HomeDESTAQUES ESPECIAIS Cultura + Notícias50º Festival de Inverno de Campos do Jordão – 22 a 28 de julho

50º Festival de Inverno de Campos do Jordão – 22 a 28 de julho

50º Festival de Inverno de Campos do Jordão Dr. Luís Arrobas Martins chega à sua última semana, com uma programação intensa, recheada de atrações imperdíveis. Ao longo de todo o mês de julho, serão mais de 130 concertosem sua maioria gratuitos, programados a partir de dois eixos temáticos: Clássico e Popular-Sinfônico.

Os grupos do Festival, formados pelos bolsistas dessa edição, estão entre as principais atrações da semana e consolidam o projeto educacional de ponta do Festival, que dá oportunidade aos estudantes de um aperfeiçoamento em alto nível, fazendo a ponte entre os cenários nacional e internacional da música de concerto.

Orquestra do Festival, regida pelo costarriquenho Giancarlo Guerrero, faz dois concertos, sendo um no Auditório Claudio Santoro e, na Sala São Paulo, o Concerto de Encerrramento Acadêmico, no dia 28 de julho, às 11h, ocasião em que serão premiados os bolsistas de destaque do 50º Festival. Já, os alunos da Classe de Regência do Festival compartilham a batuta à frente da Orquestra Sinfônica da USP em um concerto na Sala São Paulo.

Na programação sinfônica, outros destaques são o concerto da orquestra Johann Sebastian Rio, regida por Felipe Prazeres; da Osesp, regida por Wagner Polistchuk, em um concerto gratuito no Auditório Claudio Santoro, tocando a Quinta Sinfonia de Beethoven e outras peças, em celebração aos 20 Anos da Sala São Paulo.

Na Praça do Capivari, a programação terá o sambista Diogo Nogueira com a Sinfonieta da Jazz (o concerto se repete na Sala São Paulo), e diversas orquestras e bandas sinfônicas paulistas tocam repertórios ecléticos, da música clássica, passando pela música, o cinema, o jazz e a MPB.

Já a programação de câmara tem entre as principais atrações os recitais dos pianistas Jean-Louis Steuerman e Arnaldo Cohen na Sala São Paulo, dividindo o palco com instrumentistas convidados. A Camerata Antiqua de Curitiba, regida por Luís Otávio Santos, faz dois concertos interpretando obras de Händel (um no Auditório Claudio Santoro e outro na Sala São Paulo).

Os concertos de câmara de professores e alunos do Festival também continuam, tanto na Sala do Coro (Sala São Paulo), quanto no Espaço Cultural Dr. Além, em Campos do Jordão, e incluem homenagens a importantes artistas do cenário nacional e internacional: Ernst Mahle 90 Anos, Leo Brouwer 80 Anos e Olga Praguer Coelho. Na Igreja de Santa Terezinha, o Coro Sinfônico de Goiânia, sob a regência de Katarine Araújo, é a atração.

No Palácio Boa Vista, seguem os concertos gratuitos com recitais solo e variadas formações de câmara, na Capela do Palácio, além das big bands e apresentações de música popular no Palco Externo, e ainda os shows noturnos no Palco Interno do Palácio.

E na programação Toriba Musical, promovida pelo Hotel Toriba, o destaque são dois recitais do duo formado por Tiago Paganini (violino) e Roberto Capel (piano).

ORQUESTRA DO FESTIVAL

27/07 (sáb), 20h30, Auditório Claudio Santoro. Ingressos: R$ 50.

28/07 (dom), 11h, Sala São Paulo. Concerto de Encerramento Acadêmico. Gratuito.

Orquestra do Festival, comandada pelo costarriquenho Giancarlo Guerrero [diretor musical da Orquestra Sinfônica de Nashville; seis vezes ganhador do Grammy Awards], faz suas duas últimas apresentações no 50º Festival, incluindo o Concerto de Encerramento Acadêmico, com a premiação dos bolsistas de destaque dessa edição. O grupo toca Kabbalah, Op.96, de Marlos Nobre (compositor que tem seu aniversário de 80 anos celebrado em 2019); Daphnis et Chloé: Suíte nº 2, de Maurice Ravel; e as Bachianas Brasileiras nº 2, de Heitor Villa-Lobos.

AUDITÓRIO CLAUDIO SANTORO

Johann Sebastian Rio. Primeira orquestra brasileira a se lançar na Internet e nas redes sociais com concertos leves e interativos, tem um nome que homenageia tanto o compositor Johann Sebastian Bach quanto a São Sebastião e a cidade do Rio de Janeiro. Com Felipe Prazeres (regente) e os solistas Priscila Rato (violino) e Marcus Ribeiro (violoncelo), o grupo interpreta L’Olimpiade, RV 725: Abertura, de Antonio Vivaldi; o Concerto nº 2 para Violino em Mi maior, BWV 1042, de J.S. Bach; e duas peças de Pyotr Il’yich Tchaikovsky: Andante Cantabile e Serenata em Dó maior, Op.48.

