HomeCultura + Notícias50º Festival de Inverno de Campos do Jordão – 6 a 12 de julho

50º Festival de Inverno de Campos do Jordão – 6 a 12 de julho

O 50º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, maior festival de música clássica da América Latina, segue em sua segunda semana com programação recheada de atrações. Ao longo de todo o evento, serão cerca de 130 concertos, em maioria gratuitos, seguindo dois eixos: Clássico e Popular-Sinfônico.

Estreiam nessa semana os três grupos formados pelos bolsistas do Festival: a Orquestra do Festival, regida por Alexander Liebreich; a Camerata do Festival, regida por Neil Thomson; e o Grupo de Música Antiga do Festival, regido por Luís Otávio Santos. Executando repertórios desafiadores, os concertos trazem a participação de regentes e solistas de renome internacional à frente dos jovens instrumentistas de alto nível técnico e musical.

O pianista Nelson Freire, que celebra 70 anos de carreira em 2019, faz dois recitais: um na Sala São Paulo, em comemoração aos 20 Anos da Sala (08/07), e outro no Auditório Claudio Santoro (11/07). No dia 09/07, aniversário de 20 Anos da Sala São Paulo, acontecem dois concertos gratuitos da Osesp, na Sala São Paulo, às 11h e às 16h30, sob o comando de seu novo regente titular, o suíço Thierry Fischer (que toma posse em 2020), apresentando a Quinta Sinfonia de Beethoven, obra escolhida pelo público em votação pela internet.

Entre as atrações sinfônicas, destaque para a Filarmônica de Goiás, regida por Neil Thomson, com dois concertos gratuitos (Praça do Capivari e Sala São Paulo); a Orquestra Sinfônica de Campinas, com Victor Hugo Toro (regente) e Viktor Uzur (violoncelo); e a Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, com Luís Gustavo Petri (regente) e o violinista Emmanuele Baldini (spalla da Osesp).

A Jazz Sinfônica segue recebendo, no fim de semana, grandes artistas da MPB, em concertos ao ar livre na Praça do Capivari. O primeiro traz a cantora Fafá de Belém interpretando seus maiores sucessos (06/07), e o segundo, o saxofonista e maestro Spok, em um programa que repassa a trajetória do Frevo (07/07).

No Palácio Boa Vista, além dos tradicionais concertos de câmara na Capela do Palácio, com destaque para o Quarteto Atlas e o Quarteto Carlos Gomes, também tem música no palco ao ar livre, com a Big Band Jazz Sinfônica, a Big Band da EMESP Tom Jobim e a Camerata Fukuda. E, no sábado à noite, no palco interno do Palácio, a atração é o saxofonista e clarinetista Nailor Proveta.

O Coro da Osesp, sob a regência de Valentina Peleggi, apresenta concerto na Igreja de Santa Terezinha. Na programação de câmara, destaque para os concertos gratuitos, que continuam diariamente no Espaço Cultural Dr. Além, e começam na Sala do Coro (Sala São Paulo). Entre as atrações estão o Quarteto Osesp, os Alunos da Academia de Música da Osesp com violista dinamarquês Asbjørn Nørgaard, e os recitais dos Professores e Bolsistas do Festival.

Estreiam também no Festival as apresentações do Toriba Musical, programação paralela organizada pelo Hotel Toriba que traz ao público música de câmara, brasileira e jazz, com concertos ao ar livre no Museu Felícia Leirner e na Sala da Lareira do Hotel Toriba. Nesse fim de semana, os destaques são o pianista Claudio Goldman, o grupo vocal As Meninas Cantoras de Campos do Jordão e a pianista Eudóxia de Barros.

A TV Cultura transmitirá ao vivo uma série de concertos do 50º Festival. Confira a programação no link: https://fpa.com.br/comunicados/252_tv-cultura-transmite-o-50-festival-de-inverno-de-campos-do-jordao.html

ORQUESTRA DO FESTIVAL

06/07 (sáb), 20h30, Auditório Claudio Santoro. Ingressos: R$ 50.

