HomeAssessoria ReleasesGrupo de Referência do Projeto Guri em Franca toca em Morro Agudo

Grupo de Referência do Projeto Guri em Franca toca em Morro Agudo

Jovens levarão repertório composto por músicas nacionais e internacionais

O Grupo de Referência de Franca – Camerata de Cordas Dedilhadas apresenta-se na Praça Central de Morro Agudo/SP, no dia 06 de dezembro, às 19h30. A apresentação é gratuita e aberta ao público.

O Grupo de Referência de Francaé um dos 13 conjuntos formados por adolescentes e jovens, em estágio avançado de aprendizagem, do Projeto Guri–maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.Os conjuntos são orquestras, cameratas, bandas e coros, entre outras formações musicais que servem de modelo e incentivo para todos os alunos do programa.

Na ocasião, 20 jovens dos naipes de cavaco, viola e violão, acompanhados pelo regente Marcílio Lopes, apresentarão um repertório composto pelas seguintes canções: Marinheiro Só, de Domínio Público; O Trenzinho do Caipira, de Heitor V. Lobos; Assanhado, de Jacob do Bandolim; Escravos de Jó, de Milton Nascimento; Pablo nº2, de Milton Nascimento; Barra do Ribeiro, deGuinha Ramirez e Por Una Cabeza, deCarlos Gardel.

Sobre o Grupo de Referência de Franca –Camerata de Cordas Dedilhadas
O grupo foi criado em 2012 com a proposta de unir violão, cavaco e viola caipira. Em 2013, a camerata foi escolhida para constituir a “Orquestra Verde” do Guri, com instrumentos da Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA), com madeira maciça certificada pela Forest StewardshipCouncil (FSC). No mesmo ano, atuou com o violonista Alessandro Penezzi. Em 2014 integrou o espetáculo Lendas Amazônicas, com diversas apresentações em São Paulo e gravação de DVD.  O grupo tocou em 2015 no festival “Gente da Terra”, apresentado por Rolando Boldrin. Em 2017 dividiu o palco com Carlinhos Antunes e, em 2018, apresentou uma releitura do célebre álbum de Milton Nascimento, Milagre dos Peixes, com o violeiro Ivan Vilela.

SERVIÇO
Grupo de Referência de Franca – Camerata de Cordas Dedilhadas em Morro Agudo
Data:06 de dezembro

Horário: às 19h
Local: Praça Municipal de Morro Agudo
Endereço:Rua Inácio Franco s/nº, Centro – Morro Agudo/SP
Entrada gratuita e aberta ao público.

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Sustenidos: CTG Brasil; VISA; Bayer; WestRock; Microsoft; VALGROUP; Supermercados Tauste; Novelis; Caterpillar; EMS; Capuani do Brasil; Pinheiro Neto; Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn; Grupo Maringá; AES Tietê; Faber Castell; Distribuidora Ikeda, ASTA; Mercedez-Benz; Supermercados Rondon; Castelo Alimentos; Raízen; Arteris; GRUPO GR; Pirelli; Tereos.

Sobre o Projeto Guri
Mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 770 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos
Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: http://www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/.

Compartilhe!