 

26/07 (sex), 20h30. Ingressos: R$ 50.

Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência de Luís Otávio Santos e participação dos solistas Graciela Oddone (soprano), Cecilia Amancay Pastawski(mezzo soprano), Paulo Mestre (contratenor), Sidney Gomes (tenor) e Cláudio de Biaggi (barítono) interpretam duas obras de Georg Friedrich Händel: o Concerto Grosso em Lá maior, Op.6 nº 11 e Dixit Dominus, HWV 232.

 

27/07 (sáb), 20h30. Ingressos: R$ 50.

Orquestra do Festival com Giancarlo Guerrero (regente). (informações sobre o programa acima).

28/07 (dom), 16h30. Gratuito.

Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, com Wagner Polistchuk (regente), apresenta a Sinfonia nº 5 em dó menor, Op.67, de Ludwig van Beethoven, e obras escolhidas pelo público: Bachianas Brasileiras nº 4: Prelúdio, de Heitor Villa-Lobos; O Quebra-Nozes, Op.71: Valsa das Flores, de Pyiotr Il’yitch Tchaikovsky; Sinfonia nº 5: Adagietto, de Gustav Mahler; e A Valquíria: Cavalgada das Valquírias, de Richard Wagner. Esse mesmo programa foi apresentado na celebração dos 20 Anos da Sala São Paulo, no dia último dia 9 de julho, aniversário da Sala.

 

SALA SÃO PAULO

23/07 (ter), 20h30. Ingressos: R$ 20.

Jean-Louis Steuerman (piano), em programa de música de câmara:

– Jean-Louis Steuerman (piano), Alessandro Borgomanero (violino), Renato Bandel (viola) e Rodrigo Andrade Silveira (violoncelo) interpretam o Quarteto nº 1 em sol menor, KV 478, de Wolfgang Amadeus Mozart.

– Jean-Louis Steuerman (piano), Elissa Cassini (violino), Peter Pas (viola) e Rodrigo Andrade Silveira (violoncelo) interpretam o Quarteto em Mi bemol maior, Op.47, de Robert Schumann.

25/07 (qui), 20h30. Ingressos: R$ 20.

Arnaldo Cohen (piano) em programa de música de câmara:

– Arnaldo Cohen (piano), Winston Ramalho (violino) e Viktor Uzur (violoncelo) interpretam o Trio nº 2 em Dó maior, Op.87, de Johannes Brahms;

– Arnaldo Cohen (piano), Elissa Cassini (violino) e Viktor Uzur (violoncelo) interpretam o Trio nº 1 em ré menor, Op.49, de Felix Mendelssohn-Bartholdy.

 

26/07 (sex), 20h30. Gratuito.

Orquestra Sinfônica da USP, regida pelos alunos da Classe de Regência do Festival, apresenta as obras Don Giovanni, KV 527: Abertura, de Wolfgang Amadeus Mozart; Abertura Coriolano, Op.62, de Ludwig van Beethoven; As Bodas de Fígaro, KV 492: Abertura, de Mozart; Abertura A Gruta de Fingal, Op.26, de Felix Mendelssohn-Bartholdy; e a Sinfonia nº 1 em Dó maior, Op.21, de Beethoven.

 

27/07 (sáb), 16h30. Ingressos: R$ 20.

Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência de Luís Otávio Santos e participação dos solistas Graciela Oddone (soprano), Cecilia Amancay Pastawski (mezzo soprano), Paulo Mestre (contratenor), Sidney Gomes (tenor) e Cláudio de Biaggi (barítono) interpretam duas obras de Georg Friedrich Händel: o Concerto Grosso em Lá maior, Op.6 nº 11 e Dixit Dominus, HWV 232.

 

28/07 (dom), 11h, Sala São Paulo. Concerto de Encerramento Acadêmico. Gratuito.

Orquestra do Festival com Giancarlo Guerrero (regente). (informações sobre o programa acima).

 

28/07 (dom), 18h. Ingressos: R$ 80.

Jazz Sinfonieta e Diogo Nogueira, sob regência de Nelson Ayres. A Sinfonieta da Jazz Sinfônica encerra sua participação no 50º Festival de Inverno de Campos do Jordão recebendo Diogo Nogueira, um dos maiores nomes do samba da atualidade. O repertório inclui Conversa de Botequim, de Vadico e Noel Rosa; Filosofia, de Noel Rosa e André Filho; Aquele Abraço, de Gilberto Gil; As Rosas não Falam, de Cartola; Alvorada, de Cartola e H.B. de Carvalho; Chão de Esmeraldas, de Chico Buarque e H.B. de Carvalho [todas com arranjo de Paulo Aragão]; Samba do Avião, de Tom Jobim, Chico Buarque e Vinícius de Moraes; Você é Linda, de Caetano Veloso; Choro Bandido, de Edu Lobo e Chico Barque [todas com arranjo de Nelson Ayres]; e Cabô, Meu Pai, de Moacyr Luz, Luiz Carlos da Vila e Aldir Blanc [arranjo de Tiago Costa].