07/07 (dom), 18h, Sala São Paulo. Ingressos: R$ 20.

A Orquestra do Festival faz sua estreia nessa edição comandada pelo alemão Alexander Liebreich, regente titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica da Rádio de Praga e da Orquestra Sinfônica da Rádio Nacional Polonesa. Serão dois concertos, um no Auditório Claudio Santoro (06/07, 20h30) e um na Sala São Paulo (07/07, 18h), este último em comemoração aos 20 anos da Sala São Paulo. No programa, Impressões de uma Usina de Aço, de Claudio Santoro, compositor brasileiro que tem seu centenário de nascimento celebrado em 2019, e a Sinfonia nº 1 em dó menor, Op.68, de Johannes Brahms.

CAMERATA DO FESTIVAL

12/07 (sex), 20h30, Auditório Claudio Santoro. Ingressos: R$ 50.

14/07 (dom), 11h, Sala São Paulo. Gratuito.

Camerata do Festival, regida por Neil Thomson, diretor artístico e regente titular da Filarmônica de Goiás, em seu primeiro concerto nessa edição do Festival, recebe como solista o violoncelista brasileiro, radicado na Alemanha, Matias de Oliveira Pinto. O programa inclui a Abertura de A Flauta Mágica, KV 620, de Wolfgang Amadeus Mozart; o Concerto nº 1 para Violoncelo em Dó maior, de Joseph Haydn; e a Sinfonia nº 3 em Ré maior, D 200, de Franz Schubert.

GRUPO DE MÚSICA ANTIGA DO FESTIVAL

12/07 (sex), 20h30, Sala São Paulo. Ingressos: R$ 20.

13/07 (sáb), 20h30, Auditório Claudio Santoro. Ingressos: R$ 50.

Grupo de Música Antiga do Festival, sob a regência do violinista Luís Otávio Santos, diretor artístico do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora e coordenador do Núcleo de Música Antiga da EMESP, faz sua estreia apresentando um programa de música barroca: o Concerto de Brandenburgo nº 1 em Fá maior, BWV 1046, de Johann Sebastian Bach; a Sinfonia em Dó maior, Wq.182:3, de Carl Philipp Emanuel Bach; e a Suíte em ré menor, TWV 55:d3, de Georg Philipp Telemann.

AUDITÓRIO CLAUDIO SANTORO

06/07 (sáb), 20h30. Ingressos: R$ 50.

Orquestra do Festival, sob a regência de Alexander Liebreich. (informações sobre o programa acima)

07/07 (dom), 16h30. Ingressos: R$ 50.

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, sob a regência de Victor Hugo Toro, tendo o violoncelista sérvio Viktor Uzur como solista, interpreta O Aprendiz de Feiticeiro, de Paul Dukas, Variações sobre um Tema Rococó, Op.33, de Pyotr Il’yich Tchaikovsky, e Pinheiros de Roma, de Ottorino Respighi. 

11/07 (qui), 20h30. Ingressos: R$ 100.

Nelson Freire, pianista brasileiro com aclamada carreira internacional, faz um recital com obras emblemáticas do período romântico. Do compositor alemão Robert Schumann, Arabesque em Dó maior, Op.18 e Fantasia em Dó maior, Op.17; e do polonês Frédéric Chopin, Improviso nº 2 em Fá sustenido maior, Op.36; Mazurka nº 13 em lá menor, Op.17 nº 4; Mazurka nº 25 em si menor, Op.33 nº 4; Noturno nº 18 em Mi maior, Op.62 nº 2; Polonaise nº 1 em dó sustenido menor, Op.26 nº 1; e Barcarola em Fá sustenido maior, Op.60. 

12/07 (sex), 20h30. Ingressos: R$ 50.

Camerata do Festival com Neil Thomson (regente) e Matias Oliveira Pinto (violoncelo). (informações sobre o programa acima) 

SALA SÃO PAULO

07/07 (dom), 11h. Gratuito.

