 15h às 17h. Em novembro, o período de inscrição será informado no hotsite http://poiesis.org.br/maiscultura

******************************************************************


Híbrida

Durante todo o mês de outubro a Oficina Cultural Alfredo Volpi promove a exposição virtual “Híbrida”, de Yago Goya, multiartista e trans não binária de Guaianases, periferia da zona leste de São Paulo. Pelo www.instagram.com/umabixa/ “Umabixa” (como assina alguns trabalhos), apresenta suas intervenções artísticas por videoartes, ilustrações e fotografias com narrativas das multiplicidades de ser e estar. Híbrida busca evidenciar a mistura e a essência em mais de 30 obras, muitas feitas com materiais reutilizáveis. 

Pela Ocupação artística Híbrida, Yago Goya apresenta trabalhos em multilinguagens, lives e performances on-line a partir das 20h, também pelo instagram @umabixa. Para o dia 1º de outubro está agendada a live de abertura da exposição. Os demais encontros, chamados Híbrida: Arte, Vida e TRANSformações, contam com Abigail Campos Leal, doutoranda em Filosofia pela PUC-SP, poeta, produtora cultural e transfeminina não binária, no dia 9/10; com a Vulcanica Pokaropa, artista plástica, travesti, performer e mestra em Teatro pela UDESC, em 16/10; Gedi Katrevosa, artivista e militante LGBTQIA+, no dia 23/10; e INa IÊ, musicantora com o recente álbum de estreia “Aberta – Pelo amor da Deusa”, em 31/10. 

——————-

A programação completa de Oficinas Culturais está disponível nos sites http://poiesis.org.br/maiscultura/ e https://oficinasculturais.org.br/

SERVIÇO – EXPOSIÇÕES VIRTUAIS

Oficina Cultural Oswald de Andrade 

Ecos do Efêmero

Curadoria: Loly Demercian | Produção executiva: Vanessa Lopes

Visita virtual aberta até 19 de dezembro/2020 pela plataforma https://oficinasculturais.org.br/efemero/
Classificação indicativa: livre | Grátis
Não é necessária inscrição para interagir com a exposição.

Mais informações: https://oficinasculturais.org.br/atividade/ecos-do-efemero/ 

——————————————

Toque – Instalação em Processo | Autoria compartilhada

Idealização e produção: Hélio Schonmann | Curadoria e mediação: Lilian Amaral

10/10, sábado, às 11h – live de abertura da mostra virtual pelo YouTube das Oficinas Culturais 

Visita virtual entre os dias 10 de outubro/2020 e 25 de janeiro/2021 pelo site https://oficinasculturais.org.br/ 

Classificação indicativa: livre | Grátis

Oficina Toque on-line: Produção de autorretratos em relevo 

Coordenação: Hélio Schonmann e Lilian Amaral

Turma 1 : 27/10 e 29/10- 14h às 17h – 15 vagas

Turma 2 : 27/10 e 29/10- 18h às 21h – 15 vagas

Turma 3 : 28/10 e 30/10- 14h às 17h – 15 vagas

Turma 4 : 28/10 e 30/10- 18h às 21h – 15 vagas

Inscrição aberta até 20/10 e mais informações sobre os materiais necessários: http://poiesis.org.br/maiscultura/oficinas_culturais/toque-on-line-producao-de-autorretratos-em-relevo/ 

Vagas: 60 (15 vagas por turma) | Grátis

Plataforma: Google Meet. As pessoas inscritas receberão os links das aulas por e-mail.

Condições para o (a) aluno (a) participar da oficina e ter o trabalho inserido na instalação TOQUE, como coautor:

– Disponibilidade para retirar placas de eucatex (suporte para elaboração do autorretrato) nos dias previstos;

– Disponibilidade para entregar as placas nos dias previstos;

– Entregar o regulamento/concordância assinado no dia da entrega do trabalho; 

– Seguir os critérios técnicos especificados no regulamento, entregando o relevo finalizado e adequado aos padrões expositivos;

Retirada de placas: 22/10, quinta-feira à tarde, ou 24/10, sábado à tarde.

