@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

#FériasNaCultura – TODOS OS PÚBLICOS

Publicado em 22 de dezembro de 2017

#FériasNaCultura

TODOS OS PÚBLICOS

Apresentação de filmes, oficinas, brincadeiras e espetáculos fazem parte das atividades


Nos meses de dezembro e janeiro, as instituições da Secretaria da Cultura do Estado terão programação especial para os meses de férias. Contações de histórias, jogos, oficinas, filmes, espetáculos e brincadeiras estão entre as atividades - a maioria delas gratuita.

Vale lembrar que os museus da Secretaria da Cultura do Estado têm entrada gratuita aos sábados (exceto o MIS-SP, que oferece entrada livre às terças-feiras).

BIBLIOTECAS

premio-sao-paulo-de-literat

Biblioteca Parque Villa Lobos

A Biblioteca recebe a mostra com reproduções fac-símile do caderno de viagem que o artista Rubens Matuck fez durante suas idas ao Parque Villa-Lobos entre 2015 e 2017. Além disso, aprenda a confeccionar o seu próprio caderno de viagem com técnicas simples e rápidas de encadernação. Munido de seu caderno, passeie pelo parque observando a diversidade de espécies encontradas pelo caminho.

Horários de Funcionamento

Terça a domingo e feriados, 9h30 às 18h30.

Entrada gratuita
Acessibilidade no local

Local e contato

Av. Queiroz Filho, 1205, Alto de Pinheiros

(11) 3024-2500
www.bvl.org.br

PROGRAMAÇÃO

De 16 de dezembro de 2017 a 18 de março de 2018.

A Biblioteca recebe a mostra com reproduções fac-símile do caderno de viagem que o artista Rubens Matuck fez durante suas idas ao Parque Villa-Lobos entre 2015 e 2017. A mostra propõe um caminhar por dentro das experiências que o artista teve durante suas investigações pelo parque. Curadoria de Beatriz Matuck. Não é necessário inscrição.

Não é necessário inscrição.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.
Com Rubens Matuck.

Dia 13 de janeiro, sábado, das 14h00 às 16h00.

Confeccione o seu próprio caderno de viagem com técnicas simples e rápidas de encadernação. Munido de seu caderno, passeie pelo parque observando a diversidade de espécies encontradas pelo caminho. Atividade em paralelo à exposição. A partir de 5 anos.

Não é necessário inscrição.
Com Rubens Matuck.

Domingo, 28 de janeiro, das 11h00 às 16h00.

Espaço de leitura para toda a família com sessões de contação de histórias no Parque Villa-Lobos.

Com a Cia Mapinguary.
Não é necessário inscrição.
Em caso de chuva, a atividade será realizada dentro da Biblioteca.

De terça a domingo, das 9h30 às 18h30.

A BVL oferece aos seus frequentadores mais uma opção de diversão, uma sala equipada com videogame, com os jogos mais legais do momento.

Não é necessário inscrição.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

Terças-feiras, das 16h30 às 17h30.

Divertida experiência lúdica que estimula as habilidades sensoriais e a memória, com jogos e brincadeiras para pessoas com e sem deficiência.

Não é necessário inscrição.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

Sábados, das 15h00 às 17h00.

Os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas. Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados.

Não é necessário inscrição.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.
Com Carlos Oliveira.

Frequentadores da biblioteca são convidados a ouvir a leitura de trechos de livros, podendo conhecer assim novos autores, títulos e assuntos.

Quartas-feiras, das 16h30 às 17h00.
  • 03/01 – Papo de anjo: Uma radiografia paulistana, de José Angelo Potiens
    Com equipe BVL.
  • 10/01 – Adoniran: Se o senhor não tá lembrado, de Flávio Moura e André Nigri
    Com equipe BVL.
  • 17/01 – Mario de Andrade: Melhores Poemas, organizado por Gilda de Mello e Souza
    Com equipe BVL.
  • 24/01 – 1001 Ruas de São Paulo: Guia sobre a história dos homenageados nas placas da cidade, de Silvia Costa Rosa
    Com equipe BVL.
  • 31/01 – Ronda da meia noite: Vícios, misérias e esplendores da cidade de São Paulo, de Sylvio Floreal.
    Com equipe BVL.
Quartas-feiras, às 14h00.

Desenvolvido pelo Museu da Imagem e do Som - MIS, o projeto promove o contato com obras do cinema por meio de parcerias com instituições públicas do Estado de São Paulo.