Filarmônica de Goiás, sob o comando de seu diretor artístico e regente titular Neil Thomson, recebe como solista o clarinetista britânico Michael Collins. O programa traz a Abertura Carnaval, Op.92, de Antonin Dvorák, o Concerto nº 1 para Clarinete em fá menor, Op.73, de Carl Maria von Weber, e, de Claudio Santoro, compositor que tem seu centenário de nascimento celebrado esse ano, a Sinfonia nº 10 – Amazonas.

07/07 (dom), 18h. Ingressos: R$ 20.

Orquestra do Festival, sob a regência de Alexander Liebreich. (informações sobre o programa acima)

08/07 (seg), 20h30. Ingressos: de R$ 75 a R$ 300.

20 Anos da Sala São Paulo.

Recital do pianista Nelson Freire.

Com obras emblemáticas do período romântico, o pianista interpreta, de Schumann, Arabesque em Dó maior, Op.18 e Fantasia em Dó maior, Op.17; e de Chopin, Improviso nº 2 em Fá sustenido maior, Op.36; Mazurka em Lá Menor, Op.17 nº 4; Mazurka nº 25 em si menor, Op.33 nº 4; Noturno nº 18 em Mi maior, Op.62 nº 2; Polonaise em Dó Sustenido Menor, Op.26 nº 1; e Barcarola em Fá sustenido maior, Op.60.

 

09/07 (ter), 11h e 16h30. Gratuito.

20 Anos da Sala São Paulo

Osesp sob a regência de Thierry Fischer apresenta a Sinfonia n° 5 em Dó Menor, Op.67, de Ludwig van Beethoven.

 

12/07 (sex), 20h30, Sala São Paulo. Ingressos: R$ 20.

Grupo de Música Antiga do Festival sob a regência de Luís Otávio Santos. (informações sobre o programa acima)

06/07 (sáb), 11h. Gratuito.

Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, com Eliel Ferreira (regente) e o violinista Thierry de Lucas Neves (ex bolsista, premiado no 44º Festival de Campos do Jordão). No programa: Romeu e Julieta – Abertura-fantasia, de Pyotr Il’yich Tchaikovsky; Taís: Meditação, de Jules Massenet; Árias ciganas, Op.2, de Pablo de Saraste; Huapango, de José Pablo Moncayo; e Danzon nº 2, de Arturo Marquez.

06/07 (sáb), 13h45. Gratuito.

Orquestra Filarmônica de Goiás, com Neil Thomson (regente). Programa: Abertura Carnaval, Op.92, de Antonin Dvorak; O último Sono da Virgem, de Jules Massenet; Il Guarany: Abertura, de Antônio Carlos Gomes; Bachianas Brasileiras nº 4: Prelúdio, de Heitor Villa-Lobos; e Suíte Sinfônica nº 2 – Pernambucana, de César Guerra-Peixe.

06/07 (sáb), 16h30. Gratuito.

Jazz Sinfônica recebe a cantora Fafá de Belém, sob a regência de João Maurício Galindo, para interpretar a Fantasia sobre Temas de Adoniran Barbosa (Saudosa Maloca – Tiro ao Álvaro – Trem das Onze)  [arranjo de Tiago Costa]; Samba em Prelúdio, de Baden Powell [arranjo de Rodrigo Morte]; Pot-pourri com Temas de Noel Rosa (Palpite Infeliz – Conversa de Botequim – Pra que Mentir – Com que Roupa) [arranjo de Tiago Costa]; Foi assim, de Ruy Barata e Paulo André Barata [arranjo de Alexandre Ostrovski]; Coração do Agreste, de Moacyr Luz e Aldir Blanc [arranjo de Alexandre Ostrovski]; Sob Medida, de Chico Buarque [arranjo de Alexandre Ostrovski]; Nuvem de Lágrimas, de Paulinho Rezende e Paulo Debétio [arranjo de Alexandre Ostrovski]; Vermelho, de Francisco Ferreira da Silva e Daniela Perez [arranjo de Rodrigo Morte]; É o amor, de Zezé de Camargo / Trenzinho do Caipira, de Villa-Lobos [arranjo de Rodrigo Morte]; e Abandonada, de  Michael Sullivan [arranjo de Rodrigo Morte].