PRAÇA DO CAPIVARI

27/07 (sáb), 11h. Gratuito.

Banda Sinfônica de Taubaté, com Rogério de Souza (regente) e Alexey Kurdjian (regente assistente) interpreta Prelude and Presto, de David R. Holsinger; Othello, a Symphonic Portrait for Concert Band, de Alfred Reed; Cavalaria Ligeira, de Franz von Suppé [arranjo de Luis G. Ñarro];The Avengers’ Theme, de Alan Silvestri [arranjo de Michael Brown]; Dança de Vagharchabadi, de Vardapet Komitas [arranjo de Alexey Kurkdjian]; Mas que nada, de Jorge Ben [arranjo de Michael Brown]; e Vassourinhas, de Mathias da Rocha e Joanna Batista [arranjo de Nenéu Liberalquino].

27/07 (sáb), 13h45. Gratuito.

Banda Sinfônica do Exército, com Tenente Gilson Souza (regente), apresenta a obras A Concert Prelude e Year of the Dragon: Finale, de Philip Sparke; O Pássaro de Fogo: Excertos, de Igor Stravinsky [arranjo de Randi Earles sobre a versão de 1919]; Variações Fantasia sobre um Tema de Nicolò Paganini, de James Barnes; A Lista de Schindler, de John Williams; Velhos Camaradas (dobrado), de Carl Teike; Cielo andaluz (pasodoble), de Pascual Marquina Narro; e Paconchita – Abertura latina, de Oscar Navarro.

27/07 (sáb), 16h30. Gratuito.

Jazz Sinfonieta, sob regência de Nelson Ayres, recebe Diogo Nogueira, um dos maiores nomes do samba da atualidade. O repertório inclui Conversa de Botequim, de Vadico e Noel Rosa; Filosofia, de Noel Rosa e André Filho; Aquele Abraço, de Gilberto Gil; As Rosas não Falam, de Cartola; Alvorada, de Cartola e H.B. de Carvalho; Chão de Esmeraldas, de Chico Buarque e H.B. de Carvalho [todas com arranjo de Paulo Aragão]; Samba do Avião, de Tom Jobim, Chico Buarque e Vinícius de Moraes; Você é Linda, de Caetano Veloso; Choro Bandido, de Edu Lobo e Chico Barque [todas com arranjo de Nelson Ayres]; e Cabô, Meu Pai, de Moacyr Luz, Luiz Carlos da Vila e Aldir Blanc [arranjo de Tiago Costa].

28/07 (dom), 11h30. Gratuito.

Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, com Edson Beltrami (regente) e João Carlos Martins (regente e piano), interpreta a Cantata nº 147: Jesus bleibet meine Freude, de J.S. Bach; Peer Gynt: Suíte nº 1, Op.46, de Edvard Grieg; a Valsa nº 2, de Dmitri Shostakovich; Danças Eslavas nº 8, Op.46: nº 8 em sol menor, de Antonín Dvórak; a Suíte Orquestral nº 3 em Ré maior, BWV 1068: Ária, de J.S. Bach; o Concerto nº 5 para Cravo em fá menor, BWV 1056, de J.S. Bach; Yesterday / Love of my life, de The Beatles / Queen [arranjo de Edson Beltrami]; Cinema Paradiso, de Ennio Morricone; e Carnaval de Rua, de Hudson Nogueira.

28/07 (dom), 13h30. Gratuito.

Orquestra Sinfônica de Piracicaba, sob a regência de Jamil Maluf, apresenta o programa A Orquestra no Cinema, tocando uma seleção de composições emblemáticas que fizeram parte das trilhas sonoras de  clássicos cinematográficos: No belo Danúbio azul, Op.314, de Hohann Strauss Jr [2001 – Uma Odisséia no Espaço de Stanley Kubrick]; Sinfonia nº 5: Adagietto, de Gustav Mahler [Morte em Veneza de Lucchino Visconti]; La Gazza Ladra: Abertura, de Gioacchino Rossini [Laranja Mecânica de Stanley Kubrick]; e Guerra nas Estrelas: Suíte sinfônica, de John Williams [Guerra nas Estrelas de George Lucas].

28/07 (dom), 15h30. Gratuito.

