HomeAssessoria ReleasesMuseu do Futebol promove campanha para doação de chuteiras usadas

Museu do Futebol promove campanha para doação de chuteiras usadas

Material será enviado a times de favelas, comunidades indígenas e ribeirinhas de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Pará

Quem nunca ficou com pena de jogar fora aquela chuteira antiga, que já não cabe no pé, ou foi substituída por um modelo mais novo? Por outro lado, já parou para pensar quantos craques em formação estão jogando descalços, Brasil afora? Pensando nisso, o Museu do Futebol começa no dia 3 de dezembro a campanha Chuteira para Todos, que recolherá calçados em bom estado para beneficiar 15 organizações esportivas de favelas,comunidades ribeirinhas e indígenas dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, além das regiões do Tapajós (Pará) e do Xingu (Mato Grosso). A ação faz parte da campanha Sonhar o Mundo, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, à qual pertence o Museu do Futebol.

Podem ser doadas chuteiras para qualquer tipo de piso (grama, salão ou society), desde que estejam em bom estado. Elas dever ser depositadas numa caixa de coleta disponível no Museu do Futebol, localizado no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Para facilitar o trabalho de triagem, o doador deve amarrar um par ao outro pelos cadarços. Todo o material recebido será triado e enviado para as 15 comunidades pela organização Ginga F.C., parceira do Museu do Futebol nessa iniciativa (veja abaixo como será feita a distribuição). Esta primeira campanha de coleta, vai até o dia 25 de janeiro de 2020.

Embora a prática esportiva seja um direito de todo cidadão brasileiro, garantido pela Constituição Federal, milhões de pessoas encontram dificuldades diárias para exercê-lo com qualidade ou o mínimo de segurança. Sendo o esporte mais popular do País, o futebol acaba sendo praticado das maneiras mais precárias, até quando se tratam de times organizados e com importância central em suas comunidades. A chuteira é, em geral, o material esportivo mais difícil de improvisar – daí que muitos jogam torneios descalços, correndo risco sério de se machucar. É uma situação que marca o atleta: entre jogadores profissionais de origem humilde, é muito comum que se refiram ao início da carreira como aquela época “em que nem chuteira eu tinha pra jogar”.

 

Distribuição do material

As chuteiras serão distribuídas à medida em que houver volume o suficiente para atender as organizações participantes. A ordem de atendimento será sempre definida por sorteio. Todo o processo será registrado e compartilhado nas redes sociais da @Ginga.fc e do @Museudofutebol.

Para dúvidas e informações é possível entrar em contato com as redes sociais da Ginga.Fc e também do Museu do Futebol.

Conheça as organizações participantes: 

SÃO PAULO

Sol Eldorado – Guarujá

Academia de Futebol Feminino – São Bernardo do Campo

A.D. Ressaca – Jandira

Projeto Aladim – Ibiúna

Projeto FutVida – Parelheiros, Zona Sul da Capital

Kuma Futsal – Grajaú, Zona Sul da Capital

G.R. Inajar de Souza – Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte da Capital

Negritude F.C. Base – Cohab Arthur Alvim, Zona Leste da Capital

Xondarias Guarani – Pico do Jaraguá, Zona Oeste da Capital

Aliadas da Zona Sul – Vila Mariana, Zona Sul da Capital

Clube Revelação – Carapicuíba, Zona Oeste da Capital

RIO DE JANEIRO

Vila Beira Mar – Duque de Caxias


MATO GROSSO

Aldeia Utawana – Parque Indígena do Xingu

PARÁ

Comunidade Suruacá – Comunidade ribeirinha do Tapajós

Novas comunidades e organizações podem ser incluídas no projeto, caso haja doação de material suficiente para ampliar a distribuição. Para candidatar sua comunidade, envie email para: contato@gingafc.com.br.

Sobre o Museu do Futebol

O Museu do Futebol está instalado em uma área de 6,9 mil metros quadrados sob as arquibancadas do Estádio do Pacaembu. É um espaço interativo, lúdico e multimídia, no qual a história do esporte mais popular do Brasil se confunde com a própria história do país.

O Museu do Futebol é uma iniciativa do Governo e da Prefeitura de São Paulo, com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho. Pertence à rede de museus da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e é gerido pelo IDBrasil, Organização Social de Cultura.

Sobre a Ginga F.C.

Parceira do Museu do Futebol na campanha Chuteira para Todos, a Ginga F.C. trabalha o futebol como ferramenta socioeconômica para gerar transformações sociais. As atividades realizadas junto a comunidades busca interligar o esporte com as áreas do turismo, moda, sustentabilidade, arte e cultura. Saiba mais em http://www.gingafc.com.br/.

Sobre a campanha Sonhar o Mundo

É uma iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de São Paulo que articula e mobiliza os museus paulistas para as questões relacionadas aos Direitos Humanos. Este ano com o tema ‘Cultura como direito’, a campanha parte do pressuposto de que as instituições museológicas devem atuar como instrumento de transformação social, sensibilizando para solidariedade, respeito à diversidade cultural, combate ao preconceito, à discriminação e à violência. Este ano, ocorre entre 9 e 15 de dezembro. No caso do Museu do Futebol, especificamente a campanha de doação de chuteiras terá o prazo estendido, de 30 de novembro de 2019 a 25 de janeiro de 2020.

 

Museu do Futebol

Praça Charles Miller, s/nº São Paulo, SP

Terça a domingo, 9h às 17h (visitação até as 18h)

R$ 20 | Meia entrada: R$ 10 | Entrada gratuita para crianças até 6 anos

Combo família (a partir de 4 pessoas) R$ 15 | Meia entrada R$ 7,50

Grupos (acima de 10 pessoas) R$ 15 | Meia entrada R$ 7,50

* Horários diferenciados de funcionamento em dias de jogos no Estádio do Pacaembu. Consulte o site museudofutebol.org.br.

* Estacionamento com Zona Azul (R$ 5 válido por 3h). Mais informações no site da Companhia de Engenharia de Tráfego – CET cetsp.com.br

Compartilhe!