07/07 (dom), 11h30. Gratuito.

Jazz Sinfônica com Fábio Prado (regente), Spok (saxofone e voz) e Adelson da Silva (bateria) apresentam a trajetória do Frevo, com as obras: Clarinada (fanfarra)*; Passo de Anjo**, de Spok e João Lira; Quem Sabe, de Antonio Carlos Gomes; Frevo em Goiânia, de Maestro Duda; Os domingos no poço*, de Candido Lira; Dia de frevo, de Maestro Duda; No Coreto, de Maestro Duda; Capenga*, de Eugênio Fabrício; Odeon*, de Ernesto Nazareth; Desculpe-me, Nazareth*, de Fernando e Reinaldo Oliveira; Canhão 75*, de Nino Galvão; Folião Ausente***, de Sivuca; Relembrando o Norte*, de Severino Araújo; Mexe com tudo*, de Levino Ferreira; Cabelo de fogo*, de Maestro Nunes; Cocada****, de Lorival Oliveira; Último Regresso**, de Getúlio Cavalcanti; Último Dia***, de Levino Ferreira; Sabe lá o que é isso**, de João Santiago; Vassourinhas**, de Mathias da Rocha e Joana Baptista. (* arranjo de Maestro Duda; ** arranjo de Spok; *** arranjo de Spok e Nilson Lopes; **** arranjo de Nilson Lopes)

07/07 (dom), 13h30. Gratuito.

Orquestra Sinfônica Jovem de Guarulhos, sob a regência de Emiliano Patarra, com a violinista Marina Caputo (ex-bolsista, premiada no 49º  Festival de Campos do Jordão). No programa, Cavalleria Rusticana: Intermezzo, de Pietro Mascagni; Dança Húngara nº 1, de Johannes Brahms; Concerto nº 3 para Violino em si menor, Op.61, de Camille Saint-Saens; Peer Gynt: Suite nº 1, Op.46: Amanhecer, de Edvard Grieg; Guerra nas Estrelas: 1º Movimento, de John Williams; Estância, Op.8a: Malambo, de Alberto Ginastera; e Aquarela do Brasil, de Ary Barroso.

07/07 (dom), 15h30. Gratuito.

Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, com Luís Gustavo Petri (regente), tendo como solista o violinista Emmanuele Baldini (spalla da Osesp), interpretam as obras Don Giovanni, KV 527: Abertura, de Wolfgang Amadeus Mozart; Concerto nº 1 para Violino em sol menor, Op.26, de Max Bruch; e Sinfonia nº 8 em Fá maior, Op.93, de Ludwig van Beethoven.

PALÁCIO BOA VISTA

06/07 (sáb), 11h, Palco Externo do Palácio do Governo. Gratuito.

Big Band da Jazz Sinfônica, com Fábio Prado (regente).O grupo toca um repertório de música brasileira: Coisa 10, de Moacir Santos (arr: Vaughn F. Wiester); Choro de gafieira, de Pixinguinha (arr: Edson Alves); Quebrando o coco, de Rodrigo Morte (arr: Júnior Galante); Folha morta, de Ary Barroso (arr: Henrique Band); Ponta de areia, de Milton Nascimento e Fernando Brant (arr: Rafael Picolotto de Lima); Palco, de Gilberto Gil (arr: Marcelo Ghelfi); Sítio do Pica-Pau Amarelo, de Gilberto Gil (arr: Fernando Corrêa); Palpite infeliz, de Noel Rosa (arr: Fernando Corrêa); Estrepolia elétrica, de Moraes Moreira (arr: Luiz Arruda Paes); A sereia voou, de Mozart Terra (adapt: Fábio Prado); e Olé!, de Nelson Ayres.

