@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

MÚSICA

Diversidade sonora marca o encerramento da programação 2018 do Theatro São Pedro

Publicado em 13 de dezembro de 2018

Para fechar a bem-sucedida temporada de 2018, o Theatro São Pedro oferece uma programação musical bem diversificada e para todos os públicos, com diferentes formações, neste próximo final de semana de dezembro, o último do ano com o teatro aberto ao público.

Na segunda edição do Ocupa São Pedro, que acontece de sexta (14) a domingo (16), tem a Orquestra da casa sob regência de Ricardo Kanji e o violoncelista Antonio Meneses, recitais de câmara em formações duos, quartetos e quintetos, até mesmo um trio de harpa, clarinete e percussão, e ainda um especial de música popular brasileira com a Orquestra Jovem Tom Jobim em programa dedicado a Egberto Gismonti e Hermeto Pascoal, sob regências de Nelson Ayres e Tiago Costa.

No total, serão 14 apresentações distribuídas por todo o teatro: palco, saguão e até mesmo o fosso, que estará aberto ao público. Boa parte da programação tem entrada gratuita. Para os concertos da Orquestra do Theatro São Pedro e da Orquestra Tom Jobim, os ingressos a preços populares custam até R$ 30 (inteira). 

Na sexta (14), às 20h, a Orquestra Jovem Tom Jobim interpreta obras destes dois gênios da nossa música, com arranjos especialmente montados para o grupo de bolsistas ligado à EMESP Tom Jobim e participação do multi-instrumentista Teco Cardoso. No domingo (16), tem repeteco do programa às 11h.

No dia seguinte, a agenda começa com um Concerto de Natal do Quarteto de Cordas da Orquestra do Theatro São Pedro, às 11h. Das 15h às 16h20, mais três atrações: o Grupo de Metais e Percussão em repertório contemporâneo, seguido do quarteto formado por Daniel de Oliveira (clarinete), Fábio Simão (trompete), Carlos Santos (percussão) e Rubens de Oliveira (tímpano), interpretando música contemporânea brasileira, e o Duo Encantado de clarinetes, que vai transitar do barroco de Jean-Marie Le Clair a música popular de Edu Lobo e Chico Buarque. Tudo no saguão do teatro.

Logo após, acontece uma performance que vai questionar os conceitos estéticos e musicais. Intitulado Música aleatória? Intuitiva? Indeterminada?, o espetáculo será apresentado no fosso onde a orquestra toca nas montagens de ópera e terá obras de John Cage, Cornelius Cardew e Bruno Maderna. De volta ao saguão, às 18h30, o Quinteto de Cordas e piano interpreta peça de Schubert.

Para fechar o sábado, às 20h, a Orquestra do Theatro São Pedro sobe ao palco para encerrar sua temporada sinfônica. Sob a batuta do maestro convidado Ricardo Kanji, referência em música antiga, o grupo interpreta os três Concertos para Violoncelo, de Carl Philipp Emanuel Bach com solos de Antonio Meneses, e a Sinfonia em Ré Menor, de Wilhelm Friedemann Bach. No domingo, o concerto é mais cedo, às 17h.

Dentre as apresentações do domingo, às 12h30, tem o quarteto de percussão Grupo À4 em repertório voltado aos instrumentos rítmicos, às 13h, é a vez do Duo Clownrinetas com Diogo Maia e Daniel de Oliveira (clarinetes) em programa dedicado às crianças, seguido de um Trio de Harpa, Clarinete e Percussão com Músicas Judaicas. Também no saguão, às 14h30, o Quarteto de Saxofone interpreta músicas de Pixinguinha, Astor Piazzolla, entre outros compositores.

onde fica?

Compartilhe!