A fuga das galinhas

Dir. Peter Lord, Nick Park, Estados Unidos, 2000, 84 min.
Elenco: Mel Gibson, Julia Sawalha, Phil Daniels
Gênero: animação. Classificação: Livre

No galinheiro de uma fazenda inglesa dos anos 1950, galinhas cumprem sua função e vivem pacatamente sonhando com uma vida melhor. Uma delas, Ginger, sonha com a liberdade e planeja sair voando dali junto com suas companheiras.

Não é necessário inscrição.

Quintas-feiras, das 16h00 às 17h00 (no dia 25 não haverá atividade).

O programa apresenta aos jovens temas relacionados à música, literatura, poesia, atualidade e espaço para apresentações artísticas. A partir de 13 anos.

Com equipe BVL.
Não é necessário inscrição.

Quintas-feiras, 18 e 25 das 16h30 às 17h30.

Em ambiente aconchegante e inspirador você poderá desfrutar desta prática milenar, que promove o bem-estar e a melhora da qualidade de vida. As aulas de Hatha Yoga serão direcionadas com posturas e técnicas simples, que podem ser praticadas por qualquer pessoa, e contemplam o trabalho dinâmico do corpo (alongamento - fortalecimento muscular – equilíbrio), a concentração na respiração e o relaxamento.
Recomenda-se que os praticantes ingiram apenas alimentos leves antes da aula e usem roupas confortáveis.

Com Fabiana Weykamp.

Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

Sexta-feira, 26, das 15h00 às 17h00.

Todos os meses a BVL seleciona um livro e propõe a discussão de detalhes da história com os leitores da obra, incentivando assim o encontro de pessoas, o debate literário e o hábito da leitura.

Desconstruindo Una, por Una.

Com equipe BVL.
Não é necessário inscrição.

bsp-header1

Biblioteca de São Paulo

Nos dias 7 e 21 de Janeiro, será realizado o Domingo no Parque, espaço de leitura para toda a família no Parque da Juventude. Além disso, oficinas, jogos e filmes fazem parte da programação de férias.

Horários de Funcionamento

Terça-feira a domingo e feriados, das 9h30 às 18h30

Entrada gratuita
Acessibilidade no local

Local e contato

Av. Cruzeiro do Sul, 2.630
Estação Carandiru do Metrô – Linha Azul

(11) 2089-0800
www.bsp.org.br

PROGRAMAÇÃO

Espaço de leitura para toda a família no Parque da Juventude.

Domingos, 7 e 21 no Parque da Juventude.
  • 11h30 às 12h15 – Sessões do programa Lê no Ninho, com equipe BSP.
  • 12h15 às 16h00 – Espaço de leitura para toda a família com sessões de contação de histórias.
    • 07/01 – Com a Cia Mapinguary.
    • 21/01 – Com a Cia Duo Encantado.

Não é necessário inscrição.
Em caso de chuva, a atividade será realizada dentro da Biblioteca.

Atenção: nos dias 14 e 28 o programa Lê no ninho será realizado dentro da BSP.
Sábados, das 11h00 às 13h00.

Os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas. Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados.

Não é necessário inscrição.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.
Com Carlos Oliveira.

Terças-feiras, das 15h00 às 16h00.

Divertida experiência lúdica que estimula as habilidades sensoriais e a memória, com jogos e brincadeiras para pessoas com e sem deficiência.

Com equipe BSP.
A partir de 11 anos.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

Desenvolvido pelo Museu da Imagem e do Som - MIS, o programa promove o contato com obras do cinema através de parcerias com instituições públicas do Estado de São Paulo, democratizando assim o contato com produções audiovisuais e viabilizando a formação de plateias.

Sessão Adulto, quartas-feiras, às 10h00.

The Masp Movie

Dir. Hamilton Zini Jr., Salvador Messina e Sylvio Pinheiro, Brasil, 1986, 9 min.
Classificação: Livre
O dia em que o MASP, enfurecido com um grupo de turistas, cria vida e sai para um catastrófico passeio pela cidade.

O jeca e a freira

Dir. Amácio Mazzaropi,Brasil, 1968, 102 min.
Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Maurício do Valle, Elizabeth Hartman, Nello Pinheiro, Paulette Bonelli, Carlos Garcia, Izaura Bruno, Claudio R. Mechi, Denise Barreto, Ewerton de Castro.
Gênero: comédia.
Classificação: livre.