 

06/07 (sáb), 15h, Palco Externo do Palácio do Governo. Gratuito.

Big Band da Emesp Tom Jobim, com Tiago Costa (regente). No programa, um repertório variado, com música brasileira, latina e jazz: Waltzing, de Victor Assis (arr: Tiago Costa); Meio de Campo, de Gilberto Gil (arr: Nelson Ayres); Roditiana, de Vitor Assis Brasil (arr: Tiago Costa); Choro dançando, de Maria Schneider; Só Xote, de Nelson Ayres; Mambo influenciado, de Chucho Valdez (arr: Hilario Duran); Guempa, de Bebo Valdes; Hay Burner, de Sammy Nestico; e Moten Swing, de Bennie Moten.

06/07 (sáb), 17h, Capela do Palácio. Gratuito.

Quarteto Atlas, formado por quatro dos principais músicos da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ricardo Amado (violino), Carlos Mendes (violino), José Taboada (viola) e Pablo de Sá (violoncelo), interpreta obras de compositores brasileiros da nova geração: o Quarteto de Cordas nº 1 – O Jardim das Delícias, de Alexandre Faria; a Fantasia Rock – para Quarteto de Cordas, de Ricardo Cândido; e a Fantasia Tango, de Alexandre Caldi.

06/07 (sáb), 21h, Noite no Palácio. Palco Interno do Palácio do Governo.

Ingressos: R$ 50 (coquetel incluso)

Nailor Azevedo, Proveta. Música instrumental: jazz e MPB.

07/07 (dom), 11h, Capela do Palácio. Gratuito.

Quarteto Carlos Gomes, formado por Cláudio Cruz (violino), Adonhiran Reis (violino), Gabriel Marin (viola) e Alceu Reis (violoncelo), apresenta obras de três compositores latino-americanos: de Meneleu Campos o Quarteto em Ré maior e o Quarteto em Sol maior; de Guinga, Casa de Villa, Capital e Henriquieto; e de Astor Piazzolla, Tres Minutos con la Realidad, Milonga del Ángel, Muerte del Ángel e Adiós, Nonino.

07/07 (dom), 15h, Palco Externo do Palácio do Governo. Gratuito.

Camerata Fukuda apresenta a Sinfonia Simples, Op.4, de Benjamim Britten; e As Quatro Estações Portenhas (arr: Leonid Desyatnikov), de Astor Piazzolla.

ESPAÇO CULTURAL DR. ALÉM

08/07 (seg), 18h30. Gratuito.

Professores e Bolsistas

(Programa a ser anunciado)

09/07 (ter), 18h30. Gratuito.

Alunos da Academia da Osesp, com participação do violista dinamarquês Asbjørn Nørgaard, interpretam as peças The Unanswered Question, de Charles Ives; Chaconne, de Henry Purcell; Quinteto de Sopros, Op.43, de Carl Nielsen; Trauermusik, de Paul Hindemith; Herr Gott, dich loben alle wir, BWV 130, de J.S. Bach; 11 Prelúdios Corais, Op.122: Herzlich tut mich verlangen (2ª versão), de Johannes Brahms e Ferruccio Busoni; Der Doppelgänger, de Franz Schubert; Cinco Peças para Piano, Op.3, de Carl Nielsen; Simple Symphony, Op.4: Sentimental Sarabande, de Benjamin Britten; e Três Corais, de Carl Nielsen.

10/07 (qua), 18h30. Gratuito.

Quarteto Osesp interpreta Cangaceiros e Fanáticos, de Caio Facó; e Quarteto nº 14 em ré menor, D 810 – A Morte e a Donzela, de Franz Schubert.

11/07 (quin), 18h30. Gratuito.

O fagotista da Osesp Francisco Formiga e Bolsistas do Festival interpretam o Octeto de Sopros em Mi bemol maior, Op.103, de Ludwig van Beethoven; e Così fan tutte, KV 588: Excertos, de Wolfgang Amadeus Mozart  (transcrição de Ulf-Guido Schaefer).