Soundscape Big Band. Criada em 1999 por músicos influenciados por grandes mestres do jazz, a Soundscape traz a estrutura clássica de uma traditional big band: cinco saxofones, quatro trombones, quatro trompetes, baixo acústico, bateria, piano e guitarra. Nesse programa, o grupo apresenta Foose in Bla, de Ohad Talmor; Maria 3 Filhos, de Milton Nascimento [arranjo de Fernando Corrêa]; Fall, de Wayne Shorter [arranjo de Fernando Corrêa]; Tempestade, de Chico Pinheiro e Chico César [arranjo de Tiago Costa]; Coisa nº 2, de Moacir Santos [arranjo de Tiago Costa]; Corrêa Toa, de Fernando Corrêa; e Plaza Real, de Wayne Shorter [arranjo de Paulo Malheiros].

 

PALÁCIO BOA VISTA

27/07 (sáb), 11h, Palco Externo do Palácio do Governo. Gratuito.

Salada Mista Big Band, com Ogair Júnior (regente) apresenta a Valsa sentimental, de Tom Jobim [arranjo de Robertinho Carvalho]; Samba de Orfeu, de Luiz Bonfá [arranjo de Rubinho Antunes]; Raabe, de Jorge Ervolini; A Procura, de Robertinho Carvalho; Sweet Dulcinea Blues, de Kenny Wheeler [arranjo de Robertinho Carvalho]; Velas içadas, de Ivan Lins [arranjo de Jorge Ervolini]; Daquilo que eu sei, de Ivan Lins [arranjo de Robertinho Carvalho]; e Linha de Passe, de João Bosco [arranjo de Nailor Proveta].

27/07 (sáb), 15h, Palco Externo do Palácio do Governo. Gratuito.

O Sorriso da Manu, com Toninho Ferraguti (acordeon), Beto Angerosa (percussão), Paulo Braga (piano), Alexandre Ribeiro (clarinete), Ricardo Takahashi (violino), Liliana Chiriac (violino), Adriana Schincariol Vercelino (viola), Raïff Dantas Barreto (violoncelo) e Zé Alexandre Carvalho (contrabaixo).

Explorando a sonoridade de uma pequena orquestra, aliada às possibilidades sonoras do acordeom, Toninho Ferragutti apresenta as composições de seu álbum O Sorriso da Manu. O programa inclui, de sua autoria, as peças Sanfonema, Forro classudo, Paçoquinha, Circuleta, Chôro da madrugada, O Sorriso da Manu, Nem Sol, nem Lua, Balanguinha, Trilha feita a mão, Na Sombra da Asa Branca, Trilha feita a lápis, Flamenta e Nova; de Luperce Miranda, Quando me lembro; e de Hermeto Pascoal, Sion.

27/07 (sáb), 17h, Capela do Palácio. Gratuito.

Do Barroco às Barrancas do Rio é o título do recital de Bruno Sanches, que toca viola brasileira. O programa inclui composições próprias e de outros autores: Catira do Vale, de Bruno Sanches; A jangada voltou só, de Dorival Caymmi; Canários, de Gaspar Sanz; O trem tá feio, de Tavinho Moura e Murilo Antunes; Capricho perfumado, de Bruno Sanches; Prelúdio da Suíte nº 1 para Violoncelo, de Johann Sebastian Bach; ¡Ha, che valle!, de Agustin Barrios; Poema: Dia de Chuva, de Luiz Antônio Sanches; Boi soberano, de Carreirinho e Izaltino Gonçalves; Senhorinha, de Guinga e Paulo César Pinheiro; Elementais, de Bruno Sanches; A Força do Boi, de Ivan Vilela; Poema: O Voo do Andarilho, de Zaca de Oliveira; Amantikir, de Bruno Sanches.

27/07 (sáb), 21h, Noite no Palácio. Palco Interno do Palácio do Governo.

Ingressos: R$ 50 (coquetel incluso).

Daniel D’Alcântra (trompete/flugelhorn), Felipe Silveira (piano), Thiago Alves (contrabaixo) e Paulinho Vicente (bateria) apresentam um programa de música instrumental, jazz e MPB.

28/07 (dom), 11h, Capela do Palácio. Gratuito.

Cancioneiro de Paris

O Capela Ultramarina, formado por Regiane Martinez (soprano), Patrícia Nacle (contralto), Iara Ungarelli (viola da gamba), Marília Macedo (flauta doce), Guilherme de Camargo (viola de mão de quatro ordens) e Fábio Vianna Peres (tenor, viola de mão de cinco ordens), apresenta uma seleção de peças anônimas do século XVI. Com pesquisa, arranjo, edição, concepção e direção musical de Fábio Vianna Peres, o grupo reúne em seus concertos cantores e instrumentistas com ampla experiência no campo da interpretação histórica da música do passado.

28/07 (dom), 15h, Palco Externo do Palácio do Governo. Gratuito.

Coro Infantojuvenil da Fundação Lia Maria Aguiar, com Luana Barros (regente), interpreta Oye, de Jim Papoulis; Roda Viva, de Chico Buarque; Stand by me, de Ben E. King; Tres morillas me enamoran (Anônimo); O rei mandou me chamá, de M. Camargo Guarnieri; Missa Festiva: Kyrie, de John Leavitt; Jubilate Deo, de Jay Althouse; De Magia, de Dança e Pés, de Milton Nascimento; Jardim da Fantasia, de Paulinho Pedra Azul; Samba do Arnesto, de Adoniran Barbosa; e Pase el agoa (Anônimo).

