HomeAssessoria ReleasesCasa Guilherme de Almeida está com inscrições abertas para cursos de longa e curta duração

Casa Guilherme de Almeida está com inscrições abertas para cursos de longa e curta duração

Pessoas inscritas receberão informações sobre as plataformas virtuais por onde poderão acompanhar as aulas

Entre as atividades gratuitas oferecidas pela Casa Guilherme de Almeida ainda neste ano, encontram-se os cursos “Obras abertas: história sincrônica da literatura” (Ciclo Fernando Pessoa) e “Escrever o filme, filmar o poema: fusões e contaminações entre poesia e cinema”, além da live com Luiza Adas, idealizadora do Museu do Isolamento. Também estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Programa de Aprimoramento em Tradução Literária, a ser realizado de março a dezembro de 2021 pelo Centro de Estudos de Tradução Literária do museu.
A Casa Guilherme de Almeida faz parte da Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

Ciclo 2021 do Programa de Aprimoramento em Tradução Literária

O Centro de Estudos de Tradução Literária da Casa Guilherme de Almeida está com inscrições abertas até 15 de janeiro de 2021 para a 2ª edição do Programa de Aprimoramento em Tradução Literária (clique aqui). Essa especialização é voltada para profissionais que estão traduzindo uma obra literária em qualquer língua estrangeira para o português e com objetivo de publicação (não é necessário ter um contrato de edição), que tenham interesse em aperfeiçoar o senso crítico em relação às questões estéticas das obras trabalhadas. 

As aulas serão realizadas de março a dezembro de 2021, com encontros quinzenais aos sábados, das 14h às 17h. A orientação dos participantes estará a cargo de Jiro Takahashi, atuante no mercado editorial há mais de 50 anos, atualmente editor executivo da Nova Aguilar e docente do curso de Letras da FAM, de Letras/Tradução da Anhanguera/Unibero e de Edição na Universidade do Livro. Tendo iniciado na Editora Ática, Takahashi participou da criação das séries Vaga-Lume, Para Gostar de Ler, Grandes Cientistas Sociais, Autores Brasileiros, Autores Africanos, entre outras, passou pela direção editorial de grupos como Rocco, fundou a Editora Estação Liberdade em 1990 e foi professor e diretor acadêmico do curso de MBA em Book Publishing da Casa Educação/Instituto Singularidade.

São oferecidas 15 vagas para o Programa, que prossegue de forma on-line até que a cidade esteja na fase azul relativa à pandemia, para, assim, resguardar a saúde dos funcionários e do público. Após esse período, a equipe do Centro de Estudos de Tradução Literária verificará a viabilidade do retorno às aulas presenciais no Anexo do museu (Rua Cardoso de Almeida, 1943-Perdizes, São Paulo). 

Pelo link http://www.casaguilhermedealmeida.org.br/traducao-literaria/aprimoramento.php saiba quais são os documentos necessários para se inscrever, acesse a ficha de inscrição, o pré-requisito para candidatura, as etapas do processo seletivo e de matrícula, e o cronograma de aulas. O valor investido é de R$ 300,00, correspondente à taxa única durante a matrícula.

Fernando Pessoa e seus heterônimos

O curso Obras abertas: história sincrônica da literatura
| Ciclo: Fernando Pessoa em vozes alheias – Os heterônimos relidos por outros autores abordará a apropriação do sistema heteronímico por escritores contemporâneos. As aulas serão ministradas por André do Amaral, poeta, doutor em Letras pela UNESP e há cinco anos dedicado ao estudo da Poesia Experimental Portuguesa. Pelo Google Meet, os encontros ocorrem em 16, 23 e 30 de outubro; 6, 13 e 20 de novembro, sextas-feiras, das 19h às 21h. O curso é gratuito e a inscrição precisa ser feita pelo link https://bit.ly/3i3X55t

Nos textos escolhidos, Fernando Pessoa ortônimo, os heterônimos Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis – além do semi-heterônimo Bernardo Soares – se transmutam em personagens literários fora do corpus pessoano e alcançam tons imprevisíveis na caracterização original, já conhecida pela complexidade e cuidadosamente concebida por Pessoa entre 1914 e 1935. Aqui, a ficcionalização interna se mostra na medida em que os escritores agregam e releem os heterônimos valendo-se da não-originalidade como modo de produção literária.

Intersecções entre cinema e poesia

O curso Escrever o filme, filmar o poema: fusões e contaminações entre poesia e cinema será nos dias 19 e 26 de outubro, segundas-feiras, a partir das 19h, pelo Google Meet.  O curso é gratuito e a inscrição fica aberta pelo link https://bit.ly/332PEao

Com aulas de Yasmin Bidim, pesquisadora, poeta, artista da imagem e doutoranda em Estudos da Literatura na UFSCar, a proposta do curso é observar o que há de poesia no cinema e o que há de cinema na poesia, levando em conta aspectos formais e estéticos que transitam de uma arte a outra. Serão abordadas obras de Marília Garcia, Marcos Siscar, Jean Luc-Godard, Maya Deren, Michael Snow, Chantal Akerman, entre outros, além de conceitos do filósofo Gilles Deleuze e das críticas literárias Rosa Maria Martelo e Joana Matos Frias.