 

12/07 (sex), 18h30. Gratuito.

Professores e Bolsistas

SALA DO CORO (SALA SÃO PAULO)

11/07 (quin), 19h. Gratuito

Alunos da Academia da Osesp, com participação do violista dinamarquês Asbjørn Nørgaard. No repertório, The Unanswered Question, de Charles Ives; Chaconne, de Henry Purcell; Quinteto de Sopros, Op.43, de Carl Nielsen; Trauermusik, de Paul Hindemith; Herr Gott, dich loben alle wir, BWV 130, de J.S. Bach; 11 Prelúdios Corais, Op.122: Herzlich tut mich verlangen (2ª versão), de Johannes Brahms e Ferruccio Busoni; Der Doppelgänger, de Franz Schubert; Cinco Peças para Piano, Op.3, de Carl Nielsen; Simple Symphony, Op.4: Sentimental Sarabande, de Benjamin Britten; e Três Corais, de Carl Nielsen.

12/07 (sex), 19h. Gratuito.

Professores e Bolsistas

IGREJA DE SANTA TEREZINHA

 

12/07 (sex), 17h. Gratuito.

Coro da Osesp, sob a regência de Valentina Peleggi. No programa: Madrigali dal Libro 4, de Claudio Monteverdi; O Magnum Mysterium, de Morten Lauridsen; Bogoroditse Djevo, de Sergei Rachmaninov; Sonata (arr: Villa-Lobos), de Ludwig van Beethoven; e Bachianas Brasileiras nº 9, de Heitor Villa-Lobos (arranjo para coro).

TORIBA MUSICAL

Programação organizada pelo Hotel Toriba. Informações sobre ingressos: https://www.toriba.com.br/

 

06/07 (sáb)

– 16h30: Toriba Musical ao Pôr do Sol – Museu Felícia Leirner, Área Externa.

– 19h00: Hotel Toriba, Sala da Lareira.

Claudio Goldman (piano e voz). Amor e humor através dos tempos: canções de todos os tempos, em

interpretações originais e divertidas versões. No repertório: Insensatez, de Antonio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes; Melodia sentimental, de Heitor Villa-Lobos; O cozinheiro de Salvador (versão para “Largo al factotum”, ária de O barbeiro de Sevilha, de Rossini); Pô, Elise! (versão para “Für Elise”, de Beethoven); Elas são rápidas (versão para “La donna è mobile”, ária de Rigoletto, de Verdi); Mozart no Tom (versão para o 1º movimento da “Sinfonia nº 40”, de Mozart).

07/07 (dom), 19h, Hotel Toriba, Sala da Lareira.

Meninas Cantoras de Campos do Jordão, sob a direção musical e regência de Mere Oliveira, com Fábio Fagundes (piano). No programa: Ecco La Primavera, de Francesco Landini; Barcarolle, da ópera Os contos de Hoffmann, de Jacques Offenbach (versão Eustórgio Wanderley); Gesù Bambino, de Pietro A. Yon e Frederick H. Martens; Olelê, molibá makasi (Folclore do Congo); Siyahamba (Folclore da África do Sul); Nanguiriche (Folclore de Angola); Somagwaza (Folclore da África do Sul); Ode à alegria, da Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven (letra de Friedrich Schiller; versão de Mere Oliveira); e Ó abre alas, de Chiquinha Gonzaga.

08/07 (seg), 19h, Hotel Toriba, Sala da Lareira.

