secretaria da cultura do estado de são paulo

Guri Convida: o percussionista Luiz Guello e o Grupo de Referência de Ourinhos

Publicado em 19 de outubro de 2017

Apresentação faz parte de programa de 12 concertos realizados com diversos músicos convidados pelo Projeto Guri

Com o objetivo de promover a convivência entre músicos consagrados e jovens aprendizes, o Guri Convida estruturou uma sequência de concertos que reúne 11 artistas brasileiros. No dia 1º de novembro, o Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo –realiza apresentação inédita do Grupo de Referência (GR) de Ourinhos – Percussão com percussionista Luiz Guello. Gratuito e aberto ao público, o concerto será às 19h00, no Teatro Municipal Miguel Cury, em Ourinhos, interior de São Paulo.

Especialmente para essa apresentação, Guello fará um solo com berimbau. “A apresentação será toda instrumental e mostraremos para o público ritmos tradicionais afro-brasileiros, entre outras surpresas”, disse o percussionista.

Para o programa Guri Convida, foram selecionados artistas com carreiras consolidadas nacional e internacionalmente, com papel de difusores de conhecimento. Por isso, além dos concertos, cada convidado também fará uma masterclass de oito horas com educadores da região para expandir as referências técnicas e estéticas. “No workshop, vou falar como foi a minha carreira desde o início. Abordarei também técnicas de instrumentos e improvisação”, antecipou o percussionista.

Os encontros com os artistas convidados devem contribuir para a formação dos alunos e alunas do Grupo de Referência, viabilizando o aprimoramento técnico, a criatividade, a improvisação, a amplitude de referencial musical, as técnicas instrumentais estendidas, o uso da voz e o movimento no processo de trabalho, além da presença cênica.

Contudo, o Guri Convida mantém a essência de cada GR. Assim como cada artista leva para os guris seu estilo próprio, há um repertório escolhido especialmente para cada grupo, estruturado de acordo com as peculiaridades dos jovens, com o objetivo de ampliar e aprofundar os conhecimentos e experiências musicais de todos. “Tudo relacionado à percussão me interessa muito. Para mim é uma oportunidade essa apresentação com os guris”, ressaltou o artista.

Confira abaixo o repertório da apresentação:

1 – POR MAIS DE CINCO HORAS

Composição: Carlos Stasi
2 – CURIMBA

Composição: Rafael Y Castro
3 – CADÊNCIA PARA BERIMBAU

Composição: Ney Rosauro

4 – CAMPANÁRIO

Composição: Rafael Y Castro e Júlio César

5 – CONVERSA
Composição: Rafael Y Castro e Júlio César

6 – CONCERTO PARA DOIS

PANDEIROS E ORQUESTRA DE

CORDAS

Composição: Tim Rescala

7 – GATO BRANCO

Composição: Daniel Sá

8– MALUNGA

Composição: Caíto Marcondes

Todos os 12 Grupos de Referência (GR) serão contemplados com convidados especiais. Os GRs são compostos por orquestras, cameratas e bandas, espalhados por diversas cidades e formados por jovens guris – de 12 a 21 anos – em estágio mais avançado de aprendizado. Para esse projeto, a última musicista convidada será Letieres Leite (saxofonista, flautista e compositor).

Serviço: Guri Convida com Luiz Guello
Quando:
 1º de novembro (quarta-feira)
Horário: às 19h00
Local: Teatro Municipal Miguel Cury
Endereço: R. Nove de Julho, 496, Ourinhos/Sp
Entrada: Gratuita – Evento aberto ao público

Perfil do convidado

Luiz Guello iniciou sua formação musical com Osvaldinho da Cuíca. Nos anos 80 formou o ‘Grupo Livre Percussão’, pesquisando e compondo peças baseadas em ritmos brasileiros. Tem gravado inúmeros álbuns e atuado junto a grandes nomes da música popular brasileira como Zizi Possi, Paulo Moura, Joyce, Marco Pereira, Badi Assad, Edson Cordeiro, Antônio Nóbrega, Mônica Salmaso, Sérgio Santos, Renato Brás. Foi integrante das Bandas ‘Sossega-Leão’ e a lendária ‘Mexe-com-Tudo’ que durante quase uma década animou as noites paulistanas. Guello foi professor de percussão no Conservatório de Música de Tatuí e tem participado de vários festivais de percussão. Em 1999 foi solista convidado do evento ‘Percussões do Brasil’ no SESC e ‘Festival Internacional de Percussão’, no México. Integrou a Orquestra Popular de Câmara, a Banda Mantiqueira, o Trio Bonsai e, atualmente, o Duo ELLO, com Carlos Stasi. Com o mesmo tem participado de vários festivais internacionais de percussão. Atualmente é também professor da EMESP e percussionista da Orquestra Jazz Sinfônica em São Paulo.

Grupo de Referência (GR) de Ourinhos – Percussão

O Grupo de Referência de Ourinhos representa o naipe de percussão do Projeto Guri. A pesquisa do grupo está voltada para os instrumentos populares e sinfônicos, explorando a grande diversidade da percussão. Há uma constante formação multiplicadora no grupo, observando que o próprio educador regente é um ex-aluno do Projeto Guri, reflexo de um trabalho consolidado do naipe. Os alunos envolvidos com esse processo desenvolvem habilidades em instrumentos como pandeiro, berimbau, atabaque, repinique e surdo. Por outro lado, sua formação inclui os instrumentos do naipe de percussão orquestral, como tímpano, marimba, xilofone, vibrafone e glockesnpiel, sempre trabalhando a formação técnica, expressiva e criativa, com a inclusão de práticas de arranjo, composição e improvisação. Este Grupo de Referência recebeu orientação de importantes percussionistas como Ari Colares (2016) Ignácio Bori Garcia (2015), Percussion de Tournai – Bélgica (2014), Eduardo Gianesella (2013) e Santiago Vásquez – Argentina (2012). Em 2015, o Grupo de Percussão de Ourinhos viajou à Bélgica para dividir o palco com o Groupe Percussions de Tournai. Em janeiro deste ano, tocou no mais importante festival de percussão do Brasil – PercPan, no Teatro Castro Alves, em Salvador.

Programação Guri Convida:

Compartilhe!