@culturasp - secretaria da cultura do estado de são paulo

Casa Guilherme de Almeida oferece, em fevereiro, curso sobre ficção científica na literatura e no cinema

Publicado em 3 de janeiro de 2019

Aulas buscarão refletir sobre as adaptações

de grandes obras literárias sci-fi para as telas

Quem gosta de ficção científica não pode perder o curso gratuito que a Casa Guilherme de Almeida – integrante da Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis – organizou no mês de fevereiro. Ficção científica nos anos 1960: da literatura ao cinema será realizado entre os dias 11 e 15, das 19h às 21h, e no dia 16, das 14h às 18h. Para participar basta se inscrever pelo site do museu.

A proposta das aulas é incentivar a reflexão sobre as adaptações de importantes obras da literatura sci-fi para as telas nos anos 1960. O curso busca identificar as escolhas estéticas adotadas nas transposições desses trabalhos e também analisar o contexto sócio-histórico-cultural da época das obras. No último dia, o filme Mortos que matam (1964), de Ubaldo Ragona e Sidney Salkow, será exibido para permear a discussão. Fernando Brito e Raphael Cubakowics, ambos críticos de cinema e curadores na Versátil Home Vídeo, comandarão os debates.

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA

Inaugurado em 1979, o museu Casa Guilherme de Almeida funciona na residência onde viveu o poeta e tradutor paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte de artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret. A Casa – primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país – oferece uma intensa programação de atividades relacionadas às diversas áreas de atuação de Guilherme de Almeida, que incluem o cinema, o jornalismo e o teatro. A Casa Guilherme de Almeida integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

SERVIÇO:

Ficção científica nos anos 1960: da literatura ao cinema

Segunda à sexta-feira, de 11 a 15/02 – das 19h às 21h

Sábado, 16/02 – das 14h às 18h

Casa Guilherme de Almeida

Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Perdizes – São Paulo

Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes

Telefone: (11) 3673-1883 | 3672-1391

Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 10h às 18h

www.casaguilhermedealmeida.org.br

Poiesis – Coordenação de Comunicação

Carla Regina – Coordenação | (11) 4096-9827 | carlaregina@poiesis.org.br

Assessoria de Imprensa

Marcela Reis | (11) 4096-9857 | marcelareis@poiesis.org.br

Victória Durães | (11) 4096-9810 | victoriaoliveira@poiesis.org.br

Secretaria da Cultura do Estado – Assessoria de imprensa

Stephanie Gomes | (11) 3339-8243 | stgomes@sp.gov.br

Elisabete Alina Skwara | (11) 3339-8164 | betealina.culturasp@gmail.com

Monique Rodrigues | (11) 3339-8308 | monique.culturasp@gmail.com

Compartilhe!