Recital da pianista Eudóxia de Barros. No programa, Gymnopédie nº, de E. Satie; Saudades das selvas brasileiras nº 2, de H. Villa-Lobos; “Toccata” da suíte Le tombeau de Couperin, de M. Ravel; Toccata op. 145, de Golinelli; Sonata op. 35, de F. Chopin; La Campanella, de F. Liszt; Valsa nº 1, de F. Cupertino; Estudo nº 2, de A. Ribeiro; Estudo nº 10, de M. Camargo Guarnieri; Brasiliana nº10, de O. Lacerda; Coração que sente, de E. Nazareth; e Grande Tarantella, de L. M. Gottschalk.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

http://www.festivaldeinverno.sp.gov.br/

SOBRE O FESTIVAL DE INVERNO DE CAMPOS DO JORDÃO

Criado em 1970 pelos maestros Eleazar de Carvalho, Camargo Guarnieri e Souza Lima, o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão Dr. Luís Arrobas Martins foi inspirado no Festival de Tanglewood, nos EUA, e combina, com excelência, uma programação de música de concerto a um trabalho pedagógico amplo e qualificado.

Na sua 50ª edição, consolidou-se como o maior e mais importante festival de música clássica da América Latina, oferecendo aos bolsistas a vivência com importantes nomes da música nacional e internacional e, paralelamente, a uma programação cultural de qualidade – em grande parte gratuita –, que beneficia não somente a cidade de Campos do Jordão, mas todo o entorno, ampliando as oportunidades de acesso à música erudita.

Baixe o livro comemorativo do 50º Festival:

http://www.salasaopaulo.art.br/upload/2019-livretos/2019-fcj-50edicao-livro.pdf

NÚCLEO PEDAGÓGICO DO FESTIVAL

Concentrado na Sala São Paulo, o núcleo pedagógico recebe 199 bolsistas (193 já aprovados e até seis alunos de regência, que ainda passarão por uma prova final). Os jovens estudantes participarão de aulas e ensaios diários com mais de 50 professores brasileiros e estrangeiros, além de integrar os diversos grupos do Festival, apresentando-se na programação musical do evento ao longo de todo o mês de julho. 

Prêmio Eleazar de Carvalho contemplará o/a bolsista que mais se destacar nessa edição, concedendo a ele/a uma bolsa de US$ 1.400 mil (um mil e quatrocentos dólares) mensais para estudar por um período de até nove meses em uma instituição estrangeira de sua escolha, além de ter cobertas as despesas de translado entre o Brasil e o exterior. A Fundação Osesp poderá premiar outros bolsistas que se destacarem durante as atividades, a definir.

REALIZAÇÃO

O 50º Festival de Inverno de Campos do Jordão é um programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, realizado pela Fundação Osesp. Tem direção executiva de Marcelo Lopes, direção artística de Arthur Nestrovski, coordenação artístico-pedagógica de Fábio Zanon; e conta com o patrocínio master da Sabesp, Pirelli, Grupo 3corações e Stella Artois; apoio Rede, Cacau Show, Localiza e Fritz Dobbert; e promoção da Folha de S.Paulo, Bandnews TV, Rádio e TV Cultura e 29 Horas. 

AMIGOS DO FESTIVAL

Desde 2013, a Fundação Osesp conta com a colaboração de uma rede de estabelecimentos comerciais na cidade de Campos do Jordão, que contribui para a divulgação de informações sobre a programação de concertos. Esses estabelecimentos recebem um selo que os identificam como Amigos do Festival e mostram engajamento com um dos mais tradicionais projetos culturais da cidade.

SERVIÇO

50º Festival de Inverno de Campos do Jordão

Data: de 29 de junho a 28 de julho

Ingressos: início das vendas online em 14 de junho. Nos pontos de vendas em Campos do Jordão, a partir de 21 de junho.

Concertos em Campos do Jordão – festivalcamposdojordao.byinti.com

Concertos em São Paulo – festivalsaopaulo.byinti.com

Os concertos na Praça do Capivari, na Igreja de Santa Terezinha, na  Palácio do Governo (Palco Externo e Capela), no Espaço Cultural Dr. Além (Campos do Jordão) e na Sala do Coro (Sala São Paulo) são gratuitos.

Os concertos pagos em Campos do Jordão têm ingressos à venda pela internet ou nas bilheterias do Auditório e da Praça do Capivari, com valores que variam de $ 50 a R$ 100 (sujeita à taxa de conveniência dependendo do local de aquisição).