Em uma fazenda no interior do Brasil, no século XIX, um senhor de terras se responsabiliza pela educação da filha de um dos seus colonos e acaba criando a menina como se fosse a própria filha. Anos mais tarde, quando a jovem regressa do colégio em companhia de uma freira, o fazendeiro faz de tudo para que ela não reconheça seus verdadeiros pais. Bonita e educada, a moça também atrai a atenção dos rapazes da vizinhança. Agora cabe à freira intervir e ordenar essa confusão. Comédia escrita, dirigida e protagonizada por Amácio Mazzaropi, O Jeca e a Freira foi o seu quinto filme.

Sessão Infantil, sextas-feiras, às 15h30.

O Fantástico Sr. Raposo

Dir. Wes Anderson, Estados Unidos, 2009, 87 min.
Elenco: George Clooney, Meryl Streep, Bill Murray
Gênero: animação. Classificação: livre

Após 12 anos de felicidade bucólica, o Sr. Raposo descumpre a promessa que fez à esposa e invade as fazendas dos vizinhos Boggis, Bunce e Bean. Ceder aos seus instintos animais coloca em perigo não somente o seu casamento, mas também a vida de sua família e seus amigos. Quando os fazendeiros montam uma armadilha para o Sr. Raposo, ele tem que confiar na sua astúcia natural para vencer o oponente.

Não é necessário inscrição.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

Sextas-feiras, das 16h30 às 17h00.

Frequentadores da biblioteca são convidados a ouvir a leitura de trechos de livros, podendo conhecer assim novos autores, títulos e assuntos.

  • 05/01 – Crônicas para ler na escola, de Carlos Heitor Cony.
    Com equipe BSP.
  • 12/01 – Não verás país nenhum, de Ignácio de Loyola Brandão.
    Com equipe BSP.
  • 19/01 – Se eu fosse um livro, de José Jorge Letria.
    Com equipe BSP.
  • 26/01 – Brás, Bexiga e Barra Funda: notícias de São Paulo, de Antônio de Alcântara Machado.
    Com equipe BSP.

Não é necessário inscrição.

Quintas-feiras, das 12h30 às 13h30 (no dia 25 não haverá atividade).

O programa apresenta aos jovens temas relacionados à música, literatura, poesia, atualidade e espaço para apresentações artísticas. A partir de 13 anos.

Com equipe BSP.
É necessário retirar senhas com 30 minutos de antecedência.

Terça-feira, 30, das 15h00 às 16h00.

A autora Julia Pedreira fará uma leitura de alguns poemas de seu novo livro, “Factuais” seguido de um debate sobre a obra e seus desdobramentos. Indicado a todos os interessados em literatura e artes em geral.

Não é necessário inscrição.

Domingo, 21, das 14h30 às 16h30.

Literatura, canto e poesia.

Com o Grupo de Poetas Cantores e Declamadores Independentes de São Paulo.

Coordenação de Terezinha Rocha.
Não é necessário inscrição.

Quinta-feira, 18, das 15h00 às 17h00.

Todos os meses a BSP seleciona um livro e propõe a discussão de detalhes da história com os leitores da obra, incentivando assim o encontro de pessoas, o debate literário e o hábito da leitura.

Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar.

Com equipe BSP.
Não é necessário inscrição.

Terças-feiras, de 23 de janeiro a 20 de março das 14h30 às 17h30.

Carga horária: 24 horas.

A ideia é trabalhar a potencialidade das narrativas de literatura oral como uma ferramenta de aproximação, comunicação e expressão.  O conteúdo programático abordará os vários tipos de histórias - como lendas, mitos, fábulas, história de origem, contos de fadas, entre outros -, a relação com a música, técnicas como interpretação, oralidade e improvisação, e o papel do contador de história ao longo da história universal.

Indicado para pessoas a partir de 16 anos (cursando o ensino médio).
Realização: Associação Arte Despertar em parceria com a Biblioteca de São Paulo.
Inscrições por e-mail (agenda@bsp.org.br) ou no balcão de atendimento da biblioteca (de terça a sexta-feira, das 9h30 às 17h30).

