HomeCultura + Cultura + NotíciasInscrições abertas para o Festival de Música Instrumental de Araçatuba

Inscrições abertas para o Festival de Música Instrumental de Araçatuba

Em 2018, o MIA – Festival de Música Instrumental de Araçatuba convida o público para se inscrever e apresentar-se na 4º edição do Festival! Estão convidados artistas solos, duos, trios, quartetos e coletivos instrumentais do interior, litoral e região metropolitana do Estado de São Paulo. Para cadastrar sua proposta de apresentação musical, basta acessar http://bit.ly/festivalmia

Neste ano, o MIA desenvolve seu flerte com a inovação e a experimentação na música independente, e consolida a ocupação de sua programação pelos espaços públicos de Araçatuba, por meio de 13 Pontos Instrumentais. A programação, focada em atividades formativas e Pontos Instrumentais, será definida em breve.  A atividade é uma realização das Oficinas Culturais, programa da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciado pela Poiesis, em parceria com a Prefeitura Municipal de Araçatuba.

Edições anteriores

 

Em 2014, a POIESIS – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura, por meio de seu Programa Oficinas Culturais, criou a festa da música instrumental no interior do estado de São Paulo. O projeto, que nasceu com o intuito de ser uma itinerância anual, teve sua primeira edição em Presidente Prudente, sob o título de MIPP (Música Instrumental em Presidente Prudente), levando nomes como Trio Corrente, Raul de Souza, David Feldman, Fúlvio Oliveira, Helton Ribeiro e Ricardo Herz.

Em 2015, seguindo o propósito de itinerância pelo estado, o evento aconteceu na cidade de Araçatuba, com público de quatro mil pessoas, em oito shows e dez atividades formativas, focadas nas áreas de guitarra, percussão, produção e fotografia de shows, realizadas em Araçatuba, Andradina, Birigui, Ilha Solteira e Penápolis. A programação foi composta por Duofel, Leo Gandelman, Ronaldinho do Cavaquinho, Mano a Mano Trio, Zé Renato Gimenes e Cássio Martins, JAZZA4, Catimba Manouche, Grupo 12MÃOs, Marco Aurélio Olímpio, Rômulo Nardes e Gustavo Cék (Bixiga 70), Marcus Almeida, Heraldo Paarmann, Jacques Figueras, Júlio Mouro e Daniel Freitas. Com a efervescência de sua música instrumental local, uma nova marca é criada e o Brasil passa a ter um novo momento de promoção, visibilidade e celebração do instrumento na música: MIA – Festival de Música Instrumental de Araçatuba.

No mês de agosto de 2016, a terceira edição do festival levou diferentes públicos e estilos: rock, jazz, choro, forró, samba, funk, fusion e música caipira. Compuseram a programação: Thiago Espirito Santo, Orquestra Paulistana de Viola Caipira, Fulvio Oliveira Trio, Mauricio Zottarelli Quarteto, e ainda os araçatubenses Fast Fusion, Gigantes da Boemia e Zé Renato Gimenes. Além da troca entre músicos e plateia, o festival ainda contemplou os estudiosos com atividades formativas de bateria, guitarra e improvisação musical.

Em setembro de 2017, a quarta edição apontou o novo rumo do Festival, passando a flertar com a inovação e a experimentação na música independente. Numa troca de gerações, recebeu o show do Grupo Pau Brasil com a Quartabê, workshops de Mariá Portugal, Ricardo Mosca, Edu Ribeiro, Arismar do Espirito Santo, além de bate-papo, apresentação e itinerância regional da banda ATR. E, ainda, realizou a proposta piloto de pulverizar a programação, com apresentações de solos, duos, quartetos e trios araçatubenses em oito espaços públicos da cidade, como terminais rodoviários, centros comerciais, ruas e praças.

RelatedPost

Compartilhe!