Portal do Governo do Estado de São Paulo

O Prêmio Governador do Estado tem um passado riquíssimo com premiados da mais alta classe artística nacional. No ano de sua retomada, 2010, oito diferentes modalidades foram premiadas. Conheça abaixo os seus vencedores.

 

Artes Visuais
Amélia Toledo

 

Cinema
Os Inquilinos

 

Circo
Palhaço Picoly – Benedito Sbano

 

Dança
Trilogia Influência – Cia. Nova Dança 4

 

Difusão Cultural
Associação Cultural Kinoforum

 

Destaque Cultural
Nydia Licia

 

Música
Tom Zé


Teatro
Cia. Razões Inversas

 

Também são vencedores do Prêmio Governador do Estado personalidades como:

Esther Goés

Em 1973 ganha Prêmio Governador do Estado de Melhor Atriz pelas duas peças abaixo:
- Frank V, de Dürrenmatt – direção Fernando Peixoto

- O Que Mantém um Homem Vivo?, trabalho autoral dela e de Renato Borghi sobre a obra de Bertolt Brecht – coordenação José Antônio de Souza

 

Adolfo Celi

Em 1953 ganha Prêmio Governador do Estado de Melhor Diretor por:
Assim É... (Se Lhe Parece) - espetáculo comandado por Adolfo Celi, baseado em texto de Luigi Pirandello, considerado uma das melhores realizações do Teatro Brasileiro de Comédia.

 

Stênio Garcia

Em 1966 ganha Prêmio Governador do Estado de Melhor Ator.
Dirigido por Antônio Abujamra, faz As Fúrias, de Rafael Alberti, no Teatro Ruth Escobar; e, por Ademar Guerra, tem repercussão no desempenho em Oh, Que Delícia de Guerra!, de Joan Littlewood.

 

Cleyde Yáconis

Em 1953, 1958 e **1961 ganha Prêmio Governador do Estado de Melhor Atriz por:
- Assim É... (Se Lhe Parece), de Luigi Pirandello
- O Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna
- **A Semente, de Gianfrancesco Guarnieri (há contradição quanto a este prêmio, num texto é citado que Cleyde vende o Governador do Estado em 1961 e neste ano ela realiza esta peça, mas não há informação de que ela tenha vencido o Prêmio com ela.

 

Ziembinski

Em 1953  ganha o Prêmio Governador do Estado de Melhor Ator por
Na Terra como no Céu, de Franz Hochwalder

 

Nelson Xavier

Em 1960 ganha Prêmio Governador do Estado de Melhor Ator Coadjuvante por:
Revolução na América do Sul, de Augusto Boal