MUSEUS

CAPITAL

Casa-de-Mário-de-Andrade

Casa Mário de Andrade

A Casa Mário de Andrade funciona no endereço da antiga casa do escritor Mário de Andrade, um dos principais mentores do modernismo brasileiro e da Semana de Arte Moderna de 1922. Aberta à visitação, o Museu abriga uma exposição permanente com objetos pessoais do modernista, além de documentos de imagem e áudio relacionados à sua trajetória. Realiza, também, uma intensa programação de atividades culturais e educativas.

Horários de Funcionamento

Terça-feira a sábado, das 10h00 às 18h00

Local e contato

Rua Lopes Chaves, 546 - Barra Funda – São Paulo – SP

(11) 3666-5803 | 3826-4085
www.oficinasculturais.org.br/

PROGRAMAÇÃO

Terça, Quarta, Quinta e Sexta-feira - 9, 10, 11 e 12 de janeiro – das 15h00 às 17h00

Por Danielle Rocha

Nesta oficina, direcionada aos amantes da dança, o público terá a oportunidade de vivenciar a expressão corporal por meio de coreografias e músicas étnicas, com destaque para as danças brasileiras.

Terça, Quarta, Quinta e Sexta-feira - 16, 17, 18 e 19 de janeiro – das 13h0 às 16h00

Por Marcelo Rampazzo

A oficina, destinada ao público interessado em atividades relacionadas às artes plásticas, pretende estimular a produção de ilustração para jogos e criação de personagens para videogames. Nos encontros, os participantes poderão criar seus próprios trabalhos com a orientação do ilustrador Marcelo Rampazzo.

Terça, Quarta, Quinta e Sexta-feira - 30 e 31 de janeiro e 1 e 2 de fevereiro – das 15h00 às 17h0

Por Paula Autran

Durante a oficina serão desenvolvidas atividades práticas de redação e leitura crítica, intercaladas com a apresentação e a análise de clássicos da literatura. Os participantes poderão desenvolver suas próprias narrativas, orientados pela coordenadora da atividade.

Terça, Quarta, Quinta e Sexta-feira - 6, 7, 8 e 9 de fevereiro – das 13h00 às 15h00

Por Alice Juguero

A oficina de canto pretende estimular os participantes no desenvolvimento artístico aplicado à arte vocal de acordo com o perfil de cada aluno, identificando suas características próprias e ampliando seu repertório musical em vários estilos.

16/1 a 27/3. Terças-feiras, das 14h00 às 18h00.

O Centro de Referência Mário de Andrade nasce com o objetivo de preservar, pesquisar e difundir a obra do escritor símbolo do modernismo

 Poeta, escritor, cronista, músico, pesquisador e figura ativa nas áreas de gestão e política cultural, Mário de Andrade é um dos principais agentes do modernismo brasileiro, tendo colaborado, também, com o estudo e a valorização das tradições culturais brasileiras. Para promover o conhecimento das contribuições do artista para a história da cultura e da arte no Brasil, a Casa Mário de Andrade, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciada pela Poiesis, inicia em janeiro, as atividades do Centro de Pesquisa e Referência Mário de Andrade.

O objetivo do Centro de pesquisa é estudar e difundir a obra do poeta modernista, explorando temas que foram objeto de seu interesse e de seu trabalho, como a literatura, a música, as artes plásticas, a crítica (inclusive de cinema) e a gestão e a política cultural, além de promover produções teatrais baseadas em adaptações dramáticas da obra do escritor.

A primeira atividade do centro é a criação do grupo de estudos Mário e a música, que será entre 16 de janeiro e 27 de março. Durante os dez encontros, os participantes se dedicam ao conhecimento da atuação de Mário na área da música a partir da leitura e a discussão dos livros Ensaio sobre a música brasileira e Pequena história da música. A atividade inclui visitas a locais que tiveram relevância na vida e na obra do escritor: o Theatro Municipal, palco da Semana de Arte Moderna de 1922, o Conservatório Dramático Musical de São Paulo, local em que o musicólogo lecionou, e a Discoteca Pública Municipal Oneyda Alvarenga, fundada por ele na década de 1930.