ESPAÇO CULTURAL DR. ALÉM

22/07 (seg), 18h30. Gratuito.

O grupo Trombonismo, formado por Carlos Freitas, Eduardo Machado, Fernando Chipoletti e Wagner Polistchuk, interpreta a Suite Elizabethana (Anônimo); o Quarteto para Trombones, de Fernando Moraes; Doctor Decker’s Daydreams, de Christian Lindberg; a Suite Parisiense, de John Glenesk Mortimer; Bohemian Rhapsody, de Freddie Mercury/ Queen [arranjo de Alan Fernie]; e Marcelinho no Frevo, de Ivanildo Maciel.

23/07 (ter), 18h30. Gratuito.

Gabriella Pace (soprano) e Ricardo Ballestero (piano) interpretam Sechs Lieder, Op.13, de Clara Schumann; Fünf Lieder, Op.49, de Joahannes Brahms; e Frauenliebe und Leben, Op.42, de Robert Schumann.

24/07 (qua), 18h30. Gratuito.

Professores e Bolsistas

– Tainá Trigo (flauta), Andreza Batistella (viola) e Raphael Aragão (harpa) interpretam a Sonata para Flauta, Viola e Harpa, de Debussy;

– Lucas Martins (flauta), Marcelo Vilarta (oboé), Gustavo Ananias (clarinete), Gustavo Prisco (fagote) e Juan Quinteros Estrada (trompa) interpretam Três Peças breves, de Ibert;

Maria Júlia Segura (violino), Hanan Santos (violino), Rômulo Moreira (viola), Tácio Vieira (violoncelo), Júlio Zabaleta (flauta), Danilo Oliveira (clarinete) e Alice Emery (harpa) interpretam Introdução e Allegro, de Ravel.

25/07 (qui), 18h30. Gratuito.

Escualo Ensemble, formado por Amanda Martins (violino), Cláudio Torezan (contrabaixo), Rubén Zúñiga (vibrafone) e Daniel Grajew (piano e acordeão), interpreta um repertório de tangos tradicionais e modernos: Soledad, de Astor Piazzolla; Mi Viejo Reloj, de Osvaldo Fresedo; Zum, de Astor Piazzolla; Negracha, de Osvaldo Pugliese; Milonga en Re, de Astor Piazzolla; Escualo, de Astor Piazzolla; Cabulero, de Leopoldo Federico; Fuga y Misterio, de Astor Piazzolla; Odeon, de Ernesto Nazareth; Tango Buto, de Daniel Grajew; e A Fuego Lento, de Horacio Salgán.

26/07 (sex), 18h30. Gratuito.

Homenagem a Olga Praguer Coelho

A soprano Camila Titinger e o violonista Fabio Zanon homenageiam a soprano e violonista Olga Praguer Coelho (1909-2008), que começou sua carreira musical nos anos 1920 e ascendeu internacionalmente a partir de 1935, chegando a ganhar o status de embaixadora da cultura brasileira na Europa, e cantar na Casa Branca (EUA). O duo interpreta obras de Alessandro Scarlatti, Giovanni Bellini, Manuel de Falla, Nikolay Rimsky-Korsakov, Heitor Villa-Lobos e do folclore brasileiro e internacional, em arranjos para voz e violão de Villa-Lobos, Andrés Segovia e Olga Praguer Coelho.

SALA DO CORO (SALA SÃO PAULO)

22/07 (seg), 19h. Gratuito.

Leo Brouwer 80 Anos.

O programa celebra o aniversário do compositor e violonista cubano, autor de uma importante e prolífica obra, não só violonística, mas dedicada a outros instrumentos. O repertório inclui peças para várias formações de autoria de Brower, tocada por vários grupos de instrumentistas:

Adailson Araujo, Eduardo Gutterres, Huayma Tulian e Julieta Comotti (violões) interpretam a Toccata;

– Tayná Trigo (flauta), Vanessa Gatica Valenzuela (viola) e Camilla Silva (violão) tocam Per suonare a tre;

– Gabriel Moraes (percussão) toca Variantes;

– Cristóbal Alarcón (flauta), Julián Lerma (viola) e Nícolas Porto Silva (violão) interpretam Paisajes, retratos y mujeres;

– Marina Caputo (violino), Lauro Lira (violoncelo) e Paulo Álvares (piano) tocam Manuscrito antiguo encontrado en una botella;

– Classe de Violão do Festival, formada por Adailson Araujo, Camilla Silva, Eduardo Gutterres, Guilherme Moreno, Huayma Tulian, Jhony de Souza, Julieta Comotti, Laíne Mororó, Lucas da Silva Rocha, Lucas Vieira, Nícolas Porto Silva e Nora Spielman interpretam Paisaje Cubano con Rumba.