E mais

O bate-papo Casa Guilherme de Almeida e Museu do Isolamento convida Luiza Adas, idealizadora e criadora do Museu do Isolamento, ação totalmente virtual e concebida durante a quarentena causada pela Covid-19 para divulgar os trabalhos de artistas que estão produzindo no período de isolamento social. O encontro está marcado para o dia 9 de outubro, sexta-feira, às 16h30.

A conversa com Alexandra Rocha, coordenadora do Núcleo Educativo da Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo e bacharel em Artes Plásticas pela ECA-USP, irá abordar os objetivos e o contexto de realização atual, além das características iniciais de ações culturais e educativas realizadas on-line. Não é necessária inscrição e a atividade será transmitida pelo Facebook e canal de YouTube da Casa Guilherme de Almeida.

SERVIÇO

Programa de Aprimoramento em Tradução Literária 2021
Centro de Estudos de Tradução Literária da Casa Guilherme de Almeida

Orientação: Jiro Takahashi
Inscrição aberta até o dia 15/01/2021 – Acesse: http://www.casaguilhermedealmeida.org.br/traducao-literaria/aprimoramento.php
15 vagas | R$ 300,00 – taxa única de matrícula
Público-alvo: tradutores literários que estão traduzindo uma obra literária em qualquer língua estrangeira para o português e com objetivo de publicação (sem a necessidade de um contrato de edição).

Aulas: março a dezembro de 2021. Encontros quinzenais aos sábados, entre 14h e 17h, pelo Google Meet.
Os encontros só serão presenciais após a fase azul de reabertura e depois da avaliação de viabilidade do retorno presencial no Anexo do museu. 

Documentos para avaliação e cadastro: enviar para o e-mail contato@casaguilhermedealmeida.org.br a ficha de inscrição preenchida, carta de intenção, currículo, 10 páginas da própria tradução acompanhadas do respectivo original e um texto de 4 a 5 mil caracteres (com espaços) com reflexão sobre as principais questões tradutórias suscitadas pelo original da tradução que está realizando.

Obs: tradutores que cursaram e concluíram o Programa Formativo para Tradutores Literários da Casa Guilherme de Almeida têm prioridade no preenchimento das vagas, sob a condição de terem sido bem avaliados no processo seletivo do Programa de Aprimoramento. 

Processo de seleção:
5/02/2021 – Divulgação do resultado. Candidatos (as) escolhidos (as) em primeira chamada serão informados por e-mail;
8 a 14/02/2021 – Matrícula dos (as) selecionados (as) que deverão efetuar o pagamento da taxa única de matrícula, no valor de R$ 300,00.
15/02/2021 – Chamada aos candidatos (as) da lista de espera com convocação feita por e-mail;
16 a 20/02/2021 – Matrícula dos (as) selecionados (as) que precisarão efetuar o pagamento da taxa única de matrícula, no valor de R$ 300,00.
13/03/2021 – Início das aulas.

—————————————————————————————————


Curso | Obras abertas: história sincrônica da literatura – Ciclo: Fernando Pessoa em vozes alheias – Os heterônimos relidos por outros autores
Com André do Amaral 
Sextas-feiras, dias 16, 23 e 30 de outubro; 6, 13 e 20 de novembro, das 19h às 21h
Plataforma: Google Meet 
Gratuito | 200 vagas
Inscrição até 14/10https://bit.ly/3i3X55t 

Curso | Escrever o filme, filmar o poema: fusões e contaminações entre poesia e cinema
Com Yasmin Bidim
Segundas-feiras, dias 19 e 26 de outubro, das 19h às 21h
Plataforma: GoogleMeet 
Gratuito | 200 vagas
Inscrição aberta até 15/10 – https://bit.ly/332PEao 

Casa Guilherme de Almeida e Museu do Isolamento
Com Alexandra Rocha e Luiza Adas
Sexta-feira, 9 de outubro, às 16h30
Plataforma: Facebook e YouTube
Não é preciso fazer inscrição prévia. Grátis.

——————————————

Casa Guilherme de Almeida
Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes | CEP 01251-080 | São Paulo | Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943 – Sumaré, São Paulo/SP
Tel.: 11 3673-1883 | 3803-8525 | 3672-1391 | 3868-4128 || E-mail: contato@casaguilhermedealmeida.org.br
Horário de funcionamento: terça-feira a domingo, das 10h às 18h. Atividades culturais e educativas: de terça a sexta-feira, das 19h às 21h, e aos finais de semana, das 10h às 19h.
Acessibilidade: rampa de acesso, elevador, piso podotátil e banheiro adaptado; videoguia em Libras e réplicas táteis.
Durante o distanciamento social devido à Covid-19, toda a programação está sendo realizada de forma virtual. Programação gratuita
http://www.casaguilhermedealmeida.org.br/ e http://poiesis.org.br/maiscultura/ 

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA

Inaugurada em 1979, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, está instalada na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Emiliano Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret. Hoje, o museu oferece uma série de atividades gratuitas relacionadas a todas as áreas de atuação de Guilherme de Almeida, da literatura traduzida ao cinema, passando pelo jornalismo e pelo teatro. Trata-se da primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país. 

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Compartilhe!