secretaria da cultura do estado de são paulo

Arthur Nogueira lança álbum no MIS

Publicado em 6 de novembro de 2017

Em novo disco, ‘Rei Ninguém’, apresentado pelo Natura Musical, o cantor e compositor paraense deixa de lado a eletrônica presente nos seus trabalhos anteriores e se lança em uma sonoridade mais orgânica

Na quinta-feira, 16 de outubro, o MIS, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, recebe o show de lançamento do novo álbum de Arthur Nogueira. A apresentação acontece às 21h00 e tem entrada gratuita – para participar basta retirar o ingresso com uma hora de antecedência na recepção do museu.

Depois de apresentações em Belém – cidade natal do artista – e Belo Horizonte, o show de lançamento do já elogiado álbum Rei Ninguém finalmente chega a São Paulo. A apresentação conta com participação do pernambucano Zé Manoel, parceiro de Arthur no novo trabalho. Com ele, o paraense fez a incensada por público e crítica Moonlight. No palco, Arthur é acompanhado por Filipe Massumi (violoncelo), Allen Alencar (guitarra), João Paulo Deogracias (baixo e sintetizadores) e Richard Ribeiro (bateria e programações), além de Zé Manoel (piano; e voz em Moonlight). Além das dez canções do novo álbum, o artista apresenta ainda outros destaques de sua trajetória, como Sem medo nem esperança (gravada por Gal Costa), O último romântico (do disco Presente, em homenagem a Antonio Cicero), Guamá (feita sobre sua cidade natal), entre outras.

Em Rei ninguém, patrocinado pela Natura Musical a partir da Lei Semear, Arthur Nogueira inaugura novo momento da carreira, ao deixar de lado a eletrônica de discos como Presente (2016) e Sem medo nem esperança (2015) e se lançar numa sonoridade mais orgânica. Nas letras, abre novos universos poéticos, com canções com versos de Eucanaã Ferraz e Rose Ausländer (poeta de língua alemã e origem judaica) e referências a Ferreira Gullar e Waly Salomão — além de duas novas canções com o parceiro constante Antonio Cicero, A hora certa e Consegui (cantada num dueto arrebatador com Fafá de Belém). O disco traz ainda tradução inédita de Bob Dylan, além de parcerias com o músico pernambucano Zé Manoel e o jovem artista paraense Leonardo Pratagy.

Disco em: https://goo.gl/rxiZAW

Sobre Arthur Nogueira

Com apenas 29 anos, Arthur Nogueira tem trajetória de peso. Gravado por Gal Costa e Cida Moreira, e recém-cantado por Ana Carolina, Arthur Nogueira foi apontado pelo jornal O Globo como um dos nomes centrais na renovação da tradição dos poetas na canção brasileira. Seu álbum de estreia, Mundano, produzido por Felipe Cordeiro, foi lançado em 2009, pelo tradicional Projeto Pixinguinha, incluindo a releitura de Mal Secreto, de Jards Macalé e Waly Salomão. Com o segundo, Sem Medo Nem Esperança, de 2015, que reuniu parcerias de Arthur Nogueira com Antonio Cicero, Omar Salomão, Letícia Novaes, Marina Wisnik e Marcelo Segreto, Arthur concorreu a Melhor Cantor no Prêmio Quem 2015, da revista Quem Acontece (Ed. Globo). Em 2016, lançou Presente (Antonio Cicero 70), projeto idealizado pela gravadora Joia Moderna para comemorar os 70 anos do poeta carioca Antonio Cicero. Em 2017, Arthur lança Rei Ninguém, com patrocínio da Natura Musical e lançamento em parceria com o selo Joia Moderna.

Arthur Nogueira e Natura Musical

O projeto que inclui a gravação do disco e shows de lançamento foi selecionado pelo edital Natura Musical 2016, com apoio da Lei Semear. “O Natura Musical foi criado para valorizar a diversidade da produção contemporânea e a identidade da música brasileira. Desde 2012, já ofereceu recursos para 31 projetos no Pará, participando do lançamento de novos trabalhos da efervescente cena paraense, como Felipe Cordeiro, Aíla, Lia Sophia e Sammliz, com lançamentos previstos ainda para este ano de Lucas Estrela, Luê e Strobo. “Agora estamos ao lado de Arthur Nogueira, em um novo momento da sua carreira, em um álbum que expressa a vitalidade da música brasileira, sempre em movimento, pulsante, conceito que marca a curadoria de Natura Musical em música brasileira”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura.


Sobre o Natura Musical

Com doze anos, o Natura Musical tem hoje um papel inédito na valorização da produção contemporânea e da identidade musical brasileira: já apoiou mais de 1350 produtos culturais (mais de 1200 shows, 132 CDs, 26 DVDs, 21 livros e 5 filmes), chegando diretamente a 1,3 milhão de pessoas e 1,3 milhão de seguidores no ambiente digital.

Na frente de fomento, os projetos são selecionados prioritariamente por meio de editais públicos, em nível nacional, com uso das Leis Rouanet e Audiovisual, e em nível regional, com uso de ICMS, conforme a disponibilidade de recursos.

A marca lança em média 20 discos por ano, com destaques em listas de melhores do ano e premiações nacionais e internacionais, além de patrocinar shows, livros, filmes e acervos digitais. Ao inaugurar a Casa Natura Musical, em São Paulo, amplia sua participação no entretenimento, com uma vitrine permanente para a rica e pulsante produção musical brasileira.

Arthur Nogueira – Show de lançamento do álbum Rei Ninguém

DATA 16.11, quinta-feira
HORÁRIO 21h00
LOCAL Auditório MIS (172 lugares)
INGRESSO Gratuito – retirada de ingresso com uma hora de antecedência na recepção do MIS

CLASSIFICAÇÃO 14 anos

Compartilhe!