23/07 (ter), 19h. Gratuito.

Ernst Mahle 90 Anos

O programa homenageia o compositor, maestro e professor Ernst Mahle, nascido na Alemanha e radicado no Brasil, fundador da Escola de Música de Piracicaba. Mahle é autor de arranjos e composições para todos os instrumentos, em formações solo, de música de câmara e sinfônica, além de canto e coro. Produziu cerca de duas mil obras, das quais cerca de quinhentas são composições originais, incluindo três óperas. No repertório, todas as peças são de Ernst Mahle, interpretadas por vários grupos de instrumentistas:

Leandro Isaac (piano) e Lucas Gonçalves (piano) tocam a Toccata;

Lucas Gonçalves (piano) interpreta a Sonatina para Piano;

Marcos Alex, Wellington Carlos e André Martins (trombones), e Luana Maele (trombone baixo) tocam a Suíte para Quarteto de Trombones;

Luciana Campanhã Pozatto (flauta), Paulo Roberto (oboé), Eduardo Lima (clarinete), Sandra Ribeiro (fagote) e Guilherme Merique (trompa) interpretam o Quinteto de Sopros;

Thiago Sandoval (clarinete), Alex Sanchez (fagote), Henrique Santos (trompa), Carlos Espinal (violino), João Sena (viola), Laura Catalina Mendoza (violoncelo) e Renata Rodrigues Andrade (contrabaixo) tocam o Septeto;

Matheus Coelho (regente), Andrezza Reis (soprano), Cristóbal Alarcón (flauta), Luís Umbelino (clarinete), Marcela Cerna Alcántara (violino), Letícia Camargo (viola), María Bellorin (violoncelo), Vincent Delia (contrabaixo), Ingrid Uemura (piano) e Pietro Gutiérrez Arnoldi (percussão) interpretam O amor é um som (sobre citação de Júlio Dinis).

24/07 (qua), 19h. Gratuito.

Professores e Bolsistas

– Svetlana Tereshkova e Tatiana Vinogradova (violinos), Olga Vassilevich (viola) e Marialbi Trisolio (violoncelo) interpretam Morriña – Quarteto de Cordas, de Eduardo Frigatti, e Cinco Peças para Quarteto de Cordas, de Igor Maia.

– Renato Raul (marimba) e Rafael Dalchau (vibrafone) tocam o Estudo II – A Falsa Rhumba, de E. Álvares;

– Diego Montes (marimba), Andrés Reyes Gutiérrez (percussão), Pietro Gutiérrez Arnoldi (percussão) e Ariel Gonzalez (percussão) interpretam Marimba Spiritual, de Minoru Miki;

– Tayná Trigo (flauta), Guilherme Peres (violino), Yixon Marin (viola), Eliziel Lourenço (violoncelo) e Raphael Aragão (harpa) tocam a Serenata para Flauta, Trio de Cordas e Harpa, Op.30: Allegro, de Roussel;

– Lucas Martins (flauta), Marcelo Vilarta (oboé), Gustavo Ananias (clarinete), Gustavo Prisco (fagote) e Juan Quinteros Estrada (trompa) interpretam Três Peças breves, de Ibert;

Alice Emery (harpa), Júlio Zabaleta (flauta), Danilo Oliveira (clarinete), Maria Júlia Segura (violino), Hanan Santos (violino), Rômulo Moreira (viola) e Tácio Vieira (violoncelo) tocam Introdução e Allegro, de Ravel.

25/07 (qui), 19h. Gratuito.

Professores e Bolsistas

Marcelo Barboza (flauta) e Débora Halász (piano).

Programa a ser anunciado

26/07 (sex), 19h. Gratuito.

Professores e Bolsistas

– Lincoln Sena (flauta), Paulo Roberto (oboé), Eduardo Lima (clarinete), Vivian Meira (fagote), Isaque Elias (trompa) e Mateus Restani (piano) interpretam o Sexteto para Piano e Sopros em Si bemol maior, Op. 6: Allegro moderato, de Thuille.

– Thiago Sandoval (clarinete), Gustavo Prates (violino), Gustavo Lennertz (violino), Guilherme Santana (violino) e Nathalia Sudário (violoncelo) interpretam o Quinteto com Clarinete em si menor, Op. 115: Excertos, de Brahms.

– Sol Ochoa (violino), Meriline Rivero Meza (violino), Andreza Batistella (viola), Lucas Garcia Muramoto (violoncelo), Claudia Macchicado Torres (contrabaixo), Erick Venditte (trompete) e Pedro Heylmann (piano) interpretam o Septeto em Mi bemol maior, Op. 6, de Saint-Saëns.

IGREJA DE SANTA TEREZINHA 

26/07 (sex), 17h. Gratuito.