Veja abaixo o cronograma da atividade, orientada por Haran Rodrigues:

  • 16/1 | Apresentação do projeto
  • 23/1 | Discussão de trechos selecionados do Ensaio sobre a Música Brasileira
  • 30/1 | Saída: Theatro Municipal e Conservatório Dramático Musical de São Paulo
  • 6/2   | Discussão de trechos selecionados da Pequena História da Música
  • 20/2 | Discussão de trechos selecionados do Ensaio sobre a Música Brasileira
  • 27/2 | Saída: Discoteca Pública Municipal Oneyda Alvarenga
  • 6/3   | Discussão de trechos selecionados da Pequena História da Música
  • 13/3 | Discussão de trechos selecionados do Ensaio sobre a Música Brasileira
  • 20/3 | Escolha de temas para preparação de artigos ou estudos relacionados à pesquisa
  • 27/3 | Orientação para encaminhamento dos trabalhos e definição de data de entrega


Recomendação etária: livre.
40 vagas.

Inscrições gratuitas no site: www.casamariodeandrade.org.br

Sábados, das 15h00 às 17h00.

Os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas. Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados.

Não é necessário inscrição.
Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.
Com Carlos Oliveira.

Frequentadores da biblioteca são convidados a ouvir a leitura de trechos de livros, podendo conhecer assim novos autores, títulos e assuntos.

Quartas-feiras, das 16h30 às 17h00.
  • 03/01 – Papo de anjo: Uma radiografia paulistana, de José Angelo Potiens
    Com equipe BVL.
  • 10/01 – Adoniran: Se o senhor não tá lembrado, de Flávio Moura e André Nigri
    Com equipe BVL.
  • 17/01 – Mario de Andrade: Melhores Poemas, organizado por Gilda de Mello e Souza
    Com equipe BVL.
  • 24/01 – 1001 Ruas de São Paulo: Guia sobre a história dos homenageados nas placas da cidade, de Silvia Costa Rosa
    Com equipe BVL.
  • 31/01 – Ronda da meia noite: Vícios, misérias e esplendores da cidade de São Paulo, de Sylvio Floreal.
    Com equipe BVL.
Quartas-feiras, às 14h00.

Desenvolvido pelo Museu da Imagem e do Som - MIS, o projeto promove o contato com obras do cinema por meio de parcerias com instituições públicas do Estado de São Paulo.

A fuga das galinhas

Dir. Peter Lord, Nick Park, Estados Unidos, 2000, 84 min.
Elenco: Mel Gibson, Julia Sawalha, Phil Daniels
Gênero: animação. Classificação: Livre

No galinheiro de uma fazenda inglesa dos anos 1950, galinhas cumprem sua função e vivem pacatamente sonhando com uma vida melhor. Uma delas, Ginger, sonha com a liberdade e planeja sair voando dali junto com suas companheiras.

Não é necessário inscrição.

Quintas-feiras, das 16h00 às 17h00 (no dia 25 não haverá atividade).

O programa apresenta aos jovens temas relacionados à música, literatura, poesia, atualidade e espaço para apresentações artísticas. A partir de 13 anos.

Com equipe BVL.
Não é necessário inscrição.

Quintas-feiras, 18 e 25 das 16h30 às 17h30.

Em ambiente aconchegante e inspirador você poderá desfrutar desta prática milenar, que promove o bem-estar e a melhora da qualidade de vida. As aulas de Hatha Yoga serão direcionadas com posturas e técnicas simples, que podem ser praticadas por qualquer pessoa, e contemplam o trabalho dinâmico do corpo (alongamento - fortalecimento muscular – equilíbrio), a concentração na respiração e o relaxamento.
Recomenda-se que os praticantes ingiram apenas alimentos leves antes da aula e usem roupas confortáveis.

Com Fabiana Weykamp.

Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

Sexta-feira, 26, das 15h00 às 17h00.

Todos os meses a BVL seleciona um livro e propõe a discussão de detalhes da história com os leitores da obra, incentivando assim o encontro de pessoas, o debate literário e o hábito da leitura.

Desconstruindo Una, por Una.

Com equipe BVL.
Não é necessário inscrição.

fachada_pacaembu

Museu do Futebol

O Museu do Futebol promoverá, de 26 de dezembro a 28 de janeiro, das 10h00 às 17h00, o “Férias no Museu”, espaço instalado no avesso das arquibancadas do Estádio do Pacaembu destinado a brincadeiras, oficinas e atividades variadas, com mesas de pebolim, futebol de botão e ping-pong e recreadores que oferecerão dinâmicas para toda a família.
O acesso ao espaço é gratuito.

Horários de Funcionamento

Terça a sexta-feira, das 9h00 às 17h00 (Bilheteria até às 16h00)|
Sábados, domingos e feriados das 10h00 às 18h00 (bilheteria até às 17h00)*

* O Museu não abre às segundas-feiras e nos dias 24, 25 e 31 de dezembro, 01 de janeiro e quarta-feira de cinzas.