Devolução das placas: 6/11 à tarde, ou 7/11 à tarde.

Materiais fornecidos pelo projeto: 1 chapa de eucatex (suporte para produção do autorretrato em relevo a ser retirada na Oficina Cultural Oswald de Andrade pelos participantes inscritos;

Material de responsabilidade do aluno: cola pva extra (tipo cascorez – entre 1/2kg), papéis e/ou papelão

Lives “Poéticas do Contato” com Lilian Amaral
5, 12 e 19 de novembro, quintas-feiras, das 15h às 17h

Em novembro, o período de inscrição será informado no hotsite http://poiesis.org.br/maiscultura 

Plataforma: Google Meet

30 vagas | Grátis

Classificação indicativa: 18 anos

Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo
Telefone: (11) 3221-4704 | E-mail: oswalddeandrade@oficinasculturais.org.br
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira das 9h às 22h, e aos sábados das 10h às 18h
Acessibilidade: rampa de acesso para cadeirantes.

Programação gratuita
Durante o distanciamento social devido à Covid-19, toda a programação está sendo realizada de forma virtual. Confira em http://poiesis.org.br/maiscultura/ e www.oficinasculturais.org.br 

——————————————

Oficina Cultural Alfredo Volpi

Exposição | Híbrida

Artista: Yago Goya

1 a 31/10 – Aberta/ sem a necessidade de inscrição

Plataforma de exibição: Instagram @umabixa – www.instagram.com/umabixa

Classificação indicativa: livre

Ocupação artística: Híbrida 

Coordenação: Yago Goya

Aberta/ sem a necessidade de inscrição

Plataforma de exibição: Instagram @umabixa – www.instagram.com/umabixa


Programação:

1/10 – quinta-feira – 20h 

Live de Abertura da Exposição Híbrida

9/10 – sexta-feira – 20h 

Híbrida: Arte, Vida e TRANSformações com Abigail Campos Leal

16/10 – sexta-feira – 20h às 21h

Híbrida: Arte, Vida e TRANSformações com Vulcanica Pokaropa

23/10 – sexta-feira – 20h às 21h

Híbrida: Arte, Vida e TRANSformações com Gedi Katrevosa

31/10 – sábado – 20h às 21h

Híbrida: Arte, Vida e TRANSformações com INA IÊ


Rua Américo Salvador Novelli, 416 – Itaquera – São Paulo
Telefone: (11) 2205-5180 | 2056-5028 | E-mail: alfredovolpi@oficinasculturais.org.br Funcionamento: de terça a sexta-feira das 10h às 22h, e aos sábados das 10h às 18h
Acessibilidade: rampa de acesso e elevador para pessoas com mobilidade reduzida, além de banheiro acessível para cadeirantes
Programação gratuita

Durante o distanciamento social devido à Covid-19, todas as atividades do programa Oficinas Culturais estão sendo realizadas de forma virtual. Confira em http://poiesis.org.br/maiscultura/ e www.oficinasculturais.org.br 

SOBRE O PROGRAMA OFICINAS CULTURAIS

Como uma iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciado pela POIESIS – Organização Social de Cultura, o Programa Oficinas Culturais dialoga com o interior por meio de dois festivais (FLI – Festival Literário e MIA – Festival de Música Instrumental), Jornadas de Gestão Cultural, Ciclos de Estudos sobre Cultura Tradicional e Contemporaneidade, Programa de Qualificação em Artes que dá orientação artística a grupos, companhias ou coletivos de dança e teatro no interior, litoral e região metropolitana de São Paulo, e o Programa de Formação no Interior que oferece atividades formativas.

Além disso, na cidade de São Paulo, o programa realiza atividades de formação e difusão em três espaços:  Oficina Cultural Oswald de Andrade (Bom Retiro), Oficina Cultural Alfredo Volpi (Itaquera) e Oficina Cultural Maestro Juan Serrano (Taipas).

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Compartilhe!