Coro Sinfônico de Goiânia, sob a regência de Katarine Araújo, com Fábio Leite (piano), Joicy Carvalho (soprano), Patrícia Mello (soprano), Natália Afonso (contralto), Félix Bauer (tenor), Caio Abreu (barítono), Anne Clárenci (soprano), Angela Samara (soprano) e Vitor Monte (baixo), interpreta as obras Agnus Dei, de Samuel Barber; Sete Canções, de Francis Poulenc; Only in sleep, de Eriks Esenvalds [texto de Sara Teasdale]; Salut printemps, de Claude Debussy; Choros nº 3 – Pica-Pau, de Heitor Villa-Lobos; Três Cânticos breves, de Ronaldo Miranda [texto de Fernando Pessoa]; Suíte nordestina, de Ronaldo Miranda; e Frevo fugato, de Edmundo Villani-Côrtes.

TORIBA MUSICAL

Programação organizada pelo Hotel Toriba. Informações sobre ingressos: https://www.toriba.com.br/

27/07 (sáb)

– 16h30, Área Externa do Museu Felícia Leirner [Toriba Musical ao Pôr do Sol].

– 19h, Sala da Lareira do Hotel Toriba.

Tiago Paganini (violino) e Roberto Capel (piano) interpretam o Praeludium und Allegro, de Fritz Kreisler; a Sonata nº 3 em Mi maior, BWV 1016, de Johann Sebastian Bach; a Sonata n° 21 em mi menor, KV 304, de Wolfgang Amadeus Mozart; Après un Rêve, de Gabriel Fauré; Nocturne, de Lili Boulanger; Liebesleid, de Fritz Kreisler; Salut d’Amour Op.12, de Edward Elgar; e As Quatro Estações: Primavera, de Antonio Vivaldi.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

http://www.festivaldeinverno.sp.gov.br/

 

SOBRE O FESTIVAL DE INVERNO DE CAMPOS DO JORDÃO

Criado em 1970 pelos maestros Eleazar de Carvalho, Camargo Guarnieri e Souza Lima, o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão Dr. Luís Arrobas Martins foi inspirado no Festival de Tanglewood, nos EUA, e combina, com excelência, uma programação de música de concerto a um trabalho pedagógico amplo e qualificado.

Na sua 50ª edição, consolidou-se como o maior e mais importante festival de música clássica da América Latina, oferecendo aos bolsistas a vivência com importantes nomes da música nacional e internacional e, paralelamente, a uma programação cultural de qualidade – em grande parte gratuita –, que beneficia não somente a cidade de Campos do Jordão, mas todo o entorno, ampliando as oportunidades de acesso à música erudita.

Baixe o livro comemorativo do 50º Festival:

http://www.salasaopaulo.art.br/upload/2019-livretos/2019-fcj-50edicao-livro.pdf

NÚCLEO PEDAGÓGICO DO FESTIVAL

Concentrado na Sala São Paulo, o núcleo pedagógico recebe 201 bolsistas. Os jovens estudantes participarão de aulas e ensaios diários com mais de 50 professores brasileiros e estrangeiros, além de integrar os diversos grupos do Festival, apresentando-se na programação musical do evento ao longo de todo o mês de julho. 

Prêmio Eleazar de Carvalho contemplará o/a bolsista que mais se destacar nessa edição, concedendo a ele/a uma bolsa de US$ 1.400 mil (um mil e quatrocentos dólares) mensais para estudar por um período de até nove meses em uma instituição estrangeira de sua escolha, além de ter cobertas as despesas de translado entre o Brasil e o exterior. A Fundação Osesp poderá premiar outros bolsistas que se destacarem durante as atividades, a definir.

REALIZAÇÃO

O 50º Festival de Inverno de Campos do Jordão Dr. Luís Arrobas Martins é um programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, realizado pela Fundação Osesp. Tem direção executiva de Marcelo Lopes, direção artística de Arthur Nestrovski, coordenação artístico-pedagógica de Fábio Zanon; e conta com o patrocínio master da Sabesp, Pirelli, Grupo 3corações e Stella Artois; apoio Rede, Cacau Show, Localiza e Fritz Dobbert; e promoção da Folha de S.Paulo, Bandnews TV, Rádio e TV Cultura e 29 Horas.

AMIGOS DO FESTIVAL

Desde 2013, a Fundação Osesp conta com a colaboração de uma rede de estabelecimentos comerciais na cidade de Campos do Jordão, que contribui para a divulgação de informações sobre a programação de concertos. Esses estabelecimentos recebem um selo que os identificam como Amigos do Festival e mostram engajamento com um dos mais tradicionais projetos culturais da cidade.

SERVIÇO

50º Festival de Inverno de Campos do Jordão Dr. Luís Arrobas Martins

Data: de 29 de junho a 28 de julho 

Ingressos: início das vendas online em 14 de junho. Nos pontos de vendas em Campos do Jordão, a partir de 21 de junho.