Os concertos pagos na Sala São Paulo têm ingressos à venda pela internet e ou nos totens localizados no piso térreo da Sala São Paulo, com valores que variam de R$ 20 a R$ 80 (sujeita à taxa de conveniência dependendo do local de aquisição).

Benefício de meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos, jovens (15 a 29 anos)pertencentes a famílias de baixa renda, pessoas com deficiência, professores, diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares da rede pública estadual e municipal de ensino, mediante identificação no ato da compra e no dia da apresentação.

Confira abaixo como adquirir ingressos de acordo com o local da apresentação:

AUDITÓRIO CLAUDIO SANTORO 

Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880, Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.2334

Vendas: Bilheterias do Auditório Claudio Santoro – apenas em dias de concerto, a partir de duas horas e meia antes do início da apresentação e Praça do Capivari – diariamente das 10h às 18h, e pela internet.

Quando gratuitos: Retirada de ingressos a partir de duas horas antes da apresentação, na bilheteria do Auditório, limitada a dois ingressos por pessoa e à capacidade do local (814 lugares).

ESPAÇO CULTURAL DR ALÉM

Avenida Dr. Januário Miraglia, 1.582. Abernéssia – Campos do Jordão – SP

Gratuito. Distribuição de ingressos no local a partir de uma hora antes da apresentação, limitada à capacidade do local (186 lugares).

IGREJA DE SANTA TEREZINHA

Rua Tadeu Rangel Pestana, 662, Abernéssia – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1740

Gratuito. Entrada livre, limitada à capacidade do local (200 lugares).

PALÁCIO DO GOVERNO – CAPELA  

Rua Adhemar de Barros, 3.001, Vila Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1122

Gratuito. Distribuição de ingressos no local a partir de uma hora antes da apresentação, limitada à capacidade do local (120 lugares).

PALÁCIO DO GOVERNO – PALCO EXTERNO

Rua Adhemar de Barros, 3.001, Vila Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1122

Gratuito. Entrada livre.

PALÁCIO DO GOVERNO – PALCO INTERNO

Rua Adhemar de Barros, 3.001, Vila Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1122

Vendas: Bilheterias do Auditório Claudio Santoro – apenas em dias de concerto, a partir de duas horas e meia antes do início da apresentação e Praça do Capivari – diariamente das 10h às 18h, e pela internet.

PRAÇA DO CAPIVARI

Praça São Benedito – Vila Capivari – Campos do Jordão – SP

Gratuito. Ao ar livre.

MUSEU FELÍCIA LEIRNER – ÁREA EXTERNA

Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880, Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP

Programação organizada pelo Hotel Toriba. Informações sobre ingressos: https://www.toriba.com.br/

HOTEL TORIBA – SALA DA LAREIRA

Avenida Ernesto Diederichsen, 2962 – Campos do Jordão – SP
Programação organizada pelo Hotel Toriba. Informações sobre ingressos: https://www.toriba.com.br/ 

SALA SÃO PAULO – SALA DE CONCERTOS

Praça Júlio Prestes, 16, Campos Eliseos – São Paulo – SP, T 11 3367.9500

Vendas online, nos totens localizados no piso térreo da Sala São Paulo e Bilheteria no dia da apresentação, desde duas horas e meia antes do início do concerto.

Concertos gratuitos: retirada de ingressos a partir de duas horas e meia antes da apresentação, na bilheteria do estacionamento, limitada a dois ingressos por pessoa e à capacidade do local (1484 lugares).

SALA SÃO PAULO – SALA DO CORO

Praça Júlio Prestes, 16 – 2º andar, Campos Eliseos – São Paulo – SP, T 11 3367.9500

Gratuito. Retirada de ingressos a partir de uma hora antes da apresentação e limitada à capacidade do local (150 lugares).

MAIS INFORMAÇÕES E CONTEÚDOS: 

http://www.festivaldeinverno.sp.gov.br/

 

Compartilhe!