Cerca de 450 pessoas, de vários estados brasileiros, participaram do Encontro Interestadual de Gestão Cultural: Estado e Organizações Sociais, realizado nos dias 4 e 5 de dezembro na Sala São Paulo. Iniciativa da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o encontro teve o objetivo de debater as principais conquistas e desafios desse modelo de gestão, que em 2014 completou 10 anos de sua adoção pelo Estado de São Paulo na área da cultura. A ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, participou da abertura do encontro.



Contando atualmente 20 organizações sociais parceiras, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo investiu R$ 2,8 bilhões e atendeu diretamente a 46,5 milhões de pessoas por meio deste modelo de gestão. O balanço foi apresentado no segundo dia do encontro pelo Secretário Marcelo Mattos Araujo e pela coordenadora da Unidade de Monitoramento, Claudinéli Moreira Ramos.

Na mesma mesa, a secretária da Cultura de Minas Gerais, Eliane Parreiras, mostrou como funciona e quais são os resultados do modelo de parceria adotado por aquele Estado, via OSCIPS; e a diretora de gestão da Fundação Theatro Municipal de São Paulo, no município de São Paulo: Ana Flávia Cabral Souza Leite, falou também da experiência de adoção do modelo OS na Capital Paulista.

Mas o evento não se centrou apenas na área da cultura. Na mesa de abertura, o diretor de gestão da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) Wilson Coury, abordou a experiência do Governo federal em parceria com organizações sociais nas áreas da ciência, tecnologia e educação. Na mesma mesa, o advogado e pesquisador da FGV, Eduardo Pannunzio,demonstrou como a amplitude do sistema de controle sobre o modelo OS. "organizações sociais são uma das maiores inovações em gestão na última década", afirmou.

Confira o material disponível sobre o encontro nos botões ao lado.














Telefone: 11 3339-8000 - www.cultura.sp.gov.br
© 2006 - 2014. Secretaria de Estado da Cultura. Todos os direitos reservados.