R$ 10,00 | Meia-entrada: R$ 5,00 | Grátis aos sábados

Estacionamento na Praça Charles Miller, sendo necessário o uso de Zona Azul Digital, que pode ser adquirido por meio de aplicativos para celulares ou em postos oficiais.

Local e contato

Praça Charles Miller, S/N – Pacaembu, São Paulo- SP

(11) 3664-3848
www.museudofutebol.org.br​

 

OFICINAS
CULTURAIS

OCOswalddeAndrade_fotoMarciaAlves640x480

Oficina Cultural Oswald de Andrade

A Oficina Cultural Oswald de Andrade oferece diversos espetáculos gratuitos em sua programação. Em janeiro, o espaço recebe a peça Sonhos para Vestir, dirigida por Vera Holtz. Além desse espetáculo, outros dois entram em cartaz no primeiro mês do ano. Bendito seja seu maldito nome, do Grupo Palco Meu; e SOS quase tudo , um espetáculo clownesco que conta a história de uma bruxa que recebe cartas, telefonemas e mensagens com os mais diversos pedidos de ajuda.

Todas as peças são gratuitas e possuem 30 lugares por sessão.
É necessário retirar o ingresso com uma hora de antecedência.

Horários de Funcionamento

Segunda a sexta das 9h00 às 22h00 e aos sábados das 10h00 às 18h00.

Local e contato

Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro - São Paulo

Telefone: (11) 3221-4704
www.oficinasculturais.org.br
oswalddeandrade@oficinasculturais.org.br

PROGRAMAÇÃO

18/1 a 20/1. Quinta e sexta-feira às 20h00, sábado às 18h00 | 55 min.

Recomendação etária: 18 anos

As cartas trocadas entre Sara Antunes e seu pai desde a infância até a morte dele, há cinco anos, serviram de inspiração para a montagem “Sonhos para Vestir”, escrita e estrelada pela atriz. Com cenário assinado por Analu Prestes e direção de Vera Holtz, a peça provoca uma reflexão lúdica e poética sobre sonhos, como alcançá-los e traduzi-los em palavras.

Ficha técnica
Texto e Interpretação: Sara Antunes
Direção: Vera Holtz

22/1 a 28/3, segunda a quarta-feira às 20h00 (sem sessão nos dias 12, 13 e 14/2) | 90 min.

Recomendação etária: maiores de 16 anos

A luta pela sobrevivência, onde quem faz a lei é quem fala mais alto. Personagens sem escrúpulos, imorais, amorais e marginalizados, dotados de um egoísmo quase latente no que diz respeito a dinheiro. Todos precisam se manter em pé, vivos na expectativa de um amanhã melhor. Dilma vive em queda de braço com Bereco, disputam tudo e vão até as últimas consequências sempre na tentativa de provar quem fala mais alto e manda mais na casa invadida. Os demais fingem aceitar as condições, dissimulam seus sentimentos, e se sobrepõem as ordens cada uma à sua maneira.

Ficha técnica
Roteiro e Direção: Jean Drandrah
Elenco: Ana Roberta Bornia, Analice Pierre, André Rey, Barbara Berta, Diogenes Gonçalves, Gabriel Mello, Gustavo Rosa, Jean Coué, Lu Monteiro, Nando Cunha, Marcus Lunardi, Milene Haddad, Monyke Procópio e Carla Varjão.

26 e 27/1, sexta-feira e sábado às 18h00 | 90 min.

Recomendação etária: maiores de 16 anos

Uma bruxa-palhaça-sensitiva recebe cartas, telefonemas e mensagens com os mais diversos pedidos de ajuda. Através de pequenos rituais ela vai solucionando os problemas. Os trabalhos são personalizados, criados especialmente para cada pessoa e como pessoas são bem parecidas, o que funciona especialmente para alguém, pode funcionar para outros também. O espetáculo é resultante do projeto Payasas sagradas escénicas contemplado pelo IBERESCENA – Ajuda a co-produção de espetáculos ibero-americanos de artes cênicas.

Ficha técnica
Criação e Dramaturgia: Priscila Jácomo e Ricardo Puccetti
Atuação e Texto: Priscila Jácomo
Direção: Ricardo Puccetti – LUME Teatro

Compartilhe!