@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

Fábrica de Cultura do Jaçanã exibe documentário “Nós, Carolinas”

Publicado em 27 de outubro de 2017

O filme, produzido pelo coletivo “Nós, Mulheres da Periferia”, narra as histórias de quatro moradoras das periferias de São Paulo

O coletivo “Nós, Mulheres da Periferia” exibirá seu documentário “Nós, Carolinas” seguido de um bate-papo, na Fábrica de Cultura Jaçanã, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, que é gerenciada pela Poiesis, no dia 11 de novembro, sábado, das 15h00 18h00. O filme conta as histórias de quatro mulheres que vivem nas periferias da cidade de São Paulo, revelando de forma sensível o dia a dia delas em seu contexto social.

Para chegar até as histórias das personagens, o coletivo entrevistou cerca de cem mulheres durante as oficinas do projeto “Desconstruindo Estereótipos”, que abordou a representação das moradoras das periferias pela grande mídia. A jovem negra que se orgulha de seu cabelo black power, a educadora que divide seu tempo entre trabalho e vida pessoal, a estudante com mais de 50 anos que tem sede em aprender e a senhora que carrega lembranças da infância no interior. As quatro personagens refletem sobre o que é ser mulher, ser negra e ser moradora da periferia.

O nome do documentário é inspirado na escritora Carolina Maria de Jesus, que, por meio da escrita, denunciou o “apagamento” da mulher pobre e negra na sociedade. Joana, Carolina, Renata e Tarcila, as Carolinas do filme, também denunciam sua invisibilidade por meio de suas vozes e suas lutas diárias. O coletivo “Nós, Mulheres da Periferia” é formado por nove jornalistas também moradoras das periferias de São Paulo, que, por meio de seu site de notícias, busca dar visibilidade e representatividade para as mulheres periféricas e negras.

SERVIÇO:

Documentário “Nós, Carolinas”

Sábado, 11/11 – das 15h00 às 18h00

Compartilhe!