secretaria da cultura do estado de são paulo

Museu Histórico e Pedagógico Francisco Blasi reabre após 16 anos com mostras especiais

Publicado em 13 de dezembro de 2017

O Museu Histórico e Pedagógico (MuHP) Francisco Blasi, em Botucatu, reabriu em 2017 depois de 16 anos fechado à visitação pública

A retomada veio em grande estilo, com três exposições – duas com o acervo do próprio museu e uma convidada. No momento, o público pode conferir duas mostras gratuitas. O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), da Secretaria da Cultura do Estado, teve papel importante na retomada.

O espaço recebeu a mostra “Todos Podem ser Frida”, cedida pelo Museu da Diversidade Sexual, localizado na capital. Nela, os visitantes podem se caracterizar como Frida Khalo e postar suas fotos nas redes sociais. Também foi montado um painel de selfies e realizadas intervenções fotográficas com a artista idealizadora do projeto, Camila Fontenele.

O acervo do MuHP aborda aspectos históricos que dizem respeito à cultura local. “Histórias a respeitar” é uma exposição interativa de documentos históricos que batizaram ruas e praças de Botucatu com nomes de mulheres. Durante a visita, o público tem a oportunidade de manusear cópias dos processos administrativos. Os visitantes também podem deixar seus depoimentos, poemas e histórias por meio de uma máquina de escrever, restaurada, do acervo do museu. Os textos permanecem expostos e farão parte do acervo do museu ao término da exposição.

“Gabinete de Curiosidades”, traz objetos e fotografias do acervo do MuHP apresentados de forma a relembrar o formato original de sua expografia, quando a instituição teve suas portas fechadas, dezesseis anos atrás. Nessa exposição há uma rotatividade do acervo para que o público sempre possa conhecer outras histórias e reviver mais memórias.

Hoje, o MuHP apresenta duas outras mostras: “Retratos de Família”, exposição interativa e colaborativa de fotos antigas de famílias da cidade de Botucatu. Nessa exposição, os retratos tradicionais, já exibidos em 2006 pelo MAC – Museu de Arte Contemporânea “Itajahy Martins”, também de Botucatu, receberam novo suporte e versão digital para visitas via fanpage do MuHP no Facebook. Os familiares e público em geral podem colaborar com a pesquisa, relatando nomes, fatos e curiosidades de cada foto por meio das redes sociais, onde a exposição também permanece disponível para visitação.

“Ecos da Memória” é um projeto itinerante sobre o Golpe Militar de 1964. Por meio de painéis e mídia eletrônica, o público revive a memória de um dos tempos mais marcantes e sombrios da história brasileira. A exposição “Vala Clandestina de Perus”, já premiada por edital do Ministério da Justiça em 2011, foi gentilmente cedida pelo Instituto Macuco para circular em escolas, praças e demais locais públicos de Botucatu. Nas escolas, a exposição é instalada sem aviso aos alunos, surpreendendo-os, numa metáfora do golpe: os organizadores têm todo o planejamento e a população é pega de surpresa. No período de férias escolares, a exposição circulará por praças e locais de movimento da cidade.

Auxílio

Na reabertura do museu, o SISEM-SP contribuiu com a elaboração do Plano Museológico, documento norteador das ações da instituição, além de ter oferecido capacitações à equipe de funcionários municipais.

Para o diretor do SISEM-SP, Davidson Kaseker, “a reabertura do MHP Francisco Blasi, municipalizado em 2016, é motivo de celebração na medida em que, com a sua requalificação, o museu voltará a desempenhar importante função social, dando acesso à população ao seu patrimônio cultural.”


SERVIÇO

MuHP – Museu Histórico e Pedagógico Francisco Blasi

Endereço: Espaço Cultural de Botucatu

Avenida Dom Lúcio, 755 – Centro, Botucatu – SP

Telefone: (14) 3811-1480

E-mail: museuhistorico@botucatu.sp.gov.br

Fanpage oficial: https://www.facebook.com/MuHPBotucatu

Entrada e estacionamento gratuitos

Horários: Segunda a quinta: das 9h00 às 18h00 / Sextas: das 9h00 às 20h00 / Sábados: das 9h00 às 17h00

Compartilhe!