@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

LITERATURA

Duda Machado, Nelson Ascher e Régis Bonvicino são homenageados em Sarau na Casa das Rosas

Publicado em 22 de janeiro de 2019

O encontro tem como objetivo promover os diálogos possíveis entre poetas de diferentes gerações

Casa das Rosas realiza o ciclo de saraus Diálogos Sincrônicos e homenageia Duda Machado, Nelson Ascher e Régis Bonvicino

Para promover as relações entre gerações de poetas, a Casa das Rosas realiza o ciclo de saraus Diálogos Sincrônicos. Organizada por Paulo Ferraz, a primeira edição, que ganhou o subtítulo Código, acontece no sábado 2 de fevereiro, às 19h, é centrada em poetas posteriores aos anos 1960 e conta com poemas de Duda Machado, Nelson Ascher e Régis Bonvicino.

A ideia do encontro é relembrar os trabalhos desses três importantes poetas, e colocá-los em diálogo com poetas contemporâneos: os participantes podem apresentar seus próprios trabalhos, sempre mostrando as pontes entre sua produção autoral e a dos poetas homenageados. Apesar de apresentarem distintos percursos poéticos, os três autores têm em comum a influência da chamada poesia de invenção dos poetas de vanguarda das décadas de 1950 e 1960.

Ao lado de Waly Salomão, Duda Machado foi o letrista predileto das fases mais vanguardistas de Gal Costa e Jards Macalé na década de 1960. O poeta, ensaísta e tradutor é também entusiasta da literatura infantil.

Nelson Ascher é poeta, ensaísta, jornalista e tradutor. Da mesma geração de Régis Bonvicino e Paulo Leminski, além da produção poética, Ascher destaca-se pelos trabalhos tanto na área editorial quanto da tradução.

Régis Rodrigues Bonvicino é um poeta, tradutor, crítico literário e editor. O Historical Dictionary of Latin American Literature and Theater, editado por Richard Young e Odile Cisneros, o define como um “inovador incansável”.

A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos é integrante da Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciada pela Poiesis.

SERVIÇO

Diálogos sincrônicos

2/2. Sábado, 19h às 21h

Recomendação etária: livre

Atividade gratuita sem necessidade de inscrição prévia

 Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Avenida Paulista, 37 – Paraíso – São Paulo (próximo à estação Brigadeiro do metrô)

Telefone: (11) 3285-6986 | 3288-9447

Funcionamento: de terça-feira a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h

Convênio com o estacionamento Parkimetro: Alameda Santos, 74 (exceto domingos e feriados)

www.casadasrosas.org.br

 SOBRE A CASA DAS ROSAS

A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos é um museu dedicado à poesia, literatura, cultura e preservação do acervo bibliográfico do poeta paulistano Haroldo de Campos, um dos criadores do movimento da poesia concreta na década de 1950. Localizada em uma das avenidas mais importantes da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista, o espaço realiza intensa programação de atividades gratuitas, como oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, exposições, apresentações literárias e musicais, saraus, lançamentos de livros, performances e apresentações teatrais. O museu está instalado em um imponente casarão, construído em 1935 pelo escritório Ramos de Azevedo, que na época já tinha projetado e executado importantes edifícios na cidade, como a Pinacoteca do Estado, o Teatro Municipal e o Mercado Público de São Paulo.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Compartilhe!