Concertos em Campos do Jordão – festivalcamposdojordao.byinti.com

Concertos em São Paulo – festivalsaopaulo.byinti.com

Os concertos na Praça do Capivari, na Igreja de Santa Terezinha, na  Palácio do Governo (Palco Externo e Capela), no Espaço Cultural Dr. Além (Campos do Jordão) e na Sala do Coro (Sala São Paulo) são gratuitos.

Os concertos pagos em Campos do Jordão  têm ingressos à venda pela internet ou nas bilheterias do Auditório e da Praça do Capivari, com valores que variam de $ 50 a R$ 100 (sujeita à taxa de conveniência dependendo do local de aquisição).

Os concertos pagos na Sala São Paulo têm ingressos à venda pela internet e ou nos totens localizados no piso térreo da Sala São Paulo, com valores que variam de R$ 20 a R$ 80 (sujeita à taxa de conveniência dependendo do local de aquisição).

Benefício de meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos, jovens (15 a 29 anos)pertencentes a famílias de baixa renda, pessoas com deficiência, professores, diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares da rede pública estadual e municipal de ensino, mediante identificação no ato da compra e no dia da apresentação.

Confira abaixo como adquirir ingressos de acordo com o local da apresentação:

AUDITÓRIO CLAUDIO SANTORO 

Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880, Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.2334

Vendas: Bilheterias do Auditório Claudio Santoro – apenas em dias de concerto, a partir de duas horas e meia antes do início da apresentação e Praça do Capivari – diariamente das 10h às 18h, e pela internet.

Quando gratuitos: Retirada de ingressos a partir de duas horas antes da apresentação, na bilheteria do Auditório, limitada a dois ingressos por pessoa e à capacidade do local (814 lugares).

 

ESPAÇO CULTURAL DR ALÉM

Avenida Dr. Januário Miraglia, 1.582. Abernéssia – Campos do Jordão – SP

Gratuito. Distribuição de ingressos no local a partir de uma hora antes da apresentação, limitada à capacidade do local (186 lugares).

IGREJA DE SANTA TEREZINHA

Rua Tadeu Rangel Pestana, 662, Abernéssia – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1740

Gratuito. Entrada livre, limitada à capacidade do local (200 lugares).

PALÁCIO DO GOVERNO – CAPELA 

Rua Adhemar de Barros, 3.001, Vila Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1122

Gratuito. Distribuição de ingressos no local a partir de uma hora antes da apresentação, limitada à capacidade do local (120 lugares).

PALÁCIO DO GOVERNO – PALCO EXTERNO

Rua Adhemar de Barros, 3.001, Vila Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1122

Gratuito. Entrada livre.

PALÁCIO DO GOVERNO – PALCO INTERNO

Rua Adhemar de Barros, 3.001, Vila Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP, T 12 3662.1122

Vendas: Bilheterias do Auditório Claudio Santoro – apenas em dias de concerto, a partir de duas horas e meia antes do início da apresentação e Praça do Capivari – diariamente das 10h às 18h, e pela internet.

PRAÇA DO CAPIVARI

Praça São Benedito – Vila Capivari – Campos do Jordão – SP

Gratuito. Ao ar livre.

MUSEU FELÍCIA LEIRNER – ÁREA EXTERNA

Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880, Alto da Boa Vista – Campos do Jordão – SP

Programação organizada pelo Hotel Toriba. Informações sobre ingressos: https://www.toriba.com.br/

HOTEL TORIBA – SALA DA LAREIRA

Avenida Ernesto Diederichsen, 2962 – Campos do Jordão – SP
Programação organizada pelo Hotel Toriba. Informações sobre ingressos: https://www.toriba.com.br/

 

SALA SÃO PAULO – SALA DE CONCERTOS

Praça Júlio Prestes, 16, Campos Eliseos – São Paulo – SP, T 11 3367.9500

Vendas online, nos totens localizados no piso térreo da Sala São Paulo e Bilheteria no dia da apresentação, desde duas horas e meia antes do início do concerto.

Concertos gratuitos: a distribuição de ingressos será feita pela internet, a partir das 10h da manhã da segunda-feira que antecede o concerto, e também presencialmente, a partir de duas horas e meia antes da apresentação, na bilheteria do estacionamento da Sala São Paulo, limitado a dois ingressos por pessoa e à capacidade do local (1484 lugares).

SALA SÃO PAULO – SALA DO CORO

Praça Júlio Prestes, 16 – 2º andar, Campos Eliseos – São Paulo – SP, T 11 3367.9500

Gratuito. Retirada de ingressos a partir de uma hora antes da apresentação e limitada à capacidade do local (150 lugares).

 

MAIS INFORMAÇÕES E CONTEÚDOS: 

http://www.festivaldeinverno.sp.gov.br